Embasa reúne prefeitos do Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá para discutir contratualização

/ Jequié

Lideranças políticas e representantes da Embasa. Fotos: Marcos Frahm

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento promoveu, nesta sexta (09/08), em Jequié, um encontro entre prefeitos do Médio Rio das Contas, Vale do Jiquiricá e Baixo Sul. Gestores do saneamento do Estado da Bahia para assinatura do protocolo de intenção visando o contrato de programa que assegura a prestação dos serviços em 32 municípios da região. O evento contou com a participação do secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes, do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, dos deputados Antonio Brito, Euclides Fernandes, Zé Cocá e lideranças regionais.

Evento ocorreu no salão do Gran Terrara Hotel, em Jequié

Durante o pronunciamento, o secretário Leonardo Góes assegurou aos gestores municipais a importância da Embasa para o saneamento na Bahia. ”A Embasa é a quarta maior prestadora dos serviços de saneamento no país”, expressou ao demonstrar confiança nos desafios melhoria visando a universalização do abastecimento de água e dos sistemas de esgotamento sanitário. O secretário reforçou o convite para que os gestores municipais façam a discussão e negociem os contratos como prioridade básica. “A contratualização é um processo muito importante, pois garante segurança jurídica ao município e à Embasa para a prestação do serviço, distribuído em um cronograma de investimento amarrado em um contrato que permitirá a Embasa ir ao mercado captar recursos”, finalizou.

Prefeita de Cravolândia, Ivete Soares, assina protocolo de intenção

Segundo o presidente da Embasa, Rogério Cedraz, mesmo diante das dificuldades provenientes das sucessivas estiagens, os avanços promovidos pela Embasa têm possibilitado o crescimento da cobertura dos serviços ofertados pela empresa. De acordo com o presidente, para prosseguir com a expansão dos serviços, ”os investimentos dependem da contratualização porque este processo dispõe sobre a viabilidade técnica e econômico-financeira, além de facilitar a captação de recursos junto aos agentes financiadores”, frisou.

O contrato de programa com a Embasa, por meio de cooperação entre Governo do Estado e Município, facilita a obtenção de recursos junto aos agentes financiadores públicos e internacionais, viabilizando investimentos em ações para a expansão da cobertura do atendimento dos serviços de água e esgoto de acordo com os termos do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

Os comentários estão fechados.