Prefeitura de Jequié e Universidade Estadual do Sudoeste iniciam projeto Aprendizagem Móvel

/ Jequié

O projeto é aplicado na Escola Adinalva Miranda. Foto: Prefeitura

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Educação, e a Universidade Estadual do Sudoeste, iniciou o projeto Aprendizagem Móvel, que tem o objetivo de auxiliar os alunos do Sistema Municipal de Ensino a utilizarem as novas interfaces digitais, como os tablets, por exemplo, que fazem parte dos laboratórios móveis de informática. Coordenado pelas professoras doutoras, Socorro Cabral e Cássia Brandão, do Núcleo de Estudos e Pesquisa Paulo Freire (NEPAF), o projeto vem sendo aplicado na Escola Municipal Adinalva Miranda, localizada no distrito de Itajuru.

A proposta é criar mecanismos pedagógicos que ampliem a interação entre os estudantes e os dispositivos móveis, de forma a se tornar parte da rotina da escola, com a sua plena aplicabilidade em sala de aula, com o uso da internet e dos aplicativos educacionais utilizados professores, possibilitando atividades e aulas cativantes para os alunos. A equipe responsável pela execução do projeto, que está em andamento e deverá contemplar outras unidades que possuem o laboratório móvel, já realizou três visitas de campo na unidade escolar de Itajuru.

Para a secretária de Educação, Elvia Sampaio, o projeto visa promover uma relação mais harmoniosa entre os alunos e as novas ferramentas digitais para, a partir daí, resultem num aprendizado mais pleno.

”O grande objetivo é ampliar o acesso a inclusão digital por meio do uso pleno dos laboratórios de informática que a Secretaria de Educação já entregou às escolas. Eles são novas e importantes ferramentas no processo de ensino e aprendizagem. Com esses dispositivos móveis, os professores em formação para ajudar os alunos e esses aprendizes motivados à exploração da curiosidade e da busca pelo conhecimento, através dos tablets, o resultado será muito proveitoso e satisfatório. Este é um novo desafio e o projeto Aprendizagem Móvel tem se dedicado a ajudar a construir essa relação entre os alunos e as novas tecnologias.”, disse a secretária de Educação, a professora Elvia Sampaio.

Os comentários estão fechados.