Blog Marcos Frahm


Venda de medicamentos antidepressivos cresce na pandemia e liga alerta para sofrimento mental

/ Saúde

A piora da saúde mental do brasileiro durante a pandemia de Covid-19 já é sentida no balcão das farmácias: nos cinco primeiros meses do ano, houve aumento de 13% da venda de antidepressivos e estabilizadores de humor.

Na prática, foram quase 4,782 milhões de unidades (cápsulas e comprimidos) vendidas a mais neste ano em relação a igual período de 2020, segundo levantamento inédito do CFF (Conselho Federal de Farmácia), a partir de dados da consultoria IQVIA.

O comércio dos medicamentos já tinha aumentado 17% em 2020 em comparação com 2019 –nos anos anteriores, a alta tinha sido de 12% (2019) e 9% (2018).

Um outro relatório da mesma consultoria com o Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos) aponta um aumento de receita de 18,73% nas vendas dos também chamados medicamentos para o sistema nervoso central no primeiro semestre deste ano em relação ao de 2020.

Embora várias pesquisas indiquem aumento de doenças mentais na pandemia, não há evidências robustas sobre isso. Estudos epidemiológicos apontam que, no início da crise sanitária, houve ligeira subida, mas depois os números se mantiveram estáveis até o fim de 2020.

O que explica, então, esse aumento da venda de psicotrópicos?

Para o psiquiatra Rodrigo Martins Leite, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, é fato que as pessoas estão com níveis mais elevados de sofrimento mental. E, embora isso não se traduza automaticamente em doença psiquiátrica, elas querem uma alternativa para aliviar esses sintomas.

”Há muito diagnóstico falso-positivo. A pessoa chega com um certo número de queixas e o médico já interpreta como um transtorno e introduz um fármaco. A gente [médico] também sofre uma pressão social para medicar. O cliente já vem procurando o remédio, e não orientação sobre estilo de vida, meditação, psicoterapia.”

No entanto, ele lembra que esse é um retrato que espelha a realidade de parte da população, que tem acesso a um médico e condições de comprar medicamentos.

”Estudos americanos apontam que os brancos têm mais acesso a prescrições do que as populações latinas, negras. O mesmo acontece aqui: a classe média alta tendo acesso a essas prescrições e muitas pessoas do andar debaixo, mesmo precisando muito, sem acesso a elas.”

A venda de psicotrópicos no país é feita com apresentação de prescrição médica, retenção da primeira via da receita e lançamento no SNGPC (Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados).

Para o farmacêutico Wellington Barros, consultor do CFF e professor da Universidade Federal de Sergipe, a pandemia tem gerado muito sofrimento psíquico por fatores como o luto pela perda de familiares, o isolamento social e as sequelas pós-Covid, a chamada Covid longa.

Um estudo do Hospital das Clínicas que acompanha um grupo de pacientes que estiveram internados por Covid-19 mostra que, nos seis primeiros meses de acompanhamento, 58,7% relatavam pelo menos um sintoma emocional ou cognitivo, como perda de memória (42%), insônia (33%), ansiedade (31%) e depressão (22%).

”Temos visto também muita depressão em jovens. Ela vinha crescendo antes da pandemia, mas agora aumentou mais ainda devido à mudança brusca nos hábitos dos adolescentes. Eles são muito gregários nessa fase da vida e, quando se viram isolados dos colegas e dos grupos, isso afetou muito a saúde mental.”

José Ricardo Amadio, coordenador do grupo de trabalho sobre farmácia comunitária do CFF, diz que, além dos jovens, chama a atenção um aumento do consumo de antidepressivos entre os idosos.

Apesar de o levantamento não contemplar esse recorte etário, ele afirma que essa é a percepção de quem está na linha de frente, atrás do balcão. ”O paciente idoso sentiu muito a ausência, a falta de convívio com a família.”

Leite e Barros reforçam, no entanto, que, embora as condições impostas pela Covid-19 tenham exposto as pessoas a situações de estresse extremo, nem tudo pode ser traduzido em doença mental.

”Nem toda alteração no sono, nem todo sentimento de tristeza ou solidão, ou mesmo o estresse, constituem, a priori, um transtorno em saúde mental passível de ser tratado com medicamentos”, diz Barros.

O levantamento do CFF aponta importantes diferenças regionais nas vendas de psicotrópicos no país. Acre, por exemplo, registrou o maior aumento, de 40%. Em igual período do ano passado, comparado a 2019, a alta tinha sido de 12%.

Alagoas e Amazonas tiveram 34% e 31% de aumento de vendas, ante um crescimento anterior de 20% e 17%, respectivamente.

”Há um forte componente dos determinantes sociais de saúde [nessas diferenças]. Em alguns estados, há uma rede mais organizada de assistência do que em outros”, diz Wellington Barros.

Para ele, o momento é crucial porque está em curso uma tentativa de desmontar a política mental no país que vigora desde a década de 1990.

”Está acontecendo um desmantelamento das estruturas de atendimento psicossocial no país em um momento em que elas se fazem ainda mais necessárias para enfrentar esse momento da Covid e o pós-Covid.”

O Ministério da Saúde nega o desmantelamento e diz que a meta da revisão da política é a de tornar a assistência à saúde mental mais acessível e resolutiva.

Neste mês, o Conselho Federal de Psicologia lançou o site ”Saúde Mental e Covid-19” em parceria com oito entidades de profissionais da área, pesquisadores e gestores públicos de saúde.

A proposta do site é tornar-se uma ferramenta que reúna em um só lugar diversas informações, como notícias, cursos, pesquisas e legislações, sobre saúde mental durante a pandemia.

Para Ricardo Gorayeb, presidente da SBP (Sociedade Brasileira de Psicologia), do ponto de vista da saúde mental na pandemia, é possível que outras ondas de distúrbios estejam por vir.

”Tivemos distúrbios psicológicos dos profissionais da linha de frente, das famílias trancadas em casa, mas vai haver uma terceira onda de estresse pós-traumático que, nós profissionais da saúde mental, teremos que estar preparados para enfrentar”, disse ele, durante live de lançamento do site no último dia 16. *Bahia Notícias

Brasil joga bem, vence o Egito e segue sonhando com o bicampeonato olímpico

/ Esporte

Matheus Cunha marcou o primeiro gol. Foto: Charly Trabellau / AFP

O sonho do bicampeonato olímpico segue vivo para o Brasil em Tóquio. Jogando bem, a seleção brasileira venceu por 1 a 0 o Egito, na manhã deste sábado, em Saitama, no Japão e garantiu vaga nas semifinais dos Jogos Olímpicos. Agora, a seleção brasileira encara o México, na próxima terça-feira, em busca de uma vaga na decisão da Olimpíada e o inédito bicampeonato no futebol.

Do outro lado da chave, se enfrentam Espanha e Japão. Por avançar até as semis, o time de André Jardine já está garantido na disputa por medalhas.

No duelo desta noite japonesa, Matheus Cunha marcou ainda na primeira etapa, com amplo domínio brasileiro. Único destaque negativo da partida foi a quantidade de chances que o Brasil criou e perdeu, especialmente no segundo tempo.

Boletim da Covid em Jequié registrou mais 28 novos casos nas últimas 24 horas no município

/ Jequié

O boletim epidemiológico da Covid-19 em Jequié, atualizado nesta sexta-feira (30)  registrou  mais 28 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 17.431 pessoas confirmadas com a doença, até agora 16.854 pacientes encontram-se recuperados da doença.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto está em 72%. Destes, 10 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 11 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 75.319 pessoas foram vacinadas com primeira dose e com as vacinas em dose única, em Jequié.

Neste sábado (31), em Jequié  estará sendo aplicada apenas a segunda dose da vacina contra a Covid-19 para as pessoas que estão com agendamento.

Olimpíada: Bruno Fratus alcança final dos 50 m livre da natação ao terminar a primeira semifinal

/ Esporte

Brasileiro faz terceiro melhor tempo das semifinais. Foto: SSPres

O brasileiro Bruno Fratus garantiu vaga na final dos 50 metros (m) livre da Olimpíada ao terminar a primeira semifinal da prova na segunda posição, com tempo de 21s60, nesta sexta-feira (30) no Centro Aquático de Tóquio.

Na sua semifinal, Fratus ficou apenas atrás do francês Florent Manaudou, que nadou em 21s53. No geral, o brasileiro foi o terceiro melhor (empatado com o grego Kristian Gkolomeev), atrás apenas do atleta da França e do norte-americano Caeleb Dressel, o mais rápido entre todos com o tempo de 21s42.

A final da prova dos 50 m livre acontece no próximo sábado (31), a partir das 22h30 (horário de Brasília). Da Agência Brasil

Medida Provisória prorroga vigência de medidas excepcionais durante a pandemia da Covid

/ Brasília

O governo federal editou nesta sexta-feira (30) a Medida Provisória No 1.059 de 2021, que garante a continuidade de medidas excepcionais para aquisição de vacinas, medicamentos e insumos para o combate à Covid-19 autorizadas pela Lei No 14.124, aprovada em março deste ano.

O texto da lei previa as medidas excepcionais até amanhã (31). Pela MP, a Lei 14.214 passa a ter vigência enquanto durar a Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional declarada em razão da pandemia.

A Lei permitiu, por exemplo, a dispensa de licitação para que a administração pública direta e indireta possa celebrar contratos de aquisição de vacinas e insumos voltados ao combate da covid-19 e a insumos relacionados a essa prática.

A norma também autorizou que estados e municípios adquirissem imunizantes com autorizações excepcionais para importação, o que acabou ocorrendo no caso da Sputnik V a partir de pedido de governos do Nordeste.

Passaram a ser reconhecidas autorizações de autoridades sanitárias de outros países e blocos, como União Europeia, Estados Unidos, Rússia, China, Argentina, Austrália, Japão, Índia, Canadá e Reino Unido.

A lei também permitiu medidas excepcionais em outras áreas, como na contratação de bens e serviços de tecnologia da informação e comunicação.

Com arrecadação de R$243 mil da Cosip, Jequié investe quase R$1 milhão na iluminação

/ Jequié

Prefeitura melhorou serviços de iluminação pública. Foto: Divulgação

A Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip), em Jequié, rendeu ao Município R$243,964,99 (duzentos e quarenta e três mil reais, novecentos e sessenta e quatro reais e noventa e nove centavos), informou a Prefeitura, nesta sexta-feira (30), cerca de 90 dias depois do início da arrecadação. Nesse período, ainda segundo a Prefeitura, foram investidos recursos da ordem de R$1 milhão na recomposição de 1.600 pontos de iluminação.

Constam no registro solicitações para a intervenção técnica em mais 1.400 pontos, o que totalizará 3.000 pontos de iluminação que terão passado, ao fim desta primeira etapa, por algum dos serviços de substituição, ampliação, recuperação ou modernização, o que vai representar, além da eficiência, uma redução na conta de energia do município em mais de 50%.

Para que tudo isso foi feito, o programa Jequié Inteligente contou com treinamento da equipe técnica e de monitoramento, que utiliza uma moderna sala de controle, onde os postes de iluminação que receberam o QR-Code são registrados e identificados via georreferenciamento, informações que vão alimentar o aplicativo SipuB Iluminação Fácil. O aplicativo, disponível para download, tanto para a plataforma iOS quanto Android, é uma ferramenta que vem agilizando todo o processo de solicitação dos serviços de iluminação pública para a população.

”Jequié vinha de um gigantesco déficit no setor da iluminação pública e o que tinha, ou estava quebrado, ou estava abandonado, ou funcionava de forma muito ruim ou, o pior de tudo, não existia. Bairros inteiros às escuras! Graças a Deus, conseguimos promover as transformações no setor, contando com o trabalho de uma equipe eficiente e que soube entender a urgência de fazer os reparos, as reformas, a reestruturação da iluminação pública e o resultado é este que a população vem acompanhando aí: Jequié mais iluminada, mais bonita e, o mais importante, muito mais segura para as famílias frequentarem as praças, as vias públicas.”, afirmou o prefeito de Jequié, Zé Cocá.

Prefeitura de Maracás e Vanádio firmam parceria para construção de Creche no povoado de Porto Alegre

/ Educação

Prefeito e secretário visitam obras da creche. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Maracás, em parceria com a Largo Resources, que explora o Vanádio no Município, anunciou a construção de uma creche que irá atender crianças carentes do Povoado de Porto Alegre, na área rural.

A obra já está sendo executada, através de uma empresa contratada pela Vanádio, que atendeu as solicitações da Prefeitura. ”Graças a Deus, esse sonho está pertinho de ser realizado. Hoje estive em Porto Alegre, com representantes da Vanádio e celebramos mais uma parceria com a Largo, que atendeu o nosso pedido e iniciou a construção da creche”, explicou o prefeito Soya Novaes, que visitou o local nesta sexta-feira (30), acompanhado do secretário municipal de Finanças, Reginaldo Novaes.

Ainda segundo o gestor, Porto Alegre já conta com uma creche, mas o espaço é inadequado para atender aos alunos e, o local onde funciona a atual unidade da Educação Infantil, será usado para ampliação de um posto de saúde anexo.

 Soya também afirmou que na mesma localidade, a Prefeitura de Maracás investe em obras de pavimentação e realiza a ampliação da Escola Municipal Luiz Braga, com investimento de mais de R$ 391 mil.

Maracás conta com sete creches em funcionamento, tendo inaugurado uma crecehe recentemente, com recursos próprios, no bairro Maria da Paixão.

Ministério da Saúde distribui mais de 6,6 milhões de vacinas contra a Covid para todo o país

/ Brasil

Mais de 6,6 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 serão distribuídas aos Estados pelo Ministério da Saúde a partir desta sexta-feira (29). O anúncio foi feito pela pasta nas redes sociais no inicio da tarde.

Essa é a segunda distribuição da semana com a entrega de 3,63 milhões de doses da Pfizer, e 2,99 milhões da Coronavac/Butantan.

Até a última quinta, a pasta distribuiu 10,2 milhões de doses. Dentre elas, 4.848.000 de doses da Astrazeneca, 3.335.000 da Coronavac e 2.104.000 da Pfizer.

Jequié: Delegacia cumpre mandado de prisão contra rapaz de 22 anos que engravidou criança de 11

/ Jequié

Deam conduziu acusado em Jequié. Foto: Polícia Civil
Policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jequié, cumpriram, nesta quinta-feira (29), um mandado de prisão temporária por estupro de vulnerável contra um homem de 22 anos, que tinha um relacionamento com uma criança de 11. Juntos, eles tiveram um filho, cuja morte causou o início das investigações.
Em maio, um bebê de 50 dias de vida foi encontrado morto dentro de uma casa, no município. Como a mãe era uma criança, a Deam passou a apurar também a maneira com que ela engravidou. Assim, chegou à informação de que ela tinha um relacionamento com um adulto, que não foi encontrado durante as investigações – um dos motivos pelos quais foi pedida a sua prisão. O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Jequié no último dia 13.
Segundo a apuração da Deam, o homem alegou que, apesar de a vítima ter 11 anos, tinha compleição física de adolescente e mentiu a idade. Ainda que o relacionamento fosse consentido, a situação e um eventual desconhecimento da lei não o isentam de responder pelo crime, conforme explica a titular da unidade, delegada Grazielle Quaresma.
”Tais atitudes não o eximem das penalidades da lei, ao alegar não ter conhecimento da idade real da garota, ou o fato da família da vítima ter consentido o relacionamento, para namorar uma menor de idade desde os 10 anos”, disse.
De acordo com o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o bebê morreu de causas naturais. Posteriormente, o laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) declarou que a causa foi indeterminada.

Estado da Bahia recebe neste sábado 270 mil doses de vacina para aplicação da 1ª dose

/ Bahia

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, anunciou na tarde desta sexta-feira que a Bahia receberá neste sábado (31) mais 270.270 doses da vacina da Pfizer. Todo esse lote será destinado para a aplicação da 1ª dose.

Conforme o secretário, assim que os imunizantes chegarem ao aeroporto de Salvador, a equipe de logística da Sesab começa a distribuir para todo o estado. Em Salvador, a vacinação de primeira dose foi interrompida nesta sexta-feira (30) por falta de imunizantes.

Rui Costa recebeu nesta sexta-feira segunda dose da vacina contra Covid; ”doença já causou tanta tristeza”

/ Saúde

Rui recebeu vacina no bairro da Federação. Foto: Divulgação

O governador Rui Costa tomou a segunda dose da vacina contra a Covid-19, da Pfizer, na tarde desta sexta-feira (30), na Unidade da Saúde da Família no bairro da Federação, em Salvador. ”Tem que tomar a segunda dose, pois só assim vamos estar protegidos de verdade dessa doença que já causou tanta tristeza. Não pode perder o prazo. Tem que ser com vacina no braço para nossa vida seguir com muita saúde”, afirmou Rui.

Até o início da tarde desta sexta-feira, a Bahia havia aplicado 6.263 milhões de primeiras doses da vacina e 2.503 milhões de segundas doses. O estado já está próximo a 60% da população com 18 anos ou mais (estimada em 11.148.781) com, pelo menos, a primeira dose.

Com variante Delta em 132 países, casos de Covid sobe 80% em um mês, diz diretor-geral da OMS

/ Saúde

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, disse nesta sexta-feira (30) em uma coletiva de imprensa em Genebra que a pandemia vai terminar ”quando o mundo escolher acabar com ela”. ”Está em nossas mãos. Temos todos os instrumentos, podemos prevenir, podemos testar e tratar”, disse. Mas ele alertou que, nas últimas semanas, a tendência é alarmante e vai exatamente no sentido contrário.

”Novos casos de contaminação e mortes continuam a subir. Foram 4 milhões de novos casos em uma semana. Nesse ritmo, vamos ultrapassar a marca de 200 milhões de infectados em duas semanas, sendo ainda que sabemos que esse é um número subestimado”, apontou.

De acordo com Tedros, houve um aumento no número de novos casos de contaminação em 80% em um mês.

PRF realiza fiscalização de ultrapassagem em trechos de Jequié e flagra 453 motoristas ultrapassando

/ Trânsito

Fiscalização ocorreu entre os dias 26 e 28 de julho. Foto: PRF

Entre os dias 26 e 28 de julho, policiais rodoviários federais realizaram intensa fiscalização de ultrapassagem nas rodovias federais sob circunscrição da Delegacia de Jequié. Em três dias de fiscalizações, foram flagrados 453 motoristas ultrapassando em local proibido.

Esse tipo de ultrapassagem é responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal, onde o motorista não consegue efetuar em tempo a manobra de ultrapassagem ou força a ultrapassagem, colidindo frontalmente com o veículo que está trafegando no sentido contrário. A colisão frontal é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro, além de ocasionar perdas irreversíveis.

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

Na Operação Christophorus foi empregado um efetivo de 24 policiais rodoviários federais, distribuídos em 18 equipes de trabalho, que totalizaram quase 85 horas de trabalho.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

Motorista fica gravemente ferido após automóvel capotar na BR-116, entre Lafaiete Coutinho e Jequié

/ Trânsito

Carro capotou em uma curva da BR-116. Foto: Blog Marcos Frahm

O condutor de um automóvel Toyota Etios ficou gravemente ferido depois de se envolver em um acidente na manhã desta sexta-feira (30) na Rodovia Santos Dumont BR-116, no trecho entre os municípios de Lafaiete Coutinho e Jequié.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto a Polícia Rodoviária Federal, o motorista teria perdido o controle da direção em uma curva na altura do KM 658, nas proximidades da localidade de Baixão, quando por volta das 07h o carro capotou e parou ás margens da estrada.

Carro ficou destruído e condutor foi levado ao Prado Valadares

O rapaz estava sozinho a bordo do automóvel e foi socorrido com ferimentos graves ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, onde permanece sob cuidados médicos.