Homem acusado de estar envolvido em homicídio de servidor público é preso na cidade de Ubaíra

Agentes cumpriram mandado. Foto: Divulgação / Polícia Civil

A delegacia Territorial de Ubaíra, no Vale do Jiquiriçá, cumpriu mandado de prisão preventiva contra um homem de 28 anos que é acusado de estar envolvido na morte do servidor público Rubens dos Santos Oliveira Maia, ocorrida em janeiro de 2022. A prisão aconteceu após os investigadores receberem informações da DT de Sapeaçu. O foragido foi  localizado na Praça da Rodoviária, no Centro de Ubaíra.

De acordo com o titular da DT Sapeaçu, delegado Cristóvão Eder, esta é a segunda prisão relacionada a este caso. ”Em agosto de 2022, outro homem, este de 21 anos, também foi preso. Sendo ele um dos envolvidos no crime”, informou o delegado.

Um terceiro envolvido está sendo procurado. O acusado foi recolhido à carceragem da DT de Sapeaçu, passou por exames de lesões corporais e seguirá para o sistema prisional.

Festival de Cultura de Santa Inês é encerrado com grande público, diversidade e gostinho de quero mais

Público o circuito da festa mais uma vez. Foto: Blog Marcos Frahm

Depois de nove dias de festa, terminou em grande estilo, na manhã deste domingo (22/1) o Festival de Cultura de Santa Inês, no Vale do Jioquiriçá. Diversidade de atrações: apresentaões musicais, lavagem das escadarias, celebração de missas na Igreja Matriz e procissão marcaram a edição 2023 da tradicional festa, que voltou a ser realizada depois de dois anos em razão da pandemia e agora atingiu metas e objetivos, segundo informações da Prefeitura. ”Exigimos muito a questão da pontualidade. O evento ganhou uma imensa proporção e, hoje, as pessoas da região, sabem que é uma  festa grande, que ganhou uma nova roupagem. Assumimos em 2017, mudados o nome para Festival de Cultura, as pessoas aceitaram a ideia e isso é o mais importante, a aceitação da comunidade. O nosso balanço desse ano é positivo, depois de dois anos sem a festa”, disse o secretário de Administração e um dos organizadores do evento, Sandro Silva.

Secretário de Administração, Sandro Silva faz balanço do Festival 2023

No final da tarde de sábado (21) a programação religiosa contou com a participação de centenas de fiéis que caminharam, rezaram e se emocionaram com a procissão em homenagem a Padroeira que leva o nome da cidade, Santa Inês. As bandas Brilho das Estrelas, JP Sena, Thiago Aquino, Erlan e Marcynho Sensação levaram a folia a varar a madrugada, em dois palcos montados na Praça Araújo Pinho.

O cantor Thiago Aquino foi à principal atração da última noite e contagiou o público com seus hits de sucesso, com destaque para a música ”Erro Que dá Certo”. Em coletiva de imprensa, Aquino foi indagado pelo Blog Marcos Frahm sobre como estaria vivenciando o novo momento em sua carreira, sobretudo depois da gravação do DVD na Barra, em Salvador, com participação de artistas como Ivete Sangalo e outros. ”Não foi fácil gravar o DVD lá, porque é o maior ponto histórico da Bahia. A gente lutou, conseguiu parceiros do Iphan. Acho que quem tem amigos tem tudo”, disse.

O último artista a subior no palco foi o paraibano Marcynho Sensação, que soltou a voz até o dia clarear, para uma multidão que ocupava os espaços da praça pública para acompanhar as últimas apresentações do Festival, promovido pela gestão municipal com o apoio de parceiros e do Governo do Estado, através da Bahiatursa.  

Jovens são atropelados após saírem de festa em Santa Inês e condutor é espancado e socorrido pela PM

Populares danificaram carro do contutor. Foto: Reprodução/Rede social

Um motorista atropelou três pessoas que saíam de uma festa em praça pública na cidade de Santa Inês, o Festival de Cultura, no Vale do Jiquiriçá, e acabou sendo agredido por populares. De acordo com informações divulgadas nesta tarde pelo Comando da 3ª Cia da Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 05h30 deste sábado (21/1), quando a guarnição militar teria sido acionada pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom) para atender a uma ocorrência de acidente de trânsito nas proximidades da Rodoviária da cidade.

”Chegando ao local, os Policiais Militares se depararam com três vítimas caídas ao solo e um indivíduo (condutor do veículo) sendo agredido por populares. Imediatamente o efetivo conteve os agressores e conduziu todos os envolvidos até o hospital para receberem os primeiros atendimentos médicos. O condutor encontra-se custodiado no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, e após receber alta médica será apresentado na delegacia de Santa Inês, para adoção das medidas cabíveis, pois no momento do sinistro apresentava sinais de embriaguez”, diz o comunicado da Polícia Militar à imprensa.

Nas redes sociais, imagens feitas por internautas mostram pessoas atingidas pelo carro Fiat Pálio caída ao solo e o veículo sendo danificado e jogado dentro do rio por populares enfurecidos. O motorista, que foi levado com graves ferimentos ao HGPV teria recebido voz de prisão e, conforme a PM, deverá ser submetido ao exame de alcoolemia (teste do bafômetro) no Departamento de Polícia Técnica. O caso está sendo apurado pela Delegacia Territorial de Santa Inês. Ainda de acordo com o Comandante da PM, o ocorrido não foi registrado no circuito da festa, iniciada no último dia (13), com término prevista para este sábado com mais shows musicais.

Incansável, desde o dia (13), público vai até de manhã para curtir Xanddy e Nadson Ferinha em Santa Inês

Xanddy foi a primeira grande atração da noite. Foto Marcos Frahm

Sem o tradicional Carnaval de rua em Salvador, nos últimos dois anos, o cantor Xanndy, do Harmonia, diz ter sentido a mesma emoção de cantar na festa momesca da capital baiana, ao se apresentar nesta sexta-feira (20/1) no Festival de Cultura de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, evento público promovido pela Prefeitura e que também volta a ser realizado depois de dois anos.

O público só arredou o som da praça após o show de Nadson Ferinha

Além de Xanddy, Paixão Amada, Ricardo Alencar e Nadson Ferinha foram as atrações que dividiram espaço em dois palcos montados na área central da cidade. No palco principal, Nadson atraiu uma multidão que cantou em coro os seus hits, até às 04h. Incansável, depois de uma maratona que se repete desde o dia (13), o público só arredou o pé depois do show do jovem sergipano, que tem conquistado espaço na música com o gênero arrocha romântico. Segundo a Prefeitura, Nadson foi o artista mais pedido para o Festival em pesquisa popular na internet. ”Fui um dos nomes mais pedidos aqui da cidade e estou muito feliz”, disse o Ferinha.

O prefeito Émerson fala do impacto econômico que é gerado com a festa

Em Santa Inês, a festa chegou a sua penúltima e, para o prefeito da cidade, Emérson Elói (PT), o momento já pode ser considerado ideal para coletar feedback dos envolvidos na folia, avaliar o desempenho das atrações e o comportamento do público, que compareceu em grande número para prestigiar as atrações musicais e culturais que integram a grade oficial da festa. Ele destacou, em entrevista ao Blog do Marcos Frahm, que a maioria das pessoas olha o Festival como uma festa ou momento de diversão, sem refletir sobre o que o evento significa, de fato, sobretudo para a economia. ”A análise nossa precisa ser em diversos aspectos. Primeiro naquilo que de entretenimento e lazer agradou ao nosso público e eu acredito que isso tem se repercutido de forma positiva, aqui na cidade e nas cidades mais próximas. Em termos de retorno para a cidade, principalmente no aspecto que a gestão busca, que é a interferência na economia do município, com a geração de serviços, de renda, consequentemente com a geração de emprego, aquecimento na economia interna, tem sido muito positivo e a gente precisa perssitir nisso porque, o Festival, também, para uma gestão pública que se preze, precisa ser uma festa de investimento. Somos geograficamente o centro do território, estamos mais próximos de todo mundo, recebendo pessoas de toda a região e, essa vinda das pessoas que chagam de outras cidades signifiica dinheiro entrando no município de Santa Inês. Isso pra gente é bastante significativo, porque a quantidade de pessoas nas academias, nos bares, nos restaurantes melhoram”, explicopu.

O Festival de Cultura termina neste sábado (21). Brilho das Estrelas, Marcynho Sensação e Thiago Aquino fecharão o evento.

Terno de Reis e Samba de Roda ganham espaço na programação do Festival de Cultura de Santa Inês

Apresentações de jovens e pessoas da terceira idade. Foto: Prefeitura

Aberta no último dia dia (13/1), a programação do Festival de Cultura de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, segue até sábado (21). A celebração, que voltou a ser realizada depois de dois anos, em razão da pandemia, conta com uma gama extensa e variada de atrações e com uma estrutura de depois palcos, que vem sendo bastante elogiada pelos foliões.

O sétimo dia da tradicional festa da padroeira, que leva o nome da cidade, Santa Inês, foi marcado por apresentações culturais. Do Terno de Reis ao samba de roda, grupos da região do Vale do Jiquiriçá se apresentaram na Praça Araújo Pinho, na tarde desta quinta-feira (19), envolvendo jovens e pessoas da terceira idade.

Do Terno de Reis ao samba de roda, grupos se apresentam na festa

A animação continuou à noite, com shows musicais de Nélio Silva, Banda WE, George Tavares e Jaldo Rodrigues. Paixão Amada, Xanddy Harmonia, Ricardo Alencar e Nadson o Ferinha são as atrações desta sexta-feira.

Jaguaquara e as incertezas sobre o futuro após prévia do Censo do IBGE, que aponta queda da população

Prévia do IBGE aponta redução no número de habitantes. Foto: BMFrahm

No que pese o município de Jaguaquara ter conseguido uma liminar durante o Plantão Judicial de início de ano para impedir a redução da alíquota que define os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) – relembre, um mundo de incertezas cerca o futuro da maior cidade do Vale do Jiquiriçá quanto ao seu número de habitantes e seus impactos na economia e na política.

Tudo dependerá dos números finais do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que não são nada favoráveis. Por enquanto, conforme já relatado pelo BMFrahm o município aparece nas prévias do órgão com menos de 50 mil habitantes, 46.026, número menor do que a estimativa anterior, quando eram 54.673, o que resultará em duras consequências a partir da diminuição da fatia do bolo tributário da União, leia-se FPM. Afora isso, haverá o corte de duas cadeiras no legislativo local, que também é uma situação indesejável e lamentável.

Na cidade são muitas as queixas com relação a falta de transparência por parte do poder público municipal e muitos questionamentos referentes a ausência de um maior engajamento, principalmente na parte início da coleta, que foi prorrogada. São críticas quanto a maneira como o Censo foi conduzido pelo IBGE, que enfrentou sérios problemas no País, com atrasos, número reduzido de pesquisadores e pouca divulgação nos meios de comunicação de massa, até a falta de apoio de parcela da população e dos próprios poderes públicos, que não teriam se esforçado o suficiente para assegurar uma melhor coleta de dados. Depois do revés na primeira etapa do Censo, a gestão municipal começa a correr atrás do prejuízo para tentar reverter os números. Antes tarde do que nunca!

*por Marcos Frahm

Reunião entre Prefeitura de Maracás, Largo, BahiaGás e FGS volta a discurtir estrada Pé de Serra/Porto Alegre

Audiência voltou a discutir situação da estrada. Foto: Divulgação

A estrada que liga a BA-026 entre o Distrito de Pé de Serra e o Povoado de Porto Alegre, em Maracás, voltou a ser alvo de discussões, nesta terça-feira (17), em audiência realizada na Prefeitura entre o prefeito Soya Novaes, representantes da mineradora Largo, da Bahiagás e do Grupo de Fortalecimento Social de Porto Alegre – GFS. O encontro, marcado desde as manifestações ocorridas neste mês por produtores que bloquearam a estrada cobrando melhorias, foi realizado com o objetivo de acelerar e garantir a boa qualidade de trafegabilidade na estrada vicinal, diante dos transtornos que foram gerados os usuários depois das fortes chuvas que atingiram Maracás entre o final de dezembro e início de janeiro.

Segundo o prefeito, foram estabelecidos acordos de cooperação para restauração da estrada, solicitando da Largo e da Bahiagás que colaborem com a recuperação da vicinal, mas não apenas com patrolamento, e sim com reparo estrutural, construção de bueiros e manilhas em pontos críticos atingidos por riachos e que se tornam intransitáveis em períodos de chuvas. Soya disse reconhecer os problemas enfrentamos pelos produtores, mas ressaltou que a Prefeitura já deu início aos serviços de recuperação nos locais que são de responsabilidade da gestão municipal. O gestor garantiu que estará enviado ao gabinete do Governo do Estado ofício solicitando audiência com o Governo para discutir a possibilidade de ser firmada parceria para melhorias na via que é responsável pelo escoamento da produção agrícola em Maracás e região.

”Nos reunimos, tratando das reais condições da estrada que é responsável pelo escoamento da produção agrícola, o que tem sido o maior gargalo para os produtores nas últimas semanas, que enfrentam custo alto de logística para o escoamento e comercialização de seus produtos. Com a Largo e Bahiagás, na presença de representantes do setor Jurídico da Prefeitura, estabelecemos acordos de cooperação para a reestruturação da estrada, solicitando das empresas citadas que colaborem com a recuperação da vicinal, mas não apenas com patrolamento, e sim com reparo estrutural, construção de bueiros e manilhas em pontos críticos atingidos por riachos e que se tornam intransitáveis em períodos de chuvas. Decidimos também pelo envio, em breve, de solicitação de audiência com o Governo do Estado para discutirmos a possibilidade de parceria para melhorias na estrada. Vale ressaltar que, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura, já deu início aos serviços de recuperação nos locais de responsabilidade da gestão municipal.”, argumentou o prefeito de Maracás.

Participaram da reunião os secretários municipais Reginaldo Amorim, de Administração e Finanças, Danilo Oliveira, de Infraestrutura, a Procuradora-geral do Município, Hyone Ribeiro e o vereador Ronaldo Luiz, um dos representantes da comunidade de Porto Alegre.

João Gomes atrai multidão em show realizado no Festival de Cultura de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá

João Gomes foi a última atração da quarta noite. Foto: Marcos Frahm

Uma multidão lotou a cidade de Santa Inês, na quarta noite do Festival de Cultura, para acompanhar o show de uma das principais atrações do evento, o jovem cantor João Gomes, que subiu ao palco já por volta das 03h.

Público compareceu em grande número para prestigiar o show

Um dos fenômenos recentes do forró, João Gomes, que tem conquistado cada vez mais os fãs com o seu carisma, atraiu o público mesmo antes do show, quando se hospedou a tarde em um hotel na cidade de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, há 36 km do local e foi recepcionado por fãs de toda a região.

Fã de João Gomes, cadeirante acompanha de perto o show do artista

Em Santa Inês, nem precisa dizer que o público acompanhou cantando em coro os sucessos de João. A galera foi ao delírio com a apresentação do artista.

Prefeito comenta a presença do público em grande número

Além de João Gomes, Toque Dez, Sofrência NA e Adriano Oliveira foram as atrações da noite, que se apresentaram antes do forrozeiro. Presente no palco principal, o prefeito Emérson Elói (PT) comentou sobre evento que voltou a ser realizado pelo poder público depois de dois anos de interrupção, em razão da pandemia e disse que a festa está superando as expectativas em relação ao número de visitantes, tendo como base a multidão que esteve na cidade nesta segunda-feira. ”Uma segunda-feira e a praça completamente loada. Recebemos pessoas que vieram de longe. O pessoal do território tem comparecido e isso é muito gratificante”, comemorou.

Prefeito Émerson comemora o sucesso de público no evento

A programação do Festival de Cultura, que é promovido pela Prefeitura e conta com o apoio da Bahiatursa segue até o dia (21), com apresentações culturais e shows de: Xanddy Harmonia, Thiago Aquino, Nadson Ferinha, Jaldo Rodrigues, Marcynho Sensação e outros. *por Marcos Frahm

Presidente da Câmara de Santa Inês acha difícil oposição vencer candidato do prefeito em 2024

Som do SAMU faz elogios ao prefeito Émerson. Foto: BMFrahm

Aliado de primeira hora do prefeito de Santa Inês, o presidente da Câmara do Município, o vereador Som do SAMU (PT), reeleito presidente do Legislativo, avaliou, em entrevista ao Blog do Marcos Frahm e a Rádio Jaguar FM ser difícil a oposição local vencer o virtual candidato que será apoiado pelo mandatário atual, Emerson Elói (PT), mesmo faltando dois anos para à sucessão municipal. ”O cenário hoje em Santa Inês é de um prefeito novo, que tem demonstrado trabalho e o nome que ele indicar para ser o sucessor dele vai ser eleito, independente de nome, de partido”, cravou Som.

Segundo o presidente, Émerson não enfrenta oposição com musculatura suficiente para derrotá-lo e goza de boa relação com a Câmara, mesmo sendo considerado um líder fechado no campo das ”arrumações” políticas, tendo quebrado uma hegemonia de décadas, quando os gestores à época priorizavam os laços políticos com vereadores.

Para o parlamentar, que integra a base governista, o prefeito petista conquistou a maioria dos munícipes com o modelo de gestão implantado em Santa Inês e, consequência da boa aprovação, conseguiu unir os vereadores. ”Todos os vereadores estão com o prefeito, sem exceção”. Emerson exercer o segundo mandato consecutivo e ainda não dei sinal de quem será o seu candidato.

Entretanto, nos bastidores, o nome do secretário de Administração, Sandro Silva, filiado ao PT e tido como o homem de confiança do Chefe do Executivo da Cidade do Dinossauro é o mais cotado.

Santa Inês celebra retorno do cortejo da Lavagem da Escadaria em festa da padroeira, depois de dois anos

Baianas tipicamente vestidas durante cortejo. Foto: Marcos Frahm

Maior festa popular religiosa do Município, a Lavagem da Escadaria da Igreja de Santa Inês, foi retomada neste domingo (15/1), após dois anos de interrupção em razão da pandemia da Covid-19. O cortejo, formado por baianas tipicamente vestidas saiu às 09h, percorrendo as principais vias da cidade, encerrando às 13h em frente a Igreja Matriz, no Centro do Município.

Prefeito Émerson Elói recepciona Rosemberg Pinto no evento

Foram quatro horas e alguns quilômetros de procissão, que reuniu, além de fiéis e baianas, políticos, a exemplos do prefeito Émerson Elói (PT) e do deputado estadual líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Rosemberg Pinto (PT), que ao longo dos últimos anos vem prestigiando a festa. 

Pelo sexto ano consecutivo como prefeito de Santa Inês, Emerson era só expectativa para o evento: ”Todo mundo sem máscaras, só isso já é muita coisa. Está nas ruas, com manifestação cultural, para a gente é muito importante, principalmente quando a gente alinha a cultura e educação”, disse o gestor ao Blog do Marcos Frahm.

A tradicional Lavagem ocorreu depois da segunda noite do Festival de Cultura, que atraiu grande público com shows de Vitor Fernandes, Tayrone e atrações locais. Neste domingo, as apresentações se encerram às 19h e a banda Labasaia é a principal atração.

Vitor Fernandes anima o público e marca segunda noite do Festival de Cultura, em Santa Inês

Público na Praça durante show de Vitor Fernandes. Foto: Prefeitura

O cantor Vitor Fernandes foi a primeira grande atração da grade oficial do Festival de Cultura de Santa Inês a se apresentar na festa, na segunda noite do evento público, neste sábado (14).

Cantando seus principais hits, a exemplos de Aí Cê Liga, Saudade e Solidão, Vou Falar Que Não Quero e outros Vitor animou o público no palco principal montado na Praça Araújo Pinho.

Além de Vitor, o Festival, em sua segunda noite, conta ainda com shows de Luiz Laço de Ouro, Alef Iury e Tayrone.

Circuitos do Festival de Santa Inês estão com acessos bloqueados e portal tem detector de metais

Equipe de segurança foi montada num portal de entrada. Foto: BMFrahm

Os acessos aos circuitos do Festival de Cultura de Santa Inês, pelo portal oficial, ou pelas vias laterais estão bloqueados pela Prefeitura, que optou pelo isolamento total da área, sob a justificativa de que a decisão foi tomada com o objetivo de oferecer maior segurança aos foliões e comerciantes. No portal oficial, uma equipe faz o controle do acesso com equipamentos de segurança, reprimindo a entrada de armas e de garras de vidro.

Santa Inês: Programação do Festival de Cultura é aberta e prefeito destaca entretenimento pós-pandemia

Apresentações culturais marcam a primeira noite. Foto: Marcos Frahm

A população do Vale do Jiquiriçá irá vivenciar dias de lazer e entretenimento, com o retorno do Festival de Cultura, que voltou a ser realizado na cidade de Santa Inês, a partir desta sexta-feira (13/1).

A abertura oficial do evento promovido pela Prefeitura ocorreu nesta noite, com apresentações culturais envolvendo a Fanfarra Musicial de Santa Inês  – FANMUSI, a Companhia de Teatro coordenada por professores da Educação Integral do Município: Jomir Gomes, Renato Franco, Silvana Ribas e Jéssica Silva, além de shows musicais de Uilson Frenesy e Yayá Massemba, um grupo musical formado por mulheres do Vale do Capão, da Chapada Diamantina, fechando a primeira noite.

Fanfarra Musicial de Santa Inês se apresenta na abertura oficial

O secretário de Cultura do Município, Reuben Marinho, revelou ao Blog do Marcos Frahm que 100% da rede hoteleira da cidade está ocupada e que as casas disponíveis para aluguel já foram ucopadas, em sua totalidade. ”A ocupação é de 100%. Hoje a gente não acha mais hotel, não acha casas e as cidades vizinhas estão sendo usadas para acolher os visitantes que estão vindo para a nossa cidade”, ecplicou.

Prefeito Émerson fala da geração de renda associada ao entretenimento

De acordo com o prefeito Émerson Elói (PT), o grande diferencial nesta edição da festa popular que movimenta o território do Vale é a geração de emprego e renda, associada ao lazer e entretenimento pós-pandemia. ”Fizemos uma abertura mais tranquila, com atividades culturais, bandas da cidade, mas ainda estamos nos últimos detalhes para receber uma grande quantidade de pessoas. A expectativa da população é muito grande depois de dois anos muito difíceis, não só porque nós não tínhamos eventos culturais, mas todos estavam retraídos, presos em casa e isso causou muita tristeza para as pessoas, com problemas ligados a psiquiatria, a psicologia e esse memento que estamos vivendo agora, de lazer, de entretenimento, é um brilho”, disse o mandatário, que ainda destacou o crescimento econômico que a folia pode gerar: ”Lógico que a gente faz o festival com a intenção de que as pessoas convivam com a cultura, mas nós somos gestão, temos que fazer as estratégias corretas, porque é importante que gere circulação, e se gera circulação, gera consumo e traz renda para o município”, afirmou o prefeito Émerson.

Maracás tem decreto de situação de emergência reconhecido; Prefeitura mapeia pontos críticos

Equipe percorreu trechos danificados. Foto: Jeef Santos

Decreto publicado ontem (11) no Diário Oficial da União estabelece que 45 municípios baianos atingidos por intensas chuvas estão sob regime de emergência e poderão receber recursos especiais do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Segundo a publicação, Maracás, no Vale do Jiquiriçá, está entre as cidades fortemente afetadas por chuvas desde dezembro de 2022 até janeiro deste ano.

Esse reconhecimento torna os municípios aptos a solicitarem recursos do MDR para ações de assistência às populações afetadas, reconstrução de infraestrutura danificada e destruída, para minimizar os impactos provocados pelo desastre e restabelecer a normalidade do cenário.

Cenário em Maracás

O Município enfrenta sérios transtornos provocados pelas chuvas, inclusive dificuldades de trafegabilidade de veículos na estrada que interliga a BA-026, trecho do distrito de Pé de Serra, até o povoado de Porto Alegre, uma estrada vicinal, bastante utilizada por produtores rurais e pela mineradora Largo Brasil, que desde 2014 explora vanádio na região.

Em rede social, o prefeito Soya Novaes informou que designou uma equipe para identificar os locais que apresentam problemas também na área de responsabilidade de manutenção da mineradora e que vai agir com rigor na fiscalização dos serviços prestados na via e cobrar melhoria na execução do trabalho. ”O mapeamento é uma solicitação nossa ao secretário de Infraestrutura, Danilo Milonga, que esteve hoje acompanhado dos vereadores Alisson e Ronaldo, para que possamos atuar com todo o gás assim que as chuvas cessarem por um período que permita a operação na via, que é bastante usada pelos moradores da zona rural e produtores que precisam escorar a produção. Temos plena consciência dos transtornos causados, mas contamos com a compreensão e união de todos com o objetivo de garantir o direito de ir r vir de todo o cidadão maracaense”, disse o gesrtor.