Maracás: Operação conjunta da Civil e PM recupera galões de água e pneus saqueados após acidente na BA-026

As Polícias Civil e Militar da Bahia, através da Delegacia Territorial de Maracás e da 93ª Companhia Independente de Polícia Militar, recuperaram, nesta quarta-feira (19), 470 (quatrocentos e setenta) galões de água mineral e 02 (dois) pneus, ambos avaliados em R$16.000,00 (dezesseis mil reais). Os objetos foram saqueados após acidente de trânsito ocorrido na rodovia BA-026, Povoado de Pé de Serra, em Maracás/BA.

Em diligência investigativa, foi possível identificar um dos envolvidos no crime, o qual irá responder pelo crime de furto qualificado. Além dos objetos recuperados, foram subtraídos 01 (uma) bateria e 01 (um) módulo, os quais ainda não foram localizados.

A Polícia Civil informa que subtrair quaisquer objetos relacionados a acidente de trânsito é crime, cuja pena pode chegar a 08 (oito) anos de prisão, e que a carga tombada do acidente só pode ser retida com autorização do proprietário ou da seguradora.

Fonte: DT Maracás e 93ª CIPM

Prefeitura de Jequié e Coobma disponibilizam tarifa zero especial para transporte coletivo durante as noites do São João de Jequié

São João começou com Vila Junina na Praça Rui Barbosa. Foto: Blog do Marcos Frahm

Já começou desde o dia 14 de junho mais uma edição do São João de Jequié, evento promovido pela Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo. Com o objetivo de ampliar a acessibilidade e a mobilidade da população ao circuito junino da Praça Rui Barbosa e Praça da Bandeira, principalmente dos que residem nos bairros e localidades mais distantes do Centro, este ano em parceria com a Cooperativa de Transportes e Turismo Borda da Mata (Coobma) será disponibilizado ao público tarifa zero no transporte coletivo.

Iniciando na sexta-feira, 21 e indo até o dia 24, a tarifa gratuita contemplará todas as linhas, das 19h às 01h, com desembarque no Centro de Abastecimento Vicente Grilo, Praça Luiz Viana e Rua Mota Coelho, garantindo aos forrozeiros curtir a festa, sem precisar pagar a passagem para ir e voltar para casa, dentro do horário estipulado. Para o prefeito de Jequié, Zé Cocá, a iniciativa visa, sobretudo, incentivar a participação popular e, portanto, democrática dos festejos juninos para todos os jequieenses, além de auxiliar na mobilidade urbana, contribuindo para a redução do número de veículos nas vias públicas.

”Graças a Deus, firmamos uma importante parceria com a Coobma, a quem agradeço ao empresário Edgar dos Santos Filho e, portanto, quem quiser curtir o São João de Jequié, aproveitando a festa sem se preocupar com estacionamento para seu veículo, poderá contar com os ônibus do transporte coletivo operando de forma especial, garantindo o deslocamento da população sem precisar nem ao menos pagar a passagem.”, comemorou o prefeito Zé Cocá.

Quatro prefeitos, inclusive gestora do PT, são presos em operação contra corrupção em Santa Catarina


Clori Peroza, Fernando de Fáveri, Marcelo Baldissera, Mario Afonso Woitexem

Uma ação contra uma possível organização criminosa comandada por um grupo empresarial foi responsável por prender quatro prefeitos em Santa Catarina. Segundo o Ministério Público (MP-SC), o grupo fraudava licitações em conjunto com o poder público.

De acordo com apuração do G1, além destas quatro prisões, foram realizados 63 mandados de busca e apreensão em 23 cidades do estado de Santa Catarina, em uma cidade do Rio Grande do Sul e em Brasília (Distrito Federal). O prefeitos presos foram:

  • Clori Peroza (PT), prefeita de Ipuaçu;
  • Fernando de Fáveri (MDB), prefeito de Cocal do Sul;
  • Marcelo Baldissera (PL), prefeito de Ipira;
  • Mario Afonso Woitexem (PSDB), prefeito de Pinhalzinho.

Ao todo, 22 prefeituras foram investigadas. Além disso, um ex-prefeito e um ex-deputado federal também foram alvos de mandados de busca e apreensão.

ENTENDA A OPERAÇÃO

A investigação é contra uma possível organização criminosa comandada por um grupo de empresários que fraudava licitações e desviava verbas em conjunto com o poder público sob o pretexto de prestar serviços de consultoria e assessoramento para a captação de recursos públicos.

Em setembro do ano passado, 16 mandados de busca e apreensão já haviam sido realizados no estado, parte da mesma operação. As prefeituras envolvidas prometeram dar mais informações acerca dos casos assim que as possuírem e a investigação se tornar pública.

Cantor sertanejo Chrystian, que fez dupla com Ralf, morre aos 67 anos após ser internado

O cantor sertanejo Chrystian, que fez dupla com Ralf, morreu aos 67 anos em São Paulo. Ele foi internado no Hospital Samaritano, nesta quarta-feira (19), após ser diagnosticado ”com uma condição médica que exige repouso imediato e tratamento especializado”, segundo sua assessoria.

A morte foi confirmada nas redes sociais do artista, em nota assinada pela esposa Key Vieira e pelos filhos. ”Chrystian dedicou 60 anos de sua vida à música sertaneja, construindo uma carreira brilhante e marcada por inúmeros sucessos. Sua voz inconfundível e sua paixão pela música trouxeram alegria e emoção aos fãs em todo o Brasil. Ao longo de sua trajetória, Chrystian esteve sempre na estrada, compartilhando seu talento e carisma em incontáveis shows, onde conquistou e encantou gerações de admiradores”, diz o texto.

”Neste momento de profunda dor, encontramos consolo nas memórias dos momentos felizes e nas canções que ele nos deixou”, completam. A família ainda agradeceu o apoio e carinho de fãs, amigos e colegas de profissão do cantor.

Em fevereiro deste ano, o cantor foi diagnosticado com rim policístico, condição genética. Segundo a assessoria, o cantor realizaria um transplante de rim em março. As informações são do site Bahia Notícias

 

 

 

Julgamento para abertura de PAD contra juiz que criou grupo de WhatsApp e teria ofendido advogada “publicamente” é adiado

Colocada em pauta nesta quarta-feira (19), na sessão do Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a análise da sindicância aberta pela Corregedoria-Geral de Justiça opinando pela instauração de processo administrativo disciplinar (PAD) – sem afastamento do cargo -contra o juiz Leonardo Santos Vieira Coelho, titular da 1ª Vara Cível de Teixeira de Freitas, foi adiada. Isso porque o desembargador Marcelo Silva Britto pediu vista dos autos – mais tempo para avaliação.

O juiz é acusado de conduta irregular ao criar grupo de WhatsApp com mais de 300 advogados da região e na plataforma divulgar documentos processuais, incluindo um despacho que tornou pública a sua opinião sobre um processo ainda em curso. Além disso, como pontuou o corregedor-geral de Justiça, desembargador Roberto Maynard Frank, o juiz teria ofendido uma advogada ao dizer no despacho que ela seria incapaz de entender a expressão simples do vernáculo e que apresentava incompreensão da realidade. ”Com o objetivo de expor ao ridículo, na minha opinião”, disse.

Na época dos fatos, a Ordem dos Advogados do Brasil Seção Bahia (OAB-BA) realizou desagravo público em favor da advogada. A OAB-BA ajuizou uma representação disciplinar contra o magistrado junto à Corregedoria Geral de Justiça, visando a apuração de sua conduta e a tomada das posteriores medidas cabíveis em um caso concreto. A Seccional não solicitou, no entanto, o fim do grupo de WhatsApp.

O titular da 1ª Vara Cível também teria se manifestado em redes sociais contra o desagravo e, utilizando o seu perfil no Instagram, fez comentários na publicação da OAB-BA sobre o caso.

Na representação, assim como narrado pelo corregedor na sessão de hoje, a OAB-BA afirmou que o comportamento indevido do juiz ocorreu após a advogada suscitar, em petição, que fosse declarada a suspeição do magistrado em um caso em que atuava. Ao despachar, Leonardo Santos Vieira Coelho expôs a peça processual – com o nome da advogada, inscrição na Ordem e argumentação – no grupo do aplicativo de troca de mensagens

DEFESA

A defesa do juiz pediu o arquivamento da sindicância e afirmou que o magistrado apenas ”criou uma extensão digital do seu gabinete” para facilitar a comunicação com os advogados. O grupo, segundo a defesa, era aberto apenas para profissionais da advocacia que atuavam na comarca e foi criado também devido ao período de pandemia da Covid-19. “Essa forma de agir naquela comarca foi, inclusive, motivo de mérito, destaque em matéria de jornal”, disse a defesa.

Conforme a defesa do juiz Coelho, a advogada teria entrado no grupo apenas com o objetivo de constranger o magistrado para que ele pudesse despachar o seu processo e ingressou proferindo palavras de cunho ofensivo ao magistrado. Entre os trechos destacados da conversa está: ”parabenizo vossa excelência pelos quase 100 mil processos, deixemos o meu processo para quando o mundo voltar ao normal”. E logo em seguida teria se retirado do grupo ”sem ao menos aguardar o direito de resposta do magistrado”.

”O magistrado despachou o processo dela, mas não foi da forma que ela solicitou e por isso ela arranjou uma maneira de afastá-lo do processo, apresentando pedido de suspeição”, pontuou a defesa ao argumentar que no referido pedido a advogada indicou que o juiz seria inimigo de uma das partes e que matéria no jornal foi utilizada para autopromoção. ”A advogada age com excesso”. A defesa admitiu a publicação do despacho do juiz no grupo de WhatsApp, mas minimizou o fato ao pontuar que o documento estava público e já era de conhecimento de muitos advogados.

Sobre o comentário no Instagram, a defesa diz que o juiz apenas questionou o fato de no desagravo público ter a presença de apenas 10 advogados de fora da comarca.

DIVERGÊNCIA

A desembargadora Rosita Falcão inaugurou a divergência e adiantou o voto contrário à abertura do PAD. ”Eu realmente não entendo. A gente vê dezenas de condutas nos tribunais superiores bem piores do que essa e a gente não vê abertura de processo administrativo. Abrir processo administrativo por conta disso, tenha paciência”, cravou.

A divergência foi seguida pelos desembargadores Gardênia Pereira Duarte, Nilson Soares Castelo Branco, Marielza Franco, Cármen Lúcia, Cássio Miranda, Mário Albiani Júnior e Regina Helena.

”Nesse caso, com todo respeito, não consigo enxergar a justa causa para abertura de processo administrativo contra esse magistrado”, defendeu o desembargador Cássio Miranda. ”Houve realmente um ruído de comunicação, mas está dentro dos limites do nosso trabalho”.

”Não se pode criar magistrados covardes, inertes. Tipificar essa conduta é criar precedentes e não é bom para a magistratura”, complementou Regina Helena.

Já o desembargador José Alfredo destacou que o juiz ”não é um servidor público qualquer” e, portanto, a instauração do PAD se faz necessária para investigar o objetivo da criação do grupo de WhatsApp e saber qual a extensão ”disso tudo”. ”Eu não vejo constrangimento nenhum nisso aí”. As informações são do site Bahia Notícias

Número de estudantes da rede estadual inscritos no Enem 2024 supera o da edição passada

A Bahia é o terceiro Estado com maior número de candidatos inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2024, com 449.528 registros, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, que têm maior número de habitantes e estudantes. Do total do balanço, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 120.505 mil inscritos são da rede estadual de ensino, o que representa um aumento de 38,5% em comparação ao ano passado, quando 87 mil realizaram a inscrição. Este resultado reflete o sucesso do plano de ação ”Tô com você no Enem”, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) para apoiar os candidatos, desde a solicitação de isenção até a realização das provas.

Engajamento, conhecimento, investimento e reconhecimento são os eixos centrais que preparam os futuros universitários, ao longo do ano letivo, para que eles assumam o papel de protagonistas na jornada de construção do conhecimento e se sintam confiantes para a nova fase que se inicia em suas vidas ao final da Educação Básica. Para a superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Leninha Vila Nova, o Enem 2024 na Bahia possibilita a ampliação e recomposição da aprendizagem para que o aluno possa acessar grandes universidades da Bahia e do país.

“Esta ação é organizada e planejada para que todos os estudantes possam alcançar o Enem. Por isso, fomos buscar um a um, do Ensino Médio nas modalidades de Educação de Jovens e Adultos (EJA), Campo, Indígena e Quilombola e ainda alcançamos os da Intermediação Tecnológica, das Escolas Famílias Agrícolas e Casas Familiares”, explica, se referindo à primeira etapa do plano em que, por meio do Eixo Engajamento, foram realizados o Dia D da Isenção e o Dia D da Inscrição, nas unidades escolares da capital e do interior. Os alunos foram mobilizados com a ajuda das equipes técnicas da SEC e dos grupos pedagógicos, que incentivaram e viabilizaram suporte, como os computadores com acesso à internet, para a realização dos procedimentos que dão início à corrida rumo à universidade.

As ações pedagógicas visam preparar os alunos para o Enem, seguindo a Matriz de Referência de 2009. A preparação inclui o Programa Universidade Para Todos, com aulas iniciadas em 6 de maio; distribuição de apostilas; realização de simulados; e oferta de materiais didáticos, além de conteúdos no YouTube e na Plataforma do Instituto Anísio Teixeira. A SEC também promove atividades de apoio extraclasse, como feiras de profissões e rodas de conversa com ex-alunos universitários, além de assegurar um ambiente de aprendizado acolhedor com infraestrutura adequada à aprendizagem.

Incentivo

Como forma de engajar ainda mais os estudantes e as unidades escolares a participarem das provas, está previsto um reforço a mais de R$ 200, através do Pé-de-Meia – programa de incentivo financeiro-educacional, na modalidade de poupança, destinado a promover a permanência e a conclusão escolar de estudantes matriculados no ensino médio público. Além disso, os estudantes e as unidades escolares que tiverem um bom desempenho nas provas, serão premiados, como reconhecimento aos esforços no último ano da Educação Básica.

Covid-19: entenda como fica a vacinação por idade e grupo prioritário, após recomendação do MS

Desde janeiro de 2024, a vacina contra a covid-19 integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI). A recomendação do Ministério da Saúde é que estados e municípios priorizem crianças de 6 meses a menores de 5 anos e grupos com maior risco de desenvolver formas graves da doença, como idosos, imunocomprometidos, gestantes e puérperas.

Em maio, a pasta confirmou a compra de 12,5 milhões de doses do imunizante contra a covid-19 SpikeVax, produzido pela farmacêutica Moderna. O processo de aquisição emergencial, segundo o ministério, começou em dezembro de 2023, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a versão mais atualizada da vacina.

A SpikeVax é uma dose monovalente que protege contra uma subvariante específica da covid-19, a XBB 1.5, conhecida popularmente como Kraken e um subtipo da variante Ômicron. A vacina é registrada pela empresa Adium S.A. e fabricada pela Moderna, com indicação para imunização ativa em crianças a partir de 6 meses e adultos.

Esquema primário

Com a aquisição da nova dose, o esquema primário de vacinação contra a covid-19 no Brasil, em 2024, passa a funcionar da seguinte forma:

– Crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias devem receber duas doses, ambas monovalentes (SpikeVax), com intervalo de quatro semanas entre elas;

– Pessoas com 5 anos ou mais que fazem parte de grupos prioritários devem receber uma dose monovalente (SpikeVax);

– Imunocomprometidos com 5 anos ou mais devem receber três doses, sendo a primeira monovalente (SpikeVax). A segunda dose deve ser aplicada quatro semanas depois e a terceira, oito semanas após a segunda dose.

De acordo com a Estratégia de Vacinação contra a Covid-19 em 2024, o esquema primário não é mais recomendado rotineiramente para pessoas com 5 anos ou mais que não fazem parte de grupos prioritários. Entretanto, se a pessoa não tiver sido vacinada anteriormente e optar por se vacinar agora, pode receber uma dose da vacina monovalente (SpikeVax).

No caso de crianças menores de 5 anos completamente imunizadas (três doses) anteriormente com outras vacinas contra a covid-19, a orientação do ministério é que elas recebam mais uma dose da vacina monovalente (SpikeVax).

Doses anuais ou reforço

Além de completar o esquema primário contra a covid-19, é preciso atentar para as doses anuais, que passaram a funcionar da seguinte forma:

– Grupos prioritários a partir de 5 anos devem receber uma dose anual da vacina monovalente (SpikeVax), desde que aplicada com intervalo mínimo de três meses desde a administração da última dose contra a covid-19;

– Imunocomprometidos a partir de 5 anos, gestantes, puérperas e idosos a partir de 60 anos devem receber duas doses anuais da vacina monovalente (SpikeVax), com intervalo mínimo de seis meses entre elas;

Pessoas com 5 anos ou mais que não pertencem a grupos prioritários e já possuem o esquema primário completo (duas doses) não têm indicação para receber a dose anual ou reforço.

Esquema incompleto

Quem está com o esquema primário contra a covid-19 incompleto e faz parte de grupos prioritários deve receber uma dose da vacina monovalente (SpikeVax) conforme as orientações abaixo:

– Pessoas com apenas uma dose devem receber mais uma dose (intervalo mínimo de quatro semanas);

– Pessoas com duas doses devem receber mais uma dose (intervalo mínimo de seis meses).

Crianças de 6 meses a 4 anos que iniciaram o esquema de três doses e completaram 5 anos antes de terminar o esquema devem seguir as orientações abaixo:

– Quem recebeu apenas uma dose antes dos 5 anos deve receber mais uma dose e encerrar o esquema;

– Quem recebeu duas doses antes dos 5 anos deve encerrar o esquema;

– Quem recebeu três doses antes dos 5 anos deve considerar o esquema completo e não precisa receber novas doses.

Não vacinados

Pessoas de grupos prioritários que nunca foram vacinadas contra a covid-19 devem receber duas doses, com intervalo de quatro semanas entre elas. Gestantes, puérperas, imunocomprometidos e idosos com 60 anos ou mais nessa situação, além das duas doses, devem receber uma dose de reforço, após seis meses da última dose.

Já pessoas imunocomprometidas que nunca foram vacinadas devem receber três doses, com intervalo de quatro semanas entre a primeira e a segunda dose e de oito semanas entre a segunda e a terceira dose, conforme esquema primário definido. Uma dose de reforço pode ser aplicada no grupo após seis meses da última dose.

Grupos prioritários

– Pessoas com 60 anos ou mais;
– Pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores;
– Pessoas imunocomprometidas;
– Indígenas vivendo em terra indígena;
– Ribeirinhos;
– Quilombolas;
– Gestantes e puérperas;
– Trabalhadores da saúde;
– Pessoas com deficiência permanente;
– Pessoas com comorbidades;
– Pessoas privadas de liberdade;
– Funcionários do sistema de privação de liberdade;
– Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;
– Pessoas em situação de rua.

Ana Castela desabafa após críticas por vídeo sobre consumo de álcool: ”Rede social não é pra criança”

Na ocasião, a jovem foi alvo dos internautas após compartilhar o registro de uma noitada na companhia das amigas. “Eu e minha amiga às 8 da manhã voltando para casa depois de ter bebido substâncias de procedência duvidosa, aprendido 4 novas línguas, conhecido 3 atores famosos e invadido a casa do Jorge e Mateus pedindo uma foto”, escreveu.

Para os internautas, o comportamento da artista não é um bom exemplo para as crianças que acompanham a artista. A base de fãs infantil é grande e surpreende nos eventos ao redor do país.

Em resposta, Ana Castela afirmou que é responsabilidade dos pais fazer com que as crianças não tenham acesso aos conteúdos que são direcionados para um público +18.

”Nunca posto nada… não dá pra deixar de postar coisas que eu acho engraçado por conta das crianças, quem tem que cuidar com o que as crianças olham são os pais! Rede social não é pra criança. Pense nisso”, escreveu.

PROJETO PARA PÚBLICO INFANTIL
Em 2023, a artista anunciou o desejo de colocar na rua um projeto voltado para o público infantil, que domina entre os consumidores da música feita por ela.

Em entrevista ao programa Eliana, no SBT, a artista afirmou que o projeto será um desenho e contará ainda com a participação de outros cantores, como Luan Pereira.

”A criançada para mim é um baque. Estamos então criando desenhos, música, shows para a criançada pra você ver o quão grande isso tá virando”, contou.

 

Polícia Rodoviária Federal recupera veículo roubado durante Operação Conatus, na BR-116

Em uma operação de fiscalização com foco no combate ao crime, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou um veículo roubado na tarde de ontem. A ação ocorreu por volta das 16h30, durante a Operação Conatus, na BR 116, KM 778, em Planalto (BA).

Uma equipe da PRF visualizou um veículo FIAT Strada prata estacionado às margens da rodovia. Após procederem com a identificação veicular avançada, constatou-se que o veículo era, na verdade um clone e o original possuía ocorrência de roubo registrada em 6 de março de 2008, na cidade de Salvador.

O responsável pelo veículo na oficina, informou que o carro foi deixado por volta do meio-dia por um cidadão que não soube identificar, para a realização de reparos no amortecedor, e que o proprietário retornaria para buscá-lo no mesmo dia.

Diante dos fatos, o veículo foi encaminhado à Polícia Civil local para as providências cabíveis.

Ministro do STF, Dias Toffoli anula provas da Odebrecht contra o marqueteiro João Santana

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a anulação do uso das provas do acordo de leniência da Odebrecht em três processos contra o marqueteiro João Santana e sua esposa, a empresária Mônica Moura, na Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

A decisão, assinada em segredo de Justiça nesta terça-feira (18), atende a um pedido feito em 7 de junho pelos advogados do casal. A informação é do colunista Guilherme Amado, do site ”Metrópoles”.

João Santana e Mônica Moura haviam sido condenados em duas ações penais pela 13ª Vara de Curitiba, onde tramitavam os processos da Operação Lava Jato. No entanto, as sentenças foram anuladas e os processos transferidos para a Justiça Eleitoral.

Toffoli concluiu que as acusações contra o casal baseavam-se em material extraído dos sistemas Drousys e MyWebDayB, utilizados pela Odebrecht para gerir pagamentos a políticos e autoridades, e incluídos no acordo de leniência da empresa. Essas provas foram invalidadas pelo STF.

Menina de SP viaja até a Bahia para interromper gestação de 31 semanas após ser estuprada por marido da avó

Uma menina de 14 anos foi vítima de estupro pelo marido da avó, em São Paulo. A descoberta foi feita pela mãe da vítima, de 30 anos, que mora na Grande São Paulo e não teve a identidade revelada. O caso foi constatado após a mãe notar o aumento do volume abdominal da garota, segundo publicação da Folha de S.Paulo.

”Mãe, tem alguma coisa mexendo na minha barriga”, disse a menina, na época com 14 anos e na 29ª semana de gestação.  Após registrarem o boletim de ocorrência em uma delegacia elas foram até o Hospital da Mulher, na capital paulista, onde a vítima passou por exames, tomou o coquetel preconizado para casos de violência sexual. No entanto, ela foi informada que a unidade de saúde só realizava abortos legais até a 20ª semana de gestação.

Em uma outra unidade, elas também foram informadas que não conseguiriam ter acesso ao aborto legal, pois a gestão municipal teria suspendido os procedimentos. Com isso, a jovem e sua mãe precisaram viajar de ônibus em dois dias e cinco horas de estrada, até a cidade de Salvador para a menina conseguir realizar o procedimento de interrupção da gestação.

”Minha filha sempre pergunta: ‘e aí, mãe, não vai acontecer nada com ele? Por que ele não foi preso se ele cometeu um crime?”, diz a mãe após a menina contestar o motivo do criminoso continuar foragido.  Na Constituição, não há nenhuma restrição para a idade gestacional do feto no momento do aborto. No entanto, o PL Antiaborto por Estupro, que tramita em urgência na Câmara dos Deputados trata da criminalização do aborto após 22 semanas de gestação para vítimas de estupros.

Segundo a mãe da vítima, a garota sempre passava o final de semana na casa da avó em São Paulo. O criminoso, marido da avó, convivia com ela há mais de 15 anos. A mulher disse que a filha nunca se queixou de nada, mas, de repente, mudou de comportamento. Ao chegarem em Salvador, a menina se internou em uma quinta-feira e fez o procedimento no sábado.

A garota chegou a dizer: ”tadinho do nenê, mãe, ele não tem culpa”. A mãe disse: ”minha filha, o bebê não tem culpa, você não tem culpa, eu não tenho culpa, quem tem culpa é o criminoso”. Segundo o relato, via Folha, elas foram recebidas por uma assistente social e a jovem ficou internada na unidade de saúde da capital baiana.

Apesar da comoção, apenas 53 parlamentares destinaram emendas ao RS; da Bahia, três deputados mandaram recursos

Levantamento realizado pelo site do jornal Valor Econômico revela que menos de 10% dos deputados federais e senadores de outros Estados destinaram recursos de emendas individuais para auxiliar o Rio Grande do Sul no enfrentamento dos problemas deixados pelas enchentes do mês de maio. No total, apenas 53 congressistas aderiram à iniciativa, o que representa um total de R$ 37 milhões em aporte de emendas individuais, considerando as duas casas legislativas.

No mês passado, o governo federal anunciou na Câmara e no Senado que estava abrindo uma janela para que os parlamentares pudessem transferir uma parte de suas emendas para as regiões em situação de calamidade no Rio Grande do Sul. O prazo para a destinação dessas emendas extraordinárias foi encerrado no fim da semana passada.

Após o anúncio feito pelo governo, bancadas de partidos como PT, PL e MDB fizeram campanhas para estimular os parlamentares a destinarem parte de suas emendas ao Estado. O senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da comissão externa do Rio Grande do Sul, esperava reunir R$ 50 milhões em emendas apenas no Senado.

Entretanto, apenas seis dos 78 senadores de outros Estados remanejaram recursos para o Rio Grande do Sul. Entre os 482 deputados, 47 enviaram verbas de suas emendas parlamentares ao Estado, o equivalente a menos de 10% da Câmara.

Entre os deputados da Bahia, apenas Alice Portugal (PCdoB), Daniel Almeida (PCdoB) e Adolfo Viana (PSDB) remanejaram suas emendas para poder destinar ao Rio Grande do Sul.

Segundo destacou a reportagem do Valor Econômico, neste ano de 2024, os congressistas têm direito a e R$ 25 bilhões em emendas individuais. Os senadores e deputados chegam a receber, respectivamente, quase R$ 70 milhões e R$ 40 milhões cada um. Eles ainda participam da distribuição de emendas de comissão e de bancada.

Um dos deputados que destinou parte de suas emendas ao Rio Grande do Sul, Orlando Silva (PCdoB-SP), disse ao Valor ter ficado surpreso com a baixa adesão de parlamentares à transferência de recursos para ajudar nos esforços de reconstrução do que foi destruído pelas enchentes. ”O ambiente que eu vi no Congresso foi de muita comoção, muita solidariedade, todo mundo muito sensibilizado”, disse o parlamentar. As informações são do Bahia Notícias

Trânsito PRE inicia operação para apreender animais em rodovias estaduais na região

A Polícia Rodoviária Estadual deu início na segunda-feira (17), município de Ibirataia, apreensões de animais nas rodovias estaduais BA-650, entre Ipiaú e Ibirataia, e BA-120, entre Ibirataia e Gandu. A ação teve apoio da prefeitura de Ibirataia.

Este movimento se deu devido ao elevado número de animais, especialmente equinos e bovinos, nas BA’s, resultando em acidentes, alguns dos quais com consequências fatais. Um triste exemplo ocorreu no último domingo, 16, na BA-120, entre o distrito de Algodão e a cidade de Gandu, quando um motociclista veio a óbito após colidir com uma vaca.

O Comandante da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Capitão Jairo Lopes Celestino, anunciou que as apreensões serão intensificadas, principalmente durante as festividades juninas na região. E

sse período é marcado por um grande fluxo de veículos, sobretudo durante a noite, tornando-se ainda mais perigoso com a presença de animais soltos nas estradas. O comandante ressalta a importância da conscientização dos criadores de animais sobre os riscos de deixá-los soltos em vias públicas. Giro Ipiaú