Após mortes, motoristas cobram do Consórcio e do Governo defensas metálicas na BA-250

Trecho oferece risco aos usuários da BA-250. Foto: BMFrahm

Após um acidente grave ocorrido no fim da tarde desta terça-feira (22) na Rodovia BA-250, perímetro urbano de Lajedo do Tabocal, moradores da cidade e usuários da estrada se posicionaram no local fazendo comentários, cobrando providências do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá – Convale, que é responsável pela manutenção das BAs em parceria com o Governo do Estado para que seja instalado no trecho um guard-rail às margens da pista.  

Na BA, não há nenhuma barreira que impeça os carros de invadirem o acostamento em caso de acidente. Hoje, por exemplo, uma jovem engenheira civil perdeu o controle da direção de uma caminhonete Hilux, que precipitou-se uma ribanceira.

A engenheira e uma amiga faleceram e outras duas ocupantes ficaram feridas. No local, o radialista Dilson Santos, da Rádio Comunitária LT FM local lamentou o desastre e disse que alguma coisa precisa ser feita pelo Convale para reduzir o índice de acidentes no trecho. ”Já alertamos por várias vezes sobre o perigo que o trecho oferece e esse não é o primeiro acidente. Outras pessoas já perderam a vida”, relatou o comunicador ao Blog do Marcos Frahm.

Indivíduo mata ex-mulher e esfaqueia homem em Cravolândia; polícia investiga triângulo amoroso

Crime ocorreu no bairro Barro Preto. Foto: BMFrahm

A morte de uma mulher de 45 anos, assassinada a golpes de faca pelo ex-companheiro, chocou moradores da cidade de Cravolândia, no Vale do Jiquiriçá.

De acordo com informações preliminares levantadas pelo Blog Marcos Frahm, o caso teria ocorrido na noite deste domingo (20), tendo chegado ao conhecimento de moradores e autoridades na manhã desta segunda-feira (21), com a descoberta do corpo da vítima, que foi encontrado com perfurações no quintal da casa, no bairro Barro Preto.

Conforme o delegado que apura o caso, Nilo Siqueira, de Santa Inês, cidade vizinha, as primeiras informações apontam ”feminicídio em triângulo”, já que, o autor, que fugiu após o cometimento do crime também teria atingido um homem que teria se relacionado com a vítima. Ainda de acordo com o delegado, o rapaz esfaqueado passa bem e as buscas pelo autor estão sendo feitas. A mulher deixou dois filhos, de 7 e 9 anos. O corpo dela foi encaminhado ao IML de Jequié.

Jaguauara apresenta queda e fica atrás de Maracás e Amargosa em número de casos ativos da Covid

Jaguaquara tem apenas 34 casos da Covid ativos. Foto: BMFrahm

Em dados comparativos com outros municípios do Vale do Jiquiriçá, Jaguaquara, o mais populoso do território vem registrando queda significativa nos casos positivos da Covid-19. Inclusive, Jaguauara fica atrás de cidades menores em números de casos e óbitos provocados pela doença, como Maracás e Amargosa, conforme o último boletim epidemiológico emitido pela Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá.

O último boletim emitido pela entidade mostra Maracás com 177 casos ativos, dos 3.269 registrados desde o início da pandemia, com 69 mortes. Amargosa aparece em 2º lugar em casos ativos 103, com 46 óbitos, enquanto Jaguaquara registra apenas 34 ativos, dos 5.458 confirmados até agora. O número de mortes é de 59.

Com a diferença de Jaguaquara, com mais de 50 mil habitantes, para Maracás, com mais de 20 mil moradores, munícipes da região começam a observar o que pode estar ocorrendo nesses municípios, uma vez que, Jaguaquara, além de ter maior concentração populacional, recebe diariamente um grande fluxo de visitantes e é cidade-sede do Mercado do Produtor Ceasa, que comercializa produtos hortifrutigranjeiros atraindo diariamente comerciantes de outras regiões do Nordeste.

O boletim do Consórcio ainda não mostra número de pessoas vacinadas e também não há informações sobre a testagem para Covid, como funciona o processo ou qual cidade testa mais que outra.

Mesmo com o apontamento da redução de casos positivos, é importante manter as medidas sanitárias de afastamento social, de uso de máscara e de álcool em gel.

Em todo o Vale, o numero de casos distribuídos entre os 20 municípios é de 23.855 casos, com 385 mortes e 601 casos ativos.

Governador e prefeito entregam requalificação e ampliação do hospital de Amargosa

Hospital de Amargosa é entregue neste sábado. Foto: Fernando Vivas

Investimentos nas áreas de saúde, infraestrutura, empreendedorismo e educação, da ordem de R$ 60 milhões, beneficiam os quase 40 mil moradores de Amargosa, no aniversário da cidade. O governador Rui Costa visitou o município neste sábado (19), onde entregou o Hospital Municipal completamente reformado e equipado com recursos estaduais, o Ginásio Poliesportivo reformado por meio da Superintendência de Desportos da Bahia (Sudesb), o espaço Colaborar, instalado na sede pela Secretaria da Ciência Tecnologia e Inovação (Secti) para fomentar o empreendedorismo, e duas pontes na zona rural, construídas pela Secretaria da Infraestrutura do Estado.

Segundo o governador, a Bahia está realizando o maior investimento da história em Saúde Pública. ”São investimentos executados diretamente pelo Estado, em policlínicas, já inauguramos na semana passada a 17ª, no início de julho vamos à 18ª, em Ribeira do Pombal. Temos também hospitais já entregues e outros que serão licitados, como o de Teixeira de Freitas”. Segundo Rui, com os novos equipamentos, que incluem um tomógrafo, o Hospital Municipal de Amargosa passará a ser capaz de realizar cirurgias de alta complexidade. ”Os equipamentos já estão comprados e vão chegar aqui em breve”.

Rui também inaugurou iluminação pública municipal, implantada em parceria com a Seinfra, e anunciou novos investimentos na construção de duas escolas estaduais, incluindo um complexo esportivo. Foram anunciados ainda investimentos em saneamento básico, na reforma do Mercado Municipal  e na construção de uma praça no distrito de Corta Mão.  O total de investimentos anunciados pelo governador é de aproximadamente R$ 60 milhões.

Investimentos

Foram investidos no Hospital Municipal cerca de R$ 10 milhões para a reforma e aquisição de equipamentos, inclusive um tomógrafo. Já o espaço Colaborar recebeu investimentos estaduais de R$ 40 mil e faz parte do programa de Requalificação dos Centros Digitais de Cidadania, dentro da estratégia da Secti que está aportando R$ 1,8 milhão para fortalecer o CT&I. Nas duas pontes no distrito de Brejões, na zona rural de Amargosa, foi investido cerca de R$ 1,2 milhão.

Na construção das duas escolas anunciadas por Rui, que incluem um complexo esportivo e cultural, serão investidos R$ 35 milhões. Para a reforma do Ginásio Poliesportivo, o governo disponibilizou outros R$ 700 mil e mais R$ 300 mil na ampliação da rede de iluminação municipal. Para o saneamento básico foram disponibilizados R$ 2,3 milhões e outros R$ 563 mil vão ser destinados à nova praça na zona rural.

Novas escolas

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, fala da ampliação dos investimentos na educação de Amargosa. ”Serão mais duas novas escolas. Uma escola é um complexo poliesportivo na sede, que vai reunir duas escolas que existem atualmente. E o Cetep, que já possui uma piscina reformada, vai receber uma quadra reformada e um campo, e nós vamos entrar com um bloco novo de salas de aulas”, afirmou.

MP firma acordo com a Câmara Municipal de Maracás para regularizar quadro de servidores comissionados

A Câmara Municipal de Maracás assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público estadual se comprometendo a não admitir mais cargos comissionados que não se enquadrem nas funções de chefia, direção ou assessoramento. O TAC pede que sejam respeitados os dizeres da Constituição Federal que estabelecem o concurso público como regra de acesso a cargos na administração pública, com exceção dos cargos em comissão destinados a atender necessidades temporárias e excepcionais. Em caso de descumprimento do termo, a Câmara está sujeita a multa diária de R$ 1 mil, valor que deverá ser revertido ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

No documento, de autoria do promotor de Justiça Samory Santos,  o  presidente da Câmara, João Menezes, se compromete a apresentar, na primeira sessão legislativa do mês de agosto, um projeto de lei com a pretensão de extinguir ou converter todos os cargos de provimento em comissão que não se ajustem aos termos da Constituição Federal. Um concurso público deverá ser promovido para o preenchimento dos cargos efetivos indispensáveis à manutenção das atividades da Casa no prazo de 180 dias da aprovação da lei que converter os cargos comissionados irregulares.

A Promotoria de Justiça de Maracás já tinha tomado conhecimento, por meio de diligências, que não há nenhum cargo efetivo de concursado na casa legislativa. Dos 36 cargos ocupados na instituição, 25 são comissionados e 11 são de agentes políticos. Além disso, foi observado que a Lei Municipal nº 292/2009 enquadrou ocupações como ajudantes de ordens, assistente administrativo e auxiliar de controle interno aos requisitos constitucionais de livre nomeação. Porém, as funções não demandam habilitação técnica ou relação especial de confiança entre autoridade e nomeado, de modo que podem ser preenchidas mediante realização de concurso público.

”O concurso público dá oportunidades iguais a todos os indivíduos que desejam ingressar no serviço público, além de ser um importante instrumento para seleção dos mais capacitados para o exercício da função pública”, destaca o promotor. As informações são do MP

Vale do Jiquiriçá: Associação realiza gratuitamente atendimento de pré-natal em Mutuípe

Ação conta com a atuação da presidente da APMIM. Foto: Divulgação

A Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mutuípe (APMIM) iniciou, este mês, uma ação social que tem como objetivo atender gestantes da cidade de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá.

Quinzenalmente, serão realizados atendimento de pré-natal na sede da instituição. O programa é coordenado pela médica obstetra Dra. Valdice Cordeiro.

A cada atendimento, as gestantes serão recepcionadas por uma equipe técnica preparada para recebê-las com direito a café da manhã e lanche no período da tarde.

O projeto tem como objetivo resgatar as obras sociais idealizadas pela fundadora da APMIM, Cléia Rebouças. A ação conta ainda com a atuação direta da presidente da APMIM, Célia Freitas. Essa é a primeira ação de outras que serão desenvolvidas na cidade.

Município de Ubaíra registra mais 03 óbitos provocados pela Covid, diz prefeitura

Ubaíra chega a 19 mortes por Covid-19. Foto: Reprodução/Prefeitura

O Município de Ubaíra, no Vale do Jiquiriçá, registrou mais três óbitos provocados por Covid-19, conforme informou a Prefeitura em notas de pesar publicadas na página oficial da instituição pública municipal, nesta segunda-feira (14.

Em notas distintas, a gestão lamentou as mortes de: Edenilson Fernandes da Silva, Luzineide Placido de Souza Lourdes Oliveira Santiago.

No boletim epidemiológico do coronavírus, divulgado pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá Ubaíra aparece com 19 mortes, desde o início da pandemia e 14 casos ativos da doença.

São João 2021: sem festejos, Amargosa estima prejuízo de R$ 30 milhões, segundo o prefeito

Júlio comenta prejuízo sem o São João. Foto: Blog Marcos Frahm

No início do mês de março a Prefeitura de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, uma das mais famosas no quesito festejos juninos, confirmou o cancelamento do São João 2021. O prejuízo do segundo ano consecutivo sem as celebrações é de R$ 30 milhões, segundo estimativa informada pelo prefeito do município, Júlio Pinheiro.

”Amargosa tem uma injeção de cerca de R$ 30 milhões na sua economia durante o período, o que representa quase 10% do PIB municipal. Durante os festejos, o comercio na cidade vende mais que o período do natal. Toda a economia é movimentada, desde desde pousadas até restaurantes e estabelecimentos temporários no período da festa. É uma cadeia”, afirmou durante entrevista no programa Jornal da Bahia no Ar, da Rádio Metrópole.

Questionado sobre os recentes tremores de terra registrados na cidade, Júlio Pinheiro afirma que os abalos sísmicos não são fortes o suficiente para causar danos nas residências e na integridade física das pessoas. ”Temos monitorado e percebido que os tremores têm sido constantes, mas como os graus são baixos, não representam riscos e muitas vezes não são nem percebidos pela população”, completou.

Justiça determina suspensão de reajuste salarial de prefeito, vice, vereadores de Lafaiete Coutinho

A Juíza de Direito Andrea Padilha Sodré Leal Palmarella, da 1ª Vara dos Feitos Relativos às Relações de Consumo, Cíveis, Comerciais de Jaguaquara, concedeu liminar em favor da decisão do Ministério Público do Estado da Bahia, através de Ação Civil Pública, suspendendo os efeitos das Leis Municipais nºs 309/2016 e 310/2016, que majorou os subsídios dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários do município de Lafaiete Coutinho, devendo os mesmos retornarem ao patamar anterior à edição das referidas leis, sob pena de multa-diária fixada pela magistrada em R$ 1 mil, até o limite de R$ 100 mil.

A representação ao MP foi apresentada pelo vereador Flávio Ricardo Silva Eliote, ”Tuta Eliote”, que através de seu advogado, informou a existência de irregularidades no processo legislativo, que resultou na majoração dos subsídios dos agentes públicos ocupantes do executivo e legislativo lafaietense. Alegou o vereador que, ”no afã de aprovarem o aumento dos subsídios às pressas, sob iniciativa do órgão interno indevido, sem a devida justificativa” para sua edição, com aumento dos gastos com o pagamento de pessoal do município sem a realização do estudo de impacto orçamentário-financeiro e dentro dos 180 dias anteriores ao término do mandato dos gestores, violando o disposto nos artigos 16 e 21, parágrafo único, ambos da Lei de Responsabilidade Fiscal”.

A partir da aprovação da majoração dos subsídios, os  agentes políticos de Lafaiete Coutinho, passaram a receber os seguintes vencimentos, imediatamente a partir do mês de Janeiro/2017: – Prefeito: R$15.000,00 – Vice-Prefeito: R$7.500,00 – Secretários Municipais: R$5.289,85; – Vereadores: R$5.064,45. A  Ministério Público requereu à época,  a concessão de medida liminar, objetivando a suspensão dos pagamento dos subsídios.  Prevalecendo a decisão, os subsídios atuais dos agentes públicos de Lafaiete Coutinho voltam ao patamar que está estabelecida pela lei anterior, uma vez que, a promulgação da lei Municipal de 2016, que  originou a majoração dos valores,  (processo legislativo viciado) não teria feito a devida observância  dos ritos e os procedimentos exigidos por Lei. Com a decisão, o subsídio do Prefeito sairia de atuais R$15 mil para 9 mil, o Vice Prefeito de R$ 7.500 para 4.500, com percentuais de retração também para Vereadores e Secretários Municipais. *Com informações do Jequié Repórter

”Movimento Duplica Sudoeste” intensifica luta pela duplicação da BR-116 entre Cândido Sales e Jequié

Prefeita de Conquista discute duplicação. Foto: Reprodução

Representantes do ”Movimento Duplica Sudoeste” foram à Prefeitura de Vitória da Conquista, na sexta-feira (4j) em busca do apoio da prefeita Sheila Lemos para o fortalecimento da mobilização pela duplicação do trecho da BR 116 compreendendo os municípios de Cândido Sales e Jequié.

Lemos afirmou que está comprometida com a pauta e se disponibilizou a agendar um encontro com os prefeitos da região, para fortalecer o movimento. ”Em abril, tive uma reunião com o presidente executivo da Concessionária Via Bahia, José Bartolomeu, para cobrar a conclusão dessa obra, tão importante não apenas para Vitória da Conquista e região, mas para todo o Nordeste”, informou a prefeita.

As Câmaras de Vereadores, incluindo a de Jequié, integram uma comissão criada pelo legislativo de Conquista para tratar especificamente desse pleito. Participaram da reunião desta sexta-feira representações da Prefeitura de Vitória da Conquista, da Câmara, CDL, PRF, Coopmac, Sinduscon, Ainvic, Crea e OAB. *Por Souza Andrade

Maracás ganha unidade do SENAI/SESI em parceria da Largo Resources com Prefeitura

Inauguração da unidade ocorreu nesta sexta. Foto: Blog Marcos Frahm

A cidade de Maracás passou a contar com uma nova unidade do Sesi (Serviço Social da Indústria), a partir desta sexta-feira (4). O equipamento marca um passo importante da parceria entre a Largo Resources | Vanádio de Maracás, Prefeitura Municipal de Maracás e o Senai/Sesi. A unidade foi construída pela companhia, que investiu R$ 200 mil no projeto para requalificar um antigo galpão de alojamento na Rua Major Oscar de Sá, no bairro iquiriçá. Após a reforma, o espaço deu lugar a ambientes voltados para o ensino profissionalizante, entre salas de aulas e laboratórios.

”Temos grande demanda por formação de mão-de-obra e expectativa de trabalho formal desde a implantação da empresa. O objetivo é ampliar a empregabilidade das pessoas da cidade para atender as demandas do mercado e não apenas da companhia”, avalia Ronaldo Souza, gerente de RH, Administração e Comunidades da Largo Resources | Vanádio de Maracás. ”Esta parceria está muito alinhada com nossa atuação social, que sempre busca realizar projetos com sustentabilidade e que ampliem as oportunidades de emprego e de geração de renda”, acrescenta.

Luciano Abreu, gerente do Senai Sudoeste reforça que a proposta é oferecer formação profissional não apenas para potenciais trabalhadores do setor de mineração. ”Tem uma outra vertente, que é a preocupação com a qualificação também das famílias desses trabalhadores, pensando até mesmo no empreendedorismo. Por isso, além de treinamentos específicos para o segmento da indústria, como elétrica, manutenção, soldagem e segurança, vamos oferecer oportunidades em áreas como panificação e confeitaria”, adianta.

O prefeito Soya Novaes, presente no evento nesta sexta disse que a cidade celebra mais uma conquista: ”Essa é uma parceria importante, que significa geração de emprego e renda. Vamos em frente, a cada dia buscando um futuro melhor para o nosso povo”.

O equipamento tem capacidade para receber até 130 alunos por dia, divididos em dois turnos, contando turmas de aulas teóricas e práticas. A expectativa é de que os cursos comecem a ser ofertados à população de Maracás a partir do segundo semestre, a depender das determinações das autoridades locais sobre a retomada das atividades presenciais na cidade e o gestor da cidade garantiu total apoio.

Prefeito de Maracás e secretária de Saúde fazem alerta sobre aumento de casos da Covid

Soya e Darlene fazem alerta a população. Foto: Divulgação

Em vídeo publicado na rede social na noite desta quarta-feira (2), o prefeito de Maracás, Soya Novaes, que aparece na imagem ao lado da Secretária Municipal de Saúde, Darlene Rosa, trouxe um apelo aos residentes no Município: ”Usem máscara, precisamos da conscientização de vocês!”.

O alerta, para o final de semana prolongado em razão do feriado de Corpus Christi, veio diante do aumento dos casos positivos para Covid e Maracás liderar o número ativos entre os demais municípios do Vale do Jiquiriçá, mantendo a maior média de pacientes infectados internados.

O prefeito afirmou que os casos estão aumentando e pediu cumprimento das medidas de proteção, como uso de máscara.

Segundo a Secretária, apenas nesta quarta foram transferidos mais 4 pacientes para tratamento em hospitais de Ilhéus, no Sul do Estado. ”Infelizmente a gente continua falando sobre a pandemia e em nossa cidade os casos têm aumentando. O fator preocupante nesse momento é o aumento de internamento hospitalar.  A gente tem mantido em média 15 pessoas internadas e hoje tivemos que transferir mais quatro pessoas em estado grave. Já estamos enfrentando dificuldades com oxigênio e vagas em leitos de UTI. Precisamos da conscientização das pessoas para que cada um faça a sua parte, pois o prefeito, o secretário, o governador não vão conseguir superar isso sem a colaboração”, alertou Darlene.

Entre os 20 municípios do território, Maracás, que chegou a 65 mortes desta quarta aparece com 114 casos ativos, superando inclusive Jaguaquara, que tem o triplo da população e contabiliza 72 ativos, com 56 óbitos.

Única cidade do Vale a contar com uma UTI Móvel e uma das poucas com respiradores no Hospital Municipal, Maracás disponibiliza testes da Covid a população diariamente, o que, talvez, lhe coloca na dianteira com casos ativos.

Prefeito diz que inauguração do novo hospital de Amargosa já tem data definida

Júlio Pinheiro visita requalificação do hospital. Foto: Divulgação

O Hospital Municipal de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, para por obras de ampliação e requalificação em parceria do Município com o Governo da Bahia e as obras estão praticamente concluídas, com data de inauguração marcada.

A informação é do prefeito Júlio Pinheiro, que ao visitar o local comemorou o avanço: ”Acompanhar de perto a finalização da nossa maior obra do Amargosa TOP é muito gratificante. O novo Hospital Municipal além de ser o maior e mais moderno da região, terá também capacidade para atender as cidades circunvizinhas. Já temos data marcada e logo vamos inaugurar. Agora estamos em contagem regressiva para que essa obra grandiosa seja entregue a nossa população”, disse Júlio em rede social.

Em contato com o Blog Marcos Frahm, o gestor afirmou que pretende entregar a unidade de saúde ainda neste primeiro semestre e garante que o hospital será o mais equipado do Vale.

Prefeito de Maracás pede autorização ao INEMA para executar requalificação do Parque dos Eucaliptos

Soya e Euclides Fernandes visitam sede do INEMA. Foto: Divulgação

O prefeito de Maracás visitou, nesta segunda-feira (31), a sede do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em Salvador, para solicitar do órgão a autorização para requalificação do Parque dos Eucaliptos, área de proteção ambiental, pertencente ao Estado, que foi doada ao Município.

Soya Novaes, que esteve acompanhado do secretário municipal de Finanças e visitou o Inema respaldado pelo deputado estadual Euclides Fernandes informou que o objetivo de pedir liberação é concretizar no espaço um projeto de reestruturação incluindo ciclovia, pista de Cooper e campo de futebol. Ao órgão, nós solicitamos autorização para a revitalização do Parque dos Eucaliptos, cujo terreno foi doado ao Município pelo Estado e nós pretendemos usar verba de Compensação Ambiental pela Vanádio para investirmos na obra. Elaboramos um projeto urbanístico bem bacana, que inclui ciclovia, pista de Cooper, quiosques e reestruturação do campo de futebol existente no Parque. Graças a Deus, estamos avançando, buscando essa autorização, para que possamos, em breve, licitar essa obra que vai transformar o local no Parque Natural Municipal Nascente do Rio Jiquiriçá”, disse Soya.

O chefe do Executivo relatou que a pretensão é utilizar verba de Compensação Ambiental paga pela mineradora Largo Resources, que explora Vanádio em Maracás para investir na obra, que transformará a área no Parque Natural Municipal Nascente do Rio Jiquiriçá.