Bahia registra 24 casos de Covid-19 e mais 3 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 24 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,001%), 163 recuperados (+0,01%) e 3 óbitos. Dos 1.675.461 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.643.429 já são considerados recuperados, 1.515 encontram-se ativos e 30.517 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta segunda-feira (15) contabiliza ainda 1.980.181 casos descartados e 359.546 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta segunda-feira. Na Bahia, 68.062 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.663.443 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.830.174 com a segunda dose ou dose única, 6.952.905 com a dose de reforço e 1.687.618 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.018.998 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 631.033 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 20.359 tomaram a primeira dose.

Bahia não registra óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 36 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,002%) e 201 recuperados (+0,01%). Não houve registro de óbito. Dos 1.675.437 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.643.266 já são considerados recuperados, 1.657 encontram-se ativos e 30.514 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico deste domingo (14) contabiliza ainda 1.980.086 casos descartados e 359.502 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste domingo. Na Bahia, 68.062 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.662.599 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.828.399 com a segunda dose ou dose única, 6.936.115 com a dose de reforço e 1.661.321 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.018.588 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 629.178 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 19.241 tomaram a primeira dose.

Número de delegados de polícia concorrendo nas eleições da Bahia triplica em relação a 2018

/ Bahia

Pelo menos 21 integrantes da Polícia Civil da Bahia (PC-BA) receberam licença para concorrer a mandato eletivo nas eleições de 2022. De acordo com uma lista enviada pela corporação ao Bahia Notícias, 10 delegados se afastaram das funções para concorrer no pleito, além de nove investigadores de Polícia Civil e dois escrivães. Ainda conforme o documento, cinco delegados disputam cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e outros cinco tentam chegar à Câmara Federal. Entre os investigadores, todos concorrem ao cargo de deputado estadual e os escrivães a deputado federal.

A licença concedida pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) cumpre determinação da Lei 6.667, de 1994, e dispõe que não há prejuízo da remuneração ”em virtude de ser candidato a cargo eletivo, de acordo com a Legislação Eleitoral devendo, em tempo oportuno, apresentar comprovante da candidatura, sob pena das sanções cabíveis”. As portarias de licença também cumprem o prazo de três meses antes da disputa: entre 2 de julho e 2 de outubro deste ano.

Se comparado com a última eleição geral, em 2018, houve um pequeno aumento no número de servidores da Polícia Civil que almejam trilhar uma carreira política: naquele ano 17 disputaram o pleito, que representa um aumento de 23% em 2022. À época, 12 investigadores de Polícia Civil concorreram, além de três delegados e dois escrivães. Entre os investigadores, oito buscavam uma vaga na AL-BA, três na Câmara dos Deputados e um saiu ao Senado. Dois delegados foram candidatos a deputado estadual e um deputado federal. Um escrivão disputou para deputado federal e o outro para deputado estadual.

A Polícia Civil da Bahia não informou o nome dos servidores que disputarão as eleições de outubro, mas o BN conseguiu confirmar a candidatura de parte da lista enviada. Entre os delegados que já tiveram a candidatura registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estão Manoel Eduardo Costa Andreetta, pelo PP; Marcus Vinicius de Morais Oliveira, pelo Podemos e Lisdeili Maria Nobre Guimarães Dantas, pelo PSOL – todos disputam o cargo de deputado federal – e Bruno Ferreira de Oliveira, pelo PL, concorre ao cargo de deputado estadual.

As candidaturas de alguns partidos ainda não foram registradas no TSE, a exemplo do União Brasil, PTB e PP (para o cargo de deputado estadual), e por isso alguns nomes ainda não constam na plataforma do Tribunal, mas o Bahia Notícias conseguiu confirmar a filiação partidária de outros delegados que receberam a licença para concorrer a um cargo eletivo em 2022. São eles: Deraldo Damasceno, filiado ao PTB; Jesus Pablo Lima Oliveira Reis Barbosa, filiado ao PP; Katia Alves, filiada ao União Brasil; Thais Siqueira do Rosario, filiada ao União Brasil e Maritta Silva de Souza, filiada ao PP.

Único integrante do quadro da Polícia Civil a disputar o governo da Bahia em 2022, Kléber Rosa, do PSOL, é um dos oito investigadores licenciados da PC-BA que foram confirmados pelo BN. Com candidatura já registrada estão Adjalbas Pereira Sousa, pelo PSC; Marivaldo do Carmo Boa Morte, pelo PDT; Elisaldo Santos Silva, pelo PSB; Leo Magno Caldas Mota Rabelo, pelo PL e Julio Cesar Romeiro Giffoni, pelo PL. Todos disputam cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia. Ainda sem registro, mas com filiação partidária confirmada está Elielson de Alencar Sidronio, filiado ao PRTB.

Entre os escrivães, Laudelino Souza da Conceição, conhecido como ”Lau”, concorre ao cargo de deputado federal pelo Podemos. Moisés de Brito Santos ainda não teve candidatura registrada, mas está filiado ao PTB.

Bahia registra 30 casos de Covid-19 e mais 15 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 30 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,002%), 344 recuperados (+0,021%) e 15 óbitos. Dos 1.668.600 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.635.583 já são considerados recuperados, 2.553 encontram-se ativos e 30.464 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta segunda-feira (08) contabiliza ainda 1.968.768 casos descartados e 358.595 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta segunda-feira. Na Bahia, 67.922 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.648.640 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.813.617 com a segunda dose ou dose única, 6.884.921 com a dose de reforço e 1.576.562 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.013.233 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 622.991 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 14.721 tomaram a primeira dose.

Ministério Público recomenda que Google adote medidas para combater racismo algorítmico

/ Bahia

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou ao Google que adote medidas para combater condutas discriminatórias realizadas por inteligência artificial ou plataformas de mídias sociais e aplicativos. Na recomendação, a orientação é que seja realizado o bloqueio urgente e imediato dos resultados de pesquisas que direcionam usuários a conteúdos de cunho racista.

Segundo os promotores de Justiça Lívia Sant’Anna Vaz e João Paulo de Carvalho da Costa, algumas situações podem caracterizar racismo algorítmico. Os promotores recomendam ainda ao Google que informe ao MPBA as regras adotadas para o procedimento de rastreamento, indexação e exibição dos resultados de pesquisas que direcionam os usuários a páginas que estariam divulgando conteúdos racistas.

Eles também recomendam que seja informado se existem diretrizes/políticas proibitivas específicas para os casos classificados como condutas de discriminação racial. É orientado ainda que seja indicado ao MP-BA representante de unidade interna de ética e transparência ou canal para recebimento de ofícios, intimações, citações e requisições (extra)judicias, relacionadas a esses casos discriminatórios.

Outra recomendação é que seja criado canal específico para os usuários do Google realizarem denúncias dos casos classificados como condutas de discriminação racial na plataforma, com encaminhamento ao MP-BA dos registros de conexões à internet efetuados no território do estado da Bahia, se o fato ocorrer ou um dos envolvidos residir no território do estado.

Os promotores de Justiça lembram que o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIbr) define que o uso da internet deve guiar-se pelos princípios de liberdade de expressão, de privacidade do indivíduo e de respeito aos direitos humanos, reconhecendo-os como fundamentais para a preservação de uma sociedade justa e democrática.

Jovem se afoga e é resgatado por bombeiros na praia do Farol da Barra, em Salvador

/ Bahia

Jovem se afoga e é resgatado por bombeiros. Foto: Júlia Marques

Um jovem de 18 anos se afogou na tarde deste domingo (7), na praia do Farol da Barra, em Salvador. Ele foi resgatado com vida após atuação do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Inicialmente bombeiros que estavam no local informaram que o jovem que se afogou não resistiu. No entanto, familiares do garoto afirmaram que ele deixou o local em estado de hipotermia.

A vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Marback. O estado de saúde dele é estável. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local. As informações são do G1

Bahia registra 174 casos de Covid-19 e 1 óbito, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 174 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,01%), 510 recuperados (+0,03%) e 1 óbito. Dos 1.668.570 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.635.239 já são considerados recuperados, 2.882 encontram-se ativos e 30.449 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico deste domingo (07) contabiliza ainda 1.968.559 casos descartados e 358.609 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste domingo. Na Bahia, 67.920 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.647.378 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.813.381 com a segunda dose ou dose única, 6.858.381 com a dose de reforço e 1.538.677 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.011.597 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 620.891 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 13.314 tomaram a primeira dose.

 

Bahia registra 1.512 casos de Covid-19 e mais 22 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.512 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,09%), 1.704 recuperados (+0,10%) e 22 óbitos. Dos 1.665.393 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.631.292 já são considerados recuperados, 3.680 encontram-se ativos e 30.421 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

boletim epidemiológico desta quinta-feira (04) contabiliza ainda 1.963.476 casos descartados e 358.631 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta quinta-feira. Na Bahia, 67.821 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.644.520 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.807.737 com a segunda dose ou dose única, 6.825.614 com a dose de reforço e 1.491.957 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.009.566 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 618.922 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 11.959 tomaram a primeira dose.

Reincidente, médico-perito volta a ser preso por suspeita de fraudes no INSS na Bahia, diz polícia

/ Bahia

A Operação foi denominada de PINEL III. Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Federal realizou, nesta quinta-feira (4), uma nova fase da operação de combate a fraudes previdenciárias na Bahia. A Operação PINEL III foi realizada em conjunto com o Núcleo de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério da Previdência e Trabalho.

Na operação, foi preso, novamente, um médico-perito do INSS envolvido em fraudes previdenciárias. Ele já havia sido preso, juntamente com outras 10 pessoas, na primeira fase da Operação Pinel, deflagrada no ano de 2019, apontado como líder de grupo criminoso. O mandado de prisão preventiva contra o servidor foi expedido pela 2ª Vara Federal de Salvador. O nome do suspeito não foi divulgado.

De acordo com a investigação, a ação das fraudes contra o INSS eram feitas a partir da simulação de doenças incapacitantes ao trabalho, a maioria delas ligadas a transtornos psicológicos, assim como no direcionamento e manipulação de perícias médicas. Segundo um relatório produzido pela Inteligência Previdenciária, foram constatados fortes indícios de repetição do crime por parte do médico-perito, que mesmo após as ações contra ele, continuou manipulando perícias médicas.

O valor do prejuízo apurado com as fraudes é superior a R$ 60 milhões, relativos a mais de mil benefícios previdenciários fraudulentos. O médico-perito preso já foi denunciado pelo Ministério Público Federal, por participação nas outras fases da operação PINEL, pelos crimes de estelionato previdenciário, falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção passiva, lavagem dinheiro, além de organização criminosa, com penas que, se somadas, ultrapassam 30 anos de prisão. Com informações do G1

Município baiano de ”Quijingue” tem maior eleitorado com baixa escolaridade do Nordeste

/ Bahia

O município de Quijingue, na região do Sisal da Bahia, tem a maior incidência de pessoas com baixa escolaridade do Nordeste para as eleições deste ano, tendo 77,20% (17.076) dos seus eleitores nesta condição. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nas últimas eleições gerais, em 2018, a porcentagem de eleitores com baixa escolaridade de Quijingue era ainda maior, atingindo 92,17% (19.086) do eleitorado. Na ocasião o município também liderava o ranking nordestino neste quesito.

O Nordeste é a região com maior número de indivíduos com baixa instrução em seu eleitorado no Brasil, tendo 43,23% de seus eleitores iletrados, somando mais de 18 milhões de pessoas. Na comparação nacional, Quijingue aparece em 11º colocado, atrás de municípios, principalmente, da região Norte. Em 2018, ele ocupava a 4ª colocação. Entre as 10 primeiras cidades do ranking deste ano, 7 são nortistas, 2 são do Sul e uma é do Sudeste.

Em relação à Bahia, o segundo município com a maior porcentagem entre as pessoas aptas a votar neste ano é Várzea da Roça, na Bacia do Jacuípe, com 66,37% (5.560) de seus eleitores sendo pessoas com baixa escolaridade.

Em terceiro colocado aparece o município de Adustina, na região do Semiárido do Nordeste II, com 65,82% (4.578) do eleitorado com um grau de instrução considerado baixo. Érico Cardoso, da Bacia do Paramirim, também figura na parte de cima do ranking, com 61,14% (5.521).

Vale lembrar que o município tem a terceira maior incidência de analfabetos entre as pessoas aptas a votar neste ano (lembre aqui).  A educação pública da Bahia foi ”reprovada” no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) que avaliou o Ensino Médio. O estado ficou em último lugar na classificação, dividindo espaço com o Amapá, Pará e o Rio Grande do Norte.

METODOLOGIA

O levantamento considerou ”baixa escolaridade” a junção das categorias: Analfabeto. Ensino Fundamental Incompleto, Ensino Médio Incompleto e Lê e Escreve. Os dados foram colhidos no site do TSE e organizados pela equipe do Bahia Notícias.

Bahia registra 1.628 casos de Covid-19 e mais 22 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.628 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,10%), 1.872 recuperados (+0,12%) e 22 óbitos. Dos 1.663.881 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.629.588 já são considerados recuperados, 3.894 encontram-se ativos e 30.399 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta quarta-feira (03) contabiliza ainda 1.961.397 casos descartados e 358.346 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta quarta-feira. Na Bahia, 67.780 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.646.398 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.807.358 com a segunda dose ou dose única, 6.817.475 com a dose de reforço e 1.480.299 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.008.625 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 618.289 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 11.361 tomaram a primeira dose.

Em ação conjunta, PRF e MT e Previdência flagram situação de trabalho análogo à escravidão na Bahia

/ Bahia

Os trabalhadores dormiam em ambiente precário. Foto: PRF

Uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), flagrou nesta terça-feira (02), regime de trabalho em situação semelhante à escravidão. O flagrante ocorreu na zona rural de Palmares, nas proximidades  de Simões Filho (BA).

Tudo começou por volta das 10h, quando uma equipe da PRF foi procurada por um homem e uma mulher para relatarem que estavam sendo submetidos à condições degradantes de trabalho.

De acordo com a denúncia, os trabalhadores foram atraídos por meio de um anúncio na internet que oferecia trabalho em uma fazenda com carteira assinada e alimentação.

Eles relataram que chegaram na fazenda no mês de julho e foram recepcionados pelo proprietário do imóvel rural. Foram alojados em uma edificação precária e sem condições mínimas de higiene e saúde. Dormiam no chão sem, ao menos, um colchão. O espaço era sujo, o que  proliferava a infestação de insetos e tinham que conviver, diariamente, com ratos e baratas.

Além disso, não havia local para preparar as refeições. A única alimentação servida eram produtos vencidos (iogurte, linguiça, bacon) que também eram fornecidos aos animais da fazenda. E ainda por cima, os trabalhadores eram obrigados a pagar por essa alimentação.

Disseram também que eram submetidos a uma exaustiva jornada de trabalho, sem horário definido para iniciar e terminar o serviço. As folgas eram de 15 em 15 dias. E além das condições desumanas de trabalho, eram humilhados e recebiam ameaças verbais.

Diante da situação, equipes formadas por policiais rodoviários federais, auditores do trabalho e um promotor do trabalho se dirigiram ao local e constataram a veracidade das denúncias. O proprietário do imóvel rural foi preso e encaminhado para a Polícia Federal, em Salvador.

O artigo 149 do Código Penal Brasileiro traz a definição de trabalho análogo ao escravo. Ele inclui no conceito as condições degradantes do trabalho, a jornada exaustiva, o trabalho forçado e a servidão por dívida.

Vale ressaltar que o trabalho escravo ainda é uma realidade persistente no Brasil e diversas atividades são organizadas pela sociedade civil, sindicatos e poder público com o objetivo de se combater e erradicar esse tipo de crime. As denúncias nas rodovias podem ser realizadas através do telefone 191, que funciona em todo o Brasil. A ligação é gratuita e não é preciso se identificar.

Bahia registra 1.597 casos de Covid-19 e mais 15 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.597 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,10%) e 2.081 recuperados (+0,13%) e mais 15 óbitos. Dos 1.662.253 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.627.716 já são considerados recuperados, 4.160 encontram-se ativos e 30.377  tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta terça-feira  (02) contabiliza ainda 1.958.844 casos descartados e 358.134 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta terça-feira. Na Bahia, 67.740 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.646.655 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.806.837 com a segunda dose ou dose única, 6.802.860 com a dose de reforço e 1.460.985 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.009.152 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 616.874 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 e 4 anos, 10.877 tomaram a primeira dose.

Luva de Pedreiro revela maior contrato da carreira; assina com empresa de equipamentos esportivos

/ Bahia

Influenciador Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro. Foto: Reprodução

O influenciador Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, revelou nesta segunda-feira (1º) que o maior contrato de sua carreira é com a empresa de material esportivo Adidas. O baiano não deu detalhes sobre valores da negociação, já sob a tutela do novo empresário, o ex-jogador de futsal Falcão.  No vídeo, no melhor estilo Luva, o influenciador chuta uma bola para cima, entra em uma loja da empresa, veste uniformes, corta o cabelo, bebe água de coco, antes de dominar a bola novamente e marcar um gol em uma quadra, exaltando a parceria com a Adidas.

O anúncio de que esse era o seu maior contrato foi feito através de um vídeo postado em uma rede social na semana passada. ”Fala, minha tropa. O cara da Luva de Pedreiro está aqui em São Paulo. Vim fazer o contrato da minha vida. Maior contrato do cara da Luva de Pedreiro. Graças a Deus, pai. Em nome do pai, do filho e do Espírito Santo. Amém. Receba. Aguardem, viu!”. Luva de Pedreiro está sendo agenciado por Falcão desde o final de junho deste ano, após polêmica envolvendo o ex-empresário Allan Jesus (leia mais abaixo).

Ainda na semana passada, horas depois do anúncio, o baiano comemorou a marca de quase 5 milhões de visualizações em um story – vídeo de curta duração postado no Instagram, que some após 24h de publicado. ”Galera, vim agradecer a vocês esses quase 5 milhões de visualizações nos stories. Todo dia minha tropa do Pedreiro acompanhando… Receba! E vem notícia aí magnífica, sensacional. Graças a Deus, pai. É a tropa”.

Neste final de semana, Luva divulgou nas redes sociais que está em viagem para a Europa. Pela primeira vez, o jovem de 20 anos vai para o exterior na companhia dos pais, a convite da LaLiga, primeira divisão espanhola de futebol profissional. Nas imagens, é possível ver que Luva está na companhia dos pais em um aeroporto, mas não divulgou qual era. Ele também não confirmou qual o país de destino (apesar de a LaLiga ser da Espanha), nem detalhou quantos dias vai passar fora do Brasil.

Em outra rede sociais, Luva agradeceu pela oportunidade de viajar pela primeira vez para fora do país com os pais e ainda escreveu: ”É por isso que não desisto, sou brasileiro e não desisto”. No dia 17 de julho, o ex-jogador de futsal Falcão, responsável por agenciar a carreira de Iran Ferreira, rebateu o ex-empresário do jovem sobre uma tentativa de negociação no início deste ano.

A troca de farpas ocorreu após o ex-empresário de Luva de Pedreiro dar uma entrevista a um podcast. Na ocasião, Allan Jesus afirmou que a BET.12, empresa que o ex-jogador de futsal é embaixador, tentou negociar várias vezes com o influenciador no início deste ano.

No entanto, Falcão negou que a empresa teria tentado negociar mais de uma vez. ”Isso não foi o início das negativas, foi a única vez que falaram com você”, rebateu. Ainda no vídeo publicado na rede social, o ex-jogador de futsal falou sobre o fato de Allan Jesus ter recusado propostas de outras empresas que tentaram fechar contrato com Luva de Pedreiro. ”Não fechou com a gente, nem com ninguém. Várias empresas [tentaram fechar contrato] e você negou, falou que não tinha interesse. Você não precisa, mas o menino [Luva de Pedreiro] precisava. Quem sabe ele não tinha mais que R$ 7,5 mil girando na conta”. As informações são do G1