Polícia Civil de Minas Gerais será responsável por investigação da morte de Miss Ilhéus

/ Polícia

Corpo de Gabriela foi encontrado em apartamento. Foto: Rede social

A Polícia Civil de Minas Gerais será a responsável pela investigação da morte da estudante de medicina e Miss Ilhéus (BA) Gabriela Viegas, de 27 anos. Ela foi encontrada morta no último sábado (4), em Belo Horizonte. A delegada responsável já informou que pediu o laudo pericial da morte da estudante e as investigações estão em andamento. O corpo de Gabriela foi encontrado no apartamento do seu noivo, Lucas Ferrara. Ela era estudante de medicina da UFBA (Universidade Federal da Bahia).

Santa Teresinha: Esposa de policial militar tem carro roubado quando trafegava na zona rural

/ Polícia

Um carro foi roubado em uma estrada na zona rural de Santa Teresinha, no Piemonte do Paraguaçu. O veículo, um Siena de cor vermelha, era conduzido pela espoas de um policial militar. Segundo o site Bahia 10, o fato ocorreu na localidade de Campo Grande. A bordo de uma moto, os acusados chegaram próximo ao carro, iniciaram uma conversa e anunciaram o assalto. Segundo o site, não há mais informações sobre o carro nem dos acusados. O fato ocorreu na tarde do último sábado (4).

Policial Civil foi morto durante um assalto na BR-324, neste sábado, em Salvador

/ Polícia

O investigador da Polícia Civil, Pedro Rodrigues do Carmo Filho, de 53 anos, foi morto durante um assalto na BR-324, em Salvador, neste sábado (4), e segundo o G1 ele mandou um áudio através de Whatsapp relatando que tinha conseguido abordar os assaltantes.  Um foi baleado no local e morreu, o outro conseguiu fugir, mas foi capturado pela polícia no início da noite deste sábado. Conforme informações iniciais da polícia, Pedro teria sido vítima de uma tentativa de assalto. Em seguida, a polícia constatou que os passageiros do ônibus tiveram os pertences levados pela dupla.

A mensagem enviada por Pedro no grupo do aplicativo foi encaminhada para a equipe de reportagem da TV Bahia por meio de um policial que preferiu não se identificar. ”C-Q15 comigo. Pedro Rodrigues aqui na BR, pai. Assalto a coletivo. Eu baleei um. Um está preso aqui comigo, meu irmão”, disse Pedro antes de ser morto. Pedro tinha mais de trinta de polícia. Ele trabalhava na 29ª delegacia, no bairro de Plataforma, na capital baiana. O filho da vítima, Anderson Carmo disse que faltava pouco tempo para o pai se aposentar. ”O que a gente fazia era contar os dias para ele se aposentar. Infelizmente não vamos comemorar esse dia”, lamentou Anderson.

De acordo com a polícia, o investigador estava em um ônibus que seguia pela BR-324, sentido Salvador, quando dois homens anunciaram o assalto. A dupla recolheu os objetos dos passageiros e ao descer do ônibus, foi perseguida pelo policial que saltou do coletivo em um ponto da rodovia, na altura do bairro de Águas Claras. Ao reagir, o investigador baleou um dos assaltantes, identificado como Eliomar Cunha Dias, de 22 anos. Na ocasião, Pedro ainda mobilizou o outro homem como relatou na mensagem do aplicativo enviada para um grupo de policiais civis. Pouco depois de enviar a mensagem, o policial foi baleado, a alguns metros do local onde desceu do ônibus.

O assaltante que o investigador baleou foi levado para o Hospital do Subúrbio e morreu. O outro, identificado como Mateus Rodrigues Santos da Silva, de 20 anos, conseguiu escapar da abordagem do investigador e é apontado como principal suspeito de atirar no policial. Um rapaz que passava pela rodovia no momento em que o investigador foi atingido por disparo de arma de fogo, falou sobre o caso. ”Ele entrou no mato em perseguição. Conseguiu balear um e o outro conseguiu render no momento. não sei o que foi que aconteceu que o segundo, que já estava rendido, conseguiu balear ele [Pedro]”, disse o homem que preferiu não se identificar.

Preso segundo suspeito de participar em assassinato de casal de colombianos em Ilhéus

/ Polícia

Casal de colombianos foi encontrado morto. Foto: TV Santa Cruz

Um homem suspeito de envolvimento na morte do casal de colombianos Andres Alban Tenório e Diana Paola Zuluaga, ocorrida na cidade de Ilhéus, sul da Bahia, em maio de 2018, foi preso na quarta-feira (2). De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi localizado quando estava em um bar na cidade e encaminhado para a 7ª Coordenadoria do Interior (Coorpin/Ilhéus).

Outro suspeito de envolvimento no crime, o empresário Magno Rodrigues, que confessou o assassinato do casal, chegou a ser preso, mas foi solto em agosto após a Justiça conceder um habeas corpus. Magno responde ao processo em liberdade.

De acordo com a polícia, o empresário alegou que agiu em legítima defesa após ter uma arma apontada para a cabeça por uma das vítimas. O homem devia R$ 7 mil ao casal, que praticava agiotagem na cidade. Conforme a defesa de Magno, a legítima defesa foi usada no pedido de habeas corpus para a Justiça, que, de acordo com a decisão, também levou em conta a falta de antecedentes criminais do suspeito e o fato dele ter emprego fixo.

Caso

As vítimas foram encontradas mortas na noite do dia 18 de maio de 2018, na BA-001, entre as cidades de Ilhéus e Itacaré, ao sul da Bahia. Eles tinham se mudado para Ilhéus havia pouco mais de seis meses. De acordo com a polícia, as investigações apontaram que, para matar o casal, o empresário marcou um encontro com os colombianos, dizendo que iria pagar o empréstimo, mas na verdade, ele planejava roubar as vítimas para pagar outra dívida de R$ 50 mil, que ele teria contraído com um grupo de ciganos.

Conforme a investigação, o suspeito ligou para os colombianos e pediu para eles irem buscar a quantia. A polícia acredita que as vítimas seguiram de carro com Magno e outros dois comparsas, que levaram os colombianos para as proximidades de um cemitério, onde foram executados. Os suspeitos foram flagrados pela polícia quando tentavam enterrar as vítimas em uma cova rasa, mas conseguiram fugir.

O suspeito alegou que marcou com os estrangeiros com a intenção de negociar a dívida, mas durante o encontro, Andres teria apontado uma arma para a cabeça dele. O empresário diz ainda que, em seguida, teria entrado em luta corporal com a vítima, conseguiu tirar a arma dele e acabou atirando neles. O empresário foi preso no dia 6 de junho após procurar a polícia. Não há informações sobre o paradeiro dos outros suspeitos apontados pela polícia. G1

Polícia Federal diz ter indícios concretos de mentiras em gastos eleitorais de laranjas do PSL

/ Polícia

PF mira endereços ligados ao ministro do Turismo. Foto: Estadão

Segundo a Polícia Federal em Minas Gerais, já há indícios concretos de que candidatas laranjas do PSL mentiram na prestação de contas da campanha. A PF realizou ontem a primeira operação em endereços associados ao PSL de Minas Gerais e ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

As investigações começaram em fevereiro, quando a Folha de S.Paulo revelou que o hoje ministro do Turismo comandou um esquema de candidatas laranjas em MG durante as eleições, quando comandava o partido no estado. O caso já levou à queda do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

A PF aponta que o partido quebrou a regra que obriga o repasse de 30% do fundo partidário para candidaturas de mulheres, transferindo isso para terceiros ou candidatos homens. O custo médio de um candidato eleito é de cerca de R$ 10 por voto, mas essas candidatas, de acordo com o cálculo da PF, gastaram até R$300 por voto.

Foram ouvidas cerca de 40 pessoas até agora, e o material apreendido hoje, que inclui documentos e mídias digitais, passa para a perícia. Tudo indica que foram vendidos serviços de impressão e pesquisa à essas candidatas que nunca teriam sido prestados. Segundo o delegado Marinho Rezende, responsável pela investigação, ”Os indícios são fortes que ou a gráfica não produziu nada ou produziu para outros candidatos”.

Delegado da Polícia Civil morreu após ser baleado por policiais militares na cidade de Itabuna

/ Polícia

Um delegado da Polícia Civil morreu após ser baleado por policiais militares, durante ação policial realizada na madrugada deste domingo (28), na cidade de Itabuna, sul da Bahia. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP), os PMs, que integram o 15° Batalhão de Polícia Militar (BPM), estariam apurando uma denúncia de roubo, na Avenida Mário Padre, quando ocorreu o caso.

O órgão não detalhou quantos policiais militares participavam da ação e nem como ocorreu o disparo contra a vítima. Em nota, o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) informou, entretanto, que o delegado José Carlos Mastique de Castro Filho teria sido baleado no peito ao tentar entregar a arma dele para os PMs, durante a abordagem. Segundo o Sindicato, a vítima estava com uma namorada, em um posto de combustíveis da cidade, quando ocorreu a ação.

A SSP informou que o delegado chegou a ser socorrido, mas não resistiu. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itabuna. Não há detalhes sobre o sepultamento. O caso está sob investigação da 6ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin). Em nota, a SSP-BA informou que Corregedoria Geral da SSP acompanha o caso. O órgão não detalhou se os PMs envolvidos na ação foram afastados.

Ainda em nota, o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) repudiou a ação dos policiais militares e informou que também acompanha o caso. Também em nota, o Sindicatos dos Delegados do Estado da Bahia (Adpeb) prestou condolências à família e amigos do delegado José Carlos Mastique. A Adpeb destacou que ”a verdade dos fatos somente poderá ser levantada através de uma acurada investigação, a qual já está sendo feita pelos delegados, investigadores e escrivães da 6ª Coorpin’.

”Por sua vez, exigimos da Polícia Civil da Bahia o mais absoluto empenho, responsabilidade e dedicação nesta apuração, porquanto, todas as circunstâncias deverão ser reveladas e suas evidências consubstanciadas para que o crime e eventuais excessos praticados possam ser comprovados e seu autor incurso nas penalidades legais”, diz a nota da Adpeb. Ainda segundo a Adpeb, o velório do delegado José Carlos Mastique ocorreu neste domingo (28), a partir das 17h, no SAF/Itabuna, em frente ao Clube Grapiúna, e o sepultamento será na segunda-feira (29), às 9h, no Cemitério Campo Santo, também em Itabuna.

Operação da PF apura crimes eleitorais cometidos por candidato a vereador de Vitória da Conquista

/ Polícia

Uma operação da Polícia Federal (PF) que apura crimes eleitorais cometidos em 2016, na cidade de Vitória da Conquista, cidade do sudoeste da Bahia, por um então candidato a vereador do município, está sendo realizada na manhã desta sexta-feira (26). De acordo com informações da PF, cerca de 20 policiais cumprem mandados de busca e apreensão, quatro mandados de medidas cautelares diversas da prisão e cinco mandados de intimação no município. Ação desta sexta é a segunda fase da Operação Condotieri e visa apurar a conduta de alguns dos indiciados, que segundo a PF têm tentado impedir ou embargar a instrução criminal do inquérito policial da operação. O nome do político envolvido e os endereços onde os mandados estão sendo cumpridos não foram divulgados.

Operação #PC27: mais de 90 suspeitos de crimes graves são presos em várias regiões da Bahia

/ Polícia

Durante a Operação #PC27, realizada nesta quarta-feira (24), por agentes da Polícia Civil da Bahia, foram presas 91 pessoas, suspeitas de crimes graves em diversas regiões do estado. A ação na Bahia fez parte da operação coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), que mobilizou os 26 estados e o Distrito Federal.

A operação, que visou o cumprimento de mandados de prisão em aberto, contou com um total de mil mandados de prisão e de busca e apreensão e mobilizou um contingente de 4.600 policiais em todo o Brasil. Na estado, foram mobilizados pelo menos 1,2 mil policiais em Salvador e nas diversas regiões, de acordo com o delegado-geral, Bernardino Brito Filho.

O delegado destacou que a operação foi concebida para capturar foragidos da Justiça envolvidos em crimes como estupro, homicídios, latrocínios, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio. Durante as ações, os policiais envolvidos encontraram maconha, crack e cocaína, além de quatro armas de fogo. Os presos foram encaminhados ao sistema prisional e o material apreendido seguiu para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT), da capital baiana.

Na Bahia também foram apreendidos oito adolescentes que tinham mandados de apreensão em aberto. Todos foram encaminhados ao Ministério Público para adoção de medidas socioeducativas. De acordo com os organizadores da operação, a ação teve como meta o combate a diversos delitos, de forma a garantir a redução da criminalidade no País.

Grupo passa em carro, atira contra jovem e vítima morre em praça de Buerarema, sul da Bahia

/ Polícia

Juliana Santos Gusmão foi morta a tiros. Foto: Polícia Civil

Uma jovem de 26 anos foi morta a tiros na noite de terça-feira (23), na cidade de Buerarema, no sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar de Itabuna, via G1, Juliana Santos Gusmão, de 26 anos, foi atingida por diversos tiros e morreu na praça principal da cidade.

Informações preliminares obtidas pela polícia apontam que três homens em um carro passaram pelo local e atiraram várias vezes contra Juliana. O trio conseguiu fugir e, até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

A polícia informou que o carro usado na ação foi abandonado pelos homens na saída da cidade. No veículo, a polícia encontrou o celular e relógio da vítima, além de uma arma de fogo. Havia marcas de sangue no carro, informou a polícia. De acordo com a Polícia Civil, a vítima não tinha passagem na unidade. A autoria e motivação do crime são investigadas. O corpo de Juliana foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, mas não há informações sobre liberação e sepultamento.

Barra da Estiva: Suspeito de matar ex que estava grávida e o companheiro da mulher é preso

/ Polícia

Suspeito foi levado para Delegacia de Brumado. Foto: Brumado Agora

Um homem suspeito de matar a ex-companheira, que estava grávida, o namorado dela e atirar na ex-sogra foi preso após cair em um buraco quando tentava fugir da polícia, na madrugada de sábado (20), na cidade de Tanhaçu, no sudoeste da Bahia. Conforme informações da Polícia Civil, Edvan Santos da Silva, de 22 anos, revelou, em depoimento, que planejou matar os três baleados após se sentir traído.

De acordo com a polícia, Itamara Santos Caires, de 18 anos, a mãe da vítima, que não teve a identidade revelada, e Iranildo Ribeiro Santos, de 19 anos, foram atacados na manhã de sexta-feira (18), no Povoado da Cachoeirinha, na zona rural de Barra da Estiva. Segundo a polícia, a vítima tinha terminado o relacionamento com o suspeito cerca de dois meses antes do crime. O suspeito revelou que a sogra virou um alvo, porque escondeu a ”traição” feita pela jovem.

Itamara Caires morreu na hora. O namorado dela chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital, informou a polícia. Após o ataque, a mãe da mulher grávida também foi socorrida para um hospital da região e já foi liberada. Não há informações sobre em qual período de gestação a vítima estava. A polícia informou que Edvan Santos foi levado para a delegacia de Brumado, onde está à disposição da Justiça. O caso está sob investigação da Delegacia de Barra da Estiva. G1

Senhor do Bonfim: Aluno do curso de soldado da PM é atingido por disparo acidental de colega e morre

/ Polícia

Um aluno a soldado da Polícia Militar foi atingido por um tiro, disparado acidentalmente por um colega, e morreu na manhã deste domingo (21), na cidade de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia. As informações são da Polícia Militar. De acordo com a PM, o caso ocorreu por volta das 8h, durante a passagem de serviço, no Núcleo de Formação da Polícia Militar da cidade.

A polícia não detalhou a identificação do rapaz que morreu, nem do que teria atirado acidentalmente. Disse, apenas, que conforme informações iniciais apuradas no local, um aluno de serviço manuseava a arma quando atingiu acidentalmente o outro.O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar os primeiros socorros, mas quando chegou ao local o aluno já estava morto.

A PM informou, ainda que os procedimentos iniciais para apurar o caso estão sendo realizados pelo comando do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e pelo Comando de Policiamento Regional Norte (CPRN). O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para realizar perícia. A equipe do Centro de Valorização do Policial Militar (Cevap), da região norte, está acompanhando os familiares do militar.

Médico jequieense é encontrado após ser sequestrado na cidade de Feira de Santana

/ Polícia

Ramon Barbosa foi sequestrado em Feira. Foto: Rede social

Desaparecido desde a noite da última quarta-feira (17), em Feira de Santana, o médico Ramon Barbosa Santos (42), natural de Jequié, foi encontrado no fim da noite desta sexta (19). De acordo com informações do site Acorda Cidade, o jequieense sofreu um sequestro, após sair de seu consultório, no Shopping Boulevard. Ainda segundo a publicação, a família de Ramon informou que ele foi resgatado pela polícia e já está em casa, bem e tranquilo.

Mulher grávida morre e mãe e irmão ficam feridos após ataque a tiros em Barra da Estiva

/ Polícia

Uma mulher grávida morreu e a mãe e o irmão dela ficaram feridos, após serem atacados a tiros, na manhã desta sexta-feira (18), na cidade de Barra da Estiva, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o ex-companheiro da mulher é suspeito do crime. O homem, que não teve a identidade divulgada, é procurado pela polícia. Não há informações sobre em qual período de gestação a vítima estava e nem se o bebê era do suspeito.

O caso ocorreu no Povoado da Cachoeirinha, na zona rural da cidade. Após o ataque, a mãe e o irmão da mulher grávida foram socorridos para um hospital da região. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles. O caso está sob investigação da Delegacia Territorial (DT) de Barra da Estiva. Conforme a polícia, foram expedidas as guias periciais e testemunhas estão sendo ouvidas.

Estado publica no Diário resultado provisório de exame psicotécnico da Polícia Civil

/ Polícia

Está disponível, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (18), o resultado provisório do exame psicotécnico para concurso público da Polícia Civil da Bahia. Realizada no mês de março, esta é a quinta etapa do certame, que irá contratar novos delegados, investigadores e escrivães de polícia. A publicação também está disponível no site da a Fundação Vunesp, organizadora do concurso, e no Portal do Servidor.

Candidatos interessados em realizar interposição de recurso ao resultado provisório terão dois dias úteis, a partir da data de publicação, para encaminhar requerimento à Fundação Vunesp, de acordo com as instruções dispostas na portaria desta quinta-feira (18). O procedimento, chamado Entrevista Devolutiva, trará as razões para a inaptidão no exame psicotécnico. O desempenho individual dos candidatos que realizaram esta etapa também estará disponível para consulta no site da organizadora. Lançado em 2018, o concurso público é realizado de forma conjunta pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e pela Polícia Civil da Bahia.