Vereador do PSB de município baiano de Caculé morre aos 47 anos após luta contra câncer

/ Bahia

Fábio Rocha de Brito (PSB) faleceu. Foto: Achei Sudoeste

Morreu nesta sexta-feira (3) em Caculé, no Sertão Produtivo, Sudoeste baiano, Fábio Rocha de Brito (PSB). Conhecido como Fabiano de Rael, o legislador fazia tratamento para combater um câncer e estava internado em Vitória da Conquista, também no Sudoeste, quando faleceu.

Em nota, a prefeitura de Caculé lamentou o ocorrido e decretou luto oficial de três dias. Segundo o Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias, Fábio de Rael, que tinha 47 anos, trabalhou por anos como motorista de caminhão pipa na zona rural de Caculé antes de ingressar na política. A primeira eleição dele ocorreu em 2012 quando se elegeu pelo Partido Republicano Progressista (PRP), atual Patriota.

Em 2016, foi eleito pelo DEM atual União Brasil. Em 2019, filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Atualmente, Fabiano de Rael fazia parte da Mesa Diretora da Câmara Municipal como segundo secretário e também era presidente da Comissão de Justiça e Redação. Ele deixa esposa e uma filha.

Bahia registra 290 casos de Covid-19 e mais 1 óbito, informa o boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Diante do cenário de estabilidade de casos confirmados, casos ativos e óbitos da Covid-19 na Bahia, a publicação dos boletins epidemiológicos da Covid-19 no estado será semanal. Os dados serão atualizados toda terça-feira. Esta mudança em nada compromete a ação da vigilância à saúde no monitoramento da doença.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 290 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,02%), 294 recuperados (+0,02%) e 1 óbito. Dos 1.787.303 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.755.599 já são considerados recuperados, 309 encontram-se ativos e 31.395 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta sexta-feira (03) contabiliza ainda 2.090.233 casos descartados e 374.941 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta sexta-feira. Na Bahia 71.942 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.735.494 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.990.077 com a segunda dose ou dose única, 7.730.909 com a dose de reforço e 3.156.099 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.094.302 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 746.799 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 a 4 anos, 84.673 tomaram a primeira dose e 40.268 já tomaram a segunda dose. Do grupo de 6 meses a 2 anos, 12.556 tomaram a primeira dose e 3.206 tomaram a segunda dose.

Implantação de câmeras nas fardas dos policiais depende da reavaliação do processo de aquisição

/ Bahia

Secretário de Segurança, Marcelo Werner. Foto: Reprodução

O secretário de Segurança Pública, Marcelo Werner, se manifestou na manhã desta sexta-feira (3) sobre a implementação de câmeras nas fardas dos agentes da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). De acordo com ele, a ferramenta será instituída, mas que questões burocráticas ainda não permitiram a aquisição dos equipamentos.

”Temos um mês de pasta e fomos nos assenhorando da pasta para poder entender o processo. Isso é um compromisso de governo e vamos instituir as câmeras. O que está faltando é a burocracia”, afirmou.

Werner acusou que houve, com a mudança da gestão estadual, uma retomada do procedimento de compra. ”Tem que haver uma reavaliação dos preços, uma cotação de preços, o processo licitatório tem que passar novamente. Isso já está em trâmite”, revelou o secretário acerca das etapas que devem ser cumpridas a partir de agora.

Apesar de alegar que haja a meta de implantar o quanto antes a tecnologia na corporação baiana, o secretário se recusou a estipular um prazo de conclusão. ”Esse é um dado que está na minha competência como secretário”, pontuou. Com informações do site Bahia Notícias

Valença: Justiça obriga Município a não permitir sepultamentos sem certidão de óbito na cidade

/ Bahia

O Município de Valença foi obrigado pela Justiça a não permitir a realização de sepultamentos sem a apresentação de certidão de óbito. A decisão judicial, tomada em caráter liminar, atende a pedidos apresentados pelo Ministério Público estadual, em ação civil pública movida pela promotora de Justiça Cláudia Didier Pereira.

Segundo a decisão, o Município deverá implementar todas as medidas técnicas e administrativas para que não ocorram sepultamentos sem a apresentação da certidão do oficial de registro do lugar do falecimento ou do domicílio do falecido, nos exatos termos da Lei de Registros Públicos.

De acordo com a promotora de Justiça, o Município tem exigido apenas guia de sepultamento para realizá-lo. A prática, explica ela, ”viola, direta e frontalmente, as normas de registros públicos”. Com a decisão liminar, o Município também está obrigado a registrar e controlar, rigorosamente, em livro ou sistema eletrônico, os sepultamentos realizados, observando as disposições legais, sob pena de multa, por sepultamento realizado em desconformidade da lei, no valor de R$ 2 mil. As informações são do site Bahia Notícias

Na Bahia, maus-tratos a crianças e adolescentes têm crescimento de 28% entre 2021 e 2022

/ Bahia

Os casos de maus-tratos contra crianças e adolescentes registraram um crescimento de 28,3% entre 2021 e 2022 na Bahia, com 385 ocorrências no ano passado. Os dados foram obtidos pelo Bahia Notícias através dos dados da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), da Polícia Civil. A avaliação referente ao ano de 2022 avalia apenas o período entre janeiro e novembro, não contando com dezembro, enquanto 2021 considera os 12 meses do ano.

As violências físicas/sexuais, em geral, registraram um crescimento de 17,54%, alcançando 1.005 denúncias entre janeiro e novembro do ano passado. Em 2021, a Polícia Civil notificou que recebeu 855 ocorrências. Para violência física/sexual foram considerados os crimes de estupro, lesão corporal, maus-tratos, tentativa de esturpro e tentativa de homicídio.

As violências psicológicas, portanto, registraram uma leve diminuição de 0,78%, saindo de 384 casos em 2021 para 381 denúncias até dezembro do ano passado. Para as ocorrências de violência psicológica, foram considerados a incidência de ameaça, importunação sexual e injúria.

Ao todo, os crimes contra as crianças e os adolescentes registraram um crescimento de 11,8% entre 2021 e 2022. No ano passado, a Polícia Civil afirmou ter recebido 1.386 denúncias, enquanto no período anterior foram reportados 1.239 casos de crimes contra menores de idade.

No geral, o Brasil registrou quase 20 mil casos de maus-tratos contra crianças e adolescentes em 2021. Sendo um aumento de 21% em relação a 2020, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Ao Bahia Notícias, a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CECA), Regina Affonso, ressaltou a importância de acionar a polícia em casos de violência contra as crianças e adolescentes. Além disso, a conselheira lembrou que é preciso não expor as vítimas, por fotos ou vídeos, seguindo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

”Além de procurar os órgãos que recebem as denúncias, é preciso acionar imediatamente a polícia. Além disso, é preciso não expor a criança, porque isso a lei garante. É preciso não expor a criança através de vídeos, de fotografias, porque isso também é proibido. Nós temos no artigo 227 da Constituição um enunciado da absoluta prioridade à criança e adolescente assegurado pela família e o Estado, o direito à vida, saúde, educação, além de os colocar a salvo de qualquer tipo de violência”, disse Regina.

Em resposta ao crescimento dos casos, a Polícia Civil ressaltou que realiza o combate aos casos de crimes contra menores por meio de operações investigativas, citando algumas ações da corporação. Além disso, os oficiais lembraram das medidas socioeducativas adotadas pela Dercca, para alertar adultos e crianças da importância de denunciar os casos.

”Por intermédio da Dercca e de suas unidades operativas realiza ações investigativas contínuas e operações como, Calêndula, Cinderela fases I, II e III, para a identificação e prisão de criminosos, por meio do cumprimento de mandados de prisão e flagrantes. A Polícia Civil também participa de operações nacionais para o combate a crimes desta natureza, como a Luz na Infância”, disse a Polícia Civil.

”Além disso, organiza campanhas educativas em shoppings e locais públicos da capital, como a Guardiões da Infância e Florescer, a fim de esclarecer aos adultos e crianças, os tipos de crimes e a importância da denúncia. Conforme análise da Dercca, as campanhas de conscientização e aproximação com a sociedade tendem a gerar novas denúncias e registros de crimes, que antes não eram de conhecimento da unidade especializada”, completou. Com informações do Bahia Notícias

Sem sucesso nas urnas em 2022, coronel Anselmo Brandão ganha cargo no governo Jerônimo Rodrigues

/ Bahia

Coronel Anselmo Brandão e o secretário Tum. Foto: Rede social

Sem sucesso em sua campanha para deputado federal em 2022, quando disputou uma vaga pelo Avante, o ex-comandante-Geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Brandão ganhou um cargo no governo de Jerônimo Rodrigues (PT). Segundo edição desta quinta-feira (2) do Diário Oficial do Estado, o militar será diretor de Desenvolvimento de Agroinvestimento da Superintendência de Política do Agronegócio.

O órgão é subordinado à Secretaria de Agricultura e Pecuária (Seagri), que tem um correligionário de Brandão como titular: o ex-deputado Tum.

No final de janeiro, Anselmo Brandão publicou uma foto nas redes sociais onde aparece ao lado de Tum no gabinete do secretário. Assim como o PM, o ex-deputado estadual tentou uma cadeira para a Câmara dos Deputados em 2022, mas ficou na primeira suplência: foram 72.416 votos. Já Brandão recebeu apenas 10.683 votos da população baiana.

Bahia registra 335 casos de Covid-19 e mais 1 óbito, diz boletim depidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 335 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,02%), 397 recuperados (+0,02%) e 1 óbito. Dos 1.786.753 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.755.064 já são considerados recuperados, 299 encontram-se ativos e 31.390 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta quarta-feira (01) contabiliza ainda 2.089.004 casos descartados e 374.673 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta quarta-feira. Na Bahia 71.924 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.735.352 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.987.248 com a segunda dose ou dose única, 7.724.207 com a dose de reforço e 3.144.456 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.094.402 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 746.913 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 a 4 anos, 83.898 tomaram a primeira dose e 39.576 já tomaram a segunda dose. Do grupo de 6 meses a 2 anos, 12.399 tomaram a primeira dose e 2.507 tomaram a segunda dose.

Área queimada no Brasil em 2022 superou 2021; Bahia teve queda em número de incêndios

/ Bahia

Alertas sobre a qualidade do ar tornaram-se rotineiros nas temporadas de incêndio no Brasil. Em setembro de 2022, a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou novas diretrizes globais sobre a qualidade do ar no mundo, indicando os principais danos à saúde. Dados do Monitor de Fogo do MapBiomas mostram que 13,3 milhões de hectares foram queimados entre janeiro e dezembro de 2022 no Brasil, uma área equivalente ao estado do Acre. O número representa um crescimento de 14% em relação a 2021.

Na Bahia, o movimento foi contrário. Enquanto 1.014,430 hectares foram queimados em 2021, em 2022, o número foi reduzido para 492.229 hectares. O ranking dos territórios mais afetados é liderado pelo município de Formosa do Rio Preto, com 78.362 hectares afetados pelas queimadas. O top 10 inclui: São Desidério, Cocos, Barra, Pilão Arcado, Barreiras, Santa Rita de Cássia, Riachão das Neves, Correntina e Jaborandi.

No cenário nacional, as regiões atingidas abrangem florestas e cerrados. Em 2022, a área de florestas queimadas foi cerca de 2,8 milhões de hectares, um crescimento de 93% em relação ao ano anterior, 85% na Amazônia. Da área total, 70% ocorreram nos meses de agosto, setembro e outubro. Ainda em dezembro, a Amazônia queimou 50% a mais do que em 2021. Já o Cerrado, queimou 7,4 milhões de hectares em 2022, um total de 45% da região. Apesar disso, o Cerrado continua como o bioma mais afetado pelo fogo, já que sua área total equivale a metade da extensão da Amazônia brasileira.

Os dados também mostram que as  Unidades de Conservação que lideram o ranking de área queimada no Brasil em 2022 são: Parque Nacional do Araguaia, Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins e Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba. Somente em dezembro de 2022 o ranking é liderado pela Estação Ecológica do Taim, Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense e APA Serra da Ibiapaba. Terras indígenas também compõem a lista, com o Parque Indígena do Araguaia, TI Raposa Serra do Sol e Parque Indígena do Xingu.

MP faz recomendação ao prefeito de Macaúbas após casos de nepotismo e pede que elabore projeto de Lei

/ Bahia

Prefeito Aloísio Rebonato, de Macaúbas. Foto: Rede social

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Victor Teixeira Santana, recomendou ao prefeito de Macaúbas que sejam anulados, em até 15 dias, as nomeações de todos os ocupantes de cargos políticos não eletivos, cargos em comissão e funções de confiança ou contratados temporariamente que configurem nepotismo. Foi recomendado também que um projeto de lei seja enviado à Câmara de Vereadores a fim de estabelecer expressamente a proibição da prática. A recomendação foi expedida após o MP tomar ciência de casos de nepotismo no município.

Conforme o documento, foi recomendado que sejam anuladas as nomeações de cônjuges, companheiros ou  parentes em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, do Prefeito e Vice-Prefeito, dos Secretários Municipais, dos dirigentes da Administração Pública Indireta, dos membros da Casa Legislativa Municipal. Também foi orientado que o Município anule as nomeações daqueles que possuem relação familiar com autoridades ou servidores de outra pessoa jurídica que tenham sido designados em reciprocidade a outras nomeações ou por força de troca de favores de qualquer natureza.

O promotor de Justiça recomendou ainda que os próximos nomeados para os referidos cargos assinem uma declaração atestando que não se encontram nas situações vedadas pela Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal (STF). O projeto de lei sugerido na recomendação tem o propósito, também, de estipular a obrigatoriedade da assinatura desta declaração.

Ainda na gestão de Zé Cocá, diretoria Executiva entrega nova estrutura da UPB, mais moderna

/ Bahia

Prédio da UPB foi fundado em 1983. Foto: Divulgação/UPB

Em um dia de grandes homenagens e de balanço da atual gestão da União dos Municípios da Bahia (UPB) foi entregue nesta terça-feira (31), a reforma e ampliação de setores da entidade, com a presença de autoridades e das prefeitas e prefeitos baianos. As intervenções no prédio da UPB, fundado em 1983, tiveram como objetivo proporcionar mais comodidade aos gestores que buscam atendimento e fazem reuniões na instituição, além de melhorar as condições de trabalho da equipe técnica. Na ocasião, a atual diretoria da UPB prestou homenagens à prefeita de Mucugê, Ana Medrado, ao ex-prefeito de Feira de Santana e ex-presidente da UPB, José Ronaldo, e aos funcionários Tuninho (in memorian) e Moisés Conceição, o garçom Beca.

”Não existe outra forma de melhorar a vida das pessoas a não ser pela política pública. Esta entidade é nosso coração e nos ensina a fazer política de forma séria para melhorar a vida das pessoas”, ressaltou o presidente da UPB e prefeito de Jequié, Zé Cocá, que encerra, em março, sua gestão na entidade e fez questão de entregar uma estrutura modernizada e mais confortável tanto para os gestores quanto para os funcionários. Na oportunidade, Zé Cocá aproveitou para desejar boa sorte ao prefeito de Belo Campo, Quinho que irá assumir a presidência da entidade no próximo dia 14 de março.

”Definitivamente, Zé, você fez uma gestão exemplar e termina o seu mandato com uma obra maravilhosa, com recursos próprios que é motivo de alegria e orgulho de cada prefeito que aqui está”, afirmou o vice-presidente da UPB, prefeito Quinho de Belo Campo, que assume a presidência da UPB na próxima gestão. Além de parabenizar o atual presidente, Quinho disse estar feliz em concluir mais uma gestão ao lado da atual diretoria. ”Tenho muito orgulho de fazer parte dessa diretoria e concluir esse biênio na condição de vice-presidente tentando ajudar na medida do possível. Pode ter certeza que você sai daqui de cabeça erguida como um grande presidente e terá a obrigação de continuar conosco na luta municipalista”.

Mandato de Zé Cocá como presidente da UPB encerra do mês de março

As salas da Coordenação Administrativa Financeira, a exemplo do setor pessoal, almoxarifado e setor de compras, também passaram por reforma e ampliação, compondo agora o Espaço Ana Medrado, prefeita de Mucugê em seu quarto mandato. Homenageada como a primeira prefeita a dar nome a uma ala no prédio da entidade, Ana Medrado destacou o empenho da equipe da UPB e agradeceu pela honraria. ”Essa equipe da UPB recebe os prefeitos com muito amor e acolhe a gente com muito carinho. Eu sempre fui muito bem recebida aqui na UPB. A UPB aqui abraça a todos que chegam. Então eu quero agradecer muito pela homenagem. Foi uma homenagem que tocou meu coração, nunca vou esquecer”, ressaltou.

As coordenações Jurídica, de Captação de Recursos, Eventos e Capacitação e Desenvolvimento Social, receberam divisórias em vidro, novo piso e decoração. Essas áreas técnicas ocupam o Anexo José Ronaldo de Carvalho, ex-presidente da UPB (2005-2006), que foi homenageado com o descerramento da placa no ato com as autoridades. ”É com alegria e satisfação que recebo esta homenagem. A Casa dos Prefeitos está linda e eu fico encantado ao ver que esse investimento não tem dinheiro público”, afirmou Zé Ronaldo ao reforçar que ”a UPB tem uma importância histórica, e hoje continua com novas ferramentas, lutando pela defesa do municipalismo”.

O anexo da Coordenação de Engenharia e Arquitetura da União dos Municípios da Bahia (UPB), inaugurado em 2021, passa a ser designado Espaço Arquiteto Tuninho, homenagem póstuma que a entidade presta ao engenheiro Antônio Álvaro Silva da Cunha, funcionário falecido em 2022 e que deixou sua marca no trabalho desenvolvido na UPB. Já o espaço da antiga copa e refeitório, agora transformada em ambientes que ”conversam” entre si, compostos por uma sala de descanso para os funcionários e um banheiro social, ganhou o nome de ”Espaço Garçom Beca”, em homenagem a Moisés Conceição, funcionário da UPB há quase três décadas, que agradeceu pela “homenagem em vida”, ressaltando o cuidado dessa gestão com os funcionários. ”Gosto muito do que eu faço e me dedico a minha profissão. Eu cheguei nesta casa com 24 anos. A reforma dessa copa é a realização de um sonho. Eu pedi ao presidente [Zé Cocá] e estou muito grato”.

Próximo presidente da UPB, Quinho fala em votação da PEC 14 como um dos desafios da entidade

/ Bahia

Prefeito de Belo Campo vai assumir a UPB. Foto: Euro Amâncio

Escolhido para disputar a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB), o prefeito de Belo Campo, Quinho (PSD), afirmou, durante evento de inauguração da reforma e ampliação das áreas técnicas do órgão, realizado na tarde desta terça-feira (31), que a votação da PEC 14, que reduz pela metade alíquota patronal paga pelas prefeituras ao INSS, e a viabilização do novo pacto federativo serão os desafios da UPB em 2023.

”Tudo passa pelo novo pacto federativo. Além disso, temos uma demanda importante: a votação da PEC 14, que é a redução da alíquota de INSS patronal. Eu acredito que seja a maior vitória municipalista nos últimos anos. Então, primeiro vamos resolver essa questão e, em seguida, viabilizar o novo pacto federativo. Conseguimos resolver a questão do censo, segurando os 101 municípios que iam perder recursos e agora temos que esperar os deputados tomarem posse, para que nós possamos, junto às comissões especiais, pois o projeto de Cacá Leão já está pronto, tentar votar e aprovar o pacto federativo”, apontou Quinho.

Questionado sobre o pagamento do piso nacional dos professores, definido pelo Governo Federal em R$ 4.420,55, que equivale a um aumento de 14,95%, o prefeito de Belo Campo disse que um grupo de trabalho vai ser montado para que a demanda seja discutida com o sindicato dos professores da Bahia.

”Setenta e cinco por cento dos municípios baianos não terão condição de arcar com esse piso. Claro que, nós prefeitos, queríamos muito dar esses quase 15% de aumento, só que ao longo dos anos foram realizados planos de carreiras que inviabilizam totalmente esse pagamento. Hoje, já fizemos uma discussão forte e vamos montar um grupo de trabalho, para se reunir com a APLB. Queremos dividir as cidades em grupos de porcentagem de pagamento, como 15%, 10% e 9%, para ver se avançamos na discussão”, explicou. Com informações do Bahia Notícias

Governo federal repassa mais de R$ 1,5 mi para ações de defesa civil na Bahia e em outros cinco estados

/ Bahia

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, autorizou o repasse, nesta segunda-feira (30), de mais de R$ 1,5 milhão para ações de defesa civil em 10 cidades afetadas por desastres naturais nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Bahia e Santa Catarina.

Na Bahia, a cidade de Poções vai receber mais de R$ 15 mil para comprar cestas de alimentos e kits de higiene. Já Iguaí vai usar os R$ 26,6 mil no reparo de cabeceira e Itacaré terá R$ 102,4 mil para limpeza urbana. As três cidades foram atingidas por chuvas intensas.
Em Minas Gerais, São João del Rei vai receber R$ 423,6 mil para recuperação de telhas, enquanto Piedade do Rio Grande usará R$ 70,2 mil para consertar telhas de fibrocimento. As duas cidades enfrentaram queda de granizo.

Em Santa Catarina, a cidade de Schroeder foi atingida por chuvas intensas e receberá R$ 263,7 mil para restabelecer condições de segurança e trafegabilidade, enquanto Petrolândia, com registros de enxurradas, vai usar R$ 209,9 mil para reconstrução de ponte.

Em São Paulo, Araraquara foi atingida por chuvas intensas e usará os R$ 101,9 mil para restabelecer uma estrada. Afetadas pelo mesmo desastre, Vila Pavão, no Espírito Santo, receberá R$ 295,2 mil para recuperação de estrada e via, e Flor da Serra do Sul, no Paraná, terá R$ 11,3 mil para a compra de tubos.

De acordo com o órgão federal, cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para atendimento à população afetada.

As ações envolvem socorro, assistências às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura destruída ou danificada. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD).

Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a valor ser liberado.

Bahia registra 9 casos de Covid-19 e mais 4 óbitos, diz o boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 9 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de + 0,001%), 69 recuperados (+0,004%) e 4 óbitos. Dos 1.785.993 casos confirmados desde o início da pandemia 1.754.215 já são considerados recuperados, 391 encontram-se ativos e 31.387 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

boletim epidemiológico desta segunda-feira (30) contabiliza ainda 2.087.723 casos descartados e 374.516 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta segunda-feira. Na Bahia 71.904 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.736.347 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.985.673 com a segunda dose ou dose única, 7.718.553 com a dose de reforço e 3.129.902 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.094.014 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 746.415 já tomaram também a segunda dose. Do grupo de 3 a 4 anos, 83.131 tomaram a primeira dose e 38.945 já tomaram a segunda dose. Do grupo de 6 meses a 2 anos, 12.206 tomaram a primeira dose e 2.272 tomaram a segunda dose.

Deputado Alex retira candidatura ao TCM e aponta que Aline Peixoto deve ser indicada para vaga

/ Bahia

Aline Fernanda é cotada para cargo no TCM. Foto: Rede social

O deputado estadual Alex Lima (PSB) sinalizou na tarde desta segunda-feira (30) que Aline Peixoto, ex-primeira dama da Bahia, deve ficar com a vaga que está aberta para o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). Confirmando que seu nome está fora do pleito por ”não poder concorrer” com Aline, Lima afirmou que o nome da esposa do ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), é o mais forte nesse momento para ser indicada como conselheira da Corte. A vaga aberta tem a AL-BA com a prerrogativa de indicação.

”Ela tem ficado firme, tem experiência municipalista, porque ajudou muitos municípios na parte social, conheceu de perto os problemas dos prefeitos e sem dúvidas é uma candidata fortíssima para integrar o quadro do Tribunal de Contas dos Municípios. Eu acho que ela é hoje, com respeito a todos aqueles que colocaram o nome, a que reúne condições políticas para ser a nova conselheira do TCM”, disse Alex Lima em entrevista ao Bahia Notícias no Ar, da rádio Salvador FM.

A informação de Alex Lima vai de encontro a um posicionamento recente de um de seus colegas de AL-BA, o deputado Fabrício Falcão (PCdoB). Falcão, que também é apontado para a vaga, afirmou ao BN que o nome de Aline Peixoto só é ”escutado na rua” e não no interior da Assembleia Legislativa. Fabrício Falcão chegou a dizer que o nome indicado deveria ser de um deputado estadual e reforçou que mantém sua candidatura até o fim.

”Eu discordo um pouco do deputado Fabrício, a última indicação foi Nelson Pelegrino, que apesar de estar como deputado federal, iniciou sua militância política como deputado estadual. Esse argumento não prevalece”, disse Alex Lima em resposta ao posicionamento de Falcão.

A disputa pelo Tribunal ainda inclui alguns outros nomes. Um dos que mais tem se articulado é o deputado federal Marcelo Nilo. O parlamentar tem se articulado com alguns deputados e sinalizado o desejo de disputar. O ato seria coordenado e baseado na viabilidade da votação dele. Com informações do site Bahia Notícias