Blog Marcos Frahm


Estudo desenvolvido por universidade possibilita a produtores identificar uso de agrotóxicos em frutas

/ Agricultura

Técnica é desenvolvida por faculdade pública. Foto: Carol Garcia

Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) possibilitará, a produtores e autoridades sanitárias, identificar e mensurar o uso de agroquímicos – em especial pesticidas e fungicidas – nas frutas e legumes consumidos no país. Segundo pesquisadores, a técnica poderá ser usada também para checar se os produtos enviados ao exterior estão em conformidade com a legislação estrangeira no que se refere a agrotóxicos.

O orientador da tese, professor do Instituto de Química da UFG, Boniek Gontijo, explica que a técnica permite, também, evitar ”as discrepâncias entre a quantidade sugerida nos rótulos de agrotóxicos e a quantidade suficiente para que o agroquímico exerça sua função. Em geral, eles sugerem uma quantidade maior do que a necessária, com o objetivo de aumentar seus lucros”, justificou o professor.

Desenvolvida em parceria com a Louisiana State University (EUA), a técnica foi usada, inicialmente, para identificar o nível de penetração do fungicida imazalil em maçãs. ”Constatamos que a substância penetra além da casca da fruta, atingindo em pouco tempo suas estruturas internas, o que pode prejudicar a saúde do consumidor, mesmo que a casca seja lavada”, disse àAgência Brasil o orientador do estudo.

Molécula não é degradada pela luz

”Ao contrário do que é dito nas especificações do fungicida, sua molécula não é degradada pela luz e, com isso, acaba penetrando na fruta”, acrescentou, referindo-se especificamente ao imazalil, utilizado para inibir o desenvolvimento de fungos, postergando o apodrecimento do produto. Contatada pela Agência Brasil, a Associação Brasileira dos Produtores de Maça (ABPM) informou que este fungicida não é usado nos produtos nacionais.

”O ingrediente ativo Imazalil, apesar de estar registrado para uso em pós-colheita, não é utilizado na cultura da maçã no Brasil. Ademais, segundo relatório da Anvisa, publicado em 2016, de 764 amostras enviadas para análise de resíduos, apenas 0,65% ou 5 amostras detectaram a presença de resíduos de Imazali”, explica o diretor executivo da ABPM, Moisés Lopes de Albuquerque.

Ele acrescenta que, para fazer o levantamento, a Anvisa coleta amostras na gôndolas de supermercados, o que inclui maçãs nacionais e importadas. ”Portanto, relacionamos a detecção da substância em 5 amostras à fruta importada”, afirmou. Segundo Moisés Albuquerque, de cada 10 maçãs consumidas no Brasil, 9 foram produzidas em solo brasileiro.

A Agência Brasil confirmou que as maçãs usadas no estudo da UFG não foram produzidas no Brasil. ”Usamos, no estudo em parceria com a universidade norte-americana, maças comercializadas naquele país para avaliar como se dá a penetração de pesticidas em frutas. Trata-se de um estudo piloto no sentido de identificarmos maneiras mais fáceis de avaliar a penetração de fungicidas em frutas e legumes”, disse Boniek Gontijo. ”Apesar de o Brasil não fazer uso deste fungicida, a técnica desenvolvida permite desenvolvermos métodos sobre a aplicação de outros pesticidas, fungicidas ou agroquímicos em outros hortifrutis. Inclusive, já estamos trabalhando com tomate em uma abordagem similar”, acrescentou.

Festival de Inverno Bahia divulga a grade completa de sua 15ª edição, que vai de 23 a 25 de agosto

/ Cultura

Grandes estrelas da música estão no FIB 2019. Foto: Reprodução

Pop, axé, MPB, pagode, forró, rock, funk e o melhor da sofrência e do sertanejo. Os mais diversos e queridos estilos de sons vão comandar a 15ª edição do Festival de Inverno Bahia (FIB), que acontece nos dias 23, 24 e 25 de agosto no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista.

Serão três noites de celebração à diversidade musical – marca registrada do festival. Confira quem fará a festa dos 15 anos do FIB: Frejat, Dilsinho, Marília Mendonça, O Grande Encontro, Iza, Ivete Sangalo, Léo Santana, Nando Reis, Wesley Safadão e Anitta.

A venda de ingressos do 1º lote começou nesta sexta-feira (24). O pagamento pode ser feito em dinheiro, cartão de débito e/ou crédito (exceto HiperCard), com possibilidade de parcelamento em até 6x.

 

IFBA de Jequié busca se adequar ao contingenciamento do Ministério da Educação

/ Educação

IFBA reuniu seus servidores docentes e técnicos. Foto: Divulgação

Diante do atual contexto econômico brasileiro, no qual o Ministério da Educação – MEC anunciou a necessidade de contingenciamento de parte dos recursos destinados às instituições federais de ensino, a diretoria do IFBA campus Jequié reuniu seus servidores docentes e técnicos administrativos em educação, além de representantes dos trabalhadores terceirizados, na sexta-feira (24), para debater os possíveis impactos locais com esta medida. O Departamento de Administração apresentou uma planilha de valores considerando os compromissos assumidos pelo campus, o orçamento previsto para 2019 e as possíveis consequências, caso o bloqueio orçamentário se confirme.

Até o momento, de R$ 1.695.591,97 do custeio global do campus em 2019, já foram liberados R$ 678.236,79. O possível bloqueio pode atingir os recursos ainda não liberados pelo Governo Federal (R$ 1.037.355,18) no total de 36,6%. Assim, o IFBA Jequié teria um déficit de R$ 373.030,23 de verbas de custeio este ano. A estagnação de recursos pode comprometer o funcionamento do campus Jequié, afetando o ensino, a pesquisa e a extensão, em todos os níveis ofertados. Neste sentido, e a fim de manter as mínimas condições das atividades acadêmicas e a continuidade do ano letivo, foram debatidas diversas propostas de economia de recursos no campus. Uma delas seria a necessidade do desligamento de alguns trabalhadores terceirizados ligados à limpeza, manutenção, merenda e segurança.

Apesar da comoção entre os servidores presentes na reunião, ficou esclarecido que esta medida, em se mantendo a condição do contingenciamento, será necessária, o que poderá implicar no fechamento de até 12 postos de trabalho no IFBA. Isso porque o campus Jequié já vinha nos últimos anos tendo que administrar um limite muito reduzido de recursos devido à sequência de contingenciamentos. Porém, ainda assim, seriam necessárias ações efetivas de todos os frequentadores do campus no sentido de economizar água e energia e, administrativamente, evitar o uso de materiais de consumo, como papéis e copos descartáveis, e suspender a utilização de recursos para diárias e passagens.

O Departamento de Ensino – DEPEN já vinha adotando essas práticas e conseguiu reduzir o consumo de papel, por exemplo, em 65%. Durante a reunião, foi formada uma Comissão de Gerenciamento de Crise, com o objetivo de discutir e promover ações para adequar o campus à realidade orçamentária definida pelo MEC. A primeira medida prática, tomada ainda durante a reunião, foi estabelecer a imediata suspensão do uso dos aparelhos de ar condicionado em todas as dependências do Instituto até que a situação orçamentária se normalize.  Na próxima semana, essa Comissão irá realizar uma nova reunião ampliada, desta vez com os pais ou responsáveis e os próprios estudantes, já marcada para terça-feira, 28, às 17h; além de buscar apoio junto a entes públicos como Prefeituras, Câmaras de Vereadores, Ministério Público Federal e outras; levar à comunidade regional através da imprensa o real cenário enfrentado pelo IFBA Jequié; e atuar diretamente junto à comunidade a fim de potencializar, por meio da economicidade, os recursos ainda disponíveis.

Otto Alencar alfineta o ministro Paulo Guedes: ”Será que ele pensa que é insubstituível?”

/ Política

Otto critica Guedes. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senador e líder da bancado do PSD na casa legislativa, Otto Alencar comentou nesta sexta-feira (25) a declaração dada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em entrevista à revista veja, de que deixará o governo caso a reforma da previdência não seja aprovada da maneira que ele acredita ser mais adequada.

”O Brasil caminhou até agora sem o Paulo Guedes. Será que ele pensa que é insubstituível? Se ele sair, chama o Meirelles que ele vem”, alfinetou durante entrevista ao jornal Estado de São Paulo.

A fala de Alencar faz referência ao atual secretário da Fazenda de São Paulo, pelo governo de João Dória (PSDB), e candidato a presidência da república nas eleições presidenciais o ano passado, Henrique Meireles (MDB). Durante a corrida eleitoral, a campanha do ex-ministro da Fazenda do governo Lula emplacou o slogan de campanha ”Chama o Meirelles”.

Educação: Menos de 1% dos estudantes aderiram à renegociação de dívidas com o Fies

/ Educação

Lançada no último dia 29 de abril, a renegociação das dívidas de estudantes inadimplentes há mais de 90 dias com o Fies (Financiamento Estudantil) ainda não surtiu efeito. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, menos de 1% dos 517 mil alunos com contratos em atraso aderiram até então. O governo pretende diminuir em R$ 2,2 bilhões o passivo do programa, que tem saldo devedor total de R$ 11,2 bilhões.

Os interessados em aderir à iniciativa devem pagar uma entrada de 10% do valor da dívida ou R$ 1.000 (o que for maior). O restante, acrescido de juros e demais encargos, poderá ser quitado em quatro anos, com parcela mínima mensal de R$ 200. O prazo para entrar no programa se encerra no dia 29 de junho.

Governo do Estado publica aviso de licitação para obras na pista do aeroporto de Jequié

/ Jequié

Pista do Vicente Grilo passará por novas obras. Foto: Divulgação

O Governo do Estado publicou neste sábado (25) aviso de licitação para recuperar a pista de pouso do aeroporto Vicente Grilo, em Jequié. A abertura das propostas será no dia 12 de junho, às 14h30, conforme publicação no Diário Oficial. Recentemente, moradores de Jequié iluminaram a pista do aeroporto com carros para um pouso de emergência de um avião que levava o cantor Amado Batista [relembre]. O caso ganhou repercussão nacional.

Região de Guanambi registra ocorrência de 4 mortes com suspeita de dengue hemorrágica

/ Saúde

A Secretaria de Saúde registrou, neste ano, a ocorrência de quatro mortes por dengue hemorrágica na região de Guanambi, que é composta por 11 municípios. A informação é do blog Sudoeste Bahia. Ao todo, foram registrados mais de 300 casos de dengue nos locais.

Segundo informações do jornalista Bonny Silva, uma das mortes aconteceu no município de Candiba, onde o alerta para a dengue é grande A identidade da pessoa não foi identificada, mas se sabe que era um homem.

De acordo com informações da coordenadora das ações da Divisão de Vigilância Epidemiológica Estadual (Divep), Luciene Miranda, técnicos ficarão em Candiba durante 15 dias para intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti, em conjunto com o Núcleo Regional de Saúde de Guanambi.

PM prende homem por disparos de arma de fogo em bar, no Entroncamento de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Suspeito foi denunciado por deflagrar tiros. Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar deteve, no início da madrugada deste sábado (25) um homem por porte ilegal de arma de fogo no distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara. Segundo nota divulgada pela 3ª Cia da PM, por volta de 01h, a guarnição recebeu denúncia de disparos de arma de fogo em um bar. Os militares foram até o estabelecimento, não encontrando o autor dos disparos.

A polícia coletou informações e realizou diligências, encontrando um veículo com as mesmas características do que foi denunciado por populares e que estaria sendo utilizado pelo suspeito.

Ainda conforme a denúncia, o condutor tentou evadir, mas foi interceptado. No interior do carro Ford KA foi encontrado um revólver Taurus calibre 38, com três munições intactas e outras três deflagradas. A PM informou que conduziu o suspeito, Vanderlei Vieira Gonçalves, 29 anos, para a Delegacia Territorial de Jaguaquara.

Policial militar morre após ser baleado na cabeça, dentro de hotel, no bairro de Brotas, em Salvador

/ Polícia

Policial militar não estava de serviço no momento. Foto: TV Bahia

Um policial militar morreu após ser baleado dentro de um hotel, no bairro Dois de Julho, no centro de Salvador, na noite desta sexta-feira (24). A vítima foi atingida na cabeça. De acordo com a Polícia Militar, o policial chegou a ser socorrido por agentes do 18º Batalhão da PM e foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro de Brotas, mas não resistiu.

O policial militar foi identificado como Everaldo Costa Junior. Ele era soldado da 16ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Comércio), contudo, não estava de serviço no momento do crime. A vítima era dona do hotel. O caso ocorreu por volta das 19h20, na Ladeira do Gabriel. Um vídeo gravado pelo sistema de segurança do hotel mostra o crime. A ação durou cerca de 5 segundos.

No vídeo, o policial militar aparece conversando com outras três pessoas na recepção do hotel. O criminoso se aproxima do grupo, saca a arma e aponta para a vítima. O policial esboça uma reação pouco antes do suspeito atirar, mas acaba se rendendo e é atingido. Durante o ataque, o criminosos chega a usar uma pessoa como escudo. Em seguida, ele foge. Ainda não há informações sobre a identidade do suspeito e motivação do crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Odair Carneiro, coordenador da Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) que investiga morte de policiais, Everaldo Costa Junior é o 6º policial morto neste ano no estado. Dos seis casos registrados, quatro foram de PMs e dois de policiais civis. Em 2018, foram 16 policiais militares mortos no estado, segundo o delegado. G1

Justiça eleitoral cancela 2,4 milhões de títulos de eleitores em todo o país, por ausência nas três últimas eleições

/ Justiça

A Justiça Eleitoral cancelou 2.486.495 títulos de eleitores em todo o país e no exterior, por ausência nas três últimas eleições consecutivas, segundo divulgou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta sexta-feira (24). As informações são da Agência Brasil.
Os dados podem ser acessados na área ”Serviços ao Eleitor – Situação eleitoral – consulta por nome ou título”. O eleitor também pode comparecer a qualquer cartório eleitoral com um documento de identificação com foto.

A maioria dos títulos cancelados está na Região Sudeste (1.247.066), seguido do Nordeste (412.652), Sul (292.656), Norte (252.108), Centro-Oeste (207.213) e 74.800 de eleitores residentes no exterior. Segundo o TSE, cada turno é contabilizado como uma eleição. O estado de São Paulo lidera o número de cancelamentos, com 674.500 títulos cancelados; seguido do Rio de Janeiro, com 299.121; de Minas Gerais, com 226.761; do Rio Grande do Sul, com 120.190; do Paraná, com 107.815; e de Goiás, com 96.813. Entre as capitais, a cidade de São Paulo (SP) também encabeça o ranking, com 199.136 documentos cancelados.

Em seguida, estão o Rio de Janeiro (RJ), com 126.251; Goiânia (GO), com 39.841; Manaus (AM), com 36.372; Curitiba (PR), com 35.539; e Brasília (DF), com 35.063. A cidade de Belém, capital do Pará, teve apenas 12 títulos de eleitor cancelados. Quem teve o título cancelado deverá pagar uma multa no valor de R$ 3,51 por turno faltante. Em seguida, poderá fazer a regularização da sua situação no seu cartório eleitoral, levando documento de identificação oficial original com foto, comprovante de residência e o título, se ainda o possuir. A regularização do título eleitoral cancelado somente será possível se não houver nenhuma circunstância que impeça a quitação eleitoral, como omissão de prestação de contas de campanha e perda ou suspensão de direitos políticos, por exemplo.

O eleitor que teve o documento cancelado poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e contrair empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo. A irregularidade também pode gerar dificuldades para inscrição, investidura e nomeação em concurso público; renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado, entre outras. Informações da Folha de SP

Jaguaquara: Procissão reúne fiéis e encerra festa em homenagem a Padroeira Maria Auxiliadora

/ Jaguaquara

Fiéis católicos percorreram as ruas da cidade. Foto: Blog Marcos Frahm

A sexta-feira (24), feriado municipal, foi de festa para os fiéis católicos de Jaguaquara, que amanheceram com alvorada festiva, às 05h, em homenagem a Maria Auxiliadora. As 07h, na Igreja Católica, ocorreu a Celebração Eucarística na Matriz; as 10h, Solene Celebração Eucarística presidida pelo Bispo Dom José Rui Gonçalves Lopes.

Trator com imagem da santa foi conduzido pelo prefeito Giuliano

Centenas de fiéis lotaram as ruas da cidade a partir das 16h, para acompanhar a tradicional Procissão de Nossa Senhora Maria Auxiliadora, Padroeira de Jaguaquara, fechando as comemorações que tiveram início no dia 15 de maio, com carreata e bênção aos motoristas. Fiéis de todas as idades acompanharam o cortejo, com a imagem da santa no andor puxado por um trator,  conduzido pelo prefeito Giuliano Martinelli, cercado de flores e crianças. O ato religioso atraiu também a participação de outras autoridades.

Terceiro encontro de motociclismo tem início e movimenta o final de semana em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Evento é denominado Jaguar Moto Rock. Foto: Blog Marcos Frahm

Pelo terceiro ano consecutivo, Jaguaquara está sediando encontro de motociclismo. O evento denominado Jaguar Moto Rock teve início nesta sexta-feira (24) e segue até domingo (26), na Praça JJ – Seabra, Centro da cidade, reunindo motociclistas de várias regiões e, consta da programação, shows musicais com bandas de rock. Motociclistas de várias regiões participam do encontro.

Idoso de 69 anos morre vítima de H1N1 em Salvador; óbitos por influenza sobem para 9 na capital

/ Saúde

Um idoso de 69 anos morreu vítima da gripe H1N1 em Salvador. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nesta sexta-feira (24). O homem, que fazia parte do grupo de risco, não chegou a ser vacinado. Ainda conforme o órgão, com esse caso, subiu para 9 o número de óbitos causados pela influenza, sete delas apenas no mês de maio.

A uma semana para o fim da campanha Nacional de Vacinação no município, quase 20% do público-alvo que mora na capital baiana (150 mil pessoas) ainda não se imunizou, informou a Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o o órgão, a campanha começou no dia 10 de abril. Até agora, 517 mil pessoas, 72% do público-alvo, foram vacinadas. A meta da gestão é imunizar pelo menos 90% do público, conforme orientado pelo Ministério da Saúde.

A Bahia registrou, este ano, 9 mortes em decorrência do vírus Influenza. Todas elas em Salvador. O primeiro caso foi um garoto de 10 anos, em abril. Além dele, um garoto de 3 anos também morreu no começo deste mês. Os dois estavam com o tipo A da doença, que é o H1N1. Ainda neste mês, um homem de 55 anos também morreu pelo mesmo tipo da gripe. Três idosas, com idades de 73, 81 e 97 anos morreram em decorrência do tipo B da Influenza, que é o H3N2. G1

Em Jaguaquara, aliados lamentam ”racha” entre prefeito e presidente da Câmara

/ Jaguaquara

Prefeito, vereador e presidente, em sessão. Foto: Blog Marcos Frahm

Uma ruptura política importante, e que pode impactar no processo sucessório municipal de 2020 em Jaguaquara, ganhou nova proporção e já não é mais possível disfarçar. O fato em tela é a relação do prefeito da maior cidade do Vale do Jiquiriçá, Giuliano Martinelli (PP) com o presidente da Câmara, Raimundo Louzado (PR).

Até correligionários de ambos consideram a situação insustentável e irreversível, depois do ocorrido durante as festividades de comemoração do aniversário da cidade, no último dia (18), quando o prefeito, no alto do Palanque Oficial, ladeado de deputados e outras autoridades, fez questão de saudar o ex-presidente da Câmara, vereador Élio Boa Sorte, como sendo representante do Poder Legislativo Municipal, ignorando o atual chefe do Legislativo que estava ao lado.

O desconforto foi imediatamente observado e ainda hoje, uma semana depois, é bastante comentado no meio político local, pois um ”racha” no sistema dominante pode comprometer as pretensões do prefeito de fazer seu sucessor nas próximas eleições. Como é do conhecimento de todos, o desgaste desta relação não é de agora. Desde a disputa pela presidência da Câmara, no dia 20 de dezembro de 2018, que não tem faltado combustível para atear fogo nesse relacionamento antes saudável e aparentemente duradouro.

Raimundo Louzado derrotou a candidata à presidência, Cristiane Pinheiro (PP), prima  de Martinelli e conquistou retornou ao cargo que já havia ocupado antes, o de presidente, fato que Martinelli não deve ter digerido bem. Para os gurus da política jaguaquarense, o ”racha” não é tão agradável para Raimundo, que pretende se candidatar a prefeito e grande parte dos seus simpatizantes integram a equipe administrativa de Giuliano, que lançará como candidata a secretária de Desenvolvimento Social, Edione Agostinone, conforme anunciou o próprio gestor, em alto e bom som e o peso da máquina pública deverá ser mais um desafio a ser vencido por Louzado.