Prefeito de Camaçari, Elinaldo, consegue ”nomear” família na Câmara Municipal de Salvador

/ Política

Prefeito de Camaçari Antônio Elinaldo (DEM). Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Vereadores de Salvador aloja pelo menos cinco pessoas ligadas ao prefeito de Camaçari Antônio Elinaldo (DEM). Com salários acima dos R$ 6 mil, três irmãos do prefeito – Cristiano Araújo da Silva (R$ 6.596,04), Estiene Ostenis de Araújo da Silva (R$ 6.596,04) e Linaldo Araújo da Silva (R$ 6.435,16) da cidade que abriga o Polo Petroquímico, uma das mais ricas da Bahia, além do cunhado Ivan Pedro Moreira de Souza (R$ 8.994,54) estão a serviço do Legislativo da capital baiana. A informação circulou nas redes sociais nesta segunda-feira (13). No Facebook, Maurício Bacelar (Podemos), adversário político de Elinaldo, afirmou estar “estarrecido com a relação promíscua entra a prefeitura de Camaçari e a Câmara de Vereadores de Salvador”. De acordo com ele, o ministério público deveria apurar “esta farra com dinheiro público. Enquanto milhares de camaçarienses estão desempregados, Elinaldo “protege” sua família. Cada vez, fica mais claro porque Elinaldo me traiu”, escreveu no Facebook o irmão mais novo do clã Bacelar. Nesta terça-feira (14) a equipe do BNews traz a reportagem completa sobre as nomeações e as consequências destes atos para rotina política das cidades de Camaçari e Salvador. Informações do Bocão News

Deixar uma Resposta