Blog Marcos Frahm


Bahia registra 2.364 casos de Covid -19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.364 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 1.988 curados (+0,7%). Dos 292.019 casos confirmados desde o início da pandemia, 278.490 já são considerados curados e 7.348 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 416 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (28,75%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (6.289,18), Almadina (6.131,04), Itabuna (5.652,77), Madre de Deus (5.461,53), Dário Meira (5.051,35).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 574.286 casos descartados e 71.596 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (18).

Na Bahia, 24.568 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 49 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 6.181, representando uma letalidade de 2,12%. Dentre os óbitos, 55,91% ocorreram no sexo masculino e 44,09% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 53,07% corresponderam a parda, seguidos por branca com 16,74%, preta com 15,43%, amarela com 0,83%, indígena com 0,10% e não há informação em 13,83% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 74,47%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (76,08%).

Brasil pede mais tempo para decidir se entra em aliança internacional por vacina contra o vírus

/ Saúde

O governo federal informou nesta quinta-feira (17) ter pedido mais prazo para decidir se o Brasil fará parte da Covax Facility, uma iniciativa global para facilitar o acesso de países a vacinas contra Covid-19.O prazo divulgado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para que países informem se vão aderir à iniciativa termina nesta sexta-feira (18).

A Covax é uma espécie de aliança e consórcio entre países que visa garantir investimentos para pesquisa, produção e oferta equitativa de vacinas contra a Covid-19. Atualmente, a estratégia acompanha nove estudos clínicos de possíveis imunizantes. O compromisso prevê que, caso alguma delas tenha eficácia, haja o fornecimento de doses para pelo menos 20% da população de cada país vinculado à aliança.

A medida também tem apoio de recursos de instituições e doadores internacionais, o que visa ajudar países de menor renda, segundo a OMS. Em nota, a Secretaria de Comunicação do governo diz que ”estuda criteriosamente” a participação do Brasil na Covax Facility e que, ”assim como outros países, segue em tratativas junto à Aliança Global de Vacinação para a extensão do prazo”, para a adesão.

”Tal medida se faz necessária para obter mais informações sobre as condições para a aprovação regulatória, instrumento jurídico aplicável, vacinas em desenvolvimento, suas características de armazenamento e transporte logístico”, aponta. ”Essas definições são especialmente importantes em um país como o Brasil, de dimensões continentais.”

A Secom, no entanto, não informou quais os pontos em análise. A Folha de S.Paulo apurou que um desses fatores seria o possível custo da adesão, pelo fato do Brasil ser um dos países mais populosos -e a iniciativa prever a oferta de vacina para até 20%. Além disso, caso haja adesão, a ideia que os países façam investimentos iniciais até 9 de outubro. Isso ocorre porque a estratégia prevê a possibilidade de que fabricantes façam investimentos precoces na capacidade de produção, aumentando a chance de uma oferta mais rápida da vacina caso haja eficácia.

Na última semana, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já havia dito que o Brasil ainda estudava aderir ao programa. “Caso optemos pela adesão, o Brasil poderá ser o maior contribuinte”, disse o ministro. Atualmente, o Ministério da Saúde já possui um acordo que prevê a compra de 100 milhões de doses de uma vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford com a AstraZeneca –uma das nove vacinas cujo estudo clínico é acompanhado pela Covax.

Ainda não está claro se a medida poderia trazer uma interferência no acordo. A avaliação inicial de membros que acompanham o processo ouvidos pela Folha é que a adesão seria complementar, já que a iniciativa da Covax envolve também outras oito opções de vacinas, mas que a medida ainda precisa ser avaliada.

Especialistas indicam que reabertura das praias no litoral paulista aumentou casos da Covid-19

/ Saúde

Localizada no litoral de São Paulo, a Baixada Santista registrou aumento no número de casos da Covid-19 após a reabertura das praias. De acordo com informações do jornal Estado de S. Paulo, especialistas acreditam que o aumento se dá por causa da lotação das praias entre o último fim de semana de agosto e o feriadão de 7 de setembro.

A média diária de casos era de 149 na semana do dia 2 ao dia 8 de setembro. Entre 9 e 15 deste mês, subiu para 196, de acordo com os boletins divulgados pelas prefeituras das cidades litorâneas. O número médio de mortes diárias também subiu, de 5 para 8. Os últimos números apontam que a Baixada Santista contabiliza 52,3 mil casos do novo coronavírus, que resultaram em 1.892 mortes.

As cidades com mais casos são: Santos (19.089 casos e 596 óbitos), Guarujá (7.910 casos e 372 óbitos), Praia Grande (7.869 casos e 225 óbitos) e São Vicente (6.158 casos e 387 óbiyos). O estado de São Paulo registra 916.821 infecções e 33.472 mortes.

Segundo a Secretaria de Logística e Transportes do Estado, 2,5 milhões de carros estiveram nas rodovias estaduais para viajarem para o interior e para o litoral paulista. No último fim de semana de agosto, esse número foi 1,63% menor, sendo que tinha sido o mais movimentado da pandemia.

No entanto, Marco Vinholi, secretário estadual de Desenvolvimento Regional, afirma que é cedo para determinar que as praias foram o fator efetivo para o aumento de casos. ”Ainda se compararmos a quantidade de casos e internações dos dias anteriores com os dias posteriores ao feriado, teremos números absolutamente estáveis na região”, disse ele, ao Estadão.

Dólar sobe para R$ 5,37 e juros futuros têm alta com receio de rompimento do teto de gastos

/ Economia

Os juros futuros e o dólar tiveram forte alta nesta sexta-feira (18) com o receio de investidores quanto ao rompimento do teto de gastos e aumento de casos de coronavírus na Europa. A moeda americana terminou o pregão cotada a R$ 5,3750, alta de 2,73% em relação à véspera, e maior valor desde 1º de setembro, quando estava a R$ 5,39. O turismo está a R$ 5,67.

O Ibovespa cedeu 1,81%, a 98.289 pontos, menor patamar desde 7 de julho. O juro de dois anos foi de 3,83% na véspera para 4,12% nesta sexta. O de cinco anos foi de 6,52% para 6,85%.

O movimento é um reflexo da expectativa por taxas de juros maiores –juros futuros são taxas de juros esperadas pelo mercado nos próximos meses e anos com base na evolução dos indicadores econômicos atuais e são a principal referência para os juros de empréstimos que são liberados atualmente, mas cuja quitação ocorrerá no futuro.

Analistas apontam que o mercado vê mais risco de o governo furar o teto de gastos para financiar programas sociais. Na última quarta (16), Jair Bolsonaro (sem partido) autorizou o relator do Orçamento, senador Márcio Bittar (MDB-AC), a incluir na proposta orçamentária de 2021 a criação de um programa social com a mesma função do Renda Brasil, renegado pelo presidente.

”Todo o mundo está com medo que o presidente, lá na frente, acabe rompendo o teto de gastos e gaste para manter a popularidade. O risco fiscal aumentou”, diz Roberto Dumas, professor do Insper.

Com o Estado mais endividado e com atraso na agenda de reformas, o investidor cobra mais para financiá-lo pelo Tesouro Nacional, o que eleva os juros futuros. Na semana passada, o Tesouro fez o maior leilão de títulos prefixados da história, em termos de risco, uma megaoperação de 44,5 milhões de títulos públicos, sem colocação integral. Na véspera, o Tesouro vendeu apenas 18% das 500 mil LFT (Letra Financeira do Tesouro) ofertadas, cuja rentabilidade é atrelada à taxa básica de juros.

Segundo analistas, a baixa procura é decorrente da Selic na mínima histórica de 2% ao ano, o que reduz o retorno do papel. ”Mercado aumenta a aversão a risco nesta dificuldade do Estado de se financiar. O investidor quer um maior retorno para financiar o governo, o que aumenta os juros futuros e encarece a dívida”, diz Bruno Musa, sócio da Acqua Investimentos.

Na última quarta, o Banco Central avaliou que a inflação brasileira deve se elevar no curto prazo e sinalizou o fim de um ciclo de cortes na Selic. A taxa básica de juros é a maneira do BC controlar a inflação, que tem subido nos últimos meses.

Nesta sexta, a FGV (Fundação Getulio Vargas) divulgou prévias do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) e do IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), espécies de termômetros para a inflação, que sinalizam altas nos preços.

O IGP-M subiu 4,57% no segundo decêndio de setembro, ante 2,34% no mesmo período do mês anterior. Com este resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou de 12,58% para 18,20%.

Já o IPA subiu 6,36% no segundo decêndio de setembro, ante 3,15% no segundo decêndio de agosto. Na análise por estágios de processamento, os preços dos Bens Finais passaram de 0,96% em agosto para 2,89% em setembro. A maior contribuição para este resultado partiu do subgrupo alimentos processados, cuja taxa passou de 2,41% para 6,21%.

O real também é impactado pela expectativa negativa para as contas públicas. No pregão desta sexta, foi a moeda que mais perdeu valor no mundo. Além disso, no exterior, Bolsas fecharam em queda, com alta nos novos casos de Covid-19, puxadas por ações de tecnologia, em dia de grande volatilidade com vencimento de opções e contratos futuros de índices e ações.

Na quinta, a França registrou um recorde de 10.593 novos casos confirmados de Covid-19, maior número diário desde que a pandemia começou, enquanto discussões sobre um segundo lockdown circulavam no Reino Unido.

Na Espanha, o governo regional da capital Madri determinou um isolamento em algumas áreas mais pobres da cidade e seus arredores que abrigam cerca de 850 mil pessoas depois de uma disparada de infecções de coronavírus. O país tem 620 mil casos de coronavírus, o maior número da Europa Ocidental.

”Há risco de uma nova ordem de distanciamento social, revertendo a retomada da economia”, diz George Sales, professor do Ibmec. O índice Stoxx 600, que reúne as ações das maiores empresas da Europa, fechou em queda de 0,5%.

Nos Estados Unidos, o índice S&P 500 caiu 1,12%. Dow Jones cedeu 0,88% e Nasdaq, 1,07%. No Brasil, as ações da Cielo caíram 6,58%, a R$ 4,26, na maior queda do Ibovespa. A empresa se desvalorizou após o JP Morgan reduzir a expectativa para o papel de neutra para negativa.

Bahia registra 1.970 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.970 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 1.885 curados (+0,7%). Dos 289.655 casos confirmados desde o início da pandemia, 276.502 já são considerados curados e 7.021 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 416 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (28,80%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (6.250,00), Almadina (6.131,04), Itabuna (5.596,49), Madre de Deus (5.376,19), Dário Meira (5.051,35).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 568.886 casos descartados e 71.291 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (17).

Na Bahia, 24.790 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 47 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 6.132, representando uma letalidade de 2,12%. Dentre os óbitos, 55,89% ocorreram no sexo masculino e 44,11% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 52,92% corresponderam a parda, seguidos por branca com 16,72%, preta com 15,49%, amarela com 0,83%, indígena com 0,10% e não há informação em 13,94% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 74,54%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (76,09%).

Apoiada pelo prefeito Martinelli, Edione Agostinone é oficializada candidato do PP em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Giuliano Martinelli e Edione Agostinone em convenção. Foto: Rede social

A ex-secretária de Desenvolvimento Social de Jaguaquara, Edione Agostinone, teve sua candidatura à prefeitura oficializada em convenção realizada na noite desta quarta-feira (16), na quadra de esportes da Escola Municipal Vicenzo Gasbarre, no bairro São Jorge.

Prefeiturável pelo PP, em aliança com o PL e PDT, Agostinone terá como candidato a vice-prefeito da chapa governista o vereador Nei Cabeludo (PDT), e a confirmação da chapa reafirma o que á vinha sendo ventilado nos meios políticos.

Edione e Nei contam com o apoio do prefeito Giuliano Martinelli (PP), que esteve presente no evento partidário, que contou ainda com a presença do deputado estadual e candidato a prefeito de Jequié pela mesma legenda partidária, Zé Cocà. No ato, foram oficializados também os candidatos a vereador da coligação.

Em convenção com Antônio Brito, PSD oficializa candidatura de Raimundo em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Convenção do PSD ocorreu na Câmara Municipal. Foto: Divulgação

O PSD oficializou, nesta quarta (16), o presidente da Câmara de Jaguaquara, Raimundo Louzado,  como candidato à prefeitura do município. A convenção do partido ocorreu no plenário da Câmara, e contou com a presença do líder do partido na região, o deputado federal Antônio Brito, que esteve acompanhado do médico Fernando Vieira, que disputará as eleições em Jequié pela mesma legenda partidária.

Raimundo disputará a Prefeitura da maior cidade do Vale do Jiquiriçá pela segunda vez, já que exerceu o cargo de vice-prefeito após ser eleito em 2012 na condição de vice do atual prefeito, Giuliano Martinelli (PP), de quem hoje é adversário.

Raimundo terá como companheira de chapa a vereadora Sara Helem (Republicanos) e a dupla conta com o apoio do ex-prefeito Ademir Moreira, líder local do PSD. No evento, também foram oficializados os postulantes a vagas no Legislativo Municipal da coligação PSD, DEM, Republicanos e PCdoB.

Líder religioso Jair Tércio é considerado foragido, afirma Ministério Público da Bahia

/ Justiça

MP-BA deflagra operação contra Jair Tércio. Foto: BNews

O líder religioso Jair Tércio, denunciado por violência de gênero, é considerado foragido da Justiça após não ter sido encontrado durante operação do Ministério Público da Bahia em parceria com a Secretaria de Segurança Pública e Polícia Civil nos endereços, em Salvador, fornecidos pelo acusado.

A operação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (17) na capital baiana pelo MP-BA. O “guru” foi denunciado por violação sexual mediante fraude e estupro, por manter relação sexual com menor de 14 anos. Jair Tércio é um dos criadores da Fundação Organização Científica de Estudos Materiais, Naturais e Espirituais (Ocidemnte) e ex-grão-mestre da Grande Loja Maçônica da Bahia (Gleb).

Foram cumpridos também mandados de busca e apreensão em endereços nos quais o denunciado exercia suas atividades, com objetivo de conseguir novas provas.

A denúncia apresentada pelo MP se baseou em investigação que mostrou ”veementes indícios de cometimento de crimes de violência de gênero”. As apurações mostram que o investigado dizia-se um ”ser iluminado” e se inseria em ambientes sociais, onde fazia um trabalho preliminar, rotulado como “despertar do ser humano”. Depois de construir uma relação de confiança, ele submetia as vítimas a atos de violência sexual, moral e psicológica.

Em entrevista ao BNews durante coletiva de imprensa para detalhar o caso, a promotora Sara Gama, coordenadora da Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Copevid) do MP-BA, falou sobre a operação. ”Inicalmente oferecemos denúncia em relação a quatro pessoas que possivelmente foram vítimas de três tipos penais distintos, que foram violação sexual mediante fraude, lesão corporal por abuso a integridade mental e estupro de vulnerável, pois dessas vítimas, algumas eram menores de 14 anos quando aconteceram os casos”, disse.

Gama foi explicou que as denúncias aumentaram quando a imprensa divulgou informações sobre o caso: ”O contato inicial do MP-BA veio através do Conselho Nacional do Ministério Público, que nos trouxe 14 vítimas. A partir do momento em que a imprensa divulgou a situação do Jair Tércio de que ele poderia ter cometido esses crimes, temos hoje 21 vítimas. Todos os depoimentos iniciais que chegaram até nós através do CNMP foram ratificados aqui no MP-BA”.

O promotor Aroldo Almeida, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), afirmou ao BNews que novas denúncias podem surgir após análise de documentos encontrados hoje durante busca e apreensão.

”A operação hoje teve como alvo principal o mandado de prisão preventiva dele, mas não foi encontrado. Todavia também havia mandado de busca e apreensão deferido pela Justiça e foi feito na residência e na casa onde ele fazia toda a questão religiosa e filosófica dele. Claro que todos os documentos que foram encontrados serão analisados e serão juntados a esse processo caso se refiram a essas vítimas, e se forem sobre outras vítimas serão objeto de nova denúncia”, afirmou.

Segundo a promotora Márcia Teixeira, a grande maioria das vítimas foram responsáveis pelos pedidos de sigilo, por temor do acusado como de seus seguidores. ”Nove vítimas foram ouvidas por mim e seis testemunha que foram vítimas no passado mas os crimes já foram prescritos. Uma das vítimas tem 16 anos outra completou 18 esse ano. Ela vinha sofrendo violência desde os 12. Mais nove mulheres estão agendadas para serem ouvidas, no total são 21”, disse.

Caso condenado, o líder religioso pode pegar mais de 30 anos de prisão, avalia Almeida: ”Já teve a deflagração da denúncia. Agora é aguardar o juízo receber a denúncia para que a instrução processual se inciei possa haver, ao final disso, a condenação dele conforme pedido do MP. Somando todas as imputações na denúncia ele pode pegar acima 30 anos em caso de eventual condenação e dosimetria da pena pelo juiz”. Vale lembrar que essa previsão de pena se refere apenas às quatro vítimas da atual ação penal, podendo ser maior após processos relacionados às outras denunciantes.

Aulas em universidades de São Paulo serão retomadas dia 7 de outubro, garante prefeito

/ Política

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Foto: Reprodução /TV

As aulas nas universidades na cidade de São Paulo serão retomadas a partir de 7 de outubro. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) fez o anúncio nesta quinta-feira (17).

”Várias atividades foram retomadas aqui na cidade. Temos um protocolo feito pelo governo do estado de São Paulo para retomada das aulas do ensino superior, respeitando, claro, a autonomia de cada universidade, respeitada a proporção e a quantidade de alunos e o distanciamento social”, disse o prefeito, em coletiva de imprensa.

As atividades extracurriculares também foram autorizadas, para alunos de 0 a 17 anos sob responsabilidade do município, englobando toda a educação básica – da creche ao ensino médio. Com informações da CNN

”Se depender de mim, voltará”, diz ACM Neto sobre retorno das aulas em 2020

/ Política

Neto fala sobre volta às aulas em 2020. Foto: Dinaldo Silva

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou nesta quinta-feira (17), que se depender dele, a ano letivo na rede muncipal de ensino retomará as atividades ainda em 2020. As aulas estão suspensas devido à pandemia da covid-19. Para o prefeito, a decisão, no entanto, só poderá ser tomada após alinhamento com o governo do Estado.

”Tenho a expectativa de que a educação volte ainda esse ano. Muitos ficam naquela discussão se vai voltar ou não esse ano ainda. Se depender de mim, voltará. Não é uma decisão que cabe apenas à prefeitura. Vamos buscar o alinhamento com o governo, como tem acontecido nas principais decisões tomadas nesse processo da pandemia”, disse Neto, segundo o site bahia.ba.

Neto garantiu ainda que quando for anunciado o retorno das atividades escolares, a prefeitura fará a fiscalização rigorosa para o cumprimento dos protocolos de prevenção. Ele disse ainda que não há garantia de que a educação infantil retorne junto aos demais alunos.

”Já disse e vou repetir: voltaremos aos poucos, com regras bem rígidas e levando em consideração o que traz mais ou menos riscos. Não sei se a educação infantil volta esse ano, talvez não faça sentido. Temos todos os protocolos discutidos à respeito da educação. Quando voltar, começaremos com os estudantes mais maduros, de mais idade, que vão conseguir respeitar e cumprir os protocolos com menos riscos. Tudo está sendo tecnicamente discutido e não dá para falar em prazo ainda”, completou.

Professora é acusada de matar aluno após caso amoroso; vítima queria expor relação

/ Bahia

Um relacionamento amoroso, entre uma professora e um aluno, acabou em tragédia no povoado de Marreca, zona rural da cidade Capela do Alto Alegre (200 km de Salvador). A mulher foi presa na última terça-feira (15), acusada de assassinar o jovem de 22 anos com quem tinha tido uma relação amorosa. O caso foi divulgado pela Polícia Civil.

O crime aconteceu no mês de agosto, quando o corpo de Otacílio Júnior Souza Santos foi encontrado dentro de uma casa abandonada com golpes de arma branca no último dia 27. A motivação para o homicídio seria ameaças de Otacílio em expor o caso com a suspeita em redes sociais, de acordo com o titular da delegacia, Hidelbrando Alves.

A polícia, no entanto, em que unidade de ensino o casal havia se conhecido. Arquivos no celular da vítima contribuíram para a família reunir provas suficientes e elucidar o caso.

A suspeita está presa e à disposição da Justiça, a investigação segue para esclarecer se há envolvimento de outras pessoas no assassinato. As informações são do BNews

Covid-19: Brasil tem 134 mil mortes e 4,4 milhões de casos acumulados, diz Ministério da Saúde

/ Brasil

O Brasil chegou a 134.106 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram registrados 987 óbitos. A soma representa um aumento de 0,7% sobre ontem, quando os números traziam um total de 133.119 pessoas que perderam a vida para a covid-19. Ainda há 2.428 mortes em investigação.

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde divulgado na noite desta quarta-feira (16).

Ainda conforme a atualização, foram acrescidas às estatísticas 36.820 novos diagnósticos de covid-19, totalizando 4.419.083 pessoas infectadas desde o início da pandemia. O resultado marca um acréscimo de 0,8% em relação a ontem, quando o painel trazia 4.382.263 casos acumulados.

O sistema do Ministério da Saúde contabilizou ainda 564.665 pacientes em acompanhamento. Do total de infectados, 84,2% dos pacientes se recuperaram da covid-19, ou seja, 3.720.312 pessoas.

A letalidade (número de óbitos pelo total de casos) ficou em 3%. A mortalidade (número de mortes por 100 mil habitantes) está em 63,8. Já a incidência (total de casos por 100 mil habitantes) subiu para 2.102,9. Da Agência Brasil

Em jogo movimentado, Bahia perde para Corinthians e amplia jejum no Campeonato Brasileiro

/ Esporte

Gil marcou o 3º gol do Corinthians em lance polêmico. Foto: Estadão

O Bahia perdeu hoje (16) para o Corinthians por 3 a 2, em São Paulo, pela décima segunda rodada do Brasileirão, e soma oito jogos sem vencer na competição.

Com o resultado, o Esquadrão estacionou com nove pontos, e pode entrar na zona rebaixamento ao fim da rodada. O time comandado por Mano Menezes enfrenta o Athlético-PR, na Arena da Baixada, no dia 26 de setembro, às 19h.

Jequié: Reduções de gastos, exonerações, nomeações e adequações no primeiro expediente do prefeito interino

/ Jequié

Hassan assumiu interinamente a gestão. Foto: Emanuel Jr.

O novo primeiro dia de expediente do prefeito interino Hassan Iossef foi com as assinaturas de Decretos e Portarias que alteram a formação do quadro de ocupantes de cargos comissionados da Prefeitura de Jequié. Foram exonerados, Sibely da Silva Ribeiro, Secretária de Administração, Daniel Soares Moniz, Secretário de Infraestrutura. Vinícius de Castro Nogueira, Secretário de Serviços Públicos, Marcelo Pires da Silva, Secretário de Esportes e Lazer,  Luiza Galvão de Carvalho, Assessoria Especial do Gabinete, Luan de Melo Ribeiro, Oficial de Gabinete, Heleno Silva Souza, Assessor Técnico Especial do Gabinete, Rafael Pereira dos Santos, Diretor da Juventude, Esupério José Ferreira Neto, Diretor da Divisão de Estradas e Rodagens, Moara Moura Galvão, Diretora do Departamento de Meio Ambiente, Marcos Santos Passos, Diretor de Comunicação Social, Igor Menezes Chaves, Coordenador da Unidade Gestora de Projetos, Fábio Ferreira da Silva, Diretor de Serviços Públicos, Alysson Andrade de Oliveira, Secretário de Cultura e Turismo e Alice Costa da Silva, Secretária de Apoio da Controladoria Geral

No âmbito das nomeações Daniel Soares Moniz,  deixou o cargo de Secretário de Infraestrutura e retornou ao de Coordenador da Unidade Executora de Projetos, Vinícius de Castro Nogueira,  após ser  exonerado do cargo de Secretário de Diretor de Serviços Públicos, foi nomeado Diretor na mesma Secretaria. Alexandra Souza Silva, nomeada Secretária de Administração, Lucindo Tomaz Vasconcelos Menezes, Secretário de Infraestrutura, responderá também pelo expediente da  Secretaria de Serviços Públicos; Matheus Roberto Oliveira Macedo, foi nomeado Secretário de Cultura e Turismo e responderá pelo expediente da  Secretaria de Esporte e Lazer, enquanto Leonardo Couto Vieira, assume o cargo de Secretario de Apoio da Controladoria Geral.

Foi também assinado o Decreto nº 20.793, em sua emenda  estabelece medidas de controle e redução da despesa com pessoal e outros gastos de custeio, no âmbito da Administração Pública Municipal, conforme as medidas abaixo:

Art. 1º – Fica determinado aos responsáveis pelas secretarias municipais tomar as medidas legais cabíveis no sentido de reduzir no percentual de 25% (vinte e cinco por cento), no período de 01 de julho a 31 de dezembro de 2020, exclusivamente, o subsídio do Prefeito e do Vice-Prefeito;

Art. 2º Ficam suspensos até 31 de dezembro de 2020: I – Afastamento de servidores para estudos ou cursos, com ônus para o Município; II – Afastamento ou disponibilidade de servidores para Órgãos Federais, Estaduais ou municipais, sendo concedido somente em caráter excepcional, desde que não gere novas nomeações, contratações ou convocações; III – Realização de serviço em caráter extraordinário e que gere gastos com hora-extra, com exceção aos servidores da Secretaria da Saúde, Secretaria de Serviços Públicos, Secretaria de Infraestrutura e Guarda Municipal, sendo concedido somente em caráter excepcional, quando: a) Prévia e formalmente solicitada pelo Gestor responsável da pasta; b) Com a motivação da necessidade; c) Após autorização expressa do Prefeito Municipal. V – Pagamento de RTI e CET, sendo concedido ou mantido somente em caráter excepcional, quando acompanhada da devida motivação e após autorização do prefeito municipal: IV – Concessão de novas: a) Gratificações para prestação de qualquer serviço extraordinário, quando não expressamente autorizada pelo Prefeito Municipal; b) Licença para tratar de interesse particular, quando implicarem de nomeações para substituições; c) Diárias e passagens, exceto em caráter excepcional e previamente autorizada pelo Prefeito Municipal.

Art. 3º – Fica determinada a redução de 30% (trinta por cento) do consumo de combustível por todos os Órgãos Públicos Municipais, a exceção da Secretaria Municipal de Saúde quando comprovada a necessidade do gasto para as ações de enfrentamento da pandemia do COVID-19.

Art. 4° – Deverá ser criada a Central de Veículos que deverá ser gerida e regulamentada pela Secretária de Administração no sentido de reduzir 30% (trinta por cento) do contrato de carros alugados.

Art. 5º – Os Secretários Municipais não poderão promover novas despesas sem uma ampla discussão com o setor administrativo e financeiro do município, visando a real necessidade do gasto e a estrutura do fluxo financeiro na absorção do compromisso.

Art. 6º – Fica terminantemente proibida aos Secretários Municipais assunção de novos compromissos sem a respectiva cobertura financeira para quitação dos mesmos, bem como a comprovação da extrema necessidade do bem adquirido ou serviço contratado.

Art. 7º – Ficam suspensas  as despesas com hospedagem e alimentação, executando-se casos excepcionais de extrema necessidade para os serviços do município. *Do Jequié Repórter