Greve: Servidores do MPF em Jequié paralisam atividades por tempo indeterminado

/ Jequié

Faixa anuncia greve na sede do MPF. Foto: Souza Andrade
Faixa anuncia greve na sede do MPF. Foto: Souza Andrade

Os servidores do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia estão com as atividades paralisadas. Em Jequié, os servidores também aderiram a paralisação que, na Bahia, atinge a Procuradoria da República; a Procuradoria Regional do Trabalho e da Procuradoria da República nos municípios, além de Jequié, em Alagoinhas, Barreiras, Campo Formoso, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Paulo Afonso, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista, além das Procuradorias do Trabalho nos municípios de Itabuna e Santo Antônio de Jesus. Eles reivindicam a valorização da categoria, que segundo os servidores, já acumula perdas inflacionárias superiores a 50% desde 2006, quando foi aprovado o último Plano de Cargos e Salários. Com a greve, deflagrada por tempo indeterminado, a efetividade das funções desempenhadas pelos órgãos junto à sociedade é amplamente reduzida, dentre elas a defesa da ordem jurídica e dos direitos e interesses da coletividade, além do combate ao trabalho escravo e infantil, ao mau uso do dinheiro público e à corrupção.

Os comentários estão fechados.