Lídice da Mata foi a senadora baiana que mais gastou em 2016, R$ 258 mil, referentes às cotas

/ Política

Lídice foi quem mais gastou entre os baianos. Foto: Agência Senado
Lídice gastou mais, entre os baianos. Foto: Agência Senado

Dos três senadores baianos, Lídice da Mata (PSB) foi a que mais gastou em seu exercício de 2016. Segundo os dados publicados no portal do Senado Federal, a socialista teve despesas de R$ 258.501,58 referentes às cotas para exercício. As despesas são aluguel de imóveis para escritório político (R$ 104.298,43); aquisição de material de consumo (R$24.661,23); locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e lubrificantes (R$ 44.104,15); contratação de serviços de apoio ao parlamentar (R$ 16.010,00); divulgação da atividade parlamentar (R$ 3.740,00); e passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais (R$ 65.687,77).  Além disso, foram gastos R$ 40.506,49 referentes a diárias de viagens oficiais, R$ 8.580,32 de consumo material, como combustíveis, e R$ 38.699,39 de correios. Todas as despesas somam R$ 346.287,78. Em seguida, vem Otto Alencar (PSD), cujas cotas para exercício da atividade parlamentar se dividem em aluguel de imóveis para escritório político (R$ 37.993,97), locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e lubrificantes (R$ 104.024,77) e passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais (R$ 45.061,01). Além disso, o senador gastou R$ 6.290,46 com materiais como combustíveis e R$ 17.375,50 com serviços de correios. O total é de R$ 210.745,71. Em último lugar está Roberto Muniz (PP), que utilizou os recursos disponíveis para: aluguel de imóveis para escritório político (R$ 57.026,17); aquisição de material de consumo (R$ 18.227,34); locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e lubrificantes (R$ 54.535,56); contratação de serviços de apoio ao parlamentar (R$ 2.811,50); divulgação da atividade parlamentar (R$ 1.058,00); e passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais (R$ 47.845,29). Viagens oficiais representam R$ 14.305,79, consumo material R$ 3.260,91 e serviços de correios R$ 11.255,79. Todas as despesas somam R$ 210.326,35. Os três senadores juntos gastaram R$ 767.359,84.

Um comentário para “Lídice da Mata foi a senadora baiana que mais gastou em 2016, R$ 258 mil, referentes às cotas”

  1. Marcia D

    Lendo e sentindo raiva dessa gente inútil.

Os comentários estão fechados.