Polícia prende ex-vereador suspeito de matar esposa grávida no município de Santo Estêvão

/ Polícia

Após análises de provas e depoimentos colhidos ao longo da última semana, foi cumprido nesta sexta-feira (11), por policiais da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), o mandado de prisão temporária contra o ex-companheiro de Jéssica Regina Macedo Carmo, morta por disparo de arma de fogo em Santo Estevão no dia 5 de fevereiro (relembre o caso). A vítima estava grávida de nove meses.

A determinação judicial contra ele foi cumprida na cidade de Feira de Santana. Embora ele tenha alegado inicialmente que o tiro teria sido acidental, após análises das provas, o ex-vereador foi colocado como suspeito do crime. O mesmo foi exonerado pelo prefeito da cidade (saiba mais).

Ele, que passará por exames de corpo de delito, está sendo levado para a sede da 1ª Coorpin, onde será ouvido. O suspeito deve ser posteriormente encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça.

Em relação à arma, uma espingarda calibre 12, o ex-chefe de gabinete ainda não se posicionou sobre o armamento, se tinha posse ou porte mas estaria disposto a ajudar no esclarecimento do ocorrido (relembre). Informações do site Bahia Notícias

Polícia Militar da Bahia apresenta novo protótipo de cores das viaturas e modelo é aprovado

/ Polícia

Viaturas passarão a circular com novo padrão de cores. Foto: PM

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) apresentou, nesta sexta-feira (11), o primeiro protótipo do novo padrão de cores das viaturas da corporação. Os veículos terão cores mais próximas dos uniformes de todas as unidades da PM.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Paulo Coutinho, destacou que o modelo busca simplificar e padronizar a frota, gerando maior uniformidade entre as diversas unidades da corporação.

Secretaria de Segurança diz que mortos durante confronto em Ipiaú foram 3 e um PM ficou ferido

/ Polícia

Três homens morreram em uma ação policial em Ipiaú, no Médio Rio de Contas, Sudoeste baiano, nesta quinta-feira (10). Um policial militar ficou ferido após uma troca de tiros com os acusados. Ele foi atendido e segue fora de perigo, informou a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Central, com o apoio da 55ª CIPM, faziam patrulhamento no Centro da cidade, quando um grupo teria atirado contra as guarnições, o que feriu um policial.

Após levar o policial ao hospital do município, os policiais voltaram ao local e houve novo confronto. No tiroteio, três acusados foram feridos. Eles teriam sido levados ao mesmo hospital, mas não resistiram. Com o grupo foram apreendidos três revólveres calibres 38 e 32, além de porções de entorpecentes e balanças.

Após divulgar morte cerebral de agente, Polícia Civil volta atrás e diz que médico solicitou novos exames

/ Polícia

Yago da França foi vítima de acidente. Foto: Redes sociais

Após divulgar a morte cerebral do investigador Yago da França Souza Avelar, no último sábado (5), a Polícia Civil divulgou nota, na noite desta terça-feira (8), onde diz que um médico da equipe que atende o policial, no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, decidiu pedir novos exames antes de atestar a morte cerebral. O policial é uma vítimas do acidente que matou outros dois agentes na última sexta-feira, na BA-233.

”No sábado (5), a equipe médica que tratava o servidor informou à família e ao Departamento Médico da Polícia Civil sobre a morte encefálica, sendo iniciado o processo de realização do protocolo de morte encefálica, que inclui exames clínicos e complementares, como de imagem, por exemplo. Um médico, então, decidiu solicitar novos procedimentos e investigar o estado de saúde do servidor de maneira mais aprofundada antes de atestar o encerramento de suas atividades cerebrais”, diz a nota divulgada pela polícia nesta terça.

A nota diz ainda que ”como em todo quadro clínico, é possível haver desdobramentos imprevistos”. A Polícia Civil da Bahia afirma ainda que segue aguardando novos posicionamentos da equipe médica e diz que ”ora” pela mudança do quadro.

No mesmo acidente onde Yago da França Souza Avelar ficou ferido, outros dois policiais, identificados como Kleber Correia Cardoso, de 42 anos, e Matheus Guedes Malta Argolo, de 31, morreram no local. Eles eram lotados na 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra)

A informação da morte cerebral do agente foi dada por amigos da vítima, que informaram que ele sofreu morte cerebral, e confirmada pela Polícia Civil. A Delegada-Geral Heloísa Campos de Brito chegou a lamentar a situação.

Yago da França Souza Avelar tem 39 anos, é casado e não tem filhos. Ligado a atividades culturais, ele desenvolve atividades percussivas e fez parte do Grupo Ganhadeiras de Itapuã.

Homem preso no hospital

Além da informação sobre a não confirmação da morte cerebral do policial, a Polícia Civil informou que um homem foi preso nesta terça-feira, enquanto se passava por um médico para ter acesso a informações sobre o estado de saúde do agente.

Segundo a polícia, o homem estava vestido de jaleco e usava um estetoscópio. Dessa forma, ele teve acesso à UTI onde o policial está internado e passou a fornecer informações a familiares sobre o quadro de saúde do investigador.

Segundo a polícia, o falso médio também divulgou áudios dando informações falsas sobre o estado de saúde do policial. Uma familiar do policial, que é médica, desconfiou de algumas declarações do falsário, e policiais civis de Seabra, que estavam no hospital, abordaram o homem.

Ele portava apenas uma cédula de identidade da Argentina e não apresentou nenhum tipo de documento que o habilitasse para o exercício da medicina. O homem foi apresentado na 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris), onde foi autuado em flagrante por exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica. A Delegacia instaurou inquérito e vai apurar também o acesso ao HGE. Com informações do site G1

Familiares de grávida morta em Santo Estevão pedem justiça; chefe de gabinete da Prefeitura é exonerado

/ Polícia

Família protesta em delegacia. Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

A morte da gestante de 9 meses Jéssica Regina Macedo do Carmo, de 31 nos, na tarde de sábado (5) em Santo Estêvão, deixou a cidade abalada e gerou grande comoção das pessoas. Ela foi atingida por um tiro nas costas e segundo o marido, George Abreu, ex-vereador e ex-chefe de gabinete da prefeitura de Santo Estevão, o disparo foi acidental e ocorreu após uma discussão do casal. A família de Jéssica fez uma manifestação hoje para mostrar que não acredita na versão de George e na opinião dela, houve um crime de feminicídio.

Em depoimento ontem (6), ao delegado Gustavo Coutinho, George relatou que durante a discussão, Jéssica teria ameaçado tirar a própria vida e a do bebê utilizando uma espingarda com dois canos serrados. Ele contou ainda que nos últimos meses a mulher vinha apresentando um comportamento inseguro.

Um irmão de Jéssica afirmou a reportagem do site Acorda Cidade que achou a história de George muito mal contada e não acredita que ela tiraria sua própria vida. Segundo ele, o cunhado demonstrava um comportamento possessivo e frio.

”Acho que essa versão dele é totalmente contrária do que aconteceu e a gente só quer justiça e que a verdade seja esclarecida. Que venha tudo à tona e ele pague pelo que fez. Ela não comentava sobre brigas com ele, mas ele era muito possessivo. Não deixava ela ter muita convivência com a gente. A partir do momento que começaram a se relacionar ela perdeu mais o contato com a família, passava muito tempo sem ir à nossa casa. Não tinha tempo para ficar com a filha de 3 anos e ele mostrava ser muito abusivo”, disse, disse o irmão da vítima, durante manifestação que pede justiça, realizada nesta segunda-feira.

O irmão da Jéssica comentou também que a família percebia que ela andava triste e cabisbaixa, diferente de como era antes de se relacionar com George. A mãe de Jéssica estava muito emocionada e não conseguiu falar. Segundo o site Bahia Notícias, George foi exonerado do cargo de chefe de gabinete, nesta segunda.

Flagrante na BR 116: Passageiro de ônibus é preso com quase 37 Kg de maconha em malas de viagem

/ Polícia

Crime ocorreu no trecho de Conquista. Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na tarde de hoje (06), em Vitória da Conquista, um homem com quase 37 Kg de maconha que estavam dentro de duas malas de viagem.

De acordo com a PRF, por volta das 13h50, durante ações de combate ao crime no Km 830 da BR 116, trecho de Vitória da Conquista, uma equipe da PRF abordou um ônibus interestadual que saiu de São José do Rio Preto (SP) com destino a Recife (PE).

Durante os procedimentos de fiscalização, a equipe decidiu vistoriar o ônibus e ao abrirem o compartimento de carga, os policiais sentiram um forte cheiro de droga e acabaram encontrando tabletes de maconha que estavam acondicionados em duas malas nas cores rosa e preta.

Ainda segundo a PRF, todo o material ilício pesou 36,65 Kg (trinta e seis quilos, seiscentos e cinquenta gramas).

Foi realizada a checagem dos tíquetes de bagagens sendo encontrado comprovante com numeral correspondente em poder de um homem. Questionado, o passageiro de 21 anos informou aos policiais que foi contratado para fazer o transporte até a capital alagoana, conforme informações policiais. Disse ainda que na entrega ganharia 5.000 reais pelo serviço.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante e o homem com os produtos apreendidos foram apresentados a autoridade de plantão da Delegacia de Polícia Civil de Vitória da Conquista. Inicialmente, ela responderá pelo crime previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006 (Tráfico de drogas).

Santo Estêvão: Grávida morre com tiro e marido/chefe de gabinete da Prefeitura alega disparo acidental

/ Polícia

George Passos tirou a vida de Jéssica Regina. Foto: Reprodução

O chefe de gabinete da prefeitura de Santo Estêvão, George Passos Santana, tirou a vida da sua própria esposa, Jéssica Regina Macedo Carmo, de 31 anos de idade, grávida de oito meses, com um disparo de arma de fogo.

O bebê também não resistiu aos ferimentos. Procurada pelo Bahia Notícias, a Polícia Civil da Bahia (PC-BA) afirmou que George Breu, como é conhecido, se apresentou à Delegacia Territorial (DT) de Santo Estevão e justificou ter se tratado de um tiro acidental.

A Polícia ainda não confirma a versão apresentada por George Breu, que também já foi vereador do município. As circunstâncias da morte de Jéssica Regina ainda estão sendo apuradas pela DT de Santo Estêvão, que expediu guias de perícia e remoção do corpo. Testemunhas estão sendo intimadas para prestar esclarecimentos sobre o caso. ”Somente as investigações irão esclarecer a veracidade do fato”, disse a assessoria da PC-BA.

De acordo com o portal Página de Notícias, um relatório do Hospital Dr. João Borges de Cerqueira apontava que Jéssica Regina, além do ferimento a bala, também apresentava hematomas no olho direito e na mama direita.

Morre terceiro policial envolvido em acidente; agente teve morte cerebral; dois presos foram transferidos

/ Polícia

Yago da França Souza Avelar tinha de 39 anos. Foto: Rede social

O terceiro policial civil envolvido em um acidente grave com uma viatura na BA-233, na região da Chapada Diamantina, morreu na manhã deste sábado (5), um dia depois do ocorrido. A informação foi dada por amigos da vítima, que informaram que ele sofreu morte cerebral, e confirmada pela Polícia Civil.

Yago da França Souza Avelar tinha de 39 anos, era casado e não deixou filhos. Ele estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo amigos, os médicos que o acompanham disseram que o quadro dele é irreversível, mas os aparelhos continuam ligados e o protocolo de morte encefálica deverá ser aberto nas próximas horas.

”Era um rapaz muito centrado, muito inteligente, talentoso. Desenvolvia atividades percussivas, fez parte do Grupo Ganhadeiras de Itapuã. Um cara ímpar, muito bom de coração. Sou suspeito para falar dele, era um irmão que vai deixar muita saudade, fará muita falta”, disse João Pedro das Virgens, soldado da Polícia Militar e amigo de infância do agente.

Assim como os outros dois colegas que morreram, Yago era lotado na 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra). Ele foi aprovado no concurso de 2018, ingressou no quadro da Polícia Civil em outubro de 2020 e foi designado para servir no Departamento de Polícia do Interior (Depin), no município de Seabra, região da Chapada Diamantina.

”Nossa consternação fica ainda mais dolorosa com esta notícia. Também acompanhei de perto o desempenho de Yago, quando foi junto com Kleber e Matheus, meu aluno na Academia da Polícia Civil. Mais uma perda lamentável para nossa Instituição, de um jovem, também com futuro promissor na nossa polícia, que neste momento está em profundo luto”, declarou a Delegada-Geral Heloísa Campos de Brito.

O caso ocorreu na manhã de sexta-feira (4), na BA-233, no trecho do povoado Alto Vermelho/Santa Quitéria, entre as cidades de Itaberaba e Ipirá. Ainda não há detalhes sobre as causas do acidente, que serão investigadas pela Polícia Civil.

A viatura onde os policiais estavam teve o eixo traseiro e a roda dianteira arrancada com o impacto da colisão. O veículo seguia de Ipirá para Salvador quando capotou. Os agentes transportavam quatro presos para a sede do Serviço de Polícia Interestadual (Polinter).

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, os homens ficaram feridos no acidente e foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaberaba. Um deles foi liberado e está preso na delegacia da cidade cidade. Dois foram transferidos para o Hospital Geral do Estado e o último segue na UPA do município. Não há detalhes sobre o estado de saúde eles.

Sargento da Marinha mata vizinho negro no Rio e afirma que o confundiu com ladrão

/ Polícia

Durval Teófilo Filho, de 38 anos, foi alvejado. Foto: Reprodução

Um homem foi morto a tiros na porta de casa, em São Gonçalo (RJ), na noite da quarta-feira (2). Durval Teófilo Filho, de 38 anos, foi alvejado pelo próprio vizinho, que alegou que o confundiu com um ladrão.

O vizinho que atirou foi identificado como o sargento da Marinha Aurélio Alves Bezerra. Ele chegou a socorrer Durval e depois foi preso em flagrante.

O crime aconteceu por volta das 23h. Aurélio disse à Polícia Militar que notou um homem se aproximando do carro dele rapidamente e atirou. Durval foi baleado três vezes na região do abdômen.

A esposa da vítima, Luziane, estava em casa e escutou os tiros. ”A minha filha, que tem 6 anos, estava esperando por ele. Imediatamente ela olhou pela janela e disse que era o pai dela”, disse ao G1.

Depois de atirar, o sargento da Marinha viu que Durval não tinha arma. Ele chegou a dizer que morava no mesmo condomínio que o Aurélio.

O militar então prestou socorro, levando o vizinho para o Hospital Estadual Alberto Torres, mas Durval acabou morrendo lá. Na mesma unidade, Aurélio foi preso.

”Vendo as câmeras, ouvindo a fala do delegado e pelo que os vizinhos estão falando, tenho certeza de que isso aconteceu porque ele é preto. Mesmo eles falando que ele era morador do condomínio, o vizinho não quis saber. Para mim, foi racismo sim”, diz a viúva.

Ônibus é incendiado em Salvador; testemunhas falam que homens obrigaram passageiros a descer

/ Polícia

Ônibus é incendiado em Salvador. Foto: Eduardo Oliveira/TV Bahia

Um ônibus foi incendiado no final da tarde desta quinta-feira (3), na Estrada Velha do Aeroporto, em Salvador. A informação foi divulgada pela Superintendência de Trânsito (Transalvador). Ninguém ficou ferido.

Segundo testemunhas, homens pararam o veículo, obrigaram os passageiros a descer do local e atearam fogo no ônibus.

Os moradores afirmam que as chamas atingiram a fiação do poste e o bairro está em energia elétrica. A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) informou que após trabalho de técnicos da empresa, 50% das casas da região já tinham o serviço por volta das 21h. A previsão é de que a energia elétrica seja totalmente oferecida restabelecida ainda nesta sexta.

Em nota, o Sindicato dos Rodoviários afirmou que a circulação das linhas 0125 – Terminal da França/ Barroquinha-Parque São Cristóvão e 1046 – Terminal Mussurunga-Parque São Cristóvão, foi suspensa, no bairro. Após o incêndio, os veículos passaram a parar na entrada do Parque São Cristóvão, que fica na Estrada Velha do Aeroporto.

O sindicato informou também que o incêndio foi criminoso e que o ônibus incendiado tinha saído do Terminal Mussurunga e estava próximo ao bairro Parque São Cristóvão quando ocorreu o fato.

Policiais militares da 49ª CIPM foram acionados para verificar o incêndio. Quando chegaram no local, a equipe encontrou parte do ônibus destruído pelas chamas, isolou a área, acionou o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para realizar a perícia.

A PM relatou que não há toque de recolher na região. O policiamento na região segue reforçado com viaturas e rondas no local. Com informações do G1

Operação integrada entre PRF e Polícia Civil resultou na recuperação de carga de pneus roubada na BR-116

/ Polícia

Polícia prendeu cinco envolvidos no roubo de pneus. Foto: PRF

Integração em prol da segurança pública. O trabalho conjunto da PRF e Polícia Civil, através da 6ª coordenadoria regional de polícia em Itabuna, resultou na prisão de 5 (cinco) integrantes de grupo criminoso envolvidos no roubo de carga de pneus novos, que teria acontecido no último domingo (30), por volta das 22 horas e 30 minutos, em um posto de combustível na BR-116, cidade de Vitória da Conquista (BA).

Conforme levantamento de informações, os criminosos haviam alugado um galpão para recepcionar e ocultar os pneus. A carga foi descarregada na tarde de ontem (31), e seria distribuída para diversos locais da região. O trabalho em conjunto das forças policiais, treinamento e expertise dos envolvidos possibilitou a abordagem no exato momento em que o grupo estava reunido, surpreendendo os criminosos. Além de parte da carga recuperada, foram apreendidos 2 veículos e aparelhos celulares que foram apresentados à Autoridade Policial do local.

Os envolvidos foram apresentados na Polícia Civil local para os procedimentos legais cabíveis onde serão autuados em Flagrante Delito pelos crimes de Receptação e Associação Criminosa.

Polícia Civil da Bahia vai abrir concurso com mil vagas em 2022, anuncia o governador Rui Costa

/ Polícia

Um concurso com mil vagas para a Polícia Civil da Bahia vai acontecer ainda em 2022. O certame está nos planos da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb) com 700 vagas para investigador, 150 para escrivão e 150 para delegado. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa (PT) que afirmou, ainda, planos de concurso também na Secretaria de Educação.

Segundo a Seab, a seleção na Polícia está em fase de análise técnica, portanto, não há previsão para a publicação do edital. Já sobre o concurso na Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC). a pasta da administração informou que está em fase final de análise técnica para definir quantitativos de vaga e impactos no orçamento do Estado.

”Só no meu governo, foram admitidos mais de 10.177 policiais via concurso, nas três carreiras. Mais 3 mil policiais militares ingressarão este ano. Realizaremos, ainda, mais um concurso com vagas para a Polícia Civil”, destacou o governador, durante a abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia, que ocorreu na última terça-feira (1).

Rui Costa ressaltou ainda que, ”além de já termos efetuado o maior número de promoções e progressões nas carreiras policiais, também aprimoramos o prêmio por desempenho policial, uma ferramenta para reconhecer e estimular, em forma de pagamento financeiro, o trabalho de combate ao crime e redução dos índices de violência. Até o ano passado, foram pagos R$ 131 milhões aos diversos profissionais de segurança, como os policiais militares e civis, por alcançarem metas de redução da taxa de violência e homicídios”.

Moro e Guedes trocam acusações sobre ”culpa” por impulsionar candidatura de Lula

/ Polícia

Ex-juiz Moro e Guedes trocaram acusações. Foto: Reprodução

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e Sergio Moro (Podemos) trocaram farpas em conversa sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com a colunista do Jornal O GLOBO, Bela Megale, o ex-juiz e Guedes trocaram acusações de quem era o responsável por impulsionar a candidatura do petista nas eleições de 2022.

A coluna apurou que, no diálogo, o ministro da Economia afirmou que o rompimento do ex-ministro da Justiça com o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o que deu gás à candidatura de Lula.

Segundo Megale, Moro não ouviu calado. Em resposta, isentou-se e afirmou que, na verdade, Bolsonaro é o grande responsável pelo ”ressurgimento” do ex-presidente.

Jovem mata namorada dentro de casa, foge e depois comete suicídio na Região Metropolitana

/ Polícia

A garçonete Gabriele dos Santos Souza, 25 anos, foi encontrada morta dentro de casa no início da tarde desta sexta-feira (28), na localidade do Planeta dos Macacos, em São Cristóvão. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o namorado matou Gabriele e depois cometeu suicídio. O corpo dele foi encontrado nas margens do Rio Sapato, em Lauro de Freitas, com marca de disparo de arma de fogo e uma pistola próximo ao local. De acordo com a Polícia Civil, ele deixou uma carta para a família confessando o crime e o suicídio.

A garçonete foi parcialmente degolada. De acordo com o relato do pai da jovem, trata-se do roteiro comum de mais um crime de feminicídio.

Carlos Cleber conta que o namorado da filha, de prenome Guilherme, era bastante possessivo, ciumento e não aceitava o fim do relacionamento. ”Tem pouco tempo que ele tentou contra a própria vida, depois que minha filha quis terminar o namoro. Ele ficou internado alguns dias, mas, depois que recebeu alta, ela acabou aceitando ele de volta”, lembra.

Carlos diz que já havia aconselhado a filha a não reatar o relacionamento, de quase dois anos, por temer um fim trágico, como acabou acontecendo. ”Eu conversei com ela, a mãe dela conversou. Se ele (Guilherme) não valorizava a própria vida, também não iria valorizar a dela. Ele era um psicopata. Moro em cima da casa dela e ele não estava deixando ela subir para falar comigo”, recorda-se o pai da jovem.

Segundo Carlos, seu pai e a mãe de Gabriele encontraram a jovem morta dentro da casa onde a garçonete morava com o namorado. “A mãe estava tentando falar com ela por telefone e não conseguia, aí chamou meu pai para ir na casa porque ele tem uma chave reserva. Quando chegaram lá encontraram minha filha assassinada”, lamenta o pai da jovem.

Carlos lembra que a filha era uma jovem alegre e cujo sonho era ser ‘gamer’, jogadora de vídeo-game profissional. ”Minha filha era uma jovem alegre e divertida. Gostava de fazer as pessoas rirem, tinha o sonho de ser gamer, influencer. Está sendo muito duro pra mim”.

Apesar da dor, Carlos Cleber aproveita para deixar uma mensagem para os jovens. ”A mensagem que eu deixo é que os filhos devem escutar e obedecer mais os pais. Se minha filha me ouvisse, ela poderia estar aqui ainda”, disse entre lágrimas.