Bolsonaro ordenou atrasar boletins sobre coronavírus para não passar em telejornais

/ Brasília

Presidente ordena atraso dos boletins. Foto: Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro ordenou o atraso da divulgação de boletins epidemiológicos sobre a disseminação do novo coronavírus no país. Segundo relatou uma fonte do governo ao Correio Braziliense, a decisão é permanente e, a partir de agora, a divulgação será apenas às 22 horas.

A estratégia da Presidência é evitar que os dados estejam disponíveis no horário dos telejornais noturnos, período em que as televisões têm maior audiência.

A intenção de atrasar a divulgação dos dados existe desde a gestão do ex-ministro Luís Henrique Mandetta, mas o titular da pasta se recusou a acatar a ordem alegando que geraria forte impacto na resposta a pandemia.

Secretários Bruno Dauster e Cibele Carvalho pedem exoneração do Governo do Estado

/ Bahia

Cibele será candidata em Rafael Jambeiro. Foto: Reprodução

Dois secretários estaduais pediram na noite desta quinta-feira (4) a exoneração dos seus cargos. São eles Cibele Oliveira de Carvalho (Relações Institucionais) e Bruno Dauster (Casa Civil). Cibele aproveitou o prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização de cargo público para ter condições legais de concorrer à Prefeitura do município de Rafael Jambeiro.

Já Bruno Dauster alegou motivos pessoais numa carta encaminhada ao governador Rui Costa, na qual ele agradece a oportunidade e afirma sempre ter lutado pela construção de uma sociedade mais igual e democrática. Finaliza colocando-se à disposição do Governo da Bahia para defender projetos que gerem emprego e desenvolvimento para o Estado.

Senado Federal aprova uso obrigatório de máscaras em locais públicos em todo país

/ Brasília

O plenário do Senado aprovou, nesta quinta-feira (4), a obrigatoriedade no uso de máscaras em locais públicos em todo o Brasil. A proposta recebeu 76 votos favoráveis e nenhum contrário, e inclui espaços acessíveis ao público, vias públicas e transportes públicos, enquanto durar a pandemia.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, será preciso que o projeto retorne à Câmara, devido a alterações. A partir de então, poderá ser encaminhado para sanção da Presidência da República.

O novo texto estabelece a obrigatoriedade do fornecimento de equipamentos de proteção individual aos trabalhadores enquanto durar o período de calamidade pública. Outra determinação é que o poder público forneça máscaras de proteção individual aos grupos economicamente vulneráveis.

O projeto aprovado no Senado modifica ainda a aplicação da multa. O texto original previa a penalidade a quem descumprisse a regra, mas os senadores derrubaram para o caso de uso externo. A multa de R$ 300 será aplicada apenas em caso de descumprimento da obrigação por trabalhadores que atuem em estabelecimentos que estejam funcionando na pandemia. Os valores arrecadados deverão ser direcionados a serviços de saúde.

Ainda segundo a Folha, estão dispensados da obrigatoriedade pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, deficiências sensoriais, entre outras. Crianças com menos de 3 anos de idade também não são obrigadas a cumprir a regra.

Também se torna obrigatório o uso de máscaras em unidades prisionais e de cumprimento de medidas socioeducativas. E ficará a cargo do ente federado competente estabelecer multa ao estabelecimento comercial autorizado a funcionar que não disponibilizar álcool em gel 70%.

Ceasa de Jaguaquara adota novas medidas contra coronavírus e diz não ter caso confirmado

/ Jaguaquara

Enfermeira mede temperatura de motoristas. Foto: Blog Marcos Frahm

Responsável pela segurança alimentar e por garantir o abastecimento com produtos hortifrutigranjeiros de várias regiões, inclusive da capital baiana / Salvador, a Ceasa de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, que se enquadra como serviço essencial, não pode parar. Por esse motivo, o órgão estadual terceirizado, funcionando sob a responsabilidade da empresa Dinâmica, adota novas medidas de combate ao coronavírus, seguindo as determinações de decretos municipal e estadual.

No início da pandemia, a Ceasa, que registra diariamente um grande fluxo de pessoas, oriundas de outros estados, era alvo de críticas por quem temia a transmissão comunitária do vírus em Jaguaquara. Contudo, até a tarde desta quinta-feira (4), quando a redação do BMFrahm manteve contato com a direção do órgão, conferindo in loco o funcionamento não havia registro de caso envolvendo servidor, cliente ou frequentador do local.

As novas medidas adotas foram enumeradas pelo gerente administrativo, Leandro Lemos, em entrevista ao Blog. ”Logo no início da pandemia foram adquiridos EPIs, que passaram a fazer parte do fardamento dos funcionários, foram emitidas circulares com orientações aos permissionários e usuários do mercado, distribuímos duas mil máscaras,  criamos um dispenser para álcool gel, com canos de PVC, acionados com os pés e foram colocados nas portarias para uso de todos. Nós proibimos a comercialização de bebidas alcoólicas e os restaurantes que são instalados no interior da Ceasa passaram a trabalhar no sistema de pronta-entrega de marmitas. Impedimos o acesso de pessoas que não comercializam hortifrutigranjeiros, estamos desinfetando os carros e as mercadorias que chegam, além de realizarmos  lavagem geral que acontece as sextas-feiras pela equipe local e, aos sábados, com apoio da Prefeitura, fazemos a desinfecção com um caminhão pipa”.

Seguindo o decreto estadual, a direção exige o uso obrigatório de máscaras de proteção e informou ter contratado uma profissional de saúde, enfermeira, que recepciona os motoristas com um aparelho medindo a temperatura e se porventura alguém apresentar sintoma da Covid-19 o Comitê formado pela Prefeitura será acionado. ”Estamos adotando todas as medidas possíveis para estimular as pessoas com higienização, como forma de prevenção ao coronavírus e orientamos que evitem aglomerações, mantendo o distanciamento durante a comercialização dos produtos. Precisamos da colaboração de todos, para que possamos cumprir as regras e impedir a proliferação da doença aqui na Ceasa, que é um mercado de extrema importância para a economia de Jaguaquara, sobretudo nesse período difícil de crises por conta do vírus”, concluiu Leandro Lemos. 

Maracás confirma o 5º casos de Covid-19, após profissional de saúde ter contato com médico

Maracás revela transmissão local d vírus. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Maracás, por meio de nota, informou, nesta quinta-feira (4), o 5º caso de Covid-19 registrado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a nota, trata-se de uma profissional de saúde, que teria contato com um médico que atuava na cidade e que também havia testado positivo. ”Sendo assim, registramos a primeira transmissão local. Todos os profissionais de saúde e pacientes que tiveram contato com este profissional foram colocados em isolamento domiciliar e estão sendo testados” diz o comunicado.

Dos casos confirmados até agora, Maracás também registrou um óbito, de uma mulher, de 48 anos, falecida no dia (26) de maio, no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié.

Na ocasião, a secretária de Saúde, Darlene Rosa, disse ter sido um caso importado, sob a justificativa de que a vítima teria sido transferida de Maracás com quadro de diabetes, sendo infectada em Jequié, após internação hospitalar na rede pública estadual de saúde.

Jaguaquara: Boletim epidemiológico confirma o registro de mais 02 pessoas com coronavírus

/ Jaguaquara

Jaguaquara segue anunciado novos casos. Foto: Blog Marcos Frahm

A Secretaria de Saúde de Jaguaqura informou, através de um card [arte gráfica] em rede social, que foram confirmados mais 02 novos casos do coronavírus no município, nesta quinta-feira (4).

O boletim em card trouxe os casos distribuídos por bairros, perfazendo agora um total de 34 confirmados: bairro Cruzeiro (06), Popular (06), Muitiba (05), Palmeira (04), São Jorge (02), Malvina I (01), Casca (01) e o distrito Stela Dubois, localidade margeada pela BR-116, com (07) casos do doença.

Segundo a prefeitura, 18 casos já foram recuperados. O isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa.

Jequié confirma 1 óbito por Covid-19, de um homem de 41 anos, e chega a 460 casos

/ Jequié

HGPV acolhe pacientes lutando contra o vírus . Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, emitiu, na noite desta quinta-feira (4), o novo boletim epidemiológico do coronavírus, atualizado às 19h, trazendo o registro de mais um óbito, sendo um homem de 41 anos, morador do bairro Jequiezinho, totalizando 17 pessoas vítimas fatais da Covid-19 na cidade.

Ainda conforme o boletim, 20 pessoas foram confirmadas com a doença, perfazendo um total de 460 casos positivos. Destes, 215 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. 177 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Os que estão em quarentena somam 1625 pessoas.

Covid-19: Brasil tem 614.941 casos; total de mortes chega a 34.021, diz Ministério da Saúde

/ Saúde

O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 30.925 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 614.941. O resultado marcou um acréscimo de 5% em relação a ontem (3), quando o número de pessoas infectadas estava em 584.016.

A atualização do Ministério da Saúde registrou 1.473 novas mortes, chegando a 34.021. O resultado representou um aumento de 4,3% em relação a ontem, quando foram contabilizados 32.548 falecimentos por covid-19.

Do total de casos confirmados, 325.957 estão em acompanhamento e 254.963 foram recuperados. Há ainda 4.159 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (8.560). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (6.327), Ceará (3.813), Pará (3.416) e Pernambuco (3.134).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.183), Maranhão (1.062), Bahia (790), Espírito Santo (737), Alagoas (531), Paraíba (438), Rio Grande do Norte (378), Minas Gerais (323), Rio Grande do Sul (265), Amapá (254), Paraná (215), Piauí (202), Distrito Federal (196), Rondônia (194), Sergipe (186),  Acre (181), Goiás (164), Santa Catarina (156), Roraima (127), Tocantins (87), Mato Grosso (82) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (129.200), Rio de Janeiro (60.932), Ceará (59.795), Pará (48.049) e Amazonas (46.473). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (40.629), Pernambuco (37.507), Bahia (23.463), Espírito Santo (16.894) e Paraíba (17.579). Da Agência Brasil

Ministério Público recomenda que comércio de Itabuna permaneça fechado por causa do vírus

/ Bahia

Cidade já registrou 1.83 casos da Covid-19. Foto: Prefeitura

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou, nesta quinta-feira (4) durante reunião com procuradores de Itabuna, que o comércio da cidade permaneça fechado. A indicação contraria o prefeito Fernando Gomes (PTC), que anunciou na terça-feira (2) a reabertura dos estabelecimentos comerciais no município

Na avaliação do Ministério Público, Itabuna não está em condições favoráveis em relação ao controle do coronavírus. Além disso, o município não apresentou nenhuma análise técnica sobre a reabertura do comércio. O MP destacou a falta de vagas regulares de leitos de UTI e o fato de a taxa de letalidade ainda não ter reduzido.

De acordo com o iPolítica, a prefeitura ainda não se manifestou sobre a recomendação. Membros da Secretaria Municipal de Saúde, da Coordenação da Vigilância Epidemiológica e da Secretaria de Indústria e Comércio participaram da reunião.

No boletim epidemiológico desta quinta-feira, a Secretaria de Saúde de Itabuna informou o registro, desde o início da pandemia, de 1.83 (um mil e oitenta e três casos confirmados) do vírus, com 46 óbitos.

Itatim: Operação da Polícia prende dois homens e apreende drogas, armas e dinheiro

/ Polícia

Uma megaoperação no município de Itatim, na região Piemonte do Paraguaçu, liderada pela 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin Itaberaba), com apoio da Polícia Militar (PM-BA), desarticulou uma organização criminosa. Espingarda, pistola, revólveres, maconha, colete balístico e sete veículos foram apreendidos nesta quinta-feira (4).

As equipes cumpriram sete mandados de busca e apreensão contra a quadrilha envolvida com tráfico de drogas, roubos, furtos, homicídios, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores.

Nos imóveis os policiais apreenderam uma pistola calibre 380, dois revólveres calibre 38, uma espingarda, carregador, munições, seis motocicletas, um carro modelo Palio, um colete balístico, toucas, 61 porções de cocaína, cinco balanças, 646 reais em espécie e celulares.

Durante as diligências, dois homens foram presos, um adolescente apreendido e outro traficante acabou atirando contra as equipes, foi atingido, socorrido, mas não resistiu.

O resultado da operação foi registrado na Delegacia Territorial (DT) de Itatim. ”Seguimos trabalhando para reduzir as mortes ligadas ao tráfico de drogas. Conseguimos uma grande diminuição no mês de maio e o objetivo é manter em junho”, enfatizou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis.

Participaram da operação equipes da 12ª Coorpin, da DT de Itatim, do CPR e Rondesp Chapada, dos Pelotões de Itatim e Milagres, além do Ceto.

Boletim epidemiológico: Estado Bahia tem 23.463 casos confirmados de Covid-19

/ Saúde

A Bahia registra 23.463 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 17,47% do total de notificações no estado. Os óbitos contabilizados no boletim epidemiológico referem-se a um período de 13 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, também não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

Considerando o número de 23.463 casos confirmados, 8.430 recuperados e 790 óbitos, 14.243 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 3.337 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 322 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (59,76%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (5.994,44), Ipiaú (5.340,83), Itabuna (4.900,97), Salvador (4.785,29) e Itajuípe (4.636,18).

O boletim epidemiológico registra 43.181 casos descartados e 134.327 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (4).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.877 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.085 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 58%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 793 leitos exclusivos para o coronavírus, 557 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 70%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 60.947 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 4 de junho de 2020. Estão em análise 1.766 exames.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 790 mortes pelo novo coronavírus.

763º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 24/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

764º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 10/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

765º óbito – homem, 84 anos, residente em Urandi, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

766º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença renal crônica e doenças autoimunes, foi internada dia 18/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

767º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora da hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 21/o5 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

768º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

769º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

770º óbito – homem, 29 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso e imunodeficiência, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade filantrópica, em Salvador.

771º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 08/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

772º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

773º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória crônica e obesidade, foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

774º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internada dia 23/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

775º óbito – homem, 70 anos, residente em Itamaraju, sem comorbidades, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

776º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

777º óbito – mulher, 41 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 28/05 e veio óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

778º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

779º óbito – homem, 94 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso e demências, incluindo Alzheimer, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

780º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 30/05 e veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede filantrópica;

781º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

782º óbito – homem, 75 anos, residente em Juazeiro, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

783º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internada dia 27/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

784º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internado dia 11/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

785º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

786º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

787º óbito – homem, 87 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 22/05 e veio a óbito na mesma data (22/05), em unidade da rede pública, em Salvador;

788º óbito – homem, 77 anos, residente em Riachão do Jacuípe, portador de doença respiratória crônica e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Riachão do Jacuípe;

789º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de imunodeficiência, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

790º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 52,97% foram do sexo feminino, 44,91% foram do sexo masculino e 2,12% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 19,58% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (2.407,74/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (2.002,95/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Governador do Mato Grosso está infectado pelo novo coronavírus; ”vou me isolar, como todo cidadão”

/ Política

Governador Mauro Mendes. Foto: Mayke Toscano/Governo do MT

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), foi diagnosticado com a Covid-19. O resultado do exame saiu na noite de quarta-feira (3) e foi divulgado na manhã desta quinta-feira. ”Vou me isolar, como todo cidadão, seguindo o protocolo para interromper a cadeia de transmissão”, destacou o gestor.

Em nota, a assessoria do governador informou que Mauro Mendes está bem, sem sintomas. Ele passará a trabalhar de casa, via videoconferência. Na contraprova,  ele novamente testou positivo para o Sars-CoV-2.

Até quarta-feira, Mato Grosso registrava 3.029 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. O novo coronavírus matou 79 pessoas naquele estado. Com informações do G1.

Ministro Weintraub depõe em inquérito sobre China e é carregado nos braços por apoiadores

/ Brasília

Abraham Weintraub é acusado de racismo. Foto: Estadão

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, compareceu na tarde desta quarta-feira (4) à sede da Policia Federal, em Brasileira, para prestar esclarecimentos no inquérito que apura se ele cometeu crime de racismo ao fazer declarações jocosas contra a China em uma rede social.

O ministro passou cerca de 20 minutos no prédio da PF. Na saída, uma claque o aguardava, e Weintraub foi carregado nos braços.

Ele pegou o megafone de um dos militantes e fez uma rápida declaração: ”Gente, eu quero dizer só uma coisa para vocês. A liberdade é a coisa mais importante da democracia, e a primeira coisa que vão tentar calar é a liberdade de expressão”.

O inquérito tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) sob a relatoria do ministro Celso de Mello. O titular da Educação recorreu ao tribunal na tentativa de evitar o depoimento, mas não teve sucesso.

Na PF, optou por entregar uma manifestação por escrito. Na postagem que motivou a investigação, o ministro usou o personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, para fazer chacota da China.

”Geopolíticamente, quem podeLá saiL foLtalecido, em teLmos Lelativos, dessa cLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados no BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo? SeLia o Cascão ou há mais amiguinhos?”, escreveu o membro do gabinete do presidente Jair Bolsonaro, trocando a letra ”r” por ”l”, assim como na criação de Mauricio de Sousa.

A mudança das letras ridiculariza o sotaque de muitos asiáticos ao falar português. Ele, posteriormente, apagou a publicação, que também sugeria que a China poderia ter ganhos com a crise da Covid-19.

O grupo de apoiadores de Weintraub chegou à porta da PF bem antes dele. Nesta mesma tarde, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), investigada no inquérito da fake news, também sob a responsabilidade do STF, tinha agendado um depoimento no mesmo local.

A parlamentar preferiu não responder às perguntas dos investigadores alegando não ter tido ainda o acesso aos autos do inquérito.

MP-BA pede que Sesab justifique atraso de repasses para o Hospital Regional de Juazeiro

/ Bahia

O Ministério Público da Bahia enviou um ofício, nesta quarta-feira (3), à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) solicitando informações e justificativas sobre um suposto atraso de repasses para o Fundo Estadual de Saúde do Hospital Regional de Juazeiro.

A falta do repasse mensal foi apontada pela Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Castro Alves (Apmica), que administra o estabelecimento, como justificativa de atraso do salário dos médicos que trabalham na unidade de saúde.

De acordo com o MP, a falta de pagamento dos profissionais, durante o período da pandemia, foi notificada pelo Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed). O inquérito foi instaurado pela promotora de Justiça Daniela Baqueiro.

Além disso, o MP também aponta que uma outra ação cível pública ajuizada em 2016, pela promotora Rita de Cássia Rodrigues, sobre a situação do hospital. O processo tramita na 1ª Vara da Fazenda Pública de Juazeiro. No último dia 18 de maio, a promotora Rita de Cássia solicitou à Justiça que julgasse o mérito da ação, em razão de novo atraso de repasse dos valores para manutenção básica do hospital.

A promotora ainda alega que o atraso configura descumprimento de decisão judicial liminar e pede urgência no julgamento por causa da situação atual de enfrentamento ao novo coronavírus.

A Justiça afirmou que o Fundo Estadual de Saúde tem 48 horas para responder sobre a situação do repasse para a APMI.