Governo garante que Estado fez todos os repasses possíveis ao Tribunal de Justiça

/ Bahia

Manoel Vitório, secretário estadual da Fazenda. Foto: Carol Garcia
Manoel Vitório, secretário da Fazenda. Foto: Carol Garcia
Os esforços do Governo do Estado para que o Tribunal de Justiça (TJ) faça o pagamento dos respectivos funcionários em dia, incluindo o repasse de verbas suplementares, foram demonstrados na manhã desta quarta-feira (30), em entrevista coletiva concedida no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE), pelo secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, o procurador-geral, Paulo Moreno, e o chefe de gabinete da Secretaria do Planejamento (Seplan), Cláudio Peixoto. Além dos esforços extras, conforme demonstrado pelos representantes do Estado e da PGE, todos os repasses previstos em lei foram executados dentro do prazo. Os representantes do governo informaram que, ainda na semana passada, foram disponibilizados para o Tribunal de Justiça R$ 85 milhões, aos quais esta semana se somaram mais R$ 10 milhões, totalizando R$ 95 milhões de suplementação. “Falta ao Tribunal fazer a solicitação de lançamento no sistema de gestão financeira do Estado, o Fiplan, para que o dinheiro seja transferido. Essa foi uma operação tocada pelo próprio governador, com a colaboração inclusive do Tribunal de Contas, como um socorro imediato, para que não estivéssemos vivendo este momento. Fizemos também uma varredura e descobrimos que o Tribunal tem, sem empenhar, uma receita própria de R$ 150 milhões, que seria suficiente para o pagamento do seu funcionalismo”, afirmou Manoel Vitório.  Já foram repassados outros R$ 124,8 milhões, segundo Paulo Moreno, somando-se algo em torno de 219 milhões de verbas suplementares disponibilizadas para o TJ este ano. ”Com este valor, se comparado com o que o próprio presidente do Tribunal de Justiça, Eserval Rocha, anuncia como necessário, cerca de R$ 300 milhões, o Estado disponibilizou a maior parte, mais de 70% do que foi solicitado, para o Tribunal de Justiça”.

Maria Quitéria diz que aumento do ”salário mínimo” não vai ser positivo para prefeituras

/ Bahia

Quitéria diz que prefeituras sentem crise. Foto: Gutemberg Cruz
Quitéria diz que prefeituras sentem crise. Foto: Gutemberg Cruz

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira (29/12) o decreto que fixa o salário mínimo de 2016 em R$ 880 (leia mais aqui). Entretanto, o reajuste de 11,6% – o valor atual é de R$ 788 – preocupa as prefeituras baianas, que têm sentido na pele os efeitos da crise econômica que atinge o país. O cenário nos municípios, que já é de baixa arrecadação e demissões pode se agravar ainda mais com o aumento do salário mínimo, caso a expectativa de receita não siga lado a lado com o reajuste. Esta é avaliação da presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Maria Quitéria. Para ela, a repercussão da alta no salário mínimo nos cofres municipais ”não vai ser positiva”. Também prefeita de Cardeal da Silva, a presidente da UPB projeta um cenário sombrio para o ano que vem. ”A gente já está numa situação difícil. A tendência é reduzir um pouco mais o quadro de funcionários. A situação é preocupante. Não sei como a gente vai arcar com esses aumentos que são lei”, afirmou em entrevista nesta terça ao Bahia Notícias. Ainda segundo ela, com a crise na arrecadação, o ano de 2016 ”não vai ter contratação”. Na avaliação da presidente da UPB, os problemas econômicos não só afetam os municípios, mas têm impacto negativo direto na avaliação popular dos prefeitos e em suas tentativas de emplacar reeleição ou eleger sucessores nas eleições municipais. ”Por ser ano de eleição, isso pode influenciar na aprovação dos prefeitos. Isso tá influenciando diretamente na situação política dos prefeitos”, avaliou. Com prefeitos vivendo uma onda na rejeição de contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) (veja mais aqui), Maria Quitéria culpa a situação também pela baixa arrecadação, já que, segundo ela, mesmo com cortes de pessoal e em adendos na folha de pagamento, os gestores não conseguiram reconduzir as despesas com pessoal ao teto de 54%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. A violação deste limite foi a principal causa da rejeição das contas de 2014 de inúmeras prefeituras baianas. ”Ninguém aumentou o número de funcionários nas prefeituras, não se conseguiu atingir o índice de pessoal porque a receita caiu muito, por falta de repasses do governo federal. O TCM tem tido sensibilidade quanto a isso.  Muitos prefeitos cortaram horas extras, gratificações, cortaram tudo, mas não conseguiram reduzir as despesas com pessoal”, explicou.

Ministro Wagner exalta Rui Costa como governador; ”A Bahia está satisfeita, eu fico com orgulho”

/ Bahia

Wagner diz que
Wagner diz que Rui Costa é gigante. Foto: Mateus Pereira

Questionado sobre a atuação do governador Rui Costa (PT), o atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, classificou Rui como ”gigante para Salvador” e afirmou que ” um ano difícil, mas ele tá se virando”. ”Nós que tiramos o metrô do papel. Se continuasse na prefeitura, o metrô não ia rodar. Ia ficar rodando aquele elefante branco. Eu não fico abusando. Não sou daqueles que fica dizendo que fui eu quem elegi. Eu sempre disse a Rui para ser melhor que eu”, disse em entrevista à Rádio Metrópole, nesta terça-feira (29). Wagner falou ainda sobre a opinião popular em relação a Rui antes da eleição. ”O povo dizia que ele era quiabo duro e disso ele não tem nada. Eu sabia que não ia tomar susto quando escolhi Rui. Ele já visitou 82 municípios. A Bahia está satisfeita, o povo de Salvador também. Eu fico com orgulho. Vamos ter as avenidas transversais e o metrô de quarenta e tantos quilômetros (…) eu vou e volto para Brasília de avião comercial. Vou em farmácia, em mercado, em restaurante, eu sou grato, a gente trabalhou muito”, afirmou. Metro1

Assembleia aprova proibição de cobrança de religação de energia por atraso de pagamento

/ Bahia

PL 21.154/2013 foi aprovado na ALBA. Foto: Sandra Travassos
PL 21.154/2013 foi aprovado na ALBA. Foto: Sandra Travassos

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou um projeto de lei que proíbe a cobrança de taxa de religação de energia elétrica em caso de corte por falta de pagamento. O PL 21.154/2013, de autoria do deputado estadual Targino Machado (DEM), determina que em caso de suspensão por atraso, a concessionária deve, em prazo máximo de 24 horas, retomar o fornecimento sem qualquer custo ao consumidor. ”Para que as pessoas tenham conhecimento, o consumidor que paga as multas e juros, purga a mora, ainda tem que pagar a taxa de religação, o que é um absurdo. É uma conduta abusiva da concessionária. E com este Projeto de Lei, haverá a proibição desta taxa, retirando esta cobrança da população”, explica Targino. Após a purgação da mora, a concessionária cobra da população a taxa para a religação, como se os consumidores ainda estivessem inadimplentes, mesmo depois do débito ser quitado. ”A via de cobrança natural, dentro de um Estado Democrático de Direito, é a judicial, com obediência ao devido processo legal. O contribuinte não pode ser submetido a constrangimento pela adoção desta via, que, embora aceita, submete-os a danos materiais e morais, de difícil reparação”, completa o parlamentar. O projeto segue para sanção do governador Rui Costa. Informações do Bahia Notícias

Capital baiana: ACM Neto contesta dados do TCM-BA sobre gastos com cargos comissionados

/ Bahia

ACM Neto teve contas aprovadas com ressalva. Foto: Jornal Grande Bahia
ACM teve contas aprovadas com ressalva. Foto: Agecom
Por meio de nota, segundo o site Bocão News, emitida na tarde desta segunda-feira (28), a Assessoria  Geral de Comunicação da Prefeitura de Salvador contestou dados apresentados pelo Tribunal de Contas dos Municípios  (TCM-BA) em relação aos gastos com cargos comissionados que aumentaram neste ano. A divergência entre os números apresentados pelo Tribunal de Contas dos Municípios e pela Prefeitura de Salvador em relação à folha de pagamento é exorbitante.  Conforme relatório do Executivo soteropolitano sobre valores gastos com cargos comissionados entre 2013 e 2015 foi de 36,01%, e não de 1118%. Ainda de acordo com a nota, somente em 2013, a prefeitura gastou R$47.168.634,94 com cargos comissionados, enquanto em 2015 o valor chegou a R$64.153.248,62. ”Embora alguns cargos tenham sido criados, várias funções também foram extintas nas reformas feitas pela atual gestão, assim como superintendências e órgãos públicos. Vale lembrar ainda que muitos das funções em comissão são ocupadas por servidores municipais ou de outras esferas. Nesses casos, eles recebem no máximo 50% do valor do cargo”, respondeu. A prefeitura ressalta que a Lei nº 8.907, de 14 de setembro de 2015, buscou alinhar, de maneira mais assertiva, as diretivas de pessoas e de estruturas, correlacionando as duas últimas legislações que trataram estes assuntos e adequando-as dentro do possível, seguindo a premissa melhorar a atuação da máquina pública, tanto em termos de qualidade dos resultados aos cidadãos quanto na profissionalização agentes públicos. ”Nesta lei foram criadas vagas para novos cargos efetivos, possibilitando a realização de novos concursos, redefinidos perfis de outros cargos, extinguindo atividades desnecessárias ou em desuso e dando melhores condições da Prefeitura prestar os serviços básicos ao cidadão com mais qualidade e agilidade quando comparado a gestões anteriores”, diz outro trecho da nota.

Governo do Estado parcela em três vezes pagamento do ICMS relativo a vendas de dezembro

/ Bahia

Os contribuintes do ICMS na Bahia poderão parcelar em até três vezes o pagamento do ICMS relativo às vendas realizadas em dezembro. As parcelas mensais consecutivas vencem nos dias 11 de janeiro, 11 de fevereiro e 9 de março. O parcelamento, de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), é valido também para operações de antecipação tributária relativa às aquisições interestaduais de mercadorias efetuadas durante o mês de dezembro. Neste caso, o pagamento deverá ser realizado em 25 de janeiro, 25 de fevereiro e 25 de março. Por terem regras próprias, contribuintes optantes pelo Simples Nacional não participam do parcelamento, exceto nas operações sujeitas ao pagamento por antecipação tributária. Também não haverá parcelamento para o comércio de automóveis, motocicletas, motonetas, caminhões, reboques e semirreboques, ônibus e micro-ônibus novos e usados, hipermercados e supermercados. Informações da Secom

Assembleia teria aprovado Projeto de novos cargos sem conhecimento dos deputados

/ Bahia

PL foi aprovado no apagar das luzes
PL foi aprovado no apagar das luzes. Foto: Vagner Souza

O projeto que cria novos cargos na Assembleia Legislativa da Bahia, aprovado no apagar das luzes na última quarta-feira (23/12), criou um clima de desconforto entre os deputados estaduais. A matéria entrou na pauta de votação juntamente com outras 40. Todas foram aprovadas. Deputados ouvidos pelo site Bocão News, nesta sexta-feira (25), afirmaram que o projeto não era de conhecimento dos parlamentares e foi aprovado sem que os mesmos percebessem. O projeto de resolução 2.405/2015 cria a diretoria de serviço médico-odontológico e Assistência Social e institui gratificação aos servidores de nível médio. Também foram criados os cargos de ajudante de ordens da presidência e de coordenador de segurança patrimonial, vinculados à assistência militar, beneficiando o próprio presidente da Casa, Marcelo Nilo, e os deputados da mesa diretora. De acordo com um dos parlamentares, que não quis se identificar, os deputados foram surpreendidos e muitos só tiveram conhecimento da aprovação após reportagem divulgada pelo Bocão News. Ele afirma que a matéria não estava na pauta de votação e foi colocada de última hora exclusivamente pelo presidente da Alba.

Governador da Bahia visitou 140 escolas de 82 municípios baianos em 2015

/ Bahia

Rui diz que prioriza Educação em seu governo. Foto: Manu Dias
Rui diz que prioriza Educação em seu governo. Foto: Manu Dias

O governador Rui Costa, visitou neste ano de 2015, sedes e zonas rurais de 82 municípios baianos, no qual entregou obras concluídas e assinou várias ordens de serviço para novas ações. Um dos grandes destaques das viagens foram as visitas a cerca de 140 escolas estaduais, municipais e creches, como forma de subsidiar o programa Educar para Transformar – Um Pacto pela Educação. Dividido em cinco eixos, o programa tem como princípio a formação de parceria com educadores, municípios, universidades, movimentos sociais, empresários e as famílias para melhorar a educação pública. Nas visitas às escolas, Rui participou de atividades artísticas e culturais e mudou o roteiro em atendimento a convite de alunos de colégios que não estavam previstos nas viagens. No bairro do Uruguai, em Salvador, Rui visitou a Escola Estadual Polivalente San Diego, que não estava na agenda, e jogou capoeira. Em Feira de Santana, outra unidade, não incluída no roteiro e que recebeu a visita do governador, é o Colégio Estadual Celita Franca Silva. O secretário da Educação, Osvaldo Barreto, afirma que uma das prioridades do Educar para Transformar é o aumento do protagonismo dos alunos na vida escolar. ”Um dos eixos do programa é a participação da família na escola. [No] processo de eleição dos diretores a participação dos estudantes passou a ser de 40% e dos pais de 15%. Também passou a ser exigido quorum mínimo de estudantes e pais para a eleição. O resultado foi excelente. A maioria das escolas deu quorum tanto de pais quanto de alunos”. Barreto também afirma que o governador tem uma sensibilidade muito grande no âmbito da Educação. “Ele tem contato com a comunidade escolar, professores, estudantes e pais de alunos, e um dos aspectos observados é a infraestrutura. A secretaria tem procurado responder a essas questões que estão sendo compiladas pelo governador. Um exemplo é a Escola Estadual Edílson Joaquim dos Santos, de Nova Redenção, no centro sul da Bahia, primeiro colégio visitado por ele no início do ano. Ela [a unidade] depois passou por uma grande obra para recuperar os problemas estruturais e hoje é outra escola”.

Em clima de Natal, deputados estaduais aprovam PEC que muda direitos dos servidores

/ Bahia

Sessão às vésperas do Natal. Foto: Sandra Travassos/ALBA
Sessão ocorreu às vésperas do Natal. Foto: Sandra Travassos

Já em clima de Natal, os deputados estaduais votaram outras diversas matérias e, com isso, limparam a pauta de votação. Apesar da ”correria”, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL) ainda terá mais uma sessão antes de entrar em recesso. Na sessão ontem, marcada para as 10h, a Casa Legislativa apreciou três matérias enviadas pelo Executivo, além de projetos de lei de autoria dos parlamentares. Duas das matérias diziam respeito ao funcionalismo público e a outra tratava do Orçamento do Estado para 2016.  Diferente das sessões anteriores, com registro de confusões e tumultos, a de ontem transcorreu na mais perfeita harmonia e o aparato de segurança solicitado pelo presidente da AL, deputado Marcelo Nilo (PDT), não teve tanto trabalho. Como a sessão extraordinária foi convocada pela Presidência na antevéspera das comemorações de Natal, as galerias desta vez estavam vazias. Apenas alguns servidores marcaram presença nas arquibancadas do plenário. Sem pressão, os deputados não tiveram dificuldade de votar e aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 148, e o Projeto de Lei 21.660, que mudará concessões de vantagens aos servidores. Antes do início da sessão, servidores ligados a sindicatos da categoria distribuíram uma carta aberta para chamar a atenção dos deputados da base governista. No texto, os 35 sindicatos afirmaram que os parlamentares que votarem a favor das medidas ”sofrerão uma ruptura”. ”Todo o governante tem seu saco de maldade. Rui vai para televisão dizer que está tudo bem, mas é para jogar os servidores contra a população. Mas, sem o servidor público, a máquina do Estado não funciona, está precária e não adianta adotar o Reda [Regime Especial de Direito Administrativo]. No tempo da ditadura e da malvadeza, conseguimos ter esses direitos e, hoje, no tempo da ‘democracia’, estão sendo tirados”, criticou a presidente da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado (Fetrab), Marinal Nunes, em entrevista à Tribuna. As duas matérias foram aprovadas com os votos dos deputados governistas, que compareceram em peso para a votação em plenário. A oposição votou contra. O deputado Targino Machado (DEM) subiu à tribuna da Casa ontem para criticar o governo petista, mas culpou o presidente Marcelo Nilo pela aprovação do que chamou de ”pacote de maldades” na Casa de Leis da Bahia. Informações do Jornal Tribuna da Bahia

Bahia é o Estado brasileiro que mais reduziu trabalho infantil, segundo estudo

/ Bahia

Apesar da redução, ainda há crianças trabalhando. Foto: Correio
Apesar da redução, ainda há crianças trabalhando. Foto: Correio

A Bahia foi o estado brasileiro que mais reduziu o trabalho infantil, em números absolutos, entre os anos de 2002 e 2014. Cerca 350 mil crianças e jovens entre 5 e 17 anos saíram do mundo do trabalho no período analisado, segundo análise divulgada nesta terça-feira (22/12) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2002, 647 mil crianças e jovens trabalhavam na Bahia. Em 2014, esse número reduziu para 296 mil. Em números relativos, a redução representou uma queda de 54% na quantidade de crianças e jovens trabalhando. A população jovem da Bahia também reduziu. Em 2002 o estado tinha 3,9 milhões pessoas entre 5 e 17 anos, contra 3,35 milhões em 2014. Uma redução de 13,5%.O diretor de pesquisas da SEI, Armando Castro, credita a redução do trabalho infantil a programas sociais do governo, como o Bolsa Família. ”O aumento da renda familiar diminui a necessidade de entrada no mercado de trabalho pelos mais novos”, avalia. A diretora geral da superintendência, Eliana Boaventura, ressalta o acesso à escola como um dos dados positivos trazidos pelo estudo. ”Ainda estamos longe de erradicar o trabalho infantil na Bahia, mas há avanço. A análise mostra esse declínio do trabalho infantil e a ascensão da educação”, afirma. Ao todo, 27 mil pessoas de 12 mil domicílios em mais de 80 municípios baianos fizeram parte da amostragem da pesquisa. O menor índice de inserção no mercado, 82%, foi registrado entre crianças de 5 a 9 anos. De 38 mil crianças em situação de trabalho em 2002, o estado passou a contar com 7 mil em 2014. A variação também foi significativa na faixa etária dos 10 aos 13 anos, com uma redução de 68%. A queda representa 114 mil crianças dessa faixa de idade deixando o trabalho infantil. Correio

Ao lado de Dilma, Rui entrega Estação Metrô Pirajá, conclui projeto original do sistema metroviário

/ Bahia

Governador inauguram a Estação Metrô Pirajá. Foto: Manu Dias
Rui Costa inauguram a Estação Metrô Pirajá. Foto: Manu Dias

A partir desta terça-feira (22/12), a população de Salvador conta com mais uma estação de metrô. A inauguração da tão aguardada Estação Pirajá está sendo feita pela presidente da República, Dilma Rousseff, pelo governador da Bahia, Rui Costa, e pelo presidente do Grupo CCR, Renato Vale nesta manhã. O evento marca também a conclusão do projeto original da Linha 1 do metrô, com 12 quilômetros de extensão e oito estações. São elas: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá. Está prevista ainda a expansão da Linha 1 até Águas Claras/Cajazeiras, cuja licitação deve ser lançada pelo governo no primeiro trimestre de 2016. O governo conclui o projeto original da Linha 1 em apenas dois anos e meio após a transferência da gestão do sistema do município de Salvador para o Estado, ocorrida em maio de 2013. Localizada às margens da BR-324, com acesso pela Rua da Indonésia, a oitava estação do metrô beneficia os moradores dos bairros de Campinas de Pirajá, Marechal Rondon, Lobato, Boa Vista de São Caetano, São Caetano, Calabetão, Mata Escura, Jardim Santo Inácio e Granjas Rurais Presidente Vargas. Inicialmente em operação assistida, com acesso gratuito, a Estação Pirajá passa a funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h, e aos sábados, das 8h às 14h30. Os trens circulam da Lapa a Bom Juá, com tempo de percurso de 15 minutos, e os usuários irão desembarcar para embarcar novamente seguindo para a Estação Pirajá, com tempo de viagem de mais três minutos. O horário de funcionamento da Estação Pirajá será estendido gradualmente até abril de 2016, quando entrará em operação comercial, com funcionamento das 5h à meia-noite todos os dias, inclusive nos feriados. Quando estiver em operação plena, a estação deve receber cerca de 150 mil passageiros por dia. Com 8.484 metros quadrados de área construída, a maior estação em capacidade da Linha 1 possui banheiros feminino e masculino, banheiros adaptados para pessoas com deficiência, elevadores, escadas rolantes e piso tátil. A estação tem arquitetura moderna que privilegia a ventilação natural e conta com iluminação em LED.

MST ocupa prédio da Prefeitura em Ribeirão do Largo, cobrando melhorias na Educação

/ Bahia

    Integrantes do MST continuam na PrefeituraIntegrantes do MST na Prefeitura. Foto: Ribeirão Notícias

Integrantes do assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) Boa Sorte, localizado a 22 quilômetros de Ribeirão do Largo, região de Vitória da Conquista, ocuparam a prefeitura do município a partir das 7 horas desta segunda-feira. De acordo com o vice-prefeito da cidade, Flodoaldo Vieira (PSD), cerca de 70 pessoas cobravam melhorias na educação e infraestrutura para a comunidade onde residem pelo menos 500 pessoas. O grupo vinha negociando com o atual prefeito Valdomiro Guimarães (PMDB), mas atualmente Ribeirão do Largo passa por uma grande deficiência e há problemas com a contratação de proefessores, pagamento de merendeiras; posto de saúde também estariam sucateados, disse o vice. “O prefeito correu, não ficou na localidade. Colocou a secretária de Educação para negociar. Ele é um cara que não tem equilíbrio administrativo e diplomacia para resolver a situação”, disse Flodoaldo, sem contato com o principal gestor há um ano. Procurado, Valdomiro não foi localizado. A delegacia de Ribeirão do Largo divulgou que houve princípio de conflito entre os manifestantes e a polícia, mas a situação logo foi contornada. Por volta das 14h, o grupo já estava deixando a sede da administração municipal, após negociações; representantes teriam pedido prazo de 8 dias para regularizar o ano letivo de alunos da 1ª à 4ª série, sem aulas há dois meses. Bahia Notícias

Governo lança revista e site para reforçar transparência da informação na Bahia

/ Bahia

Rui Costa se reúne com jornalistas. Foto: Manu Dias
Rui Costa se reúne com jornalistas. Foto: Manu Dias
Reforçar a democratização e a transparência das informações sobre o Governo do Estado é o objetivo da revista Terra Mãe e do Mapa da Mídia, produzidos pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) e lançados na manhã desta segunda-feira (21/12), durante um café da manhã promovido para a imprensa baiana no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador. A publicação anual reúne as principais ações e projetos do primeiro ano de gestão do governador Rui Costa. Já a ferramenta online tem como finalidade agrupar todos os veículos de comunicação do estado, por município, entre jornais, rádios, emissoras, sites noticiosos e revistas regionais. O lançamento ocorre no momento em que a Bahia assume a primeira posição no ranking nacional de transparência, de acordo com a Escala Brasil Transparente, pesquisa realizada pela Controladoria Geral da União (CGU). Para o governador, que esteve no lançamento das ações, essa é uma oportunidade de aproximar o trabalho de comunicadores de todo o estado da administração estadual. ”O espaço do Mapa da Mídia é uma forma dos veículos de comunicação aproveitarem uma plataforma do Governo do Estado para divulgar seus dados e informações, tanto para a comunidade, como para os anunciantes, por exemplo, que podem se utilizar dessas informações. É uma excelente ferramenta que começa agora, mas deve se aperfeiçoar com o raio de influência das empresas e meios de comunicação”, disse o governador.  Na ocasião, Rui anunciou ainda o lançamento de um portal de empregos. ”Utilizaremos um sistema parecido com este do Mapa da Mídia para, em 2016, lançar um portal para oportunidade de empregos, com a disponibilização de informações de empregadores e de profissionais liberais que estão procurando trabalho e tentando vender a mão de obra. O Estado vai dar a segurança para quem está contratando um serviço, que deve começar com 50 mil pessoas cadastradas”.

Ivete contagia o público na Arena Fonte Nova com show em prol do Hospital Martagão Gesteira

/ Bahia

Ivete encanta crianças em prol do Mastargão. Foto: Carol Garcia
Ivete encanta crianças em prol do Mastargão. Foto: Carol Garcia

Motivadas pelo talento e generosidade de um grupo de artistas baianos, cerca de 25 mil pessoas abraçaram a campanha em prol do Hospital Martagão Gesteira e compareceram à Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite desta sexta-feira (18/12), para assistir ao show beneficente da cantora Ivete Sangalo e Orquestra Juvenil da Bahia, que faz parte do programa Neojiba.  O espetáculo inédito e exclusivo, que homenageou os 50 anos de carreira de Caetano Veloso e Gilberto Gil, teve a participação de convidados como os artistas Carlinhos Brown, Claudia Leitte e Preta Gil. ”Muito obrigado por terem aceitado o meu convite para ajudar tantas crianças que precisam de cuidado. O meu desejo é que esta seja uma noite feliz, de alegria, amor e música”, disse Ivete, assim que subiu ao palco.  Idealizado pela primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Peixoto, o espetáculo terá a renda revertida para a reforma do hospital, que há mais de 50 anos realiza procedimentos de alta complexidade em crianças e adolescentes de até 15 anos. ”Acreditamos ter atingido a nossa meta de público e arrecadação. Estou muito feliz de ver a maneira como a população abraçou a causa”, afirmou a primeira-dama.

Ivete aceitou convite de governador e primeira-dama
Cantora Ivete aceitou convite de governador e da primeira-dama

Para o governador Rui Costa, que também marcou presença na Arena Fonte Nova, o evento refletiu bem mais do que a arrecadação para requalificar o Martagão Gesteira. ”Poder ajudar o hospital é muito importante, [e] esse evento mostrou que as pessoas podem ser mais participativas na sociedade. Isso pode influenciar inclusive na paz. Ninguém quer fazer mal a quem cuida de você”. O público cantou e dançou em sintonia com a cantora Ivete Sangalo e seus convidados. A estudante Camile Leite aproveitou cada segundo do show. Fã da musa do axé se emocionou em vários momentos do espetáculo. ”Eu amo Ivete. Ela é maravilhosa, linda! Sou fã dela há nove anos e acompanho tudo o que ela faz. O show está sendo perfeito”.