Jequié: Bebê tem braço quebrado durante parto

/ NOTÍCIAS

Foto: Júnior Mascote

Rita de Jesus Figueiredo procurou a imprensa de Jequié nesta terça feira (21) para fazer uma grave denuncia contra médicos do Hospital Prado Valadares. Rita é mãe de Júlia Figueiredo de Jesus, 2 meses de vida, que teve o braço quebrado no momento do parto. Ela disse ao repórter Júnior Mascote que foi atendida pelo médico Dr. Osvaldo Cruz, que recomendou o parto cesariano por que a mãe tem o canal muito estreito e por isso teria complicações. Horas depois, começou o trabalho de parto e ela disse que foi atendida pela Dra. Amanda, e ai começou o trabalho de parto normal. “Primeiro passou a cabeça da criança, eu estava sentindo muitas dores. Os médicos não conseguiam retirar a criança, pediram para que eu ficasse na posição de quatro e puxaram minha filha. Senti um estalo e percebi que tinha quebrado algum órgão da minha filha. Os médicos disseram que minha filha estava bem, depois que trouxeram a menina já com o braço quebrado e engessado. Quero justiça,” disse a mãe. Rita, o marido e os três filhos moram no Bairro Pompilho Sampaio, em Jequié. O marido é carroceiro, os dois não têm condições de pagarem consultas particulares para acompanhar o tratamento da recém nascida. O fato já foi registrado no Ministério Público para ser apurado.

Os comentários estão fechados.