Jequié: Em nota, Embasa diz que operário morreu por afogamento e não por soterramento

/ Jequié

Homem fazia escavação e adutora estourou. Foto: Jequié Repórter

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa, em nota pública, esclareceu sobre a morte do operário Gielson de Souza Santos, de 36 anos, que teria caído em uma vala após escavação realizada em uma obra na Rua da Linha, no bairro Joaquim Romão, em Jequié, por volta das 09h de quinta-feira (5). Gielson e outros dois operários teriam sido projetados para dentro da vala, que transbordava após o rompimento de uma adutora de água e, segundo a Embasa, o rapaz foi o único que a equipe do Corpo de Bombeiros não conseguiu salvar. Inicialmente, as informações eram de que o homem teria sido soterrado, mas, na nota, a Embasa, que executava a obra através de uma construtora, diz que não houve desmoronamento e que Gielson foi vítima de afogamento. ”A construtora Franco Araújo está dando a assistência necessária aos dois funcionários feridos e à família do funcionário falecido. A Embasa aguarda o relatório pericial para tomar as medidas cabíveis previstas em contrato com prestadores de serviço contratados pela empresa”.

Os comentários estão fechados.