Jequié: Por conta das fortes chuvas, Prefeitura adia audiência pública sobre o estacionamento rotativo

/ Jequié

Audiência iria discutir estacionamento rotativo. Foto: Secom

Por conta das fortes chuvas que caíram no município de Jequié na noite desta segunda-feira (93), a Audiência Pública que aconteceria às 19h de ontem, na Câmara Municipal, para debater o estacionamento rotativo na cidade, foi adiada pela Prefeitura e será realizada em local e data a confirmar. Jequié ficou com ruas alagadas após as fortes chuvas.

Jequié: Funcionário de açougue é rendido a caminho do banco e criminosos levam R$ 200 mil

/ Jequié

Uma empresa de comercialização de carne em Jequié sofreu um prejuízo de R$ 200 mil, após assalto contra um funcionário. Segundo o Blog Júnior Mascote, um funcionário da empresa PLS foi rendido por volta das 11h, de sexta-feira (30), quando o rapaz se dirigia a uma agência bancária para fazer depósito de cerca de R$ 200.000,00. Os criminosos, dois indivíduos a bordo de uma motocicleta Yamaha YBR, de cor preta, interceptaram a vítima que transitava numa moto cinquentinha. Além do dinheiro, os criminosos levaram a moto e um celular. A PM foi acionada e orientou o homem a registrar queixa na Delegacia Territorial de Jequié.A dupla desapareceu.

Jequié: Justiça condena mulher, a 29 anos de cadeia, e outros réus, pelo assassinato de Dona Nil

/ Jequié

Grupo teria premeditado morte de idosa. Foto: Site Jequié e Região

O crime não compensa. Pelo brutal e covarde assassinado de Ivonice Marques Maia, conhecida carinhosamente por Dona Nil, ocorrido em 21 de junho de 2017, no Alto da Colina, no bairro Jequiezinho, em Jequié, para onde a vítima fora atraída para uma emboscada, a justiça sentenciou, na terça-feira (27), Cristiane Mota Alves a pena definitiva de 29 anos de reclusão, em regime, inicialmente fechado, e 90 dias-multa, cada um no equivalente a 1/30 avos do salário mínimo vigente ao tempo do fato delituoso. Ela foi apontada como mandante do crime para se livrar de uma dívida com a vítima, que a considerava como uma grande amiga. Para o réu Tales Souza Santos, sua pena definitiva é de 24 anos e quatro meses de reclusão, em regime, inicialmente fechado, e 90 dias-multa, no mesmo valor antes fixado. Para o réu Mateus Santos Silva, sua pena definitiva é de 17 anos e seis meses de reclusão, em regime, inicialmente, fechado e 62 dias-multa, mantido o valor acima estabelecido. O Blog jequieeregiao.com.br teve acesso à sentença em primeira mão e com exclusividade. Foi negado aos acusados, o direito de recorrerem em liberdade, por tratar-se de réus presos cautelarmente e que permaneceram recolhidos durante o curso do processo, mantendo a prisão preventiva que foi imposta em seu desfavor. Para a justiça, os referidos acusados demonstram periculosidade, revestindo-se o crime de latrocínio, de grande violência, causando indignação na opinião pública, diz a sentença.

AGRAVANTES
Agravantes fizeram aumentar a pena. Artigos do Código Penal estabelecem como agravantes nas seguintes circunstâncias: crime cometido à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação, ou outro recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa do ofendido; contra criança, maior de 60 (sessenta) anos, enfermo ou mulher grávida; Corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 (dezoito) anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la; Quando o agente, mediante mais de uma ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não.

AINDA A SENTENÇA
Em Alegações Finais, o representante do Ministério Público, após analisar o conjunto probatório, entendeu estar devidamente comprovada a materialidade delitiva, através do Auto de Exibição e Apreensão e do Laudo de Exame de Necrópsia, destacando pontos que entendeu como condutores à elucidação da trama delituosa. Os acusados foram devidamente identificados logo após o ocorrido. Uma menor afirmou tanto na sede policial quanto em juízo, que a ré, Cristiane, sua prima, e com quem mora há três anos, mandou que ela arrumasse pessoas para matar uma senhora idosa (Dona Nil), em razão de ela estar lhe cobrando uns cheques, dizendo, ainda, que ela trazia consigo, anéis de ouro e que poderia ter dinheiro, havendo a menor falado com o acusado Tales, o qual lhe disse que havia conseguido colegas para praticar o crime; no caso Mateus e outro, menor. Ainda de acordo com a sentença, concluiu o MP dizendo que, de acordo com as provas colhidas em sede policial, não há dúvida de que a acusada, Cristiane, foi a autora intelectual do crime, ao elaborar o plano criminosos, contratar os executores, utilizando-se de sua prima, a menor, e prestar auxílio material aos autores imediatos, quando da execução do delito, transportando-os até o local onde o crime seria executado, bem como a vítima, onde seria simulado um assalto, com vistas a ceifar a vida de Dona Nil e subtrair seus pertences.

Cristiane Mota Alves foi condenada a 29 anos de reclusão

Quanto ao réu Tales, co-autor, confessou o crime e disse haver sido contactado pela menor, a mando de Cristiane, para simular um assalto que tinha como real intenção roubar a vítima e executá-la em seguida para satisfazer o desejo da ré Cristiane. Afirmou ter esfaqueado a vítima, sem lhe dar qualquer chance de defesa, junto a um menor, cooptado pelo mesmo e de aquiescência da mandante para a perfeita execução do plano, além de ter chamado o réu Mateus para participar do crime. A ré Cristiane Mota Alves admitiu a sua participação no crime em sede policial, mas, em Juízo, negou ter participado da trama criminosa atribuindo à menor, a responsabilidade pela prática do delito, estando sua negativa completamente dissociada das provas dos autos.

RESUMO
O Blog jequieeregiao.com.br publica ainda o resumo da sentença: Em suma, destaca, restou plenamente comprovado, na Instrução Processual, que os réus, Tales, Mateus, juntamente com um menor, foram os executores do crime que vitimou Ivonice Marques Maia, os quais foram contratados pela ré Cristiane, através de sua sobrinha, uma menor, para matar a vítima e subtrair os seus pertences, o que veio a se concretizar, havendo Tales e o menor ceifado a vida de Dona Nil, com golpes de faca, os quais foram a causa de sua morte.

A VÍTIMA
Ivonice Marques Maia, ‘Dona Nil’, era uma cidadã jequieense, aposentada, moradora no bairro São Judas Tadeu, de fino trato, coração bondoso, alegre, feliz, que se relacionava bem com todos seus vizinhos, parentes, conhecidos e com qualquer outra pessoa com quem se relacionava. Por ser muito conhecida na cidade, assim que ocorreu o ataque injusto à sua pessoa, a população fez questão de demonstrar todo sua indignação e passou a clamar por justiça, pois crime como este não poderia passar impune. A sentença foi assinada pelo Juiz de Direito Carlos Alberto Fiúsa de Castro Filho.

Famílias, amigos, vizinhos e outras pessoas que acompanharam o caso, assim que tomaram conhecimento do resultado da sentença, utilizam redes sociais para registrarem certo alívio com a decisão da justiça. “Graças a Deus, a justiça foi feita”, disse uma familiar. Muitos tem aproveitado para lamentar não existir prisão perpétua ou pena de morte no Brasil para crimes com requintes de crueldade.

Sem resposta da Prefeitura de Jequié, situação da insalubridade dos efetivos segue curso jurídico

/ Jequié

Servidores públicos apoiam assembleia do Sindicato. Foto: Sinserv

O decreto municipal assinado, recentemente, pelo prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, que determinou a instauração de um Processo Administrativo para identificar possíveis irregularidades na folha de pagamento e posterior notificação dos servidores para eles justificarem o motivo de receber o adicional de insalubridade, agora também recaindo sobre a periculosidade, foi tema de uma longa abordagem durante Assembleia Geral do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jequié – Sinserv, na quarta-feira (28). O sindicato aproveito para apresentar à categoria o resultado da reunião com a gestão municipal realizada na semana anterior, envolvendo não somente o Sinserv como também a APLB e o SIND ACS, secretária de Administração e Comissão do Processo Administrativo. ”A reunião teve como objetivo buscar uma saída para o problema. A defesa do SINSERV é pela regularização do pagamento de 10 a 40% dos adicionais, necessitando passar primeiramente por perícia médica para identificar, em laudo, os perigos à saúde do servidor”, informa em seu site. O sindicato considera a situação desnecessária e prejudicial ao serviço público. ”O sindicato provocou a gestão para a construção de termo de acordo entre as partes, visando suspender a notificação dos servidores e iniciar a perícia médica. Após esse procedimento a notificação seria procedida apenas para os casos de ausência do direito ao adicional, abrindo prazo para ampla defesa”, justifica. E acrescentou: ”Logo ficou acertado pela construção conjunta desse documento a ser apresentado na assembleia geral de hoje (28), o que não aconteceu. Até a conclusão da plenária a Gestão ainda não tinha sinalizado os termos a ser inclusos na papelada. Nada havendo o que encaminhar, restou ao SINSERV encerrar a assembleia para se reunir com o corpo jurídico e tratar sobre o assunto. Havendo novidades, a categoria será convocada para apreciação”. A insatisfação da classe trabalhadora é muito grande. De acordo com o Sinserv, ”apesar das tentativas de negociação, a Prefeitura segue atingindo a categoria”, e cita agora, a situação de vários guardas municipais que foram notificados para justificar o adicional de periculosidade. ”A partir da segunda-feira (03/12), período da tarde, o sindicado passará a atender especificamente a demanda desses profissionais”, concluiu.

Prefeitura de Jequié e Polícia Rodoviária realizam encerramento do I Festival Temático de Trânsito

/ Jequié

Evento aconteceu no auditório Waly Salomão. Foto: Secom

Na quarta-feira (28), no auditório Waly Salomão, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), aconteceu o encerramento do I Festival Temático de Trânsito (FETRAN), que teve como tema ”Transformando atitudes para salvar vidas”. O Festival é um projeto de educação para o trânsito, realizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em parceria com a Prefeitura de Jequié, nas escolas do município. Na ocasião, estiveram presentes a secretária de Educação, a professora, Graça Bispo; o chefe da 3ª Delegacia da 10ª Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, o inspetor, Florentino Andrade Melo Júnior; o superintendente municipal de trânsito de Jequié, Luiz Cruz, e o comandante da Guarda Municipal, Adernil Fraga. Com o apoio dos docentes, pais e toda a comunidade escolar, durante os meses de agosto a novembro, os alunos realizaram trabalhos com a temática de trânsito. Através das atividades pedagógicas associadas às manifestações artísticas culturais diversificadas, o FETRAN procura sensibilizar e conscientizar os alunos sobre a importância do respeito às leis como forma de evitar os acidentes de trânsito e suas terríveis consequências. As escolas municipais que participaram do projeto foram o Colégio Municipal Professora Alíria Argolo Pereira, no bairro Mandacaru; a Escola Municipal do Curral Novo, no bairro Curral Novo; a Escola Municipal Doutor Joaquim Marques Monteiro, no bairro Brasil Novo; o Centro Educacional Ministro Simões Filho, no bairro Joaquim Romão, e a Escola Municipal Nossa Senhora da Luz, no bairro Km 3.

Jovem é presa ao desembarcar de ônibus em Jequié, com 13 kg de cocaína e 07 de maconha

/ Jequié

Eliana Souza Nunes foi presa com drogas. Foto: Polícia Militar

Uma jovem de 20 anos foi presa em Jequié após desembarcar de um ônibus transportando droga. Eliana Souza Nunes foi detida pela Polícia Militar, nesta quinta-feira (29), quando teria deixado o ponto de ônibus e adentrado em um táxi. Segundo a PM, antes mesmo de os militares terem feito abordagem ao veículo Eliana revelava que levava droga em uma mala e que teria acondicionado outra quantidade de entorpecente em uma casa alugada em Jequié, para depósito e venda de drogas. Os policiais seguiram com a suspeita até o endereço informado, constando droga no imóvel. Eliana foi apresentada na sede da 9ª Coorpin com 13 kg de cocaína e 07 de maconha, além de 01 balanças de precisão.

Drogas sintéticas avaliadas em R$ 100 mil são apreendidas com três jovens em Jequié

/ Jequié

Drogas sintéticas seriam vendidas na região. Foto: Polícia Civil

Três homens foram presos, na tarde desta quinta-feira (29), com drogas sintéticas, avaliadas em R$ 100 mil, em Jequié. Lucas Lino de Araújo Santos, de 25 anos, Carlos Henrique Melo da Silva, 18, e Ian Nikson de Jesus Teles, 19, foram flagrados com os entorpecentes no centro da cidade, durante a Operação Saccharum.Segundo a Polícia Civil, o trio confessou que a droga seria vendida em festas em Jequié e cidades vizinhas. O delegado Moabe Macedo Lima, titular da Delegacia Territorial de Jequié, explicou que os suspeitos foram localizados após investigações da equipe da unidade. O LSD, além da maconha e Skank apreendidos na operação, será encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

 

Jequié: Vereador propõe audiência pública para discutir pedido de empréstimo financeiro

/ Jequié

Colorido quer discutir projetos do prefeito Sérgio. Foto: Ascom/CMJ

O vereador de Jequié Daubti R. Guimarães – Colorido, apresentou na sessão da Câmara requerimento (201/2018) em que propõe a realização de uma Audiência Pública para uma ampla discussão sobre o pedido de autorização do Executivo Municipal voltado ao empréstimo financeiro junto a Caixa Econômica para a pavimentação de ruas nesta cidade. ”Diante das inquietações e incertezas por parte da população de Jequié e de sua parcela representada nesta Casa de Leis, com relação ao pedido de empréstimos realizado pelo Executivo Municipal, faz-se necessário trazer a esta Casa de Leis discussões a cerca desta temática para uma maior transparência para com a População Jequieense” justificou o vereador. O prefeito Sérgio da Gameleira encaminhou à Câmara dois pedidos de empréstimos, de cerca de R$ 90 milhões para pavimentação de ruas e as propostas do Executivo tem gerado polêmica na cidade.

Moradores de Jequié comemoram inauguração de centro de reabilitação: ”realização de um sonho”

/ Jequié

Centro vai atender pessoas com deficiência. Foto: Diego Vieira

A Fundação José Silveira inaugurou na manhã desta segunda-feira (26), o Centro de Reabilitação Nice Aguiar, na Santa Casa de Jequié. Em parceria com a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), a clínica vai atender pessoas com deficiências, doenças ortopédicas e idosos. Para Catiucia Paz, assistente social da Associação de Deficientes Físicos de Jequié (ADFJ), a inauguração do centro vai diminuir o sofrimento dos pacientes que precisavam se deslocar para a capital baiana em busca do trata talento adequado. ”Nós estamos radiantes, porque Jequié estava gritando por um centro desse porte. A assistência a essas pessoas aqui estava bem precária. Então é com se eles estivessem vendo a luz no fim do túnel e estão abrilhantados de felicidade” ao site Bocão News, contou. Josué Santos, portador de deficiência física, é uma das pessoas que se desloca todos os meses de Jequié para realizar a fisioterapia em Salvador. ”Isso vai trazer um ganho importante para a nossa cidade. Uma vez que nós temos que nos deslocar até Salvador para fazer o tratamento e com esse centro aqui na cidade, isso vai dá uma alavancada, acabando com o sofrimento de pegar horas de estrada até Salvador”, comemorou. Quem também costuma viajar com frequência para a capital em busca de atendimento médico é a dona de casa Daniele Souza. Mãe de uma jovem com paralisia cerebral, ela conta que a inauguração do centro vai modificar a sua rotina diária. ”Vai fazer uma enorme diferença na minha vida e na vida dela também, porque aqui tem tudo que ela precisa. Atualmente, a gente tem que ir até Salvador. É uma viagem muito cansativa e com esse centro aqui em Jequié esse sofrimento vai diminuir ou até mesmo acabar”. De acordo com a Fundação José Silveira, os moradores de Jequié e mais 25 municípios da microrregião terão atendimento com equipe multidisciplinar formada por médico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, psicólogo, educador físico e assistente social, além de consultas médicas em neurologia, ortopedia, geriatria e oftalmologia. Emocionada, a professora Fábia Neves, mãe do pequeno Arthur, de 3 anos, portador da microcefalia, falou ao BNews que aguarda com ansiedade o início dos atendimentos que serão oferecidos no loca. ”A inauguração desse centro é a realização de um sonho. Infelizmente em Jequié, as condições são precárias no que diz respeito ao atendimento de crianças portadoras de microcefalia. Creio que esse centro vai ser uma bênção na vida de meu filho. Ele vai ter um vida melhor, sem precisar buscar atendimentos em outras cidades”, disse.

Jequié: Santa Casa inaugura o Centro de Reabilitação Nice Aguiar, para pessoas com deficiência

/ Jequié

Fundação José Silveira promove inauguração. Foto: Divulgação

A Santa Casa de Jequié, unidade da Fundação José Silveira (FJS), inaugurou nesta segunda-feira (26) o Centro de Reabilitação Nice Aguiar, beneficiando a população de Jequié e de 25 municípios da região. O Centro é um marco para a Bahia, primeira instituição a contar com a orientação técnica da AACD desde a concepção do projeto até o modelo de atendimento multidisciplinar. A obra foi construída em um terreno doado pela benemérita Nice Aguiar, homenageada no evento. ”A cooperação técnica entre a AACD e a Fundação José Silveira é uma forma de estabelecer parcerias, levando os protocolos de tratamento da AACD para unidades qualificadas como esse Centro”, disse o presidente da AACD, Marcelo Keirallah. O presidente da FJS, Geraldo Leite, destacou “o crescimento contínuo da Santa Casa, instituição a serviço do povo de Jequié”. Com uma previsão de 1.100 procedimentos por mês, o Centro atende pessoas com deficiência, doenças ortopédicas e idosos. O evento contou com as presenças de representantes do Governo do Estado, prefeitos, parlamentares, entidades sociais e de saúde.

Acidente ente duas motocicletas deixa um morto e outro gravemente ferido em Jequié

/ Jequié

Rubens de Souza Barbosa morreu no local. Foto: Zenilton Meira

Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida durante um acidente, na manhã de domingo (25), em Jequié. O acidente aconteceu em uma via do Residencial Cachoeirinha II, quando duas motocicletas se chocaram. Rubens de Souza Barbosa, de 26 anos era oriundo de Jequié e foi a óbito no local. O condutor da outra moto foi socorrido com graves ferimentos ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV.

Audiência Pública discute inserção do Bombeiro Civil no mercado de trabalho no município de Jequié

/ Jequié

Audiência pública foi proposta por Admilson. Foto: Ascom/CMJ

O vice-presidente da Câmara Municipal de Jequié, vereador Admilson Careca, presidiu a audiência pública realizada na quinta-feira (22), proposta por ele, a fim de ampliar as discussões em torno da importância da inserção do Bombeiro Civil no mercado de trabalho no município de Jequié, a partir de um Projeto de Lei que está em fase de elaboração. Ele explicou que existe uma lei federal que regulamenta a profissão de Bombeiro Civil, mas que se faz necessário uma lei local como já vigora em muitas cidades, a exemplo de Maracás. ”Estamos reunidos nesse momento para a apresentação do Projeto de Lei que estamos elaborando com a participação de todas as partes interessadas”, esclarece o vereador. Admilson Careca informou que, além de ouvir representações da categoria, está ouvindo também representantes da indústria, comércio, entidades de classe como CDL e Associação Comercial, Prefeitura, Promotoria de Justiça, Corpo de Bombeiros, além de empresários para a elaboração do PL. ”Atualmente, temos cerca de 500 profissionais preparados para o mercado de trabalho e que já deveriam estar exercendo legalmente suas funções. Esperamos que a sociedade abrace esses trabalhadores”, destacou.

Integrantes do grupo de Bombeiro Civil acompanham audiência

O Bombeiro Profissional Civil existe faz mais de 125 anos, podendo atuar em grandes indústrias, comércio, hospitais, eventos, entre outras, conforme explicou o BC Brito, da Associação do Bombeiro Civil de Jequié. Participaram da Audiência Pública os vereadores: Admilson Careca, Emanuel Campos Silva (Tinho) e Eliezer Pereira ‘Fiim’, o bombeiro líder, Darlan; professor Robson da Escola de Formação de BC; Tenente Tássio, da Cipe Central. Foram convidados a participar do evento: Petyan, Gameleira, Frijel, Assaí Atacadista, GBarbosa, Jambo Supermercados, Lojas Americanas, Ramarim, Café Maria, AABB, Ministério Público Federal, Guarda Municipal, 9ª Coorpin, CDL, Prefeitura Municipal, Rotary, JTC e Associação Comercial e Industrial de Jequié. Novas reuniões serão realizadas, atendendo solicitação do vereador Admilson Careca, para ampliar as discussões até a elaboração do Projeto de Lei.

Jequié: Vereadores da Minoria levam à PF novas denúncias contra o prefeito Sérgio da Gameleira

/ Jequié

Vereadores posaram em frente à sede da PF. Foto: Divulgação

Quatro vereadores que integram a bancada da Minoria na Câmara Municipal de Jequié – Colorido (PRP), Reges Silva (PT), Laninha (PRP) e Soldado Gilvan (PPS), divulgaram na  manhã dessa quinta feita (22), em postagem feita nas redes sociais, informação dando conta de terem apresentado novas denúncias  na Superintendência da  Polícia Federal, em Vitória da Conquista, contra prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), ”por corrupção e desvio de dinheiro público dos precatórios do FUNDEF”. Alegam os autores da denúncia que a Prefeitura de Jequié recebeu mais de R$ 250 milhões, em recursos dos precatórios destinados à Educação Municipal e, ”desses recursos o município só tem em conta,  pouco mais de R$ 80 milhões”. Dizem ainda os vereadores terem em mãos, provas concretas com vídeos, fotos, documentos e testemunhas “dos vários desvios desses recursos, inclusive com obras superfaturadas em reforma das escolas”. As denúncias segundo eles, foram protocoladas  no Ministério Público Federal- MPF, Policia Federal-PF, Controladoria Geral da União-CGU e Tribunal de Contas dos Municípios-TCM. Com informações do site Jequié Repórter

Acidentes com motos em Jequié matam duas pessoas e deixam outra gravemente ferida em 24 horas

/ Jequié

Uma das colisões foi na Landufo Caribé. Foto: Blog Marcos Frahm

Jequié ocupa a posição 67 no cenário nacional em mortes por acidentes envolvendo motocicletas e o número de mortes relacionadas a esses casos aumenta. Nesta semana, por exemplo, em um curto período de 24 horas, entre terça e quarta-feira, dias 20 e 21, duas pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida após o registro de dois acidentes envolvendo motos na cidade. O primeiro acidente ocorreu por volta das 22h de terça, quando Diego dos Santos Brito colidiu a moto que pilotava contra uma bicicleta em movimento ao invadir a contramão em fuga na Avenida Landufo Caribé. As informações dão conta de que Diego não teria obedecido à ordem de parada da PM e que não portava documentos no momento da ação policial. Ainda segundo informações, durante a perseguição um grupo de ciclista transitava na área, sendo o ciclista Mateus Lima dos Santos atingido e socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, onde permanece internado em estado grave e a família faz campanha de doação de sangue ao mesmo. Já o condutor da moto, de 23 anos, morreu no local. Na noite de quarta, outro motociclista morreu depois que colidiu a moto com um poste na Avenida Tote Lomanto, bairro Joaquim Romão. Pedro de Jesus Silva não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no local.