Blog Marcos Frahm


Rock in Rio é adiado para 2022 no Brasil e em Portugal devido à pandemia

/ Eventos

O Rock in Rio, que aconteceria neste ano entre os meses de setembro e outubro, foi oficialmente adiado para setembro de 2022.

A organização do evento anunciou na última quinta-feira (4), a mudança da data devido à pandemia do coronavírus. O festival agora está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, no Parque Olímpico.

Por meio de nota, os organizadores afirmaram que a esta altura, as montagens das estruturas do festival, tanto no Brasil, quanto em Portugal, já teriam sido iniciadas, mas por conta da pandemia e do aumento dos casos, não é possível iniciar a tarefa.

“Toda esta mudança tem como único objetivo preservar a saúde dos milhares de visitantes que habitam as Cidades do Rock durante os dias de festival”, diz a nota oficial.

Além da edição brasileira, a versão da festa que acontece em Portugal, também foi adiada para o próximo ano, nos dias 18, 19, 25 e 26 de junho. Quem já adquiriu os ingressos para a edição portuguesa, pode pedir reembolso ou reaproveitar o ingresso para a nova data.

Brasil registra 1.786 mortes por Covid em 24 h; média móvel de óbitos bate recorde pelo 6º dia

/ Brasil

O Brasil registrou 1.786 mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (4). Pelo 6º dia consecutivo, o Brasil bateu o recorde de média móvel de óbitos, 1.361.

Nesta quinta, o país completa 43 dias com média móvel de mortes acima de 1.000. O recorde anterior da média é de 1.332. O número de mortes registrado nesta quinta é o segundo mais elevado, atrás somente dos óbitos da última quarta (3), 1.840.

O alto número de mortes é acompanhado por alta contaminação. Foram registrados 74.285, terceiro maior número de toda a pandemia, atrás apenas das 74.376 infecções registradas na última quarta e ao recorde do dia 8 de janeiro, com 84.977 infecções, no qual ocorreu uma revisão de dados do Paraná que elevou artificialmente o dado geral de casos do país.

Dessa forma, o total de mortes chegou a 261.188 e o de casos a 10.796.506, desde o início da pandemia. O Brasil enfrenta o pior momento da pandemia, com situações críticas em todas as regiões do país e até mesmo colapsos em algumas áreas. Os níveis de ocupação de UTIs estão acima de 90% em diversas capitais.

Em nota técnica nesta semana, a Fiocruz alertou sobre o grave e inédito momento do país na pandemia. “Pela primeira vez desde o início da pandemia, verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Srag [Síndrome Respiratória Aguda Grave], a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais”.

Segundo o boletim, ”os dados são muito preocupantes, mas cabe sublinhar que são somente a ‘ponta do iceberg”.

O consórcio de imprensa também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 26 estados e o Distrito Federal. O processo de imunização no país avança lentamente ao mesmo tempo em que a pandemia piora.

Foram aplicadas no total 10.135.419 doses de vacina (7.671.525 da primeira dose e 2.463.894 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan e da farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca. A vacina da Pfizer tem o registro definitivo, mas ainda não está disponível no país.

O consórcio de veículos de imprensa foi criado em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes.

*Folhapress

Deputado evangélico da Bahia diz que sonhou com Lula morrendo de Covid e é rebatido por colegas

/ Política

Abílio Santana teria se manifestado em rede social. Foto: Facebook

Uma postagem do deputado federal Abílio Santana (PL) no grupo de zap da bancada baiana dizendo que sonhou com o ex-presidente Lula (PT) morrendo de Covid 19 irritou os colegas, que cobraram compostura do parlamentar.

”Dep SOLLA! tive um sonho com o senhor, estávamos em um enterro. era do Luladrão! morria de COVID”, escreveu Abílio, supostamente em resposta a uma postagem agressiva de Jorge Solla (PT) contra o presidente da República.

Solla, entretanto, nem chegou a rebater o parlamentar evangélico porque colegas como Jonguinha Bacelar (PL) e Cláudio Cajado (PP) repreenderam imediatamente o parlamentar evangélico.

”Abílio, não se se foi sonhou ou não, mas não concordo com isso não. No privado, é com vcs, mas aqui, sério mesmo, não dá”, reagiu Cajado.

Jonguinha também não deixou barato: ”Isso é uma bancada de respeito acima de tudo”. O deputado Alex Santana (PDT) ainda tentou defender Abílio, mas ficou isolado, e o próprio deputado acabou recuando.

Alex argumentou que não era apenas Abílio que fazia provocação no grupo, mas havia “farpas para os dois lados” e que não se devia cobrar só do colega compostura.

A partir daí, o evangélico resolveu se defender dizendo que não sonhara com Lula, mas fizera apenas uma brincadeira. Ainda assim, foi mais uma vez censurado por Cajado, que sugeriu que apagasse a mensagem.

”Abílio, mesmo na brincadeira falar de morte num momento desses não é bom não. Respeito sua posição, sua amizade e atenção com todos, mas até para brincar tem momentos e lugar”, observou.

Ainda completou: ”apenas chamei atenção para o excesso. Só isso. Eu apagaria a mensagem”. Evangélico e do baixo clero, Abílio é chegado a atitudes e postagens polêmicas.

No ano passado, distribuiu um cartão de Natal para eleitores em que dizia: ”Papai Noel da Era Bolsonaro; sem vermelho e sem veados”. A iniciativa foi considerada por colegas o cúmulo da homofobia e da adulação a Bolsonaro. As informações são do site Política Livre

Médico do Samu de Salvador diz que pacientes estão morrendo em ambulâncias

/ Saúde

Médico que atua no SAMU, Pedro Julião. Foto: reprodução/Instagram

O médico que atua no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador Pedro Julião desabafou em um vídeo divulgado nas redes sociais na quarta-feira (03) em meio à explosão de casos do novo coronavírus. Na publicação, ele alertou para a falta de vagas em hospitais para pacientes infectados pela doença e afirmou que pessoas estão morrendo dentro de ambulâncias.

”Estamos desde três horas da tarde com um paciente dentro da ambulância com desconforto respiratório, fazendo uso de oxigênio suplementar e máscara não reinalante. Salvador não tem vagas para a gente levar os pacientes. O que eu estou querendo dizer com isso? Por favor, entendam que a situação é gravíssima. Nós chegamos no limite da ocupação dos leitos”, afirmou.

‘Sabemos que hoje a necessidade do isolamento social é muito importante. (…) Eu entendo que os comerciantes, as pessoas que precisam do trabalho informal, precisam levar comida pra casa, mas a gente tem que pensar que a vida humana é muito mais importante do que isso”, completou.

Ainda no vídeo, o profissional falou sobre as medidas de segurança contra a doença tomadas pelo governo do Estado e pela prefeitura. Ele pediu que a população entenda que decretos que impõem lockdown e toque de recolher são de extrema importância para manter o isolamento social, uma das principais formas de evitar o contágio da doença.

”Faça sua parte. A situação é real e precária. Não duvide que hoje não temos vagas para as pessoas nos hospitais, e muitas delas estão falecendo dentro das ambulâncias e na porta das UPAs”, completou.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta pela Secretaria estadual de Saúde (Sesab), a Bahia possui 21.486 casos ativos de coronavírus. Desde o início da pandemia, 700.768 pessoas contraíram a doença e 12.251 morreram.

Ainda de acordo com a Sesab, 84% dos leitos de UTI já estão ocupados em todo estado. Nesta quinta, 337 pessoas aguardavam uma vaga por um leito na Bahia, deste número, 117 pacientes estão em Salvador. A média de espera para uma vaga na capital baiana saiu de até oito horas para 36 a 48 horas. *Bahia.ba

Lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) está disponível para consulta

/ Educação

A lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) do 1º semestre de 2021 está disponível na página do programa. Prevista para sair na sexta-feira (5) a divulgação da lista foi antecipada para o final da tarde de hoje (4), segundo o Ministério da Educação (MEC).

O prazo para os pré-selecionados comprovarem as informações da inscrição continua o mesmo: de 8 a 12 de março. Os documentos para comprovação devem ser entregues na instituição para a qual o estudante foi pré-selecionado. A instituição precisa entregar ao estudante o protocolo de recebimento da documentação.

“O candidato deve ficar atento quanto à exigência de entrega de documentos adicionais, caso seja julgada necessária pelo coordenador do Prouni na instituição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará na reprovação do candidato”, diz nota do MEC.

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior que oferece bolsas de estudo integrais, ou parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade, para estudantes de baixa renda.

O programa deste semestre utilizou as notas da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 por causa da alteração na data do exame de 2020 em decorrência da pandemia de covid-19. A seleção do Prouni para o 2º semestre de 2021 utilizará a nota do Enem de 2020.

O Prouni recebeu 599.223 inscrições no 1º semestre deste ano, sendo que cada candidato pode escolher até duas opções de curso. Foram ofertadas bolsas para 13.117 cursos de graduação em 1.031 instituições privadas de ensino superior no país. A oferta foi de mais de 162 mil bolsas de estudo.

*com informações do MEC

Jequié confirma mais 1 óbito por Covid, de homem de 46 anos e registra mais 95 novos casos

/ Jequié

Ocupação de UTI/adulto é de 90%. Foto: Blog Marcos Frahm

O boletim do coronavírus em Jequié, divulgado nesta quinta-feira (4), informou o registro de mais um óbito, um homem, de 46 anos, residente no Joaquim Romão, com histórico de doença renal crônica, ocorrido na terça-feira (2), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas atualizado hoje pela Secretaria Municipal de Saúde, elevando para 239 o número de mortes, desde o início da pandemia.

Foram registrados também, 95 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 11.775 pessoas confirmadas com a doença, até agora. 10.454 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 90%. Destes, 13 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 13 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 7.667  pessoas foram vacinadas em Jequié.

Identificadas as vítimas fatais do grave acidente na BR-330, que eram moradores de Ibirataia

/ Trânsito

Dois homens e uma mulher morreram na colisão. Foto: BMFrahm

O Instituto Médico Legal identificou as três vítimas fatais do grave acidente ocorrido na tarde desta quinta-feira (4), na BR-330, em Jequié.

Os ocupantes do automóvel Astra, que colidiu lateralmente com um carro Ford Focus faleceram no local do desastre: Almir Silva de Sales, 56 anos, Acles do Carmo Silva, 53, e Marinês Patrício Sales, 51, eram moradores da cidade de Ibirataia, para onde os corpos foram liberados.

Já as outras duas pessoas envolvidas, que ocupavam o Focus, ficaram presas às ferragens do veículo e foram retiradas pelo Corpo de Bombeiros, sendo encaminhadas com lesões graves ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, onde permanecem internadas.

O acidente aconteceu nas proximidades do Condomínio Alvorada, na saída de Jequié para Jitaúna. As causas não foram reveladas e estão sendo apuradas pela polícia.

Bahia registra 111 mortes por covid-19 e 5.985 novos casos da doença em 24h, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 5.985 novos casos confirmados da Covid-19 e 111 mortes em decorrência da doença, segundo boletim divulgado hoje (4) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar dos óbitos terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje.

Ao todo, a Bahia tem 700.768 casos confirmados e 12.251 óbitos desde o início da pandemia; 667.031 pessoas já estão curadas da doença e 21.486 encontram-se ativos.

No estado, dos 2.275 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.697 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 84%.

Prefeitura de Jequié inicia pavimentação do Amaralina com emenda de Brito, mas diz que tem contrapartida

/ Jequié

Zé Cocá e vereadores visitam o Amaralina. Foto: Divulgação/PMJ

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Infraestrutura, deu início, na quarta-feira (), às obras para a pavimentação asfáltica do bairro Amaralina, por meio de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Antonio Brito. A Prefeitura informou que as obras tem a contrapartida do município.

O prefeito  Zé Cocá esteve acompanhando o início dos trabalhos, juntamente com o secretário de Governo, Hassan Iossef; o secretário de Infraestrutura, Lucindo Menezes; os vereadores e Emanuel Campos Silva, presidente da Câmara Municipal; Márcio de Oliveira Melo, o Marcinho; Ladislau Bulhões, o Bui Bulhões; e Daubti Rocha Guimarães, o Colorido.

As obras, iniciadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), foram retomadas pelas equipes de trabalho da Secretaria de Infraestrutura para que fosse feito o serviço com Brita Graduada Simples (BGS), necessário para forrar a pista, antes da aplicação do asfalto, e a colocação de meio-fio, que auxilia no escoamento, sendo responsável por impedir que o fluxo de águas precipitadas de enxurrada, por exemplo, avancem sobre o passeio público e, consequentemente, cause prejuízos às pessoas.

”Nosso papel, enquanto responsáveis pela execução das políticas públicas e pela execução das obras e serviços públicos, é lutar pela melhoria da qualidade de vida da população. Sabemos das dificuldades que os moradores aqui da Amaralina têm, com ruas sem pavimentação e que, quando chove, fica impossível transitar e quando faz calor, são prejudicados pela poeira. Mas, em breve, estaremos concluindo essa obra tão importante e essencial para todas essas pessoas que aqui residem. Já fizemos a solicitação junto à Embasa, para que as vias que não têm esgotamento sanitário sejam atendidas nesse quesito e, assim, não prejudicar os trabalhos de asfaltamento. Aproveito o momento para agradecer ao deputado federal, Antônio Brito, pela destinação dos recursos de sua emenda e faço, também, um agradecimento especial aos deputados federais Leur Lomanto e Cacá Leão, que estão nos ajudando muito e logo, logo, teremos muitas outras áreas da cidade que irão receber pavimentação asfáltica. Vamos seguindo trabalhando, com muita fé em Deus, para vencermos as dificuldades.”, destacou o prefeito de Jequié, Zé Cocá

Governo do Estado anuncia medidas mais restritivas para 22 municípios da região de Guanambi

/ Bahia

O Governo do Estado e prefeituras do sudoeste baiano acordaram a ampliação de medidas mais restritivas para frear a disseminação da covid-19 na região. O Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (5) trará um novo decreto que permite apenas o funcionamento dos serviços essenciais, a partir desta sexta-feira (5) até as 5h da próxima quarta-feira (10).

Estarão liberadas as atividades relacionadas à saúde e comercialização de gêneros alimentícios e feiras livres, além do transporte e do serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde.

São considerados serviços públicos essenciais, cuja prestação não admite interrupção, as atividades relacionadas à segurança pública, saúde, proteção e defesa civil, fiscalização, arrecadação, limpeza pública, manutenção urbana, transporte público, energia, saneamento básico e comunicações.

As medidas valem para os seguintes municípios: Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

Fica proibida a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 18h de 5 de março até as 5h de 8 de março.

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%.

Ficam suspensos, no período de 5 de março até as 5h do dia 10 de março, os atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) nos 22 municípios. Também ficam suspensas nesses municípios, de 5 de março até as 5h de 10 de março, as atividades presenciais nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual não enquadrados como serviços públicos essenciais, devendo ser adotado o regime de trabalho remoto.

Novos leitos

A ampliação da restrição é motivada pelo aumento significativo no número de casos do novo coronavírus na região. Em função deste cenário, o governador Rui Costa afirmou que está em trâmite a contratação para abertura de 10 leitos de Unidade de Terapia intensiva (UTI), para pacientes com covid-19, no novo Hospital de Caetité.

”Chega de frescura e mimimi, vão chorar até quando?”, diz Bolsonaro sobre pandemia

/ Brasília

Presidente Bolsonaro volta a critica a mídia. Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar nesta quinta-feira (4) as medidas de isolamento social no país e disse que os problemas precisam ser enfrentados pela população.

”Nós temos que enfrentar os nossos problemas, chega de frescura e de mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos de enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, aqueles que têm doenças, comorbidades, mas onde vai parar o Brasil se nós pararmos?”, questionou o presidente em São Simão (GO).

Na quarta-feira (3), Brasil registrou seu segundo dia consecutivo de recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas, 1.840, com a rede hospitalar colapsando em vários estados, e superou os Estados Unidos em número de novas mortes decorrentes da doença por grupo 100 mil habitantes.

Bolsonaro foi à cidade goiana participar da inauguração de um trecho de 172 quilômetros da ferrovia Norte-Sul, que ligará o município a Estrela D’Oeste (SP), o que permitirá o envio de cargas ao porto de Santos.

Num discurso de cerca de 20 minutos, o presidente ainda elogiou produtores rurais -parte do público presente na inauguração do terminal ferroviário-, ao dizer que eles não se acovardaram na pandemia, e disse que até o final do próximo mês o país terá recebido ao menos 40 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus.

”Só este mês vamos chegar 20 milhões de doses para nós, no mínimo, o mês que vem, no mínimo, 40 milhões de doses. Somos responsáveis, estamos fazendo o que é certo”, afirmou o presidente.

De acordo com ele, as vacinas começaram a ser compradas assim que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou e seu governo nunca se afastou delas.

”Nunca nos afastamos de buscar vacinas, mas sempre disse uma coisa: ‘ela tem que passar pela Anvisa’. A gente está vacinando seres humanos e a Anvisa é uma passagem obrigatória. E isso aconteceu tão logo a Anvisa começou a certificar as vacinas, nós passamos a comprá-las. Hoje somos um dos países que em valores absolutos mais temos gente vacinada.”

Já são cerca de 260 mil mortes provocadas pela Covid-19 no Brasil.

O presidente ainda voltou a dizer que ”lockdown não funciona” e disse, erroneamente, que teve a autoridade ”castrada”.”Apelo aqui, já que foi me castrada a autoridade, para que governadores e prefeitos repensem a política do fechar tudo […] Vamos combater o vírus, mas não de forma ignorante, burra, suicida. Como gostaria de ter o poder, como deveria ser meu, para definir essa política.”

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, ainda em 2020, que estados e municípios têm autonomia para determinar o isolamento social em meio à pandemia. No evento, o presidente ainda criticou a imprensa e afirmou, ao se referir ao ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente), que ele só sai do governo se ”for elogiado pela Globo ou pela Folha”. *Bahia Notícias

Senado aprova PEC Emergencial em segundo turno; texto prevê pagamento do auxílio emergencial

/ Brasília

PL prevê R$ 44 bilhões fora do teto de gastos. Foto: Ag. Senado

Os senadores aprovaram hoje (4), em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial. O projeto prevê R$ 44 bilhões fora do teto de gastos para pagamento do auxílio emergencial neste ano e regras de contenção fiscal. Agora, texto segue para aprovação na Câmara dos Deputados.

A primeira versão do auxílio ultrapassou os R$ 300 bilhões de custo total e foi paga a cerca de 68 milhões de pessoas. Já o valor do novo benefício e a quantidade de parcelas será definida depois da aprovação da PEC no Congresso, por meio de medida provisória.

O texto-base foi aprovado por 62 votos a 14, em um primeiro momento da sessão. Depois, os senadores rejeitaram um destaque que sugeria a retirada do trecho que estipula um limite de R$ 44 bilhões fora do teto para gastos com o auxílio emergencial.

Governo Federal inclui trabalhadores da educação no grupo prioritário de vacinação contra a covid

/ Brasil

O governo Jair Bolsonaro informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ter incluído trabalhadores da área de educação na lista dos serviços essenciais e que vão fazer parte do grupo prioritário de vacinação contra Covid-19 no país. O documento foi encaminhado à Corte na noite de terça (2).

Em Nota Informativa, a Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, disse entender que o ambiente de escolas e universidades são potenciais na exposição à infecção por Covid.

”É importante promover a proteção dos trabalhadores da educação, principalmente em um contexto de retomada das atividades. No entanto, sua priorização não deve se dar em detrimento dos grupos de maior risco de agravar e morrer pela doença. Impende destacar ainda que os trabalhadores da educação que estiverem dentro de algumas das condições de risco agravantes da covid-19 serão priorizados nos respectivos grupos característicos”, destacou.

Acidente envolvendo dois veículos na BR-330, em Jequié, deixa três mortos e dois feridos

/ Jequié

Vítimas fatais ocupavam um carro Astra. Foto: Leitor/BMFrahm

Três pessoas morreram e duas ficaram feridas vítimas de um grave acidente de trânsito, ocorrido na tarde desta quinta-feira (4), na BR-330, perímetro urbano de Jequié.

Dois veículos de passeio, um Ford Focus , com placa de Jequié, e um Astra, com licenciamento de SP, colidiram lateralmente nas proximidades do Condomínio Alvorada, na saída de Jequié para Jitaúna.

De acordo com informações preliminares da polícia, as vítimas fatais ocupavam o carro Astra. Já os sobreviventes, que foram socorridos ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV com lesões graves por ambulâncias do SAMU ocupavam o Focus.

Ainda não há informações sobre as causas da batida. A identidade das vítimas fatais também não foi relevada até o fechamento desta matéria. Os cadáveres foram removidos por peritos do Departamento de Polícia Técnica e encaminhados ao IML.