Secretaria de Segurança rechaça informações sobre subnotificação nos casos de homicídios

/ Bahia

Secretaria rechaça subnotificação de dados. Foto: Mateus Pereira

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) rechaçou as informações publicadas nesta quinta-feira (4) pelo Jornal Correio da Bahia, de Salvador, que revelou um possível parecer que aponte subnotificação nos casos de Crimes Violentos Letais Intencionais na Bahia. A publicação revelou que uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) apontou indícios de subnotificação nos dados sobre homicídios cometidos no Estado.  Segundo a SSP, além do TCE, outros órgãos foram instados a apurar denúncias sobre supostas subnotificações de índices criminais. ”No entanto, até o momento, nenhuma irregularidade foi encontrada. Todos os questionamentos levantados foram respondidos pela pasta e atualmente, o processo encontra-se no 2ª Procuradoria do Ministério Público de Contas, aguardando análise”, informou a pasta, em nota pública. A SSP disse ainda que está aberta a avaliações e análises dos procedimentos realizados pela pasta, ”que ocupa local de destaque no país quando o assunto é transparência na apuração e divulgação dos dados”. A Satélite mantém as informações publicadas e diz que o relatório do TCE está disponível para acesso por qualquer integrante da SSP.

Confira a nota da SSP na íntegra:

A Secretaria da Segurança Pública esclarece que, diferente do publicado em um jornal local sem qualquer consulta prévia ou apuração aos órgãos de controle, NÃO EXISTE parecer que aponte subnotificação nos casos de Crimes Violentos Letais Intencionais na Bahia ou qualquer outro documento emitido pelo Tribunal de Contas do Estado, acusando irregularidades nos índices criminais divulgados pela SSP.

Além do TCE outros órgãos foram instados a apurar denúncias sobre supostas subnotificações de índices criminais, no entanto, até o momento, nenhuma irregularidade foi encontrada. Todos os questionamentos levantados foram respondidos pela pasta e atualmente, o processo encontra-se no 2ª Procuradoria do Ministério Público de Contas, aguardando análise.

A SSP lamenta que, boatos e mentiras que ajudam a diminuir a sensação de segurança tenham tamanho espaço em noticiários de grande circulação, sem qualquer comprometimento ou respeito com a verdade e com os cidadãos baianos. E reforça que está aberta a avaliações a análises aos procedimentos realizados pela pasta, que ocupa local de destaque no país quando o assunto é transparência na apuração e divulgação dos dados.

Os comentários estão fechados.