Operação Páscoa: Efetivos da 19º BPM e da CIPE Central intensificam operações policiais

/ Polícia

Ação ocorre no Médio Rio de Contas e no Vale. Foto: Divulgação

Dando continuidade a Operação Páscoa, que visa reduzir e controlar os índices de CVLI (Crimes Violentos Letais e Intencionais) e CTCV (Crimes Tentados Contra a Vida) na cidade de Jequié-BA, o 19° BPM deu início na tarde de quinta-feira (14), a uma nova incursão em locais sensíveis.

”Esta fase da operação atua através de abordagens no intuito de apreender armas e drogas, atuando de forma preventiva e repressiva na área sede do Comando do 19° BPM, com ênfase a saturar os locais de risco e com maior incidência de delitos tipificados e/ou relacionados com tráfico de entorpecente, os quais são comprovadamente causadores da maioria das ocorrências de CVLI e CTCV.”

Durante a operação foram realizadas rondas e abordagens nos bairros do Jequiezinho, Baixa do Bonfim, Pau Ferro, Banca, Bom sossego, El dourado,  Residenciais Cachoeirinha, dentre outros. Foram realizadas abordagens a pessoas, veículos, bem como estabelecimentos comerciais, não sendo registrada nenhuma ocorrência durante a Operação.

A CIPE CENTRAL está sendo empregada em Jequié e em toda área de responsabilidade territorial, Nesse período da Semana Santa, a Operação Volante do Vale ocorre nos Territórios de Identidade do Médio Rio de Contas, do Vale do Jiquiriçá e cidades do Sertão Produtivo, com o objetivo de intensificar o policiamento ostensivo, preventivo e repressivo, potencializando as ações e operações policiais-militares em andamento e ampliando a sensação de segurança.

Reunião entre Prefeitura, Polícia Militar e produtores discute segurança pública na zona rural de Maracás

/ Polícia

Major Alécio se reuniu com produtores rurais. Foto: 93ª CIPM

A segurança Pública na zona rural de Maracás foi tema de uma reunião entre Prefeitura, Polícia Militar e produtores rurais do Município, nesta terça-feira (12), na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente – pasta liderada pela secretária Queli Gonçalves, no Parque dos Eucaliptos.

O encontro reuniu representantes do Executivo, produtores, e o novo Comandante da 93ª Companhia Independente de Polícia Militar, o Major Alécio Marques, recém chegado para comandar a corporação.

O encontro foi bastante produtivo e, a partir dessa reunião, haverá uma política mais consistente e integrada de prevenção e combate ao crime nas diversas localidades contra produtores e suas propriedades.

Influenciadoras presas após tiroteio com mortes no Recôncavo vão aguardar investigações em liberdade

/ Polícia

Laylla Cedraz e Adrian Grace foram presas. Foto: Rede social

As influenciadoras presas na Bahia após tiroteio com duas mortes em pousada de luxo em Jaguaripe, no Recôncavo baiano, não têm antecedentes criminais e vão aguardar o andamento das investigações em liberdade.

Segundo o delegado Rafael Magalhães, responsável pelas investigações, Laylla Cedraz e Adrian Grace, de 23 e 28 anos, vão ser ouvidas pela polícia na quarta-feira (13).

De acordo com o delegado, não há provas de que a cocaína encontrada na caminhonete em que elas estavam era delas e nem que as duas tem qualquer envolvimento com os crimes dos homens que as acompanhavam, e que acabaram mortos no confronto com a polícia.

Os corpos de Agnaldo Leite da Silva Neto, de 29 anos, conhecido como Neto Talisca, e Felipe Augusto Machado, de 28, conhecido como Batoré, estão no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itaparica e devem ser liberados também na quarta.

A droga apreendida vai ser encaminhada para perícia e depois será incinerada. O caso aconteceu na segunda-feira (11). Na tarde desta terça (12), Laylla Cedraz e Adrian Grace foram liberadas após audiência de custódia. As influenciadoras juntas têm mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

O site g1 informou que não conseguiu contato com a defesa das duas até a última atualização desta reportagem.

Denúncia de homens armados

Na tarde de segunda, moradores da região de Jaguaripe chamaram a PM pelo 190 e informaram que havia homens armados na Pousada Paraíso Perdido. Quando a polícia chegou ao local, foi recebida a tiros e revidou.

No confronto morreram o namorado de Laylla, Felipe Augusto Machado, 28 anos, conhecido como Batoré, e Agnaldo Leite da Silva Neto, 29 anos, conhecido como Neto Talisca.

Agnaldo era fugitivo e tinha sido preso acusado de tráfico de drogas, segundo a polícia. Os dois chegaram a ser socorridos e levados ao Hospital Gonçalves Martins, em Nazaré, mas não resistiram aos ferimentos. As duas influenciadoras foram encontradas ao tentar fugir da Paraíso Perdido.

Comandante da PM no Sudoeste da Bahia, Coronel Ivanildo visita Maracás e se reúne com o prefeito

/ Polícia

Alécio, Coronel Ivanildo, Soya e Heroneu Silva. Foto: Divulgação

O comandante de Policiamento da Região Sudoeste da Bahia, da Polícia Militar, Coronel/PM Ivanildo da Silva, visitou a cidade de Maracás, na quinta-feira (7), na companhia da Capitã Cícera Patrícia Azevedo e foi recepcionado pelo prefeito Soya Novaes, secretários municipais: Reginaldo Novaes [Finanças] Rogério Oliveira [Governo] e oficiais da PM, o novo Comandante da 93ª CIPM, Major Alécio Marques e Major Heroney Silva, que deixa o comando local para assumir a 79ª CIPM de Poções.

Visando intensificar as ações voltadas à Segurança Pública em Maracás, as autoridades políticas e policiais discutiram sobre novas parcerias do Poder Executivo com a Polícia Militar. Segundo o Coronel Ivanildo, a PM é parceira do município nas ações de Segurança. ”O nosso objetivo é ampliar a parceria da nossa corporação com a comunidade, colocando a tropa a disposição da população e essa é uma visita que nós precisávamos fazer, para agradecer a todos pelo empenho e motivar a tropa que, a partir de agora, passa a contar com um novo comandante e nós aproveitamos para dar boas-vindas ao Major Alécio e destacar, na presença do prefeito, o trabalho que foi desempenhado por Heroney na sua passagem pela cidade. Continuaremos a manter a relação harmoniosa com o Executivo para garantir a paz e a tranquilidade de todos em Maracás”, destacou.

O prefeito Soya se comprometeu em apoiar as ações da PM: ”O Coronel sempre olhou Maracás com bons olhos. O Major Heroney vai deixar saudades, temos certeza de que Alécio também vai fazer um bom trabalho e, no que depender de nós, estaremos aqui para colaborar”, ressaltou.

O gestor disse que consta na sua pauta durante as frequentes visitas a Secretaria de Segurança Pública do Estado a construção de um muro na área onde está instalada a 93ª CIPM, ás margens da Avenida Brasília e que a Prefeitura não medirá esforços para colaborar o isolamento do local.

Maracás: Reunião entre Prefeitura e Polícia Militar discute ampliação da Segurança Pública na zona rural

/ Polícia

Prefeito e secretários recebem Major Alécio. Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (5), representantes do Poder Executivo e da Polícia Militar reuniram-se na sede da Prefeitura de Maracás para debater sobre a necessidade de melhorar a segurança pública na zona rural, principalmente neste período em que começa a aumentar os crimes em produção das propriedades.

O prefeito Soya recebeu em seu gabinete o novo Comandante da 93ª Companhia Independente de Polícia Militar, Major / PM Alécio Marques e com o secretário municipal de administração e Finanças, Reginaldo Novaes discutiram sobre a necessidade de se ampliar a segurança na zona rural, sobretudo nas áreas com destaque na produção agrícola e na criação de animais.

Durante a reunião, eles debateram a importância de parcerias para o reforço da Segurança e da integração da Polícia com a comunidade rural. ”Acompanhamos notícias de alguns casos de crimes na área rural do nosso Município é uma preocupação da gestão poder oferecer Segurança e tranquilidade aos moradores dessas comunidades. Na próxima semana, voltaremos a nos reunir e na ocasião conteremos com a presença de produtores rurais e pecuaristas, discutiremos assuntos de interesse de todos, entre eles o monitoramento das propriedades rurais e de pontos estratégicos das localidades”, disse o prefeito após o encontro.

Para o secretário Reginaldo, a reunião, além de bastante proveitosa, serviu para levar demandas das comunidades rurais ao comandante e propor um novo encontro com a participação de produtores rurais e pecuaristas, responsáveis por fomentar grande parte da economia regional.

Veículo suspeito de transportar 22 ovelhas furtadas é apreendido em Maracás, diz Polícia Militar

/ Polícia

Caminhonete foi apreendida no Centro de Maracás. Foto: 93ª CIPM

Uma caminhonete Chevrolet D-20 foi apreendida na noite de sábado (2) pela Polícia Militar na Avenida Brasília, área central de Maracás, depois da informação de que o veículo era suspeito de transportar animais furtados no Município.

Ainda segundo informações da 93ª CIPM, a ação ocorreu por volta das 22h30 quando o veículo estava estacionado em frente a um trailer de lanches e na carroceria levava animais / ovelhas no interior de uma gaiola e a caminhonete foi apresentada com os ocupantes e os animais as autoridades competentes, para adoção das medidas cabíveis.

Jequié: Mais de uma tonelada de material explosivo é achada em fundo falso de caminhão

/ Polícia

O flagrante ocorreu durante uma fiscalização na rodovia. Foto: PRF

Policiais Rodoviários Federais apreenderam mais de meia tonelada de material explosivo nesta sexta-feira (25) no fundo falso de um caminhão que passava pela BR-116, trecho da cidade de Jequié,.

De acordo com a PRF, o flagrante ocorreu durante uma fiscalização na rodovia. Os policiais abordaram um caminhão e deram ordem de parada ao motorista, que seguia na companhia de um passageiro.

Quando questionados sobre a viagem, os ocupantes repassaram informações desencontradas e ficaram nervosos. Diante da situação, os agentes decidiram por uma busca mais detalhada no veículo, e assim constataram que existia um fundo falso no compartimento de carga do caminhão.

No fundo falso os policiais encontraram 115 caixas com 25 mil tubos de pólvora, material explosivo com peso total aproximado de 1.304 Kg. Nâo havia qualquer documentação que comprovasse ao transporte lícito da pólvora.

Com o material encontrado, os homens que estavam no caminhão detalharam que receberam a carga na cidade de Lagoa da Prata (MG) e levariam para a cidade baiana de Feira de Santana, onde entregariam para um empresário. Não souberam informar qual o valor da carga.

Os homens, veículo e pólvora foram encaminhados à Polícia Judiciária local. O Exército Brasileiro foi informado sobre a apreensão. Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, ocorrência de fabricação, fornecimento, aquisição, posse ou transporte de explosivos ou gás tóxico, ou asfixiante.

Presidente da OAB-Ilhéus denuncia truculência e racismo durante abordagem policial

/ Polícia

Advogado diz que houve truculência em abordagem. Foto: Rede social

”Seja bem-vindo à abordagem da Polícia Militar da Bahia”, ouviu o advogado Jacson Cupertino, presidente da OAB em Ilhéus, na última sexta-feira (18), após passar por uma abordagem agressiva.

Cupertino, junto ao advogado e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Ilhéus, Reinaldo Weber, voltava de uma cerimônia de posse da OAB em Itapetinga quando foi parado por policiais nas proximidades de Itapé, no sul da Bahia. De repente, os dois homens, negros, tinham quatro fuzis apontados para o carro e eram orientados, aos gritos, a sair do veículo com as mãos para cima.

“Eu sugeri que meu documento estava no bolso, e ele [o policial] disse que eu não deveria falar nada. Me chamaram de folgado e que estava falando demais, sempre apontando fuzis. Eu perguntava ‘o que aconteceu’, e eles brigavam. A abordagem no colega [Reinaldo], que é negro retinto, estava bem truculenta, bem forte, e ele disse que não era para eu olhar. A todo momento eu dizia que estava errado esse tipo de abordagem”, conta Cupertino ao Metro1.

Filho de delegado e irmão de policiais, o presidente da OAB-Ilhéus sabia como agir em abordagens, mas ficou assustado com tamanha truculência. ”Abriram muito a perna de Reinaldo, bastante, a minha não abriram tanto, mas puxavam minha mão para trás para empurrar nas costas e se eu reclamava diziam cala a boca”, relata.

Segundo Cupertino, um dos policiais, o responsável por sua guarda, aparentava estar nervoso, e vestia uma farda mais nova que os demais. Com isso, preferiu se calar. ”Ele podia ser um policial novo, resolvi ficar sem falar para não acontecer nenhuma tragédia”.

Em nenhum momento, relata o advogado, os policias militares solicitaram os documentos. A todo momento gritavam e davam ordens, mesmo com a cooperação dos dois. ”Eu não consigo entender”, repete Cupertino diversas vezes durante a ligação.

Os policiais só começaram a se acalmar após o advogado Reinaldo dizer que era amigo de determinado tenente.

”Reinaldo falou que eu era presidente da OAB de Ilhéus e que era amigo de um tenente. O sargento apontou o fuzil para mim como se fosse o dedo e perguntou meu nome. [Quando eu disse], perguntou se sou parente do delegado. Eu disse que sou filho. Ele falou que, então, eu sabia como era abordagem. Eu discordei”, diz.

Foi assim que os policiais deram as boas vindas à abordagem militar. Novamente o advogado negou. “Eu discordo, porque não procede essa informação sua. Aí mandaram irmos embora. Não pediram documentos em momento algum”, conta.

Os advogados registraram a denúncia na última terça-feira (22). Na quarta, a OAB-BA emitiu nota de solidariedade aos colegas.

”O fato, ocorrido poucos dias antes do Dia Internacional contra a Discriminação Racial (21 de março), refletiu mais uma cena lamentável que materializa o racismo estrutural, fazendo das pessoas negras alvos prioritários das ações policiais, violando seus direitos e cidadania”, diz nota.

Cupertino afirma que entende a cultura da violência em que os policiais estão inseridos, mas espera que seu caso sirva de forma pedagógica. ”Eu queria muito apenas que eles tivessem a consciência de que o mundo não precisa disso, de que eles precisam amar mais. Ser civilizados, porque eu não sou contra ser abordado em momento algum, acho que a policia faz seu trabalho, mas a abordagem precisa ser civilizada e respeitosa na medida do possível. Não teve nada que justificasse aquela rispidez”, desabafa o advogado.

A OAB-BA diz que as medidas necessárias já estão sendo tomadas. Questionada pelo Metro1, a Polícia Militar afirma que o comando da Companhia Independente de Polícia Rodoviária (CIPRv) Itabuna abriu uma sindicância para apurar o caso. Com informações do Metro1

Greve dos policiais civis é suspensa na Bahia; governo abre diálogo e categoria recua

/ Polícia

A greve dos policiais civis da Bahia, prevista para começar nesta sexta-feira (25), foi pelo menos adiada, segundo o Sindicato da categoria. Isso acontece depois que o Governo do Estado decidiu abrir um diálogo e se reunirá com os representantes a partir das 15h, na Secretaria de Administração do Estado da Bahia (SAEB).

”Foi uma grande vitória para o nosso movimento. Agradecemos o bom senso da gestão estadual, nos chamando para o diálogo”, disse Eustácio Lopes, presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc) ao se referir a primeira rodada de negociação entre os servidores e o Estado.

Policiais Civis da Bahia decretam greve geral durante 72 horas a partir desta sexta-feira

/ Polícia

Nesta sexta-feira (24), os Policiais Civis do Estado Bahia, a partir das 8h, irão entrar em greve durante 72 horas. O movimento surge após mais de um ano em que tentavam uma negociação com a gestão sobre salário de nível superior conforme previsto na Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado da Bahia, nº 11.370/2009, em seu artigo 46, parágrafo 1º, sem sucesso.

Nesse período está suspenso todo e qualquer serviço inerente aos Policiais Civis da Bahia. O movimento grevista já vinha sendo anunciado pela categoria há alguns meses, sempre sendo postergado, pois havia esperança por parte dos policiais que o governo chamasse a categoria para uma mesa de negociação.

O ponto alto da crise entre o Estado e servidores foi quando o governo descumpriu a decisão judicial de não abrir uma mesa para diálogo com os servidores, como explica o presidente dos Policiais Civis da Bahia, Eustácio Lopes.

”A todo instante nós do sindicato estávamos avisando que o clima era tenso dentro das delegacias, entre os PCs era para deliberar a greve imediata. No entanto, acreditamos nos conseguiríamos negociar com Rui Costa, o ato do governo descumprir a decisão judicial de conversar conosco nos revoltou profundamente”, explica.

 

Santo Antonio de Jesus: Polícia Civil prende homem que fazia rifas de drogas e prêmios eram por porções

/ Polícia

Material apreendido com o suspeito. Foto: Polícia Civil

Um homem que sorteava drogas através de duas rifas foi preso em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo. Segundo a Polícia Civil, os prêmios eram porções de cocaína e maconha. Após diligências, policiais civis encontraram o suspeito no bairro São Paulo, nesta sexta-feira (18).

Com o homem, os agentes encontraram, além de porções das drogas, munições, balança, cadernos com anotações do tráfico, sete celulares, R$ 236 em espécie, e utensílios para fracionar e embalar os entorpecentes.

Ainda segundo a polícia, o suspeito tentou dispensar a sacola na qual estavam um tablete de maconha, cinco trouxas de cocaína e as duas rifas, mas foi preso com o material. Ele e os itens apreendidos foram levados para a delegacia da cidade. *Bahia Notícias

Quadrilha suspeita de agiotagem, extorsão e lavagem de dinheiro é presa em acampamento cigano

/ Polícia

Material apreendido em Alagoinhas, Bahia — Foto: Polícia Civil

Quatro homens foram presos em flagrante durante uma operação realizada no Acampamento Ciganos Papelão, em Alagoinhas, cidade que fica a cerca de 160 km de Salvador. O grupo é suspeito de crimes como agiotagem, extorsão e lavagem de dinheiro, e foi detido na noite de quarta-feira (16).

Segundo o delegado Fábio Silva, titular da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas), ao perceber a presença dos agentes, o grupo armou uma emboscada e efetuou disparos de arma de fogo contra a guarnição. Ninguém foi baleado. Alguns homens conseguiram fugir e quatro foram capturados.

Com eles, foram apreendidas armas, carros, cartões bancários, cheques e joias, além de grande quantidade de cédulas, cujo valor não foi detalhado. Todos foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio, organização criminosa e usura.

Os presos foram encaminhados para a sede da Coorpin, onde seguem custodiados à disposição da Justiça, na manhã desta quinta-feira (17). A Polícia Civil segue em busca dos outros membros da quadrilha.

Câmara dos Deputados aprova projeto de valorização das mulheres na segurança pública

/ Polícia

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (15) projeto de lei que cria a Política Nacional de Valorização das Mulheres na Área de Segurança Pública, com diretrizes relacionadas à reserva de vagas em concursos públicos e aumento da licença-maternidade. A matéria será enviada ao Senado.

De autoria da deputada Tereza Nelma (PSDB-AL) e outras sete deputadas, o Projeto de Lei 1529/21 contou com parecer favorável da deputada Elcione Barbalho (MDB-PA), que apresentou emendas de redação pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Pela proposta, a política deverá se guiar por diretrizes como a reserva para as mulheres de, pelo menos, 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos na área de segurança pública; a promoção do aumento da licença-maternidade para, pelo menos, 180 dias; e a promoção de equidade na ocupação dos cargos gerenciais.

O texto determina que deverá haver publicidade e publicação expressa nos editais sobre essa reserva de vagas, além da realização de pesquisas, estudos e estatísticas sobre o perfil das servidoras e sobre a ocupação de cargos.

Deverá ocorrer ainda promoção de estratégia para enfrentamento ao assédio e à violência contra as mulheres no âmbito do ambiente de trabalho e a inclusão obrigatória, nos cursos de formação, de conteúdos relacionados à igualdade entre homens e mulheres com ênfase no ambiente organizacional.

Recursos condicionados
O projeto também inclui a existência de um plano de valorização das mulheres na área de segurança pública no âmbito dos estados e dos municípios para possibilitar o recebimento de recursos transferidos pela União por meio do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP).

A Lei 13.756/18 já condiciona esses repasses, no montante de 50% do obtido por meio de loterias, à existência de um plano de segurança e de aplicação dos recursos e a um conjunto de critérios para a promoção e a progressão funcional, por antiguidade e merecimento, de peritos, de policiais civis e militares e de integrantes dos corpos de bombeiros militares.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Foragido por estupro é detido após ser identificado em tecnologia de reconhecimento facial

/ Polícia

Um homem de 44 anos, foragido da Justiça pelo crime de estupro a vulnerável,foi preso nesta segunda-feira (14), quando o homem passava por um dos pontos monitorados pelo Sistema de Reconhecimento Facial da captura de Secretaria da Segurança Pública (SSP). Ele é o 234º preso com auxílio do equipamento.

De acordo com os policiais, após a tecnologia emitir um alerta de 97% de similaridade para o Centro Integrado de Comunicações (Cicom), uma guarnição da Polícia Militar foi acionada. Durante a abordagem foram encontrados duas facas e uma balaclava, além de constatar que havia um mandado de prisão preventiva emitido pela Vara de Jurisdição Plena de Mundo Novo.

Com a confirmação da identificação, o homem foi conduzido para Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), com os materiais apreendidos, onde o mandado foi confirmado.