Jequié: Câmara nega pedido de suplementação do prefeito por considerar pleito sem cabimento

/ Jequié

Presidente Tinho conduz sessão extraordinária. Foto: Emanuel Jr.

A Câmara Municipal de Jequié negou, por unanimidade, autorização ao pedido do prefeito Sérgio da Gameleira de abertura de créditos adicionais, através do Projeto de Lei 006/2020. A votação ocorreu nesta quarta-feira, em Sessão Extraordinária, convocada, a pedido do Executivo, pelo presidente Emanuel Campos – Tinho.

A justificativa dos vereadores é simples: No início deste ano, fora concedido um crédito adicional de 10%, que representa R$59.568.900,00 (cinquenta e nove milhões quinhentos e sessenta e oito mil e novecentos reais) e desse valor, a atual gestão suplementou R$28.495.937,61 (vinte e oito milhões quatrocentos e noventa e cinco mil novecentos e trinta e sete mil e sessenta e um centavos), restando, portanto, um saldo de R$31.072.962,39 (trinta e um milhões setenta e dois mil novecentos e sessenta e dois reais e trinta e nove centavos).

Vereadores se reversaram em discursos argumentando que o Legislativo considera inócuo o pedido do prefeito e, por isso, sem cabimento antecipar novo crédito suplementar se a Prefeitura não gastou ainda o que foi dado três meses atrás. Dezoito vereadores participaram na sessão. A ausência, justificada através de ofício, foi do vereador Roque Silva.

Os comentários estão fechados.