Jequié ainda têm alto risco de epidemia de dengue

/ NOTÍCIAS

A Bahia vai receber R$ 13,2 milhões do Ministério da Saúde para intensificar medidas de vigilância, prevenção e controle da dengue este ano. Todos os 417 municípios vão receber o recurso, que, segundo a diretora da vigilância epidemiológica da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Maria Aparecida Araújo, é 20% maior do que o valor anual que as ações de vigilância recebem. De acordo com a portaria nº 2.804, a capital do Estado vai receber R$ 2,3 milhões. “Esse dinheiro vai ser usado na prevenção e no controle da dengue. O que inclui desde os agentes de epidemiologia e endemias que entram nas casas da população, até compras de materiais para o que precisar ser feito, atendimentos e suportes necessários em casos de complicações”, afirmou. Essa é a primeira vez que todos os municípios recebem o incentivo. “É um aditivo que será pago em uma parcela única e  em quantidades diferentes para cada cidade”, completou. Segundo a diretora de vigilância, 103 cidades da Bahia têm alto risco de transmissão da doença. As dez cidades com maior risco são Salvador, Itabuna, Feira de Santana, Ilhéus, Senhor do Bonfim, Serrinha , Guanambi, Jacobina, Jequié e Teixeira de Freitas. “Somente esses municipios concentram 46,5% dos casos de dengue notificados no ano passado e até o início deste ano. Por isso a atenção especial”. No total, o ministério vai repassar R$ 173,2 milhões a todos os municípios brasileiros. (Correio)

Foto: Divulgação

Os comentários estão fechados.