Prefeitura de Jequié discute protocolos de saúde com setor artístico, bares, restaurantes e similares

/ Jequié

Evento contou com a presença e secretários. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, promoveu, nesta sexta-feira, na sede da Secretaria de Saúde, uma reunião para discutir os protocolos de saúde de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Estiveram na ocasião, a secretária de Saúde, Polliana Leandro; o secretário de Cultura e Turismo, Domingos Aílton; a diretora da Vigilância Epidemiológica, Francielle Cardoso Ribeiro; a representante do Núcleo de Ações Estratégicas para Controle do Coronavírus (NAESC), Thalita Lima da Silva; o vereador, Josiel Cavalcante, o Ziel; o presidente da Associação Cultural de Jequié, Enzo Emerson; equipe técnica da Secretaria de Cultura e Turismo; além de empresários do setor de bares, restaurantes e, ainda, diversos músicos locais.

Durante o encontro foi apresentado pela secretária de Saúde, Polliana Leandro e demais membros da equipe técnica, o índice crescente de Coronavírus em Jequié, alertando sobre os desafios para a diminuição do número de casos de contaminação e óbitos no município. Intermediados pela Secretaria de Cultura e Turismo, empresários do setor de bares e os representantes dos músicos, da cidade, relataram as dificuldades econômicas enfrentadas desde o início da pandemia e apresentaram algumas propostas com vistas à autorização para apresentações de música ao vivo, com voz e violão, de artistas individuais, nos estabelecimentos.

Participantes apelaram à autorização para som ao vivo nos bares

”Um dos nossos papéis é trazer as demandas dos segmentos da sociedade que são representados pela Secretaria de Cultura e Turismo, então, viemos acompanhar os músicos e empresários que vivem da música, na noite jequieense, que estão atravessando este momento delicado e tentar dialogar para a possibilidade de uma adaptação das apresentações de voz e violão nos bares, aproveitando a presença dos músicos, que são influenciadores sociais, para conscientizar à população sobre a Covid-19 e eles voltarem a trabalhar, propiciando renda.”, disse o secretário de Cultura e Turismo, Domingos Ailton.

”Entendemos perfeitamente que todos, principalmente o setor artístico, foram atingidos pela pandemia. O que temos feito, a partir dos protocolos de saúde que vêm sendo executados, é seguir orientações técnicas do Ministério da Saúde e as portarias da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia que indicam que busquemos evitar aglomeração, mantermos o distanciamento e o uso da máscara e álcool em gel para higienização das mãos. Num ambiente ao ar livre, público, os cuidados devem ser redobrados, mas a reivindicação do setor é válida e representa uma imensa categoria de profissionais. Deveremos ter algumas reuniões com o Núcleo de Ações Estratégicas para Controle do Coronavírus (NAESC) para analisar o que pode ser feito, sem se descuidar da prevenção contra a pandemia.”, afirmou a secretária de Saúde, Polliana Leandro.

Os comentários estão fechados.