Bahia tem 30 ultracongeladores para armazenar vacinas da Pfizer em nove cidades polo

/ Bahia

A Bahia tem 30 ultracongeladores em nove cidades polo, com capacidade para armazenar as vacinas da Pfizer que serão enviadas pelo Ministério da Saúde a partir de 3 de maio.

Segundo o governo da Bahia, os equipamentos estão localizados nos municípios de Feira de Santana (5), Juazeiro (3), Jacobina (2), Ilhéus (4), Teixeira de Freitas (2), Barreiras (3), Alagoinhas (1), Vitória da Conquista (5) e na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (5), em Simões Filho, mas que atende toda a Região Metropolitana de Salvador.

Os equipamentos chegam a temperaturas de até -86°C. De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, 100 ultracongeladores foram licitados para armazenar as vacinas e, inicialmente, foram distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros.

Um documento oficial do Ministério da Saúde indica que a Pfizer entregará 1.000.350 doses a serem distribuídas a partir do mês de maio para as 27 unidades federadas, porém, há indicativo que só cheguem doses para as capitais.

Em dezembro de 2020, o secretário Vilas-Boashavia anunciado a montagem de uma rede de ultrafreezers de -80 °C para que o estado estivesse preparado para estocar vacinas da Covid-19

Em quatro meses, Bahia já tem quase metade de policiais mortos do ano passado

/ Bahia

Segundo informações da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), em 2021 cinco policiais militares já foram mortos. Em quatro meses, o número já representa quase a metade da quantidade de policiais mortos em 2020.

Durante todo o ano passado, 13 policiais perderam a vida. Nos dois anos, apenas uma morte aconteceu enquanto o policial estava a serviço. As demais ocorreram com os oficiais de folga.

Nesta segunda-feira (19), um policial militar morreu em uma troca de tiros no Cabula. O oficial chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos. *Metro1

Bahia tem queda nas solicitações de UTI de Covid para idosos acima de 70 anos

/ Bahia

Após três meses do início da vacinação contra o coronavírus, a Bahia ultrapassou a marca de 2 milhões de baianos com a primeira dose da vacina e registra queda na solicitação de UTIs para idosos acima de 70 anos.

O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ressalta que isso é fruto do planejamento na aquisição de insumos: ”Em dezembro do ano passado adquirimos 19,8 milhões de seringas e agulhas e já no mês seguinte tínhamos disponíveis 10 milhões para iniciar a imunização, só aguardando a chegada das vacinas. Essa era uma realidade completamente diferente dos outros estados, que não se planejaram adequadamente e não tinham estoque”, afirmou

A Bahia montou uma operação logística que distribui os imunobiológicos para os 417 municípios em até 24 horas, a partir da utilização de aviões, helicópteros, caminhões e caminhonetes.

Quarta vítima da Covid-19 da mesma família, Carlos Albberto morre em Ilhéus, sul da Bahia

/ Bahia

Carlos faleceu ontem. Em março, ele perdeu a companheira, sogra e a avó da esposa, vítimas da doença. — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Após perder três pessoas da família para a Covid-19, morreu na madrugada de domingo (18), Carlos Alberto Moreno de Araújo Júnior, também vítima da doença, em Ilhéus, no sul da Bahia. Ele perdeu a companheira, sogra e a avó da esposa, em março deste ano.

Carlos Alberto estava internado em estado grave desde 8 de março no Hospital São José. Ele é o quarto integrante da família a morrer por causa da doença. A esposa dele, Thyarê Araújo, de 33 anos, passou mal no dia 7 de março e foi hospitalizada, mas não resistiu.

Dias antes, a avó e a mãe de Thyarê foram internadas em hospitais de Ilhéus, em Unidades de Terapia Intensiva, com quadros graves de saúde. Elas estavam com 80% dos pulmões comprometidos e também não resistiram.

O sogro e a filha de Carlos e Thyarê, de quatro meses, também testaram positivo, mas se recuperaram da doença. A Secretaria Municipal de Saúde de Ilhéus informou que vai investigar qual variante determinou a contaminação agressiva da família.

Bahia vacina mais de 2 milhões e tem queda nas solicitações de UTI para idosos acima de 70 anos

/ Bahia

Após três meses do início da vacinação contra o coronavírus (Covid-19), em 19 de janeiro, a Bahia ultrapassou a marca de 2 milhões de baianos com a primeira dose da vacina e registra queda na solicitação de UTIs para idosos acima de 70 anos. O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, ressalta que isso é resultado do planejamento estadual na aquisição de insumos, do esforço logístico na distribuição e do empenho dos municípios em imunizar rapidamente a população.

”Em dezembro do ano passado, adquirimos 19,8 milhões de seringas e agulhas e, já no mês seguinte, tínhamos disponíveis 10 milhões para iniciar a imunização, só aguardando a chegada das vacinas. Essa era uma realidade completamente diferente dos outros estados, que não se planejaram adequadamente e não tinham estoque”, afirma Vilas-Boas.

Mesmo diante de um cenário de imprevisibilidade na entrega das vacinas por parte do Governo Federal, a Bahia montou uma operação logística que distribui os imunobiológicos para os 417 municípios em até 24 horas, a partir da utilização de aviões, helicópteros, caminhões e caminhonetes.

”Isso só foi possível graças ao empenho do governador Rui Costa, que colocou à disposição da Saúde, recursos humanos, financeiros e equipamentos, com o objetivo de salvar vidas. E já temos resultados: há uma queda sustentada do número de solicitações de internamento de idosos acima de 70 anos, fruto da vacinação”, destaca Vilas-Boas.

Para acelerar ainda mais a vacinação na Bahia, o governador Rui Costa adquiriu 9,7 milhões de doses da Sputnik V, porém a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não emitiu autorização para importação da vacina russa.

Ministro João Roma inaugura CRAS em município do Centro-Norte da Bahia; ”com muita satisfação”

/ Bahia

Roma participou do ato ao lado do prefeito da cidade. Foto: Divulgação

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta segunda-feira (19) que a missão principal da pasta é chegar aos brasileiros que estão sofrendo mais, ao participar da inauguração do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em Ponto Novo, no Centro-Norte da Bahia. Roma participou do ato ao lado do prefeito da cidade, Tiago Gilleno (PSD), e do deputado estadual Luciano Simões Filho (DEM).

Além de Gilleno, outros quatro prefeitos participaram do evento: Elmo Nascimento (DEM), de Campo Formoso; Laercio Júnior (DEM), de Senhor do Bonfim; Zé do Rádio (PP), de Itiúba; e Danilo de Deraldo (PCdoB), de Várzea da Roça. O ato ainda teve a participação de vereadores, vice-prefeitos e lideranças políticas de cidades da região.

”Com muita satisfação que participo da inauguração desse CRAS. É por aqui que começa o Ministério da Cidadania, braço social do governo Bolsonaro. A missão principal do Ministério da Cidadania é ir atrás dos brasileiros que estão sofrendo mais. É por meio de equipamentos como esse que possibilitamos que profissionais da assistência social possam desenvolver seu trabalho, que é fundamental para o Brasil, para essas pessoas que mais precisam”, afirmou o ministro.

Roma lembrou, em seu discurso, que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a priorização para profissionais da assistência social na vacinação contra a covid-19. ”Eles estão também na linha de frente cuidando dos que mais precisam”, disse, ao complementar: ”Se todos passam por constrangimento, sabemos que tem brasileiros que sofrem mais. É justamente para esses brasileiros que nós precisamos, enquanto agentes da administração, líderes políticos, ter o olhar focado para eles, e nosso trabalho precisa ter eficácia”.

Durante o evento, João Roma recebeu uma cesta com produtos agrícolas produzidos no município. Vale destacar que Ponto Novo tem uma forte produção agrícola, que é uma das principais fontes da economia local.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária autoriza novo ensaio clínico de vacina contra covid-19

/ Bahia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (19) que aprovou, na última sexta-feira (16), um novo ensaio clínico de vacina contra a covid-19.

A vacina candidata terá duas doses com intervalo de 22 dias entre elas. O desenvolvimento clínico está sendo patrocinado pela empresa Sichuan Clover Biopharmaceuticals, sediada na China.

O ensaio clínico aprovado é controlado por placebo, para avaliar a eficácia, imunogenicidade e segurança da vacina, em participantes a partir de 18 anos de idade.

Nesta fase, devem ser incluídos até 22 mil voluntários distribuídos entre países da América Latina, além da África do Sul, Bélgica, China, Espanha, Polônia e Reino Unido.

No Brasil, serão 12,1 mil voluntários, distribuídos nos estados do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

Santo Antonio de Jesus: Boletim registra mais 3 óbitos por Covid-19; vacina esgotou neste domingo

/ Bahia

O boletim da prefeitura de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, deste domingo (18) registrou mais três óbitos por Covid-19. De acordo com a prefeitura, as vítimas foram uma idosa, de 84 anos, e duas mulheres, de 53 e 41 anos. Todas tinham comorbidades, doenças que agravam a Covid-19. A de 84 anos tinha hipertensão arterial, a de 53, doença cardiovascular crônica e a de 41, obesidade.

Com as últimas perdas, o município chega a 111 mortes em decorrência da Covid-19. No mesmo boletim, a prefeitura informou que houve o registro de mais 36 casos confirmados de novo coronavírus, o que chega ao acumulado de 8.888 casos durante a pandemia. Houve também leve crescimento dos casos ativos – aqueles em condição de passar o vírus para outra pessoa – saindo de 142 no sábado (17) para 147 neste domingo. No município, 15 pessoas estão internadas devido à doença e 132 permanecem em isolamento domiliciar.

VACINAS
Em relação a vacinas contra a doença, o município informou que as doses que tinha esgotaram ao meio-dia deste domingo. Devido ao problema, a prefeitura informou que aguarda a chegada de nova remessa para seguir na imunização dos moradores contra a Covid-19.

O município já começou a imunizar idosos a partir de 60 anos. Pelo vacinômetro da prefeitura, já foram vacinadas na primeira dose 14.614 moradores e na segunda, 4.594. *Bahia Notícias

Bahia registra 2.574 casos e 75 mortes por covid-19 em 24h, diz boletim da Secretara de Saúde

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 2.574 casos de coronavírus e 75 mortes em decorrência da covid-19, segundo boletim divulgado hoje (18) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Ao todo, a Bahia tem 862.334 casos confirmados e 17.303 óbitos desde o início da pandemia.

O número total de mortes pela doença no estado representa uma letalidade de 2,01%. Dentre os óbitos, 55,45% ocorreram no sexo masculino e 44,54% no sexo feminino. O percentual de casos com comorbidade foi de 65,6%.

Ao todo, 828.606 pessoas já estão curadas da doença. Na Bahia, 46.580 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

No estado, dos 1.564 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), exclusivos para coronavírus, 1.295 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 83%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia.

Zé Cocá afirma que empenho de prefeitos faz ”vacinação” na Bahia ser a mais rápida do Brasil

/ Bahia

Cocá diz que tem prefeito indo buscar vacina na Sesab. Foto: UPB

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Zé Cocá, comemorou os dados divulgados pelo portal LocalizaSUS, do Ministério da Saúde (MS), que apontam a Bahia como o estado que aplica com maior velocidade as doses da vacina do coronavírus enviadas aos municípios.

São 12,2 dias, em média, gastos entre a entrega pelo MS e a aplicação do imunizante na população. A média nacional é de 17,8 dias. Os números foram coletados de 1° de março a 13 de abril deste ano.

Zé Cocá, que também é prefeito de Jequié, no Sudoeste baiano, creditou o fato ao empenho dos prefeitos e a parceria com o Governo do Estado da Bahia para a logística de distribuição das doses.

”Nós temos prefeitos indo buscar pessoalmente as vacinas que a Sesab faz chegar nos aeroportos e postos de entrega das cidades pólo. O acompanhamento é feito de perto, com os gestores mobilizando campanhas, carros som e visitas porta em porta para convocar a população pra se vacinar”, disse.

”Não tenho dúvidas que nossos prefeitos têm carregado essa missão com a responsabilidade e o máximo de compromisso que lhes foram exigidos”, explica o presidente da UPB. Zé Cocá também ressalta a importância da coordenação conjunta de União, estados e municípios.

”Formamos uma rede. O governador Rui Costa tem feito questão de ouvir os prefeitos durante todo o processo da pandemia e também agora na distribuição da vacina. Torço que tenhamos sucesso na chegada da Sputnik-V, que está sendo adquirida pelo governo da Bahia para acelerar ainda mais, não só o ritmo da aplicação, mas o percentual da população vacinada, que hoje o estado oscila entre primeiro e terceiro lugar”, completou.

Covid: Governo prorroga toque de recolher e proibição de shows e festas em toda a Bahia

/ Bahia

O Governo do Estado decidiu prorrogar as medidas restritivas em toda a Bahia. O toque de recolher noturno e a suspensão de shows, festas e atividades esportivas coletivas continuam até o dia 26 de abril. A prorrogação das medidas, que têm o objetivo de conter a disseminação da Covid-19, será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (17).

A restrição de locomoção noturna vale das 20h às 5h, sendo vedado a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas. Os shows e as festas, públicas ou privadas, continuam proibidos, independentemente do número de participantes, em todo território baiano.

Excepcionalmente, desde que respeitados os protocolos sanitários, os eventos exclusivamente científicos e profissionais podem ocorrer com público limitado a 50 pessoas. A exceção fica por conta de 99 municípios, onde permanecem suspensos eventos e atividades independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas.

Também fica proibida a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, das 18h de 23 de abril até as 5h de 26 de abril, em toda a Bahia.

Transporte

A circulação dos meios de transporte metropolitanos segue suspensa das 20h30 às 5h, até 26 de abril. A circulação dos ferry boats deve ser suspensa das 20h30 às 5h de 19 de abril a 23 de abril, ficando vedado o funcionamento nos dias 24 e 25 de abril.

Já a circulação das lanchinhas permanece suspensa das 20h30 às 5h, até 26 de abril, limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação nos dias 17, 18, 24 e 25 de abril.

Bahia registra 3.413 casos de Covid-19 e 134 óbitos pela doença em 24 horas, diz boletim

/ Bahia

Em 24 horas, a Bahia registrou 3.413 casos de Covid-19 e mais 134 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (16) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizados hoje.

Dos 855.871 casos confirmados desde o início da pandemia, 823.110 já são considerados recuperados, 15.627 encontram-se ativos e 17.134 tiveram óbito confirmado. O estado registra 80% de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus.

Bahia recebe mais 396 mil doses de vacinas, entre Sinovac e Astrazeneca, diz SESAB

/ Bahia

Vacinas chegaram ao aeroporto de Salvador. Foto: Divulgação/SESAB

Mais 396 mil doses de vacinas contra a Covid-19 chegaram à Bahia nesta sexta-feira (16). Do total, 239 mil foram produzidas pela Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e 157 mil pelo Butantan/Sinovac. Com esta carga, que chegou ao aeroporto de Salvador por volta das 9h30, o estado totaliza 3.670.000 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa. Este é o décimo terceiro envio que chega à Bahia.

Segundo a coordenadora estadual de Imunização, Vânia Vanden Broucke, as vacinas serão imediatamente conferidas e separadas para todas as regionais de Saúde e também para todos os municípios da região metropolitana.

”Quando as vacinas chegam lá nas regionais de Saúde, elas também são distribuídas para todos os seus municípios de abrangência, completando assim a entrega para os 417 municípios do estado da Bahia”, afirmou Vânia.

Secretaria de Saúde nega falta e garante ”kit intubação” para hospitais estaduais

/ Bahia

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) garante que, no momento, os hospitais estaduais não correm o risco de ficar sem os remédios necessários à intubação de pacientes com Covid-19. De acordo com a assessoria da pasta, o governo do estado fez uma aquisição de medicamentos grande o suficiente para criar um estoque, que pode durar até 15 dias caso o ”kit intubação” se esgote nas unidades de saúde.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, chegou a cobrar nesta quinta-feira (15) que “grandes estados” do Brasil assumam protagonismo na compra de medicamentos, que são analgésicos, sedativos e reguladores da função cardíaca e pulmonar usados para manter pacientes em leitos de UTI com respiração artificial.

Em entrevista coletiva realizada ontem (15), o prefeito Bruno Reis afirmou que a gestão municipal também está em processo de aquisição dos insumos para intubação. Com informações do Metro1