Educação: Governador Jerônimo rebate ACM Neto, que o criticou após fala sobre aprovação em massa nas escolas

Foto: Feijão Almeida/GOVBA

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), rebateu o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB) e explicou a polêmica declaração sobre à aprovação em massa de alunos na rede estadual de ensino. O gestor esclareceu que não é defensor da passagem de alunos e uma série para a outra de forma indiscriminada, mas pontuou que é importante garantir a progressão aos alunos realmente dedicados.

”Não estou falando de aprovação em massa, mas que a escola tem que aprovar aquele menino e menina que se dedica, vai o ano inteiro na escola e, no final do ano, a nota vermelha está lá e ele ouve que vai ter que fazer tudo de novo; é uma disciplina, é duas, tem outra saída? Se tiver nesse aspecto a gente modifica”, afirmou Jerônimo, durante o lançamento da Revista Nova Bahia, na terça-feira (20), na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

Na ocasião, o governador esclareceu que está aberto a ajustar o conteúdo da Portaria 190, criticada por professores e opositores na segunda (19). ACM teria condenado a declaração de Jerônimo. ”Imagina só que coisa absurda esse vídeo. Confesso a vocês que se eu não tivesse assistido, se alguém só tivesse me falado, eu não acreditaria. O governador fala diversas vezes em autoritarismo e desrespeito. Posição autoritária está sendo a do governador Jerônimo Rodrigues. Não só autoritária, mas desrespeitosa com as escolas, com todas as pessoas que trabalham nas escolas, professores, com os alunos e seus familiares”, disse Neto. Rodrigues rebateu: ”O ex-prefeito de Salvador não sabe o que é uma escola pública. A escola pública quando reprova, reprova pobre, os negros”.

Itiruçu: Profissionais da educação vão às ruas da cidade em ato de protesto por piso salarial e valorização da classe

Vestindo preto, professores saíram as ruas de Itiruçu. Foto: APLB//Sindicato

Professores da rede pública municipal de Itiruçu saíram as ruas da cidade nesta quarta-feira (21) em forma de protesto contra a gestão local, cobrando o cumprimento do piso salarial da categoria. De acordo com a líder da APLB Sindicato, Luciana Brandão, os profissionais da Educação cobram o pagamento do piso desde 2023, quando foram realizadas assembleias, mas a gestão não teria proposto reajuste.

Ainda de acordo com Luciana, os professores ainda aguardam um posicionamento da Prefeitura, que teria sido informada em dezembro do ano passado que, o não pagamento do piso implicaria na ausência dos profissionais na Jornada Pedagógica em 2024. ”Nós estamos solicitando o reajuste do piso, que é lei federal, desde 2023. Fizemos assembleias, propomos mesa permanecente de negociação, registramos em ata e, no entanto, não obtivemos êxito. A gestão só propôs reajuste zero e assim permaneceu. Aguardamos esse ano, em janeiro, para uma negociação, de um retroativo, qual seria o percentual, mas também não obtivemos êxito. No dia 25 de janeiro encaminhamos um ofício, até hoje sem resposta, depois fizemos uma assembleia no 07 de fevereiro e ficou decidido por uma jornada de luta e essa jornada está acontecendo também em outros municípios. É do plano de trabalho da APLB regional”, explicou a presidente da entidade, tendo revelado que após a mobilização desta quarta-feira a Prefeitura se manifestou, com a proposta de reajuste no percentual de 3,62%, referente a 2024.

Ela disse ainda que a categoria mantém a decisão de não participar das atividades da Jornada Pedagógica, evento que ainda irá ser realizado em Itiruçu. Vale ressaltar que, ao longo das manifestações, as alegações da Prefeitura, segundo informações apuradas são de que o município não teria condições financeiras para atender as reivindicações. Além disso, eles cobram o pagamento dos precatórios do FUNDEB.

 

Trânsito: Erosão na pista após fortes chuvas provoca interdição parcial da Rodovia BA-130, entre os municípios de Ibicuí e Poções

Rodovia ficoi parcialmente interditada com erosão. Foto: Divulgação/PRE

A Rodovia BA-130, no trecho entre os municípios de Ibicuí e Poções, no Sudoeste baiano, está parcialmente interditada a partir desta quarta-feira (21) em razão de uma erosão no pavimento provocada pelas fortes chuvas que atingem a região desde a noite de terça-feira (20).

De acordo com informações do Comando da Companhia Independente de Policiamento Rodoviário (CIPRv Itabuna) uma equipe foi enviada ao local na tarde de hoje para sinalização do trecho, com o acompanhamento de prepostos da Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia, que avaliam a situação.

Jequié: Fortes chuvas deixam população apreensiva nas localidades de Cachoeirinha e Baixa do Bomfim nas últimas 24h

As fortes chuvas que caíram nas últimas 24 horas em Jequié, provocaram sérios transtornos para moradores das localidades de Cachoeirinha e Baixa do Bonfim, áreas que foram alagadas em razão do volume de água. Na Cachoeirinha, por exemplo, foram afetadas, cujas imagens de casas inundadas circulam nas redes sociais.

Segundo uma publicação no site oficial da Prefeitura de Jequié, na manhã desta quarta-feira, dezenas de profissionais e trabalhadores da força-tarefa criada para atender aos locais atingidos, com o apoio de retroescavadeiras, tratores, caçambas, bombas de drenagem, entre outros equipamentos começaram a atuar para garantir a limpeza e desobstrução das vias públicas.

A Defesa Civil registrou pontos de alagamento nas localidades do Residencial Cachoeirinha, no bairro Cachoeirinha; na comunidade do Pau Ferro, no Jequiezinho; no Conjunto Habitacional URBIS IV, bairro Espírito Santo; e bairro Pompílio Sampaio, onde houve o registro de uma família desabrigada. Ainda segundo a nota da gestão municipal, não houve registro de casas desabadas.

A Secretaria de Desenvolvimento Social iniciou a coleta de dados dos moradores para o encaminhamento do apoio social, seja o aluguel social, ou a distribuição de cestas básicas e, ainda, abrigamento, caso haja necessidade.

 

 

Jequié: Chesf anuncia aumento da vazão no Reservatório da Pedra, após registro de fortes chuvas na região

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco emitiu comunicado sobre a Barragem da Pedra

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) informou, nesta quarta-feira (21), que o reservatório da Barragem da Pedra, em Jequié, registrou, na terça-feira (20) uma afluência da ordem de 270 m3 /s e alcançou às 06h00 de hoje, 21/02/2024, a cota 222,61 m, com um armazenamento correspondente a 62,38 % do volume útil (V.U), sendo a curva de volume de espera estabelecida para o período 64%.

”Tendo em vista a previsão de chuvas na bacia para os próximos dias e visando a manutenção de volume vazio para controle de cheia, as defluências do Reservatório da Pedra serão elevadas, gradualmente, com abertura de comporta, para o valor 400 m³/s, a partir da data de hoje, conforme programação a seguir, devendo permanecer neste valor até nova avaliação.

Desta forma, segue programação de defluência média diária do referido reservatório: Data Defluência da Pedra (m³/s) 21/02/2024 (quarta-feira) 100 22/02/2024 (quinta-feira) 180 23/02/2024 (sexta-feira) 400 Informamos que a vazão de restrição do Vale é de 800 m³/s.

A situação hidrológica está sendo permanentemente avaliada, podendo haver alterações nos valores ora praticados em função da evolução das chuvas e vazões na Bacia do Rio de Contas. A programação de defluências da UHE Pedra também será informada através de mensagem SMS Para recebê-la é necessário realizar cadastro enviando SMS com a palavra PEDRA para o número 27569”, diz a Chesf.

BR-116: Caminhão Ford Cargo roubado há quase 10 anos é recuperado pela Polícia Rodoviária no trecho de Jequié

O veículo apreendido e o motorista foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil. Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na noite desta segunda-feira (19), em Jequié (BA), um caminhão Ford/Cargo que havia sido roubado no ano de 2014, na cidade de São Paulo.

Por volta das 19h20, equipe da PRF realizava fiscalização em frente a unidade operacional (Km 677 da BR 116), quando foi dada ordem de parada ao caminhão basculante, conduzido por um homem de 51 anos. Inicialmente, foram solicitados os documentos de porte obrigatório, foi quando os PRFs fizeram uma verificação no caminhão trator e foram encontrados indícios de adulterações nos elementos identificadores.

Com técnicas de análise criminal em fraude veicular, os agentes perceberam que se tratava de um clone, pois o veículo original, placas de São Paulo, possuía ocorrência de roubo conforme registro efetuado em outubro/2014. Para não levantar suspeitas e tentar ludibriar fiscalizações da polícia, as placas originais foram trocadas por outras de um caminhão com características semelhantes.

Questionado, o condutor informou que não tinha conhecimento das irregularidades. Acrescentou ainda que é apenas funcionário da empresa proprietária do caminhão. O veículo apreendido e o motorista foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Jequié (BA), para formalização dos procedimentos cabíveis.

Dentista de 30 anos acusado de homicídio é preso pela Polícia Civil na Boca do Rio, em Salvador, diz reportagem

A Polícia Civil da Bahia prendeu, na manhã de terça-feira (20), um dentista acusado de homicídio. O homem, de 30 anos, foi localizado no bairro da Boca do Rio, em Salvador, por uma equipe da 14ª Coordenadoria Regional do Interior (Coorpin/Irecê), em conjunto com a Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati/Chapada) e a Cati/Sede.

O cumprimento do mandado de prisão preventiva aconteceu após policiais à paisana acompanharem o suspeito. O crime ocorreu em novembro de 2023, na cidade de Presidente Dutra, quando o dentista teria entregado a quantia de R$ 100 para que a vítima comprasse drogas.

Diante do não cumprimento do acordo, o dentista ameaçou o rapaz e, posteriormente, contratou um conhecido para levá-lo até ele. Ao se encontrar com a vítima, o autor efetuou um disparo fatal. Após a investigação e coleta de provas, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito, que, então, fugiu da região. A ação policial que resultou na prisão do dentista foi resultado de meses de investigação e esforços das equipes policiais.

O acusado, que estava foragido desde o crime, foi encaminhado à delegacia e passou por exames de lesões corporais. Posteriormente ele será encaminhado ao sistema prisional, e está à disposição do Poder Judiciário. As informações são do site Bahia Notícias

Educação: Escolas estaduais terão R$ 410 milhões destinados para a alimentação escolar, em 2024, diz o Governo

Governo destaca reforço na alimentação escolar. Foto: Pedro Moraes

O reforço na alimentação escolar tem sido uma prioridade do Governo da Bahia. Tanto é que o Estado irá destinar, neste ano letivo, R$ R$ 318 milhões do seu orçamento para o Programa de Alimentação Escolar. Por meio desta iniciativa, são ofertadas 30 milhões de refeições, por mês, em 1.082 escolas estaduais e 674 anexos. Diariamente, são servidas cinco alimentações, desde o café da manhã até a ceia, para garantir a segurança alimentar dos estudantes, bem como contribuir para a aprendizagem e a sua permanência na escola.

Outros R$ 92 milhões são oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do Governo Federal. No somatório, a Bahia terá, em 2024, R$ 410 milhões para este fim. Executado pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), o Programa Alimentação Escolar visa contribuir para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de hábitos alimentares saudáveis. A ação se dá em parceria com a Agricultura Familiar e o cardápio regionalizado, feito por nutricionistas, considera as diferentes culturas nos 27 Territórios de Identidade da Bahia.

Por decisão do Governo do Estado, a partir deste ano, 100% do valor repassado pelo Pnae deve ser investido na compra direta de produtos da Agricultura Familiar. Isso representa um avanço em relação à lei nacional, que prevê que, pelo menos, 30% dos recursos deste programa sejam utilizados na Agricultura Familiar.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da SEC, Ricardo Costa, destaca que a alimentação escolar é um dos pilares para o fortalecimento da Educação e funciona como um instrumento de apoio aos alunos para a sua permanência na escola, levando-se em conta que 60% desse público se encontram em vulnerabilidade social: “o nosso programa apresenta dois vieses extremamente importantes: o primeiro é o de garantir alimentação saudável para nossos estudantes com até cinco ofertas de refeições/dia e, como segundo aspecto, não menos significativo, a manutenção do nosso estudante em sala de aula, evitando a evasão escolar”.

Diante deste cenário, ainda conforme o gestor, o Governo do Estado não tem poupado esforços visando garantir o investimento necessário para tornar realidade essa política: ”contamos com um corpo de profissionais em Nutrição preocupados em promover um cardápio mais regionalizado possível, a fim de que esteja garantida a cultura, o gosto e os sabores locais”.

Segurança nutricional

A aquisição de alimentos da Agricultura Familiar é um fator importante para a segurança nutricional da alimentação escolar, pois garante uma nutrição adequada e contribui para movimentar as cadeias produtivas e a economia em toda a Bahia. ”Temos como grandes aliados os produtos da Agricultura Familiar, que são gêneros da terra, ali cultivados e comercializados, que, por sua vez, trazem a força do homem do campo para dentro das nossas unidades escolares. Alimentação escolar é e será uma grande força de transformação social no nosso Estado”, ressalta Ricardo Costa. Para que os estudantes recebam uma alimentação de qualidade e balanceada em valores nutricionais, a SEC, além de contar com uma equipe de nutricionistas, realiza, durante todo o ano, a capacitação das merendeiras e da equipe técnica envolvida com o preparo das refeições, seguindo as recomendações do Pnae.

União dos Municípios da Bahia lança nomes em chapa oposicionista em eleição da CNM; grupo quer contrapor ”dinastia”

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Quinho (PSD), se integrou na chapa “CNM RenovAÇÃO”, que concorre nas eleições para a Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O pleito está marcado para o dia 1° de março. A composição que tem apoio da UPB lançou como candidato a presidente o mineiro Julvan Lacerda, ex-prefeito de Moema (MG).

Segundo Quinho – também prefeito de Belo Campo, no Sudoeste baiano – a candidatura visa contrapor uma ”dinastia”. Desde 1997, a CNM é comandada pelo atual presidente, o gaúcho Paulo Ziulkoski. A chapa de oposição argumenta que a CNM precisa ser oxigenada com alternância de poder e maior participação dos gestores.

Além de Quinho, que concorre a 1° vice-presidente, a UPB ainda tem na chapa a prefeita de Wanderley, no Oeste, Fernanda Sá Teles, como 3ª Secretária; os prefeitos Léo de Gandu, no Baixo Sul; e Wekisley Teixeira, de Encruzilhada, no Sudoeste, no conselho fiscal; e a prefeita de Ibirataia, no Sudoeste, Ana Cléia, como presidente do Movimento das Mulheres Municipalistas.

Segundo a UPB, em uma corrida contra o tempo, o movimento reuniu associações municipalistas de 12 estados e recolheu mais de 1,4 mil assinaturas de apoio de prefeitos e prefeitas de todo Brasil. São quase 500 a mais do que o necessário para inscrever a chapa.

”É preciso recuperar a capacidade de diálogo da CNM. Manteremos firme a independência dos poderes, mas atuaremos com maior representatividade para incluir os municípios no centro dos debates e das decisões sobre o desenvolvimento do Brasil”, afirma o presidente da UPB.

Segundo a UPB, em uma corrida contra o tempo, o movimento reuniu associações municipalistas de 12 estados e recolheu mais de 1,4 mil assinaturas de apoio de prefeitos e prefeitas de todo Brasil. São quase 500 a mais do que o necessário para inscrever a chapa.

”É preciso recuperar a capacidade de diálogo da CNM. Manteremos firme a independência dos poderes, mas atuaremos com maior representatividade para incluir os municípios no centro dos debates e das decisões sobre o desenvolvimento do Brasil”, afirma o presidente da UPB.

Moraes nega pedido de Bolsonaro para não comparecer a interrogatório, sobre o caso que apura suposta organização criminosa

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes negou, nesta terça-feira (20), pedido da defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro para que ele fosse dispensado de comparecer à Polícia Federal (PF), em interrogatório sobre o caso que apura a formação de uma suposta organização criminosa para elaborar um golpe de Estado. O interrogatório está marcado para a próxima quinta-feira (22).

Nessa segunda-feira (19), o magistrado já havia negado o pedido da defesa do ex-presidente por um adiamento da oitiva. A alegação era de que os advogados de Bolsonaro não tinham tido acesso integral ao processo. O argumento havia sido rebatido pelo ministro, que negou tal obstrução aos autos.

O pedido negado hoje, segundo Moraes, não trouxe nenhum novo argumento. ”A defesa tem conhecimento da SV [Súmula Vinculante] do STF e da jurisprudência pacificada em relação à colaboração premiada, porém insiste nos mesmos argumentos já rejeitados em decisão anterior, onde ficou absolutamente claro que o investigado teve acesso integral a todas as diligências efetivadas e provas juntadas aos autos e que não há motivos para qualquer adiamento do depoimento marcado pela Polícia Federal para o dia 22 de fevereiro próximo”.

Bolsonaro é um dos alvos na Operação Tempus Veritatis, deflagrada há quase duas semanas pela PF. Ele teve o passaporte apreendido e foi proibido de se comunicar com os demais investigados. Segundo a PF, o grupo investigado é suspeito de tentar ”viabilizar e legitimar uma intervenção militar” no Brasil.

Fabrício Falcão pode ter assinatura ”emprestada” para disputa de vaga no Tribunal e apoio de deputado do Republicanos

Deputado estadual Fabrício Falcão. Foto: Carine Andrade / Bahia Notícias

A corrida pela vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) tem movimentado as articulações políticas da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Entre os envolvidos, o deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB) tem reforçado o desejo de concorrer e pode até recorrer à bancada de oposição para conseguir as 13 assinaturas necessárias para se inscrever.

No início do processo de discussão para a indicação do nome, Falcão teria indicado a interlocutores que não aceitaria a sessão das assinaturas. O movimento teria sido ajustado por Marcelo Nilo (Republicanos), que teria o desejo de ”enfraquecer” a candidatura de Paulo Rangel (PT), “pulverizando” os votos da base governista na AL-BA, gerando um cenário mais favorável para uma candidatura de oposição. Recentemente, informações chegadas ao BN revelaram um encontro entre Nilo, Falcão e o líder da oposição, deputado Alan Sanches (União) para fechar a ”contabilididade” das assinaturas.

Entre os nomes buscados por Falcão estariam o de Samuel Jr. (Republicanos), integrante da oposição, que teria garantido a assinatura. Outros parlamentares também estariam dispostos a terem assinaturas “cedidas” para endossar a candidatura de Falcão. Mesmo assim, ao Bahia Notícias, alguns interlocutores da bancada de oposição sinalizaram que o acordo ficaria preso, apenas, as assinaturas, sem vínculo ao voto para conselheiro.

Ainda coletando assinaturas para firmar sua candidatura para a vaga de conselheiro do TCM, Fabrício Falcão tem buscado alternativas para conseguir disputar o posto. O parlamentar reforçou o pedido para que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa realize a inscrição, como estabelece o regimento interno. Falcão ressaltou saber que “não irá ganhar”, pois, segundo ele, ”existe um consenso” dentro da AL-BA.

Já dentro da base governista, existem dois entendimentos: o voto em Paulo Rangel e a busca dos motivos para Falcão insistir na candidatura. O questionamento interno ficaria pela ”exposição” de Fabrício em levar adiante “uma candidatura sem viabilidade”, apesar da compreensão do ”direito legítimo” de disputar a vaga, mesmo sem contar com o apoio das principais lideranças políticas do estado.

O GOVERNO VAI VETAR?

”Não há nenhuma movimentação do governo nesse sentido”. Foi o que disse o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT), acerca dos rumores sobre uma possível movimentação do núcleo aliado ao governador Jerônimo Rodrigues (PT) na Casa para barrar a inscrição de Fabrício Falcão (PCdoB), na disputa pela cadeira vaga no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). As informações são do site Bahia Notícias

Presidente do Senado, Pacheco cobra retratação do presidente Lula por comparar guerra em Gaza com Holocausto

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), cobrou nesta terça-feira (20) uma retratação do presidente Lula (PT) pela comparação entre a situação dos palestinos na Faixa de Gaza com a de judeus durante o Holocausto. ”Ainda que a reação feita pelo governo de Israel venha a ser considerada desproporcional, excessiva, violenta, indiscriminada, não há como estabelecer um comparativo com a perseguição sofrida pelo povo judeu no nazismo”, disse Pacheco.

”Estamos certos de que essa fala equivocada não representa o verdadeiro propósito do presidente Lula, que é um líder global conhecido por estabelecer diálogos e pontes entre as nações, motivo pelo qual entendemos que uma retratação dessa fala seria adequada, pois o foco das lideranças mundiais deve estar na resolução do conflito entre Israel e Palestina”.

A declaração de Pacheco ocorreu no plenário do Senado, durante a sessão desta terça. O senador afirmou que a ação de Israel deve ser analisada pelas”instâncias próprias, da comunidade internacional, como a Corte Internacional de Justiça da ONU”. ”Não podemos compactuar com as afirmações que compararam a ação militar que está ocorrendo na região neste momento com o Holocausto, o genocídio contra o povo judeu perpetrado pelo regime nazista na Segunda Guerra Mundial”.

Após a fala de Pacheco, o senador Omar Aziz (PSD-AM) saiu em defesa de Lula e pediu para que Pacheco tipificasse o que está acontecendo na Faixa de Gaza, com a morte de 30 mil inocentes. O senador afirmou que Pacheco entrou em um assunto sobre o qual a Casa ”tem se mantido calada”. ”Vossa excelência poderia me tipificar o que está acontecendo lá, com a morte de 10 mil crianças e mulheres, e até agora, quantos terroristas do Hamas —porque são terroristas— foram mortos ou presos pelo Estado de Israel?”, questionou Aziz.

”Não tem que se comparar, realmente, com o Holocausto, é impossível. O presidente Lula nunca abraçou deputada nazista neta de ministro. E a direita quietinha”, completou o senador, que é filho de palestino. Em 2021, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), fora da agenda, se encontrou com uma das líderes da ultradireita alemã, a deputada Beatrix von Storch, neta de Lutz Graf Schwerin von Krosigk, ministro das Finanças na Alemanha nazista.

Após ser instada por Aziz, Pacheco afirmou que não quis repreender Lula. ”Não há de minha parte nenhum tom de polemização tampouco de reprimenda ao presidente da República. É apenas uma conclamação na busca de pacificação e de reconhecimento na parte em que há comparação de qualquer acontecimento desta natureza com o holocausto do povo judeu. É algo absolutamente indevido e impróprio e que mereceria um pedido de retratação e de desculpas”.

*por Matheus Teixeira/Thaísa Oliveira/Folhapress

Zé Cocá admite pré-candidatura do irmão a prefeito nas eleições 2024 em Lafaiete Coutinho; ”se for da vontade de Deus, será candidato”

Zé Cocá liderou articula pré-candidatura do irmão. Foto: Blog do Marcos Frahm

Ter sido prefeito de Lafaiete Coutinho por dois mandatos, inclusive com candidatura única na reeleição, presidente dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia, presidente da UPB, deputado estadual e agora prefeito de Jequié parece não ser o suficiente para Zé Cocá (PP), que definiu como prioridade reconstruir o papel de liderança do município que o projetou no cenário político.

Mesmo governando a Cidade Sol com alta popularidade, Cocá tem se dividido entre as articulações para sua pré-candidatura à reeleição e reconstrução do grupo político que lhe representa na vizinha cidade. Uma reunião em Lafaiete, na última segunda-feira (19) explicitou o que já vinha sendo desenhado nos bastidores: uma eventual candidatura familiar, a do seu irmão, o agricultor Flávio Brandão, o Binho. No encontro que reuniu 06 dos 09 vereadores, além do atual vice-prefeito Hélio Romão e outras lideranças locais, Cocá bateu o martelo e decidiu pelo nome do irmão, que estava presente na reunião.

Ao participar da abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores de Jequié, na noite desta terça-feira (20) Zé admitiu que, Binho, apesar de neófito na política, será o seu representante na disputa sucessória em Lafaiete. ”É um projeto que não é de Zé Cocá, é de Lafaiete Coutinho.  Se o povo achou Zé Cocá bom, Binho será melhor. É um cara de minha extrema confiança, um irmão, um pai, amigo seríssimo que quando eu errava me chama, sempre me guardando e se for da vontade de Deus ele será pré-candidato’’, disse ao Blog do Marcos Frahm, tendo revelado que o irmão é filiado ao Progressistas.

Questionado sobre a relação com o atual prefeito, João Velho (PP), que exerce o segundo mandato, com quem rompeu nas eleições estudais de 2022, Cocá afirmou que voltou a conversar com João e que dialoga também com o vereador Vaval (PP), este que sonha em ser o candidato do prefeito, que ainda não definiu qual nome apoiará e essa aproximação com o parlamentar de relação próxima com o chefe do Executivo contribui para aumentar os rumores em torno de uma chapa com nomes indicados por Zé e João, já que a oposição já tem definição sobre cabeça de chapa, o ex-vereador Horlando Cardoso (PSD), aliado do deputado Antonio Brito (PSD) e o vice também deverá sair de lá, da ala oposicionista.

Chuva forte voltou a causar alagamentos em Jaguaquara e outros municípios do Vale do Jiquiriçá; previsão é de mais chuva

Chuva voltou a causar alagamentos em Jaguaquara. Foto: Blog do Marcos Frahm

A chuva forte que atingiu a Bahia foi registrada em todo o território do Vale do Jiquiriçá, nesta terça-feira (20), provocando alagamentos em vários municípios, a exemplo de Jaguaquara, apesar de não ter provocados grandes estragos como na vizinha cidade de Apuarema.

A previsão para os próximos é de sol com algumas nuvens e chuva a qualquer hora na região do Vale, que desde janeiro vem registrando precipitações em vários municípios. Em Ubaíra e  Cravolândia, por exemplo, a tempestade no domingo e segunda-feira deixou um reflexo de danos por diversos pontos.

Um total de 3.811 pessoas estão desalojadas em toda a Bahia em decorrência das fortes chuvas que atingem o estado desde janeiro, é o que aponta o balanço mais recente da Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec). Em quase dois meses, seis pessoas morreram vítimas das consequências das chuvas.