Jaques Wagner diz que novo reajuste da Petrobras ”sacrifica a vida e o trabalho do povo”

/ Política

Na rede social, Wagner manda recado para motoristas. Foto: Alessandro Dantas

O senador Jaques Wagner (PT) criticou o novo reajuste aplicado pela Petrobras na gasolina e no diesel este ano. Em uma publicação nas redes sociais nesta segunda-feira (08), o político mandou um recado para motoristas de aplicativo, taxistas e caminhoneiros. De acordo com ele, ”o governo federal quer dificultar ainda mais a vida e o trabalho” desses trabalhadores.

”Mal começou o ano e já temos o 3º reajuste da gasolina e 2º do diesel em 2021. Essa é política econômica do governo federal: garante os lucros dos acionistas privados e sacrifica ainda mais a vida e o trabalho do povo, como dos caminhoneiros, taxistas e motoristas de aplicativos”, escreveu.

Quem também criticou a política de reajustes de preços da Petrobras foi a deputada federal Lídice da Mata (PSB). Em post no Twitter, a parlamentar comparou a postura da estatal à venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), em Mataripe, por US$ 1,65 bilhão.

”Petrobras é valente para aumentar combustível e uma mãe quando entrega refinarias a preços de banana”, escreveu.

Com o reajuste anunciado nesta segunda, o preço médio de venda de gasolina nas refinarias passará a ser de R$ 2,25 por litro (aumento médio de R$ 0,17 por litro). Já o preço médio do diesel passará a ser de R$ 2,24 por litro (aumento médio de R$ 0,13 por litro).

Os comentários estão fechados.