Blog Marcos Frahm


Brasil vence o México de virada e conquista o tetracampeonato mundial de futebol sub-17

/ Esporte

Brasil é tetracampeão mundial sub-17. Foto: Divulgação/CBF

O Brasil conquistou o tetracampeonato mundial de futebol sub-17 na noite deste domingo. Jogando no Bezerrão, no Gama, a Seleção Brasileira saiu atrás do México, mas repetiu o que fez durante toda a competição, colocou a alma na ponta de chuteira e foi buscar uma virada eletrizante, com gols de Kaio Jorge e Lázaro nos últimos 10 minutos de jogo. Bryan González fez para os mexicanos.

Desta forma, o Brasil segue como o segundo maior vencedor da competição, agora com quatro títulos – 1997, 1999, 2003, além 2019 – atrás apenas da Nigéria, dona de cinco taça. O México, por sua vez, continua com dois e desperdiça a chance de ser tri e igualar o time canarinho.

Jequié vence o Flamengo de Feira e está pelo terceiro ano consecutivo na semifinal do Baiano Feminino

/ Esporte

Jequié venceu o time do Flamengo por 3 x 1. Foto: Emanuel Jr

Em partida valida pelas quartas de final do Campeonato Baiano de Futebol Feminino, organizado pela (FBF) Federação Baiana de Futebol, a equipe do Jequié recebeu o Flamengo de Feira no Estádio Municipal Renato Vilar em Manoel Vitorino, neste domingo (17), e venceu por 3 x 1, em partida bastante disputada, muito calor, chegadas mais duras, os gols foram feitos por Ju (2) e Sheilinha.

Nas partidas de sábado o Olímpia vem sendo a revelação da competição e venceu nos pênaltis por 3×0, após empate em tempo normal de (2 x 2) contra o São Francisco, o Bahia grande favorito da competição goleiou o Feira de Santana por (5 x 0), na tarde deste domingo o Juventude que reforçou com nove atletas de Minas Gerais e três de São Paulo goleiou a equipe de Queimadas por (3 x 0), com os resultados as semifinais ficou definido da seguinte forma:

Bahia x Olímpia
Jequié x Juventude

Conforme o calendário as partidas deveram ser confirmadas pela Federação Baiana de Futebol para quarta feira (20/11)

Bahia sai na frente, mas cede empate ao Palmeiras e amplia jejum no Campeonato Brasileiro

/ Esporte

João Pedro tenta o drible . Foto: Arisson Marinho/ Correio

Não foi dessa vez que o Bahia voltou a vencer no Brasileirão. Na tarde de hoje (17), o tricolor ficou no empate pelo placar de 1×1 com o Palmeiras. Artur Caike e Borja marcaram os gols da partida disputada na Fonte Nova.

O Bahia foi melhor na primeira etapa, mas só abriu o placar nos acréscimos. Aos 47, Arthur Caike cobrou falta, a bola passou no meio da derrota e não deu chances ao goleiro Weverton. No segundo tempo, o Palmeiras melhorou o rendimento e empatou aos 25 minutos. Bruno Henrique lançou Zé Rafael, que passou para Miguel Borja chutar de perna canhota e deixar tudo igual no placar.

Com o resultado, o Bahia fica com 44 pontos na 9ª colocação. O tricolor precisa torcer por um empate na partida entre Vasco e Goiás, que duelam na segunda-feira (18). Se a partida tiver vencedor, o Bahia perderá uma posição. O Esquadrão de Aço volta a campo no próximo domingo (24), às 16h, no Serra Dourada, para enfrentar o Goiás.

 

 

Universidade identifica novo navio que pode ser responsável por vazamento de óleo em praias

/ Nordeste

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) informou neste domingo (17), ter identificado um navio que seria responsável pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste. O nome da embarcação e a sua bandeira não foram divulgados, mas não se trata de nenhuma das cinco apontadas pela Marinha como as principais suspeitas pelo derramamento. O cargueiro teria partido da Ásia em direção à África.

O coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) da Ufal, Humberto Barbosa, afirmou que os dados coletados serão encaminhados ao Senado Federal no próximo dia 21, quando haverá uma audiência pública da comissão externa que acompanha as investigações.

Na última sexta-feira, 15, o Lapis conseguiu identificar uma nova imagem do satélite Sentinel-1A, do dia 19 de julho deste ano, que revela uma mancha de óleo com cerca de 25 quilômetros de extensão por 400 metros a 26 quilômetros do litoral da Paraíba.

O Lapis já havia identificado, a partir de imagens de três satélites (Sentinel 1-A, Aqua-Modis e NOAA-20) feitas em 24 de julho, uma grande mancha de óleo a 40 quilômetros do litoral do Rio Grande do Norte.

”Já havíamos definido um padrão, um protocolo, em função da imagem do dia 24 de julho”, explicou Humberto Barbosa. ”Foi assim que encontramos uma nova mancha no litoral da Paraíba, no dia 19 de julho, que nos levou a definir uma primeira embarcação suspeita.”

A partir dessas imagens, o laboratório rastreou todos os navios-tanques que transportavam óleo cru nessas datas e passaram pela costa do Nordeste. No total, os pesquisadores constataram que 111 navios navegaram por lá com esse tipo específico de carga.

De todas as embarcações analisadas, concluiu-se que apenas uma delas apresentava indícios de ter sofrido algum incidente durante o trajeto que justificasse um grande vazamento de óleo como o que atingiu o país.

Segundo as informações levantadas pelo Lapis, o navio costuma fazer o trajeto de um país asiático até a Venezuela, passando pela África do Sul. Normalmente, a embarcação navega com o transponder ligado, indicando sua localização ao longo de todo o percurso. No entanto, entre o dia primeiro de julho e o dia 13 de agosto, a embarcação navegou com o transponder desligado, violando o direito marítimo internacional.

O acompanhamento via satélite mostra que o navio partiu de um país asiático em primeiro de julho. Quando passou pelo Oceano Atlântico, a embarcação seguiu um trajeto incomum e fez uma manobra que indicaria uma mudança de trajetória, justamente na altura do litoral do Nordeste.

”O percurso mostra uma alteração na direção do navio, indicando um comportamento suspeito ou um grande problema mecânico”, afirmou Humberto Barbosa. “Mas é claro que ainda será necessário aprofundar essas investigações.”

O navio suspeito possui uma capacidade de carga duas vezes maior do que o Bouboulina – o navio grego apontado pelo governo como o principal suspeito do vazamento –, o que justificaria as seis mil toneladas de óleo já retiradas das praias do Nordeste.

A Marinha já havia descartado a imagem do dia 24 de julho como sendo de algas e não de óleo. Sobre a nova imagem encontrada, não foi divulgado ainda um comunicado. Com informações do Estadão

Morre ex-piloto da Stock Car, Tuka Rocha, vítima de acidente com aeronave no sul da Bahia

/ Bahia

Christiano Chiaradia Alcoba tinha 36 anos. Foto: Divulgação

O ex-piloto de Stock Car Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, conhecido como Tuka Rocha, 36, morreu na manhã deste domingo (17) por volta das 6h20. Ele é uma das vítimas do acidente de avião na península de Maraú, no baixo sul da Bahia, na última quinta (14), e estava internado no Hospital Geral da Bahia (HGE).

Além dele, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou a morte de uma mulher de 27 anos, por volta 21h30 deste sábado (16). Ela é Maysa Marques Mussi, irmã de Marcela Brandão, que morreu no local no acidente.

Com isso, subiu para três o número de mortos entre os dez passageiros que estavam no bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ, que pegou fogo ao pousar na pista do resort Kiaroa Eco-Luxury Resort.

No início da tarde deste sábado (16), o falecimento de Tuka Rocha chegou a ser noticiado pelo piloto Luciano Burti ao canal SporTV durante a transmissão dos treinos livres para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, mas a informação não foi confirmada pela família.

O marido de Marcela, Eduardo Trajano Telles Elias, 38 anos, e o filho de seis anos, continuam internados no HGE, assim como o marido de Maysa Mussi, Eduardo Mussi.

”Estou revendo um que filme já vimos”, diz Fernando Collor sobre o governo de Bolsonaro

/ Política

Collor diz que erros de Bolsonaro são primários. Foto: Reprodução

Ex-presidente da República, o senador Fernando Collor (PTC-AL) disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode sofrer um processo de impeachment, assim como aconteceu com ele em 1992, quando foi deposto do cargo. As declarações foram dadas à revista Veja.

”Estou revendo um filme que a gente já viu”, disse. Ele classificou os erros do chefe de Estado como ”primários”. ”Continuando do jeito que está, não vejo como este governo possa dar certo. São erros primários. Bolsonaro esteve na Câmara por 28 anos, viu como se forma um movimento numa casa em que o chefe do Executivo não dispõe de maioria”, opinou.

Collor comparou o tratamento de Bolsonaro ao PSL ao dele com o PRN à época. ”Vejo semelhança entre o tratamento que eu concedi ao PRN e o que ele está conferindo ao PSL. Em outubro de 1990, nós elegemos 41 deputados. O pessoal queria espaço no governo, o que é natural. Num almoço com a bancada, eu disse: ‘Vocês não precisam de ministério nenhum. Já têm o presidente da República’. Erro crasso. […] Logo no início, ele tinha que ter dado prioridade aos 53 deputados do PSL. E, a partir desse núcleo, construído a maioria para governar. Ele perdeu esse momento. Agora reúne a bancada para dizer que vai sair do partido? Erro crasso”, avaliou.

Eleições 2020: Vavá da Padaria diz que também estará na disputa pela prefeitura de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Vavá afirma que será candidato pelo PV. Foto: Divulgação

Além dos quatro nomes que aspiram à prefeitura de Jaguaquara, Edione Agostinone, Raimundo Louzado, Flávio Souza e Pedro Bernardino, citados em matéria anterior, o comerciante Vavá da Padaria, como é conhecido na cidade diz que vai ingressar no Partido Verde – PV para também entrar na disputa sucessória de 2020.

Vavá entrou em contato com o Blog Marcos Frahm para informar que já se articula para viabilizar a sua pré-candidatura a prefeito. ”Estão tentando colocar na cabeça das pessoas que só existem dois grupos, mas tem outras opções. Colocamos o nosso nome a disposição e o nosso projeto está indo bem. Estamos conversando com as pessoas e apresentando as ideias que temos para melhorar Jaguaquara”, disse. Para Vavá, as eleições do próximo ano reservam uma forte disputa.

Pelo menos quatro nomes já aspiram a Prefeitura de Jaguaquara em 2020; conheça os virtuais candidatos

/ Jaguaquara

Edione, Pedrinho, Flavinho e Raimundo. Foto: Blog Marcos Frahm

De acordo com o Calendário Eleitoral, o período para a realização das convenções para oficialização das candidaturas para vereadores e prefeitos é de 20 de julho a 5 de agosto de 2020. Enquanto esse período não chega, lideranças políticas e partidárias se articulam no sentido de tentar viabilizar seus nomes para a disputa. Em Jaguaquara, por exemplo, alguns nomes são dados como certos na corrida pela cadeira hoje ocupa por Giuliano Martinelli (PP). A atual secretária de Desenvolvimento Social, Edione Agostinone, já teve seu nome ”lançado” pelo próprio prefeito que dificilmente recuará da indicação. Embora a mesma ainda não tenha feito nenhuma declaração pública de que topará a empreitada, pessoas próximas afirmam que ela não recusará a missão dada e que a candidatura deverá ser viabilizada pelo PP.

Outro nome dado com certo é o do presidente da Câmara, vereador Raimundo Louzado, aposta do PSD, liderado na região pelo deputado federal Antônio Brito. Ele não esconde seu desejo de comandar o Poder Executivo local. Vale salientar que Louzado já ocupou o cargo de vice-prefeito e, no meio político é considerado um postulante de nome leve.

O promotor de eventos, Flavinho Souza, radicado em Salvador, tem marcado presença cada vez mais frequente em Jaguaquara, inclusive participando de eventos, devendo mudar-se para a terra natal em definitivo a partir de janeiro. Ainda sem partido, após o PSD de Otto Alencar ser transferido para Raimundo, Flavinho disse em recente entrevista que tem sido procurado por várias agremiações partidárias e que até março irá decidir sobre sua nova filiação.

Outro nome que tem surgido nos comentários de bastidores é o da professora Vanusa Leal, esposa do empresário Ricardo Leal, amigo do governador Rui Costa e que teve votação expressiva quando candidatou-se a prefeito pelo PT em 2012, perdendo o pleito para Giuliano por uma pequena diferença de votos. Esta possibilidade existe, mas a família Leal ainda não confirmou a informação.

Uma quinta opção para o eleitorado jaguaquarense seria o nome do ex-vereador Pedro Bernardino, presidente do PSL local, que declarou sua pré-candidatura a prefeito de Jaguaquara. Ferrenho defensor do presidente da República, Jair Bolsonaro, não se sabe se Bernardino irá se filiar ao novo partido do presidente ou continuar no PSL. Política é assim, enquanto as definições não saem, as especulações predominam nas rodas de conversas da cidade e o Blog Marcos Frahm acompanha atentamente as movimentações.

IF Baiano campus de Santa Inês é obrigado a suspender aulas por falta de água na instituição

IF Baiano enfrenta falta de água. Foto: Blog Marcos Frahm

Os alunos do IF Baiano, campus de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, estão sendo prejudicados por causa da falta de água no município. Segundo informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm, o IF Baiano, que funciona com sistema de internato, dispensou os estudantes ainda na quinta-feira (14/11), antes do feriado da Proclamação da República, e as aulas foram suspensas.

Ainda de acordo com informações, a Embasa estaria alegando problemas técnicos no sistema de captação de água na barragem que abastece Santa Inês e os moradores dizem que já enfrentam mais de quatro dias sem água.

Jequié entra em campo neste domingo (17) buscando vaga na semifinal do Campeonato Baiano Feminino

/ Esporte

Meninas do Jequié treinam para mais um desafio. Foto: Emanuel Jr.

Com a melhor campanha do Campeonato Baiano Feminino 2019, o time do Jequié chega forte para as quartas de final da competição.

A equipe da Cidade Sol vai enfrentar o Flamengo de Feira, time tradicional no estadual e que se classificou em 1° lugar no grupo 4. Nesta fase final do campeonato as vagas são decididas em partida única.

Para a partida decisiva, o mando de campo será do time jequieense, que está mandando os seus jogos em Manoel Vitorino por conta da reforma do estádio Waldomiro Borges.

Sendo assim, o time jequieense entrará em campo neste domingo (17/11), às 10h, no estádio Renato Vilar, em Manoel Vitorino. Confira na imagem as partidas deste final de semana no Baianão feminino.

Pesquisa realizada pela Uesb campus de Jequié sobre ”crianças com câncer” é premiada

/ Educação

Trabalho teve a participação de Victória, Isabele e Felipe. Foto: Divulgação

O Grupo de Pesquisa Espia (CNPq-UESB), coordenado pelo professor Nilton Cesar Nogueira, do curso de Odontologia da Uesb, campus de Jequié, e pela psicóloga Ielma Alves Soares, do Hospital Estadual da Criança de Feira de Santana, apresentou um trabalho de pesquisa científica que culminou em Menção Honrosa, na 2ª Mostra de Pesquisa, do Hospital Estadual da Criança. Classificado em 1º lugar na categoria Pôster, a pesquisa ”Percepção da criança com câncer em relação ao tratamento odontológico e oncológico” foi realizada, nesta primeira fase, com a participação de Victória Souza Reis, Isabele Tavares e Felipe Lemos, todos discentes de Odontologia e pesquisadores de Iniciação Científica da Universidade.

O objetivo da pesquisa, num primeiro momento, foi conhecer a percepção da criança com câncer em relação aos tratamentos oncológico e odontológico. No evento, os primeiros resultados foram apresentados. ”Notamos que, a despeito do sofrimento pelo qual passa, a criança aceita o tratamento e mantém uma relação amistosa com a equipe médica. Em relação à Odontologia, há desconhecimento e medo associado a esses profissionais, principalmente por eles não estarem presentes na equipe multidisciplinar do hospital”, salientou o professor.

Ainda de acordo com o docente, os resultados “contribuirão para reorientar as práticas em saúde bucal no Hospital Estadual da Criança, bem como retificam a necessidade de se contar com profissionais de saúde bucal nas unidades hospitalares”. Com isso, os pacientes estariam preparados para a terapia antineoplástica, assim como para a prevenção e intervenção de complicações decorrentes do tratamento, que se apresentam com maior gravidade na faixa etária da infância e adolescência.

”A chance de participar de um projeto dessa complexidade e com essa grandeza nos permite, como alunos, um crescimento profissional muito bacana. É um orgulho ter nosso trabalho premiado. Essa menção é mérito de toda equipe e foi, realmente, um trabalho coletivo”, comemora Vitória Reis, uma das discentes envolvidas na pesquisa.

A segunda etapa da pesquisa será com os responsáveis pelas crianças (pais, mães, avós) e com os profissionais de saúde (técnicos de níveis médio e superior). Estarão envolvidos, ainda, bolsistas voluntários, discentes de Odontologia da Uesb, psicólogos e professores de outras instituições de Ensino Superior.

Queda de árvore mata homem de 64 anos na zona rural do município de Ipiaú

Uma fatalidade foi registrada na sexta-feira (15/11), numa propriedade rural na região do Ribeirão do Félix, município de Ipiaú. Um homem de 64 anos morreu após ser atingido por uma árvore de grande porte. A vítima foi identificada como Pedro Machado da Silva Filho.

De acordo com as informações preliminares, ele estaria cortando a árvore que acabou caindo sobre o seu corpo. Pedro foi socorrido por familiares até o Hospital Geral de Ipiaú, mas não resistiu e acabou falecendo na unidade hospitalar. Até a publicação dessa matéria, nossa reportagem não tinha informações sobre o velório e sepultamento da vítima. As informações são do site Giro em Ipiaú

Programa Mais Futuro abre inscrições para pedido de auxílio permanência para universitários

/ Educação

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) abriu, na sexta-feira (15), as inscrições do Mais Futuro, projeto que garante auxílio permanência aos estudantes das quatro universidades estaduais (Uneb, Uefs, Uesc e Uesb).

A iniciativa beneficia estudantes em condições de vulnerabilidade socioeconômica e inscritos no CadÚnico, para que possam permanecer nas universidades e concluir suas graduações.

O programa também oferece oportunidades de estágio no setor público. As inscrições segue até o dia 27 de novembro pelo Portal da Educação.

Jornalista que morreu em queda de avião em Barra Grande foi identificada por arcada dentária

/ LUTO

Jornalista Marcela Brandão Elias tinha 37 anos. Foto: Rede social

A mulher que morreu na quinta-feira (14) na queda de um jato executivo em Barra Grande, distrito que pertence a Maraú, no baixo sul da Bahia, era jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos, informou a assessoria do deputado federal licenciado Guilherme Mussi, cunhado da irmã da vítima, que também estava no avião.

Ela era casada com Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, que também estava na aeronave e segue internado no Hospital Geral do Estado (HGE) com queimaduras. O filho do casal, também chamado Eduardo, de 6 anos, está na mesma unidade, com ferimentos. Ambos não têm previsão de alta.

O corpo de Marcela, carbonizado após a aeronave pegar fogo, foi levado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus. Até a última atualização desta reportagem, os peritos aguardavam exames solicitados à família da vítima para fazer a identificação oficial por meio da arcada dentária.

Marcela era irmã de Maysa Marques Mussi, casada com Eduardo Mussi. Os dois estavam na aeronave e também estão internados na capital baiana. Eduardo é irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi. Ele teve queimaduras e está no HGE. Maysa está no Hospital do Subúrbio.

Os outros ocupantes da aeronave são Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato; Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, conhecido como Tuka Rocha, de 36 anos, ex-piloto da Stock Car, Fernando Oliveira Silva, de 26 anos, Marcelo Constantino, de 28 anos, e Marrie Cavelan, de 27 anos. Todos estão internados no HGE.

Tuka teve 80% do corpo queimado. Em 2011, o ex-piloto da Stock Car já tinha escapado de um grave acidente, quando o carro que ele pilotava em uma competição pegou fogo, no Rio de Janeiro. Ele conseguiu se jogar do veículo.

O acidente aéreo em Barra Grande é investigado pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica. Nesta sexta-feira (15), militares do órgão estiveram no local do acidente para coletar dados que possam auxiliar nas investigações que vão apontar as causas da queda. Não há informações se o jato foi retirado do local. Com informações do G1