Bahia registrou em 2022 1,6 mil casos de violência sexual e violações de direitos contra menores

/ Bahia

Mais de 1,6 mil crianças e adolescentes foram vítimas de abusos na Bahia este ano. O quantitativo, que pode ser ainda maior, é o extrato de um levantamento realizado pela área técnica da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) do governo estadual junto aos registros do Disque 100.

O número geral de ocorrências considera apenas os seis primeiros meses de 2022 – de janeiro a junho. Neste período, 611 denúncias foram de violência sexual e 992 foram de outras violações de direitos. De acordo com a SJDHDS, estão nesse universo casos de estupro, tentativa de estupro, abuso sexual, pedofilia, entre outras situações.

O saldo total de queixas deste ano, de 1603 casos, é 40.1% maior que todo o quantitativo de denúncias recebidas em todo o ano passado. Em 2021, o call center responsável por receber esse tipo de denúncia no estado registrou 421 relatos de violência sexual e 723 referentes a violações de direitos.

Segundo o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), é considerado como abuso toda violência sexual praticada por um adulto ou alguém mais velho com o objetivo de satisfação sexual, deixando prevalecer o poder ou autoridade sobre a criança. Já a exploração sexual é caracterizada pela obtenção de lucro, troca ou vantagem, a exemplo de prostituição, pornografia, tráfico e turismo sexual.

Os sinais desse tipo de violência podem ser percebidos através de manifestações físicas e psicológicas. O impacto negativo desse tipo de sofrimento pode se prolongar para toda a vida, podendo ocasionar em dificuldades no desenvolvimento afetivo e sexual e desvios do comportamento sexual.

Atitudes sexuais que não condizem com a idade, demonstração de conhecimento sobre atividades sexuais superiores à sua fase de desenvolvimento, mudanças no comportamento, queda no rendimento escolar e agitações no sono são algumas delas.

As vítimas também podem apresentar lesões na área genital e nos dentes, infecções urinárias em repetição, sangramento vaginal ou anal, fissuras ou flacidez anal, rompimento himenal ou até mesmo doenças sexualmente transmissíveis.

RETRATO DO BRASIL
Em todo o Brasil, nos cinco primeiros meses de 2022, a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) contabilizou 5.881 denúncias de estupros contra crianças ou adolescentes. Conforme explicou o órgão, vinculado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a parcela representa quase 79% do somatório de casos.

No ano passado, 47 mil casos de violência sexual contra menores foram registrados no país. Dados do Ministério da Saúde (MS) mostram que 84% dessas vítimas eram mulheres, 56% delas eram negras e 71% dos casos ocorreram dentro da própria casa da vítima.

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) expôs que um em cada sete adolescentes já sofreu algum tipo de violência sexual.

Outro estudo, organizado pelo Fórum de Segurança, encontrou dados que dão conta de um público bastante vulnerável. Pelo menos quatro meninas menores de 13 anos são vítimas de estupros por hora no país. A cada ano, mais de 21 mil ficam grávidas antes dos 14 anos. A maioria dos autores tem algum tipo de vínculo com a vítima.

O último Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em 2021, analisou os crimes cometidos contra crianças e adolescentes em todo o território brasileiro e observou que, em média, 130 casos deste tipo foram identificados diariamente. Com informações do site Bahia Notícias

Pesquisa Real Time diz que Jerônimo Rodrigues aumenta diferença para ACM Neto; 52% a 44%

/ Bahia

Jerônimo aparece liderando disputa na Bahia. Foto: Rede social

O candidato do PT ao Governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues, mantém a liderança das intenções de voto para o segundo turno, de acordo com a pesquisa Real Time Big Data, contratada pela Record TV e divulgada nesta quinta-feira (20).

De acordo com o levantamento, no cenário de votos válidos, o petista tem 54% contra 46% de ACM Neto (União). O placar do primeiro turno foi de 49,45% para Jerônimo e 40,80% para o ex-prefeito de Salvador.

Quando são contabilizados os votos totais, Jerônimo aparece 52% contra 44% de Neto. Aqueles que que indicaram voto nulo, branco ou não souberam responder, representaram 2% dos entrevistados.

A nova pesquisa entrevistou 1.200 eleitores entre os dias 17 e 18 de outubro. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) sob código BA-02300/2022. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3 pontos percentuais. Com informações do Bahia Notícias

 

Pesquisa Datafolha: 2% dizem que mudaram voto após debate entre Lula e Jair Bolsonaro

/ Brasil

Lula e Jair Bolsonaro se enfrentam nas eleições. Foto: Estadão

Apenas 2% dos eleitores brasileiros disseram ter mudado seu voto após ou assistir ou se informar sobre debate Folha/UOL/Bandeirantes/Cultura, o primeiro da corrida do segundo turno, realizado no domingo passado (16).

É o que informa o Datafolha em sua nova pesquisa sobre a corrida final pelo Palácio do Planalto. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

Segundo o Datafolha, 55% do eleitorado não assistiu o duelo entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL). Outros 25% viram algumas partes do embate e 20%, todo ele. Entre quem votou em Bolsonaro, 52% dizem ter visto o debate, ante 43% no eleitorado de Lula.

Dos 2% que disseram ter mudado de ideia sobre o voto após o debate, quase metade (45%) tinha Lula como candidato antes do programa e os demais se dividiam entre Bolsonaro (17%), brancos e nulos (18%) e indecisos (20%).

Em relação ao desempenho dos candidatos, quando a pergunta é para o grupo todo de eleitores (a audiência foi maior entre apoiadores do atual presidente), Bolsonaro empata tecnicamente com Lula, com vantagem numérica: 34% acham que ele foi melhor que o ex-presidente, enquanto 32% dizem o contrário.

Para 4%, ambos venceram e 5%, nenhum –emulando aqui a má avaliação dos rivais aferida em redes sociais.

Quando é separado o grupo que assistiu todo o evento ou partes dele, Bolsonaro amplia a percepção de vitória: 47% acham que ele foi melhor, enquanto 38% dizem isso de Lula. Aqui, acham que ambos perderam 6%, mesmo índice daqueles que vêm ambos vitoriosos.

O debate teve momentos de tensão, mas foi relativamente comedido em relação ao tom da campanha nas ruas, redes sociais e propaganda obrigatória. Como é usual, ambos os candidatos mentiram bastante e usaram dados distorcidos.

Só deve haver mais um embate direto entre ambos, no próximo dia 28 na TV Globo. Lula não irá ao debate do SBT, marcado para esta sexta (21), e a emissora exibirá uma entrevista com o presidente em seu lugar.

O instituto ouviu 2.912 pessoas em 181 municípios de segunda (17) a esta quarta (19), em um levantamento encomendado pela Folha e pela TV Globo que está registrado sob o código BR-07340/2022 no Tribunal Superior Eleitoral.

Igor Gielow/Folhapress

Paraná Pesquisas diz que Jerônimo Rodrigues tem 50,7% dos votos válidos; ACM Neto 49,3%

/ Bahia

 

ACM e Jerônimo disputam o 2º turno das eleições. Foto: Divulgação

A nova rodada do Instituto Paraná Pesquisas coloca Jerônimo Rodrigues, do PT, levemente à frente na corrida pelo governo da Bahia. Ele aparece com 50,7% dos votos válidos contra 49,3% do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União). O levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (20).

No cenário estimulado com brancos e nulos, Jerônimo e Neto aparecem empatados tecnicamente: o petista soma 46,8% e Neto aparece com 45,6%. Não sabem ou não responderam são 3,9% e brancos e nulos 3,7%.

O Paraná Pesquisas também testou a situação espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados. Jerônimo também aparece na dianteira com 39,9%, enquanto ACM Neto tem 37,8%. Não sabe ou não respondeu soma 19,2% e brancos e nulos 3,1%.

O levantamento, que não possui relação com o Bahia Notícias e foi feito diretamente pelo Paraná Pesquisas, ouviu 1580 eleitores em 68 municípios baianos entre os dias 14 e 19 de outubro de 2022. Possui margem de erro de 2,5% e um intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada sob nº º BA-00020/2022. Com informações do site Bahia Notícias

Supremo Tribunal Federal confirma transporte público gratuito no segundo turno das eleições no Brasil

/ Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou ontem (19) maioria de votos para confirmar a decisão individual do ministro Luís Roberto Barroso que liberou o transporte público gratuito no segundo turno das eleições neste domingo (30).

A decisão individual foi proferida ontem (18) e permite que os prefeitos que adotarem a medida não sejam responsabilizados por improbidade administrativa ou crime eleitoral.

O caso é julgado no plenário virtual, modalidade de votação na qual os votos são inseridos em um sistema eletrônico e não há deliberação presencial.

Além do relator, também referendaram a liminar os ministros Edson Fachin, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Luix Fux, Alexandre de Moraes e Luiz Fux.

A decisão foi tomada a partir de uma ação protocolada pela Rede Sustentabilidade. A pedido do partido, no primeiro turno o ministro também determinou que o transporte público fosse mantido em níveis normais e que os municípios que já ofereceram a gratuidade em pleitos anteriores mantivessem a medida.

Para pedir a gratuidade universal, a Rede argumentou que o voto é obrigatório no Brasil, mas que muitos eleitores não têm condições de pagar a passagem até o local de votação, que em muitos casos é mais cara do que a multa pelo não comparecimento, cujo valor máximo é de R$ 3,51. A medida também pretende evitar alta abstenção de eleitores no dia da votação. Da Agência Brasil

Flamengo vence Corinthians nos pênaltis por 6 a 5 e conquista Copa do Brasil no Estádio Maracanã

/ Esporte

Rubro-Negro mostra frieza e triunfa por 6 a 5. Foto: Sérgio Moraes

O Flamengo fez história, na noite desta quarta-feira (19) no estádio do Maracanã, ao derrotar o Corinthians por 6 a 5 na disputa de pênaltis (após empate de 1 a 1 nos 90 minutos) para ficar com o título da Copa do Brasil. Esta é a quarta oportunidade na qual o Rubro-Negro levou para casa o troféu da competição (após 1990, 2006 e 2013).

lém da conquista esportiva diante de mais de 68 mil torcedores, a equipe da Gávea garantiu uma ótima premiação financeira: R$ 60 milhões.

”Hoje eu não declaro voto para o PT, declaro para Jerônimo”, diz vereador bolsonarista em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Julival decide declara voto em Jerônimo ao Governo. Foto: Divulgação

O candidato ao Governo, Jerônimo Rodrigues (PT), vencedor do 1º turno na Bahia, aumenta o número de aliados em Jaguaquara, maior colégio eleitoral do Vale do Jiquiriçá.

Eleito pelo PCdoB, uma opção partidária em 2020, mas com viés bolsonarista, o vereador Julival do Breguesso, que diz ter votado em João Roma (PL), apesar de integrar a base da prefeita Edione Agostinone (PP), apoiadora de Jerônimo Rodrigues (PT), resolveu declarar voto no petista durante sessão na noite desta quarta-feira (19), sob a justificativa de que estaria retribuindo ao Governo os investimentos em obras públicas na cidade, o que o parlamentar não fez no 1º turno.

”Quase cem milhões de obras estão chegando para a nossa cidade. Em nome do senhor presidente, em nome da prefeita, em nome da sociedade, hoje eu não declaro voto para o PT, declaro para Jerônimo”, disse o bolsonarista Julival, que foi aplaudido pela maioria dos colegas presentes. Na Casa Legislativa, agora, o candidato petista conta com o apoio de 11 dos 15 vereadores.

No Município, onde formou aliança com a prefeita, Jerônimo superou ACM Neto (UB) com 15.081 sufrágios, (62,51%) dos votos válidos. Já o segundo colocado, ACM Neto (UB), registrou uma votação de 6.517 (27,01 %) e João Roma (PL) 2.480 votos.

Dois suspeitos morrem em ação da Polícia Militar durante operação ”Terra do Sol” em Jequié

/ Jequié

Ação ocorreu nas dependências de um hotel. Foto: Leitor/WhatsApp

Dois suspeitos morreram na noite desta quarta-feira (19), em Jequié, no Médio Rio de Contas. Os jovens, que ainda não tiveram a identidade revelada teriam sido atingidos durante uma ação da Polícia Militar no início da noite na Avenida Lomanto Jr., nas dependências de um hotel e foram encaminhados por policiais ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas não resistiram.

Segundo informações do 19º Batalhão de Polícia Militar, os policiais estariam participando da ”Operação Terra do Sol”, em comemoração aos 27 anos de fundação da unidade policial no Município e, na ação, foram apreendidas 01 pistola calibre 380 e 01 revólver 38 com os suspeitos mortos.

Os corpos serão levados do HGPV para necropsia no Instituto Médico Legal na manhã desta quinta-feira. Um deles era morador de Jequié e o outro da cidade de Itagi. A Operação Terra d Sol envolve ainda equipes do Tático Ostensivo Rodoviário, da Cipe Central, Cipe Sudoeste, Rondesp, Graer, além do Esquadrão de Motociclistas Falcão do CPRSO. As forças de segurança se unem para tentar frear a onda de violência gerada em Jequié por disputa de facções criminosas.

UPB e IBGE alinham ações para avançar na coleta de dados do Censo 2022 nos municípios baianos

/ Bahia

Equipe da UPB recebe técnicos do IBGE. Foto: Euro Amâncio

Um panorama do andamento da coleta de dados e a metodologia do Censo 2022 foi apresentado à equipe da União dos Municípios da Bahia (UPB), nesta quarta-feira (19), por técnicos do IBGE que visitaram a entidade. Na reunião, foram esclarecidas dúvidas que geralmente são levantadas pelos prefeitos e alinhada a estratégia de apoio que os municípios podem oferecer para o recenseamento, na logística, divulgação junto à população e no conhecimento sobre a ocupação da área territorial.

Até o momento, a população recenseada na Bahia ultrapassa 57% do total estimado para o estado, que é 14,8 milhões de habitantes. Entre as dificuldades apontadas pelo IBGE está a recusa da população em receber os recenseadores. O órgão pede que as prefeituras utilizem carros de som, redes sociais e emissoras de rádio local para informar a população sobre a importância de responder ao Censo. Também é possível checar a identidade do recenseador no site Respondendo ao IBGE, ou pela Central de Atendimento ao Censo, por meio do telefone 0800-721-8181.

A coordenação do Censo na Bahia garante que as informações prestadas pela população são sigilosas e não serão cruzadas com as de programas sociais. Outra questão abordada foi sobre os limites territoriais e as disputas de terra. De acordo com o coordenador estadual do Censo, Francisco Brito, a população dessas localidades precisam ser recenseadas e o litígio ou erros cartográficos, solucionados posteriormente junto aos órgãos competentes pelo georreferenciamento do estado, no caso a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) e a Comissão Territorial da Assembleia Legislativa da Bahia.

Francisco Brito ressaltou a importância de compartilhar as informações técnicas com a UPB e receber o apoio dos municípios para avançar com a coleta dos dados. ”A reunião foi muito produtiva, principalmente na questão da convergência de conhecimento, ou seja, tanto a gente passa a informar o que o IBGE faz – sobre o método da pesquisa–, como conhece a demanda que a UPB tem ao representar os municípios e seus prefeitos”, afirma o coordenador.Participaram da reunião o coordenador estadual de Base Territorial do IBGE, Leonardo Dias Afonso, o coordenador estadual do Repac/IBGE, Luís Alberto Pacheco e da UPB os coordenadores de Comunicação, Wilde Barreto, Informações Municipais, Jacira Cavalcanti, Eventos e Capacitação, Gabriela Ribeiro, Adminitrativo-Financeiro, Geraldo Santana, Relações Institucionais, Samara Alves. O setor jurídico foi representado pelos assessores Victor Hugo Pinheiro e Moana Barreto.