Prefeito de Maracás recua de flexibilização após aumento de casos e decreta fechamento

Soya volta a impor medidas restritivas. Foto: Blog Marcos Frahm

Maracás estava entre os poucos municípios da região do Vale do Jiquiriçá com a chamada flexibilização do comércio nesse período pandêmico. Diferente de outras cidades, a exemplo de Jaguaquara, que permaneceu por 15 dias com o comércio fechado, até a última terça-feira, quando a Prefeitura autorizou a retomada da economia de forma gradual Maracás ainda permitia o funcionamento dos estabelecimentos até as 12h, para a maioria dos seguimentos e outros funcionavam dentro da normalidade.

Contudo, os casos do coronavírus no município começam a apresentar crescimento já considerado exponencial e a Prefeitura local adotou, conforme novo decreto publicado nesta quarta-feira (22), medidas mais duras, de 23 as 31 de julho, no que concerne a economia, para tentar conter o avanço da doença. O boletim epidemiológico de hoje, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde revela o registro de 174 casos, desde o início da pandemia, com 04 óbitos.

Perante o aumento de casos, o prefeito Soya Novaes (PDT) impõe novas restrições nas atividades comerciais, sobretudo em relação aos serviços não essenciais. Em rede social, o gestor falou em momento difícil enfrentado pelos municípios e enumerou as restrições ”Manteremos os serviços essenciais, como: mercados, farmácias, açougues, postos de combustíveis, funerárias, borracharias, dentre outros, funcionando. Aulas, eventos e todas as atividades de cunhos religioso e esportivo ficam suspensas. Lojas de insumos médicos e hospitalares, estabelecimentos da cadeia produtiva de gêneros alimentícios funcionam até as 12h; lojas de revenda de gás, restaurantes, pizzarias e qualquer estabelecimento de comercialização de refeição, além de material de construção, vidraçaria, marmoraria, móveis, eletrodomésticos e outras estão autorizadas apenas através do serviço de delivery. No domingo, o comércio estará totalmente fechado. O Decreto entra em vigor amanhã e será válido até o dia 31 de Julho. São decisões tomadas para salvaguardar vidas e, mesmo com todas as acusações e críticas, seguirei fazendo o melhor para a minha cidade e pelo povo dessa terra”, comentou o prefeito.

Em todo o Vale do Jiquiriçá, já são 1.575 casos da Covid-19 e esse total atinge todos os 20 municípios que integram o território de identidade. Jaguaquara lidera com 801 e 07 óbitos, seguida de Maracás, com 174 e 04 óbitos e Amargosa, com 155 casos e 06 óbitos.

Para reprodução com ”ética” do conteúdo acima em qualquer meio de comunicação, é necessário dar crédito ao veículo autor da matéria!

Amargosa autoriza retomada gradual da economia e coloca equipe nas ruas para orientar população

Comércio voltou a funcionar gradualmente. Foto: Divulgação

Após permitir a reabertura gradual das atividades econômicas no município, a Prefeitura de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, colocou nas ruas, nesta terça-feira (21), equipes da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Sanitária local, com o apoio da Guarda e PM para monitorar e orientar a população na visitação aos estabelecimentos comerciais.

Os profissionais exigem o cumprimento das medidas impostas em decreto, como uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social no comércio. Por meio de decreto a Prefeitura autorizou o funcionamento dos estabelecimentos, essenciais e não essenciais.

O decreto abarcou a maioria dos seguimentos no município. Contudo, o número de clientes nas lojas é limitado durante o atendimento. Bares e academias permanecem proibidos. Amargosa já registrou 153 casos do novo coronavírus e registrou 07 óbitos.

Para reprodução com ”ética” do conteúdo acima em qualquer meio de comunicação, é necessário dar crédito ao veículo autor da matéria!

Vale do Jiquiriçá: Homem atira em recepção de hospital após ser impedido de ver pai em Mutuípe

Um homem deu tiros dentro de um hospital de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá, por ser impedido de visitar o pai devido ao horário. O fato ocorreu por volta das 5h deste domingo na Maternidade Clélia Rebouças. Segundo o G1, o caso foi registrado na delegacia da cidade na manhã desta segunda-feira (20).

A diretora da unidade médica, Luciana Freitas, disse que o homem fez dois disparos na direção de um funcionário dentro da recepção da unidade de saúde, mas os tiros não atingiram o alvo.

O acusado usava máscara e boné durante o ataque, o que dificulta a identificação. Após os disparos, ele fugiu em seguida. Câmaras de segurança devem ajudar na investigação do caso.

Depois do 1º caso de Covid-19, Planaltino e mais 07 municípios tem transporte suspenso por decreto

Planaltino, Breões, Baianópolis, Baixa Grande, Barra do Mendes,  Ibititá, Mundo Novo e Serra Dourada terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de domingo (19). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (18).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 31 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Boquira, Caém, Caraíbas e Malhada de Pedras, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Prefeitura de Maracás confirma o 4º óbito por Covid-19; jovem de 27 anos, sem comorbidade

Membro da saúde, no Hospital Municipal. Foto: Blog Marcos Frahm

O município de Maracás confirmou o 4º óbito por Covid-19. Em comunicado nesta sexta-feira (17), a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, informou que uma jovem de 27 anos, sem registro de comorbidades, faleceu no Hospital de Campanha instalado na Fonte Nova, em Salvador, para havia sido transferida no último dia (12), depois de dar entrada no Hospital Álvaro Bezerra, em Maracás, no dia (10) de julho.

Ainda segundo a nota da Prefeitura, a jovem foi submetida a exame para detectar ou não o coronavírus e através do RT-PCR testou positivo. ”Neste momento de dor, a Prefeitura solidariza-se com seus familiares e amigos, ratificando os votos de pesar pela morte precoce da jovem”, diz a nota.

Com 102 casos confirmados, e 55 recuperados, Maracás é a terceira cidade com o maior número de casos da doença no Vale do Jiquiriçá, ficando atrás de Jaguaquara, com mais de 600 casos e 05 óbitos, e Amargosa, também com mais de 100 casos e o registro de 03 mortes.

Maracás continua com barreiras sanitárias 24 horas e com distribuição de quentinhas a caminhoneiros

Caminhoneiros recebem lanches e quentinhas. Foto: Divulgação

Em Maracás, as barreiras sanitárias, que funcionam na entrada da cidade, via BA-250, na saída, via BA-026, que liga Maracás a Anagé e na saída para Planaltino passaram a funcionar 24h desde o dia (19) de junho, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde.

Ainda segundo a Secretaria, nas barreiras, aos caminhoneiros que chegam à cidade para abastecer o comércio com produtos essenciais são oferecidos lanches e quentinhas, uma forma de acolher os motoristas que estão longe de seus familiares. As equipes que atuam nas barreiras também estão aferindo a temperatura e orientando as pessoas sobre as medidas de enfrentamento ao coronavírus adotadas pela Prefeitura.

No último boletim epidemiológico, de quarta-feira (15), o número de casos confirmados em Maracás chegou a 95. Destes, 45 são considerados recuperados pela Secretaria de Saúde.

Em novo decreto, publicado nesta quinta-feira, o prefeito Soya Novaes determinou a redução do horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais não essenciais, que fecham as portas às 12h, cuja medida é válida até o dia (30) de julho. Bares e academias permanecem fechados.

*Para a reprodução deste conteúdo em qualquer meio de comunicação de forma ética é necessário dar o crédito para o veículo autor da matéria

Planaltino tem 1º caso do vírus e agora todos os municípios do Vale do Jiquiriçá confirmam a doença

O Vale do Jiquiriçá já contabilizou 1.156 casos do novo coronavírus, até esta quarta-feira (15). Conforme apurou o Blog Marcos Frahm, junto às secretarias municipais de Saúde, dos casos confirmados da doença, desde o início da pandemia, 615 estão recuperados e foram registrados 17 óbitos na região.

Esse total atinge agora todos os 20 municípios que integram o Território de Identidade. Antes, apenas Planaltino não confirmava a doença, mas na noite desta quarta, quando a Prefeitura, em comunicado enviado ao BMFrahm informou que o paciente infectado tem 21 anos, estando o mesmo assintomático e que teria chegado recentemente de São Paulo, sendo monitorado pela Secretaria Municipal de Saúde. O paciente encontra-se em isolamento domiciliar.

O município mais populoso do Vale, Jaguaquara, chegou a (629) casos, seguido de Amargosa (105), Maracás (95), Milagres (62), Laje (46) Mutuípe (42), Lagedo do Tabocal (29), Lafaiete Coutinho (20), Irauba (19), Santa Inês (18), Nova Itarana (13), São Miguel das Matas (13), Brejões (12), Itiruçu (12), Ubaíra (11), Itaquara (09), Elísio Medrado (07), Cravolândia (07), Jiquiriçá (06) e Planaltino (01).

*Para a reprodução deste conteúdo em qualquer meio de comunicação de forma ética é necessário dar o crédito para o veículo autor da matéria

Vale do Jiquiriçá: Homem com Covid-19 é detido na cidade de Laje após ir a bar cumprimentar amigos

A Polícia Militar (PM-BA) e a Guarda Municipal de Laje, no Vale do Jiquiriçá, detiveram um homem diagnosticado com Covid-19 após flagrá-lo descumprindo o isolamento orientado pelos órgãos de saúde do município. As informações são do Blog do Valente.

De acordo com o Capitão Alex Lima, a PM-BA foi acionada após informações de que um homem diagnosticado com o novo coronavírus teria furado o isolamento domiciliar e estaria reunido com um grupo de amigos em um bar.

Ainda conforme o militar, o paciente já teria sido notificado e, mesmo assim, manteve contato com transeunte e prosseguiu cumprimentando pessoas. O contaminado foi localizado e encaminhado à sua residência. Nesta segunda-feira (13), terá que se apresentar à delegacia para prestar esclarecimentos.

O capitão da PM-BA salientou que ele é considerado suspeito de dois crimes do Código Penal Brasileiro, quais sejam: causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos; e infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução de doença contagiosa, podendo cumprir pena de um mês a um ano de detenção, conforme o artigo 268.

”A guarnição o advertiu e o acompanhou até em casa, alertando que o mesmo responderia pelos seus atos. Então, fica o alerta: se souberem de alguém que, testando positivo para Covid-19 e, mesmo assim, desobedecendo a ordem de isolamento, denunciem”, ressaltou o militar.

Irajuba: Prefeito confirma novos casos do coronavírus no município e demonstra preocupação

Jerônimo se diz preocupado em Irajuba. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito Jerônimo Souza (PSD), de Irajuba, confirmou a ocorrência de novos casos do coronavírus no município, perfazendo um total de 09 casos confirmados, até esta sexta-feira (10).

O prefeito disse lamentar o crescimento da doença. ”Lamentamos esse crescimento do coronavírus em nosso município. Nós já temos hoje quatro comunidades acometidas por essa doença, as comunidades do KM 70, 73, KM 75 e agora a zona roral, comunidade de Lans. Tínhamos uma grande preocupação também em preservar o nosso cidadão, que está no campo. Tentamos inclusive fazer um trabalho de fechamento de fronteiras, a princípio, aceito pela comunidade e posteriormente a comunidade passou a rejeitar essa ideia, por não querer que ficassem fechadas as cancelas. Nós entendemos, mas agora cresce a nossa preocupação com essa comunidade ruralista, dada a facilidade de amizades, a maneira hospitaleira com que o homem do campo tem com todos os cidadãos que por lá chegam”.

O chefe do executivo pediu a população para seguir as orientações das autoridades sanitárias, apelando pelo isolamento social. ”Conto com toda a sociedade, no sentido de precaução”, concluiu.

Planaltino é o único município do Vale do Jiquiriçá sem registro de casos do novo coronavírus

Planaltino ainda não registrou casos da Covid-19. Foto: Divulgação

O município de Planatino é o único do território Vale do Jiquiriçá sem registro de casos do novo coronavírus, até esta quarta-feira (8).

Num território com 20 municípios, 19 já confirmaram casos, inclusive Irajuba, que assim como Planaltino não havia confirmado notificações por infectados pela doença, mas agora já contabiliza 07 casos.

Em todo o território, o número total de casos é de 752. Destes, 358 estão recuperados. Desde o início da pandemia, foram registrados 09 óbitos na região, 03 apenas em Amargosa. Em relação ao número de casos confirmados, o município mais populoso, Jaguaquara, aparece na dianteira, com 444.

Amargosa chega a 70 casos e registra 02 óbitos por covid em 24 horas; 29 pacientes estão recuperados

Equipe da Saúde municipal de Amargosa. Foto: Divulgação

O município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, já registrou 70 casos do novo coronavírus, conforme o novo boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (7), pela Prefeitura. Destes, 29 pacientes são considerados recuperados.

O boletim local também trouxe o registro de 02 óbitos num período de 24 horas. Na noite de segunda-feira (6), faleceu em uma unidade hospitalar particular de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, onde estava internado desde junho o empresário e irmão do ex-prefeito Rosalvo Salles, Joca Salles, de 51 anos, que teria contraído o vírus.

Hoje, uma idosa de 81 anos, Maria de Jesus Santos, morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde. Já são 03 mortes desde o início da pandemia. *Blog Marcos Frahm

Vítima do novo coronavírus, morre o empresário e irmão do ex-prefeito de Amargosa, Joquinha Salles

Joquinha [camisa na cor escura] e o ex-prefeito Rosalvo Salles

Faleceu na noite desta segunda-feira (6), em uma unidade de saúde particular de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, o empresário e irmão do ex-prefeito de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, Joca Salles.

Joquinha, como era apelidado, e aparece na foto de blusa na cor escura era irmão do ex-prefeito Rosalvo Salles [ao lado de camisa de lista] e teria contraído o novo coronavírus, sendo submetido a internação hospitalar e levado a UTI desde junho, não resistindo, indo a óbito nesta segunda.

Joquinha era membro de uma tradicional família de Amargosa, empresário do ramo de alimentação, proprietário de bar, restaurante, pizzaria e cafeteria, cujos estabelecimentos eram denominados de Gourmet. Ainda não há informações sobre local e horário do seu sepultamento.

Atual prefeito de Jiquiriçá, Cascalho lidera intenções de voto para Prefeitura, diz pesquisa Séculus/BN

Cascalho lidera intenções de voto em Jiquiriçá. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito Jiquiriçá, Cascalho, é disparado o político favorito a vencer a próxima eleição municipal na cidade. Tanto na pesquisa espontânea, quando não se indica os candidatos, quanto na estimulada, em que os nomes são sugeridos, ele soma mais do que 60% das intenções de voto.

Isso é o que mostra o levantamento feito pela Séculus Análise e Pesquisa, em parceria com o site Bahia Notícias, entre segunda (29) e terça-feira (30) da semana passada.

Na estimulada, Cascalho é apontado como o candidato de 64,39% das 578 pessoas entrevistadas. Atrás dele, a maior porcentagem é do grupo que ainda não sabe em quem vai votar: 9,27%.

Na sequência, 7,80% demonstraram interesse em votar em Valdemar, 4,39% indicaram como escolha Barreto, 1,95%, Gilson de Paulo, e apenas 0,49%, César. Outros 6,34% não opinaram a respeito e 5,37% disseram que não vão votar em nenhum dos políticos sugeridos.

Já na pesquisa espontânea, o atual prefeito aparece como a escolha de 60,49% dos entrevistados. De novo, a segunda maior porcentagem, 15,12%, é composta por aqueles que não sabem em quem vão votar. Em seguida, com 8,29%, o grupo que não pretende votar em nenhum candidato, e com 7,80%, o grupo que não respondeu à questão.

Com menor expressão, Valdemar é indicado como opção de voto por 4,88% dos entrevistados, Barreto é a indicação de 2,44%, e Lucas de Deraldo, de apenas 0,98% das pessoas ouvidas.

REJEIÇÃO

Se, por um lado, Barreto não teve votação expressiva na pesquisa, por outro, sua taxa de rejeição é a mais alta: 20,98% dos entrevistados disseram não votar nele para prefeito de jeito nenhum. Com rejeição considerada estão: Valdemar (15,12%) e César (12,68%). O favorito na eleição, Cascalho, é rejeitado por 8,78% dos eleitores do município e Gilson de Paulo, por apenas 2,44%.

Neste quesito, 19,03% disseram não saber, 12,68% não rejeitam nenhum candidato e 8,29% não responderam a pergunta.

Com grau de confiança de 95%, o levantamento possui margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa estpa registrada sob o nº BA – 07825/2020.

Estado envia insumo hospitalar para o interior e diz que máscaras serão enviadas para o Vale do Jiquiriçá

Governo manda insumo ao interior. Foto: Ascom/Seplan

O Governo do Estado enviou, nesta sexta-feira (3), 201 mil máscaras de tecido e TNT para 28 municípios do interior da Bahia, além de três túneis de desinfecção, bolhas de contenção, álcool em gel e protetores faciais para hospitais em Amargosa, Jacobina e Paulo Afonso. A ação faz parte da força-tarefa coordenada pelas secretarias estaduais do Planejamento (Seplan) e de Desenvolvimento Econômico (SDE).

”Esta é uma ação sistemática, que vem ocorrendo desde o início da pandemia do coronavírus, para abastecer os municípios com itens necessários para fortalecer a Saúde e o enfrentamento desta grave doença”, ressaltou o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro. Em Amargosa, o Túnel de Desinfecção desenvolvido pelo Senai Cimatec será implantado no Hospital Municipal, que também receberá três bolhas de contenção, 100 litros de álcool em gel, 50 protetores faciais de acrílico e 2 mil máscaras.

No município de Jacobina, o túnel vai funcionar no Hospital Regional Vicentina Goulart, que também recepcionará cinco bolhas de contenção, 50 litros de álcool em gel, 50 protetores faciais e 2 mil máscaras. Já o Hospital Municipal de Paulo Afonso passará a contar com o Túnel de Desinfecção, cinco bolhas de contenção e 30 protetores faciais.

Na região do Recôncavo, 70 mil máscaras serão entregues em Cabaceiras do Paraguaçu, Maragogipe, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Felipe, São Félix, Saubara e Varzedo. O município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), vai recepcionar 25 mil máscaras.

Já no Território de Identidades Vale do Jiquiriçá, 100 mil máscaras serão destinadas para Amargosa, Brejões, Cravolândia, Elísio Medrado, Irajuba, Itaquara, Jaguaquara, Lafaiete Coutinho, Laje, Milagres, Mutuípe, Nova Itarana, Planaltino, Santa Inês, São Miguel das Matas e Ubaíra.

As máscaras foram adquiridas junto a 603 associações, cooperativas e empresas habilitadas para a produção de mais de 11,4 milhões de unidades, em uma ação realizada em parceria entre a Seplan, SDE e Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).