Bahia registra mais 3.349 casos e 34 óbitos por Covid-19 em 24h, diz boletim da SESAB

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 3.349 novos casos da Covid-19 e mais 34 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (26) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Desde o início da pandemia, o número total de óbitos por coronavírus no estado é de 9.920.

São 570.092 casos confirmados desde o início da pandemia. Destes, 549.704 já são considerados recuperados e 10.468 encontram-se ativos. Entre os diagnosticados com a doença no estado, 39.436 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.035 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.242 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 70%.

Caminhão roubado é recuperado na BR-116 em ação da PRF e PM após abordar HB20 clonado em Milagres

/ Bahia

Caminhão foi recuperado em ação conjunta. Foto: Divulgação.

Em Vitória da Conquista, a Polícia Rodoviária Federal em trabalho conjunto com a Polícia Militar da Bahia recuperou na manhã de segunda-feira (25) uma carreta Scania P 360 e mais um semirreboque com ocorrência de roubo registrada em dezembro/2020, em Candeias (BA).

Tudo começou na sexta-feira (15/01) quando a PRF prendeu três homens com um H20 clonado. O flagrante foi registrado no KM 544 da BR 116, trecho do município de Milagres (BA).

Na entrevista, um deles acabou confessando que foi contratado para ”levar” um caminhão vazio para a cidade de Vitória da Conquista (BA). Diante das informações desencontradas e da suspeita do envolvimento dele em outros crimes, a PRF deu continuidade às investigações e descobriu que se tratava do conjunto (cavalo trator + semirreboque) roubado no ano passado, em Candeias.

Prontamente, equipes da PRF e da PMBA diligenciaram e conseguiram encontrar os veículos roubados.

Com técnicas de identificação veicular e expertise dos policiais, foram encontradas indícios de adulterações nos caracteres obrigatórios como motor, chassi e etiquetas. Para não levantar suspeitas e tentar ludibriar fiscalizações da polícia, as placas originais foram trocadas por outras de um caminhão com características semelhantes.

Os veículos apreendidos foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil (PC), para registro da recuperação e posterior devolução ao legítimo proprietário.

A integração e aproximação com órgãos parceiros de segurança fortalecem a união de forças no combate à criminalidade, beneficiando diretamente a sociedade, que pode contar com agentes cada vez mais preparados na sua missão de garantir segurança e promover a prosperidade da Nação.

Estado da Bahia receberá cerca de 56 mil doses da vacina nesta segunda-feira, diz secretário

/ Bahia

Mais cerca de 56 mil doses da vacina Coronavac chegam à Bahia no final da tarde desta segunda-feira (25). A previsão é que o desembarque do lote em Salvador aconteça por volta das 17h20.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, a partir de agora o estado pode ter uma distribuição regular das doses, mas ainda em quantidade insuficiente para vacinar toda a população.

”É a primeira parcela das 4 milhões que o Butantan consegui liberar junto à Anvisa. A partir de hoje vamos ter uma distribuição periódica regular, seja de uma vacina, seja de outra. Mas ainda em quantidades insuficientes. Nós vamos ter que enfrentar esse problema de logística e temos que monitorar os diferentes tipos de vacinas que receberemos. Isso é um fato. Não há possibilidade de vacinar a população brasileira e nem mundial com apenas um fabricante”, diz Vilas-Boas.

Ele também afirma que a Secretaria da Saúde do Estado fará o monitoramento dos diferentes tipos de vacinas, pois existem características específicas em algumas delas. Vilas-Boas cita como exemplo a vacina de Oxford, Astrazeneca, que tem duração de até quatro meses na primeira dose.

”Essa vacina que chegou ontem permite ficar até 4 meses esperando uma segunda dose, porque os estudos mostraram respostas imunes muito boas com um mês”, completou.

Pelo quinto dia seguido, Bahia registra mais de 30 mortes provocadas Covid-19, diz boletim

/ Bahia

Pelo quinto dia seguido a Bahia registrou mais de 30 mortes por conta do novo coronavírus. Neste sábado foram 33 óbitos em razão da doença, de acordo com boletim emitido pela secretaria de saúde do estado.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 4.566 casos de Covid-19. Entre os infectados, 3.695 já estão recuperados. Dos 562.466 casos confirmados desde o início da pandemia, 541.416 já são considerados recuperados e 11.223 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,04%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (11.461,60), Itororó (9.464,23), Muniz Ferreira (8.879,01), Itabuna (8.797,36), Conceição do Coité (8.785,20).

Bahia registra 34 óbitos e 4.130 novos casos de Covid-19 em 24h, diz boletim da SESAB

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.130 novos casos da Covid-19 e mais 34 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (22) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.794.

São 557.900 casos confirmados desde o início da pandemia. Destes, 537.721 já são considerados recuperados e 10.385 encontram-se ativos. Entre os diagnosticados com a doença na Bahia, 39.014 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.035 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.277 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 73%.

Itaberaba: Funcionários de hospital acusam prefeitura de limitar acesso a vacinas e município nega

/ Bahia

Prefeitura de Itaberaba nega limitação a vacinas. Foto: Divulgação

Trabalhadores do Hospital da Chapada, unidade de referência no tratamento da Covid-19 em Itaberaba, na Chapada Diamantina, acusam a prefeitura de limitar a aplicação de doses da vacina Coronavac aos médicos e enfermeiros da Unidade de Terapia Intensiva, excluindo os demais funcionários do centro médico. A gestão municipal, no entanto, nega as acusações e alega “autoritarismo” por parte da direção da unidade particular, que tem convênio com o Governo do Estado.

A coordenadora médica da unidade, Anna Catharina Pedreira, relatou a situação ao site Metro1. ”Ontem, por volta das 15h, uma unidade da prefeitura foi até a unidade para realizar a vacinação, porém alegou que não tinha doses suficientes para imunizar todos os colaboradores. Disseram que a prioridade seria para médicos e enfermeiros da UTI Covid-19 e que programariam os outros funcionários para outro momento. Não aceitamos esse tipo de absurdo. Eu considero uma total falta de respeito com todas as pessoas que estão lá há sete meses colocando suas vidas em risco”, disse. Desde o dia 5 de junho de 2020, mediante convênio com o governo do Estado, o Hospital da Chapada disponibilizou 20 leitos de UTI e 20 clínicos para a população de Itaberaba.

O prefeito da cidade, Ricardo Mascarenhas, informou, por meio de nota, que 84 das 522 vacinas disponíveis foram reservadas pela gestão municipal para os trabalhadores do Hospital da Chapada, com base em uma lista de colaboradores enviada pela própria instituição. De acordo com o texto, a direção do hospital apresentou resistência a receber a equipe da prefeitura e hostilizou servidores. ”Com a justificativa de que apenas se todos os funcionários da unidade hospitalar fossem vacinados haveria autorização para a equipe da Secretaria de Saúde entrar na unidade, o dono do hospital hostilizou, desacatou e constrangeu uma servidora pública que estava no exercício de sua função para vacinar os profissionais da saúde, e proibiu a entrada das vacinas”, diz a nota.

O chefe do Executivo municipal lamenta o que chama de ”tentativa de polemizar o ato de vacinação dos profissionais” e garante que cada um dos trabalhadores que compõem a lista enviada pelo Hospital da Chapada será imunizado. Para isso, segundo o gestor, uma equipe da Secretaria de Saúde está disponível na Unidade de Saúde da Família – Centro, localizada na Praça Lauro Silva s/n. Para que a imunização ocorra, os funcionários devem apresentar documento com foto e cartão SUS.

Acusação de desvio – Os médicos da unidade ainda acusam a prefeitura de Itaberaba de desviar vacinas para servidores administrativos que estão fora do grupo prioritário, composto por trabalhadores da saúde, idosos com mais de 75 anos e idosos que residem em instituições de longa permanência. “No começo da semana, ficamos estarrecidos vendo fotos de pessoas do administrativo da prefeitura sendo vacinadas, de unidades não-Covid da cidade sendo vacinadas”, diz Anna Catharina.

O prefeito Ricardo Mascarenhas nega, no entanto. ”Não existe isso, quem conhece nossa forma de transparência e idoneidade jamais falaria isso. Isso são grupos políticos de oposição querendo disseminar pânico e insegurança na população. Jamais faríamos isso”, disse, conforme publicação do Metro1.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Itaberaba registra 3.344 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, com 54 mortes.

Bahia registra 31 óbitos e 4.455 novos casos de Covid-19 em 24h, diz boletim da SESAB

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.455 novos casos da Covid-19 e mais 32 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (21) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.760.

São 553.770 casos confirmados desde o início da pandemia. Destes, 533.460 já são considerados recuperados e 10.550 encontram-se ativos. Entre os diagnosticados com a doença na Bahia, 38.926 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.031 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.291 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 74%.

Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19, diz Secretaria

/ Bahia

Iniciada nesta terça-feira (19), a vacinação contra a Covid-19 na Bahia já contabilizou 19.166 doses aplicadas. Esse número corresponde aos dados enviados por 306 municípios até as 14h desta quarta-feira (20). Deste total de imunizados, 17.649 são profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no combate à doença.

Outras 1.291 doses foram aplicadas em idosos institucionalizados, 28 em indígenas aldeados e 198 em pessoas com deficiência. Os dados correspondem às primeiras doses aplicadas.

O município de Salvador é o que aplicou um maior número de doses, 4486 no total, seguido de Santo Antônio de Jesus, que já vacinou 1 mil pessoas, Lauro de Freitas (391) e Vitória da Conquista (372).

Para ver a lista completa dos municípios que alimentaram a base de dados, clique aqui. Diariamente, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) divulgará esses dados nos boletins da Covid-19.

Além da Bahia, outros cinco estados investigam casos de ”fura fila” da vacina contra coronavírus

/ Bahia

As Promotorias de pelo menos seis estados do Nordeste abriram investigações para apurar relatos de pessoas que furaram a fila da vacina contra a Covid-19 nos primeiros dois dias de imunização.

Além de Candiba, na Bahia, os casos foram registrados em outras nove cidades de cinco estados – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Sergipe. À reportagem os Ministérios Públicos afirmaram que instauraram procedimentos para apurar cada caso e analisar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade administrativa.

O Ministério da Saúde recomenda que o primeiro lote da vacina, enviado aos municípios a partir desta segunda-feira (18), seja prioridade para trabalhadores de saúde, indígenas, deficientes internados e idosos abrigados. Entre os vacinados, estão os prefeitos das cidades de Candiba (BA), Pombal (PB) e Itabi (SE) e o vice-prefeito de Juazeiro do Norte (CE).

Em Candiba, o prefeito Reginaldo Prado (PSD) foi o primeiro a tomar a vacina durante o evento organizado pela prefeitura. Com 60 anos de idade, ele não faz parte do grupo prioritário da primeira fase, mas justificou a decisão de ser primeiro a ser imunizado para incentivar as pessoas.

”Eu tomei [a vacina] não preocupado com meu bem-estar e sim em encorajar e incentivar as pessoas. Não senti dor e após 24h estou sem qualquer mal-estar”, afirmou o prefeito em um vídeo em uma rede social. Candiba tem 14,3 mil habitantes e recebeu 100 doses da vacina de Covid-19.

A justificativa foi a mesma do prefeito de Itabi, Júnior de Amynthas (DEM). Amynthas foi o primeiro a tomar vacina no município sergipano, conforme publicou o jornal Folha de S.Paulo nesta terça-feira (19).

No Ceará, o médico e vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio, recebeu a vacina nesta terça-feira. Segundo a prefeitura, Sampaio faz parte do grupo prioritário por continuar atuando na rede de saúde como médico obstetra.

O Ministério Público do Ceará instaurou um procedimento para apurar o caso. ”Após averiguação preliminar das informações e provas, o órgão decidirá que medida será tomada”, informou.

Outro prefeito que também é médico e foi um dos primeiros a tomar a vacina da Coronavac em sua cidade foi Verissinho Abmael (MDB), de Pombal (326 km de João Pessoa).

Verissinho recebeu críticas dos moradores e profissionais de saúde da cidade, mas declarou que, mesmo sendo prefeito, continua atuando como médico na linha de frente do combate à Covid-19.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), chegou a anunciar que seria o primeiro vacinado na capital potiguar, mas recuou após a repercussão negativa. Ele chegou a dizer que estaria seguro porque toma ivermectina – apesar de o medicamento não ser eficaz contra a Covid-19.

Ainda assim, houve furo na fila de vacinação na capital potiguar nesta quarta-feira (20). Pelo menos três servidores comissionados da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social que não se encaixavam nos grupos prioritários receberam as primeiras doses do imunizante.

Um deles é o chefe do setor de informática da pasta. A nomeação dele no cargo foi publicada um dia antes no Diário Oficial do Município. Outras duas servidoras também ocupam cargos na secretaria. Uma delas é chefe do setor de Gestão de Benefícios do Cadastro Único.

Os três registraram o momento da vacinação em seus perfis em redes sociais. Após as fotos repercutirem, o Ministério Público do Rio Grande do Norte disse que recebeu reclamações e que iria analisar os casos individualmente.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal suspendeu a vacinação do grupo de servidores, mas justificou que o grupo integra as equipes envolvidas diretamente na campanha de imunização -e, portanto, fazem parte do grupo prioritário.

”Apesar desse respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta primeira etapa inicial”, informou a secretaria, em nota.

Com apenas seis milhões de doses da Coronavac distribuídas pelo Ministério da Saúde a estados e municípios, a vacinação contra a Covid-19 está restrita neste primeiro momento aos trabalhadores de saúde que atuam contra a pandemia, indígenas aldeados, pessoas com deficiência internadas e idosos que vivem em asilos.

A prioridade foi feita de acordo com a pactuação entre estados e municípios, conforme estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização.

O lote distribuído é insuficiente para vacinar até mesmo todos os trabalhadores da saúde. Apenas 35% dos profissionais de saúde devem ser imunizados neste primeiro momento.

Presidente Bolsonaro visita a Bahia e entrega trecho de 67 quilômetros da BR-135, entre Jaborandi e Cocos

/ Bahia

Presidente entrega trecho de rodovia na Bahia.  Foto: Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral do DNIT, General Santos Filho entregaram, nesta quinta-feira (21), o novo trecho de 67 quilômetros da BR-135, entre os municípios de Jaborandi e Cocos, na Bahia.

As obras finalizadas de adequação, correção de traçado, reconstrução, redefinição de curvas e alargamento da plataforma transformam uma rodovia de perfil regional em um novo corredor logístico para escoamento da produção de grãos do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), desde o Sudeste até o Porto de Itaqui, no Maranhão.

“Mais um trecho entregue aqui no Nordeste, uma rodovia prioritária para o governo, de integração nacional, que vai cortar o estado e ligar Minas Gerais ao Maranhão. Isso significa que estamos interiorizando a logística, trazendo a logística onde ela é necessária”, afirmou o ministro. “Também estamos requalificando o espaço urbano e entregando isso à sociedade. São 67 quilômetros de estrada adequada, repavimentada, com acostamento, que vai salvar vidas e ajudar a logística do estado da Bahia”, completou.

Ponte e duplicação – O DNIT também atuou em um ponto crítico da rodovia baiana com os serviços de alargamento da ponte sobre o Riacho Seco. A estrutura foi ampliada de 8 metros para 12,20 metros de largura. Outra intervenção foi a duplicação da travessia urbana de Coribe, no acesso à cidade.

Agora, o DNIT trabalha na construção de um novo contorno rodoviário no município, com uma extensão de 6,7 quilômetros, e outro contorno no povoado de Vila Nova.

Importância – A BR-135/BA é uma via essencial para o escoamento da safra de grãos do oeste baiano, viabilizando acesso ao Porto de Itaqui (MA). A rodovia baiana interliga os municípios de Cocos, Coribe e Jaborandi, além de sofrer influência do município de Bom Jesus da Lapa, referência para o comércio e o turismo religioso na região.

MP-BA solicita que Sesab assegure combate à Covid-19 em caso de agravamento da pandemia

/ Bahia

O Ministério Público da Bahia, por meio do Grupo de Trabalho para acompanhamento das ações de enfrentamento ao coronavírus, cobra informações sobre o planejamento do Estado no caso de um futuro agravamento dos indicadores epidemiológicos. O MP emitiu, nos dias 14 e 15 deste mês, dois ofícios para a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), nos quais pede esclarecimento das providências a serem adotadas para preparar a rede estadual da Saúde.

O MP também pediu à Sesab informações sobre o quantitativo atualmente disponível de seringas e agulhas necessários para a imunização contra a Covid-19 e solicitou o planejamento do Estado para a aquisição desses materiais, em vista da suposta insuficiência noticiada pelo Ministério da Saúde. O GT expediu ainda uma nota técnica direcionada aos membros do MP orientando a atuação em face ao Poder Público em relação à vacinação contra a Covid-19.

Os ofícios levam em consideração o cenário epidemiológico evidenciado nas últimas semanas, com aumento ”exponencial” dos casos confirmados de Covid-19 no Estado e o aumento da taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI destinados ao tratamento da doença.

Outro ponto levantado, relacionado especificamente à aquisição de material, foi a existência de diferenças nos tipos das agulhas a serem adquiridas para a aplicação dos diferentes imunizantes. O GT alerta que o Estado precisa ser cuidadoso no planejamento para a contratação, com vistas a garantir a aquisição de quantitativo suficiente para a vacinação contra a Covid-19 e, ao mesmo tempo, não prejudicar a programação já existente para a imunização contra as demais patologias.

Os dois ofícios e a nota técnica foram assinados pelos coordenadores do GT Coronavírus, promotores de Justiça Patrícia Medrado, Frank Ferrari, Rita Tourinho e Rogério Queiroz.

Bahia registra 31 óbitos e 4.991 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.991 novos casos da Covid-19 e mais 31 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (20) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.697.

São 549.315 casos confirmados desde o início da pandemia. Destes, 529.058 já são considerados recuperados e 10.529 encontram-se ativos. Entre os diagnosticados com a doença na Bahia, 38.809 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.031 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.309 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 73%.

Vacina

As primeiras doses do imunizante contra a Covid-19 já foram enviadas pela Sesab para os 417 municípios baianos. Do total de cidades, 306 atualizaram o total de vacinas aplicadas. Até às 14h desta quarta, 19.166 doses haviam sido aplicadas em profissionais de saúde, indígenas aldeados, idosos em instituições de longa permanência e pessoas com deficiência.

Bahia registra 30 óbitos e 4.004 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.004 novos casos de Covid-19 e mais 30 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (19) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.697. Dos 544.324 casos confirmados desde o início da pandemia, 524.194 já são considerados recuperados e 10.433 encontram-se ativos.

Entre os diagnosticados com a doença na Bahia, 38.723 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.031 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.293 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 74%.

Prefeitura de Salvador e Estado devem vacinar 2.500 pessoas contra a Covid-19 nesta terça-feira

/ Bahia

A Prefeitura de Salvador e o Governo do Estado iniciam nesta terça-feira (19) a vacinação contra a Covid-19. Para esse primeiro dia de estratégia, as gestões municipal e estadual pretendem imunizar cerca de 2.500 pessoas entre idosos abrigados na Instituição de Longa Permanência das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), na Cidade Baixa, além dos trabalhadores que atuam na Base Central do SAMU 192, no Pau Miúdo, na UPA e Gripário de Pirajá/Santo Inácio, UPA e Gripário Barris, UPA e Gripário Brotas, Hospital Municipal de Salvador e abrigo Dom Pedro.

Para o início da estratégia no município, o Governo Federal encaminhou cerca de 42 mil doses da vacina Coronavac. Esse quantitativo tem a capacidade de proteger cerca de 21 mil pessoas, uma vez que o imunizante prevê uma dose de reforço após 14 dias da primeira aplicação. Para essa primeira remessa, está previsto a imunização dos idosos abrigados em Instituições de Longa Permanência do município, trabalhadores da saúde que atuam na rede de urgência e assistência direta aos pacientes com o novo coronavírus –  UPAs, Gripários, SAMU 192 e hospitais e hospitais de campanha.

A estratégia utilizada para essa primeira fase será através de 11 equipes volantes nos próprios locais elencados, por isso, a população não deve se direcionar a nenhum ponto de vacinação. A programação segue recomendação de informe técnico emitido pelo Ministério da Saúde.

Um cronograma será construído diariamente na capital, de acordo com a disponibilidade de vacinas. A cada nova remessa encaminhada ao município, a SMS ampliará a imunização dos grupos prioritários.

”Essa primeira remessa encaminhada pelo Ministério Saúde será utilizada para reforçar neste primeiro momento a proteção dos profissionais da linha de frente no enfrentamento à Covid-19 e os idosos dos abrigos de Salvador. À medida que novas doses cheguem na cidade, seja por envio do Governo Federal ou por aquisições por esforços próprios da Prefeitura, seguiremos ampliando a implementação das fases, de acordo com o previsto em nosso Plano Municipal de Imunização”, explicou Leo Prates.