Jaguaquara: Presidente da Câmara volta a criticar ausência do prefeito na Prefeitura

/ Jaguaquara

Raimundo critica postura de Giuliano na pandemia. Foto: BMFrahm

O presidente da Câmara Municipal de Jaguaquara, Raimundo Louzado (PR), voltou a critica a postura do prefeito da cidade, Giuliano Martinelli (PP), durante a pandemia do novo coronavírus.

Ao conduzir sessão por videoconferência com os demais vereadores, na noite desta quinta-feira (2), o presidente pediu que o chefe do Executivo assumisse postura democrática, que sentasse com os vereadores da oposição, para discutir a crise que o município enfrenta diante do isolamento social imposto por decreto municipal para conter a disseminação do vírus no município, que já registrou 25 casos confirmados. ”Me coloquei a disposição, no sentido de ajudar. Infelizmente, não vi, por parte do senhor prefeito, nenhum interesse em ajudar as pessoas de vários seguimentos, que estão prejudicadas por conta do coronavírus. O pessoal do transporte escolar está sem receber, os professores contratados também. Eu fiz uma indicação para conceder um auxílio, ao pessoal que vende caldo de cana, por exemplo. Tenho sempre cobrado que os vereadores deviam participar das reuniões, mas as reuniões só acontecem na casa do prefeito e os vereadores que ele acha que são da oposição não podem participar”, bradou Raimundo, sugerindo, pela segunda vez, que Martinelli utilize o gabinete da Prefeitura para tratar das questões de ordem pública.

No início da pandemia, em março, a Câmara de Jaguaquara destinou R$ 50 mil à Prefeitura para ajudar nas ações da Secretaria de Desenvolvimento Social do Município diante da crise do novo coronavírus, sugerindo a distribuição de cestas básicas a famílias carentes. Os oposicionistas cobraram, na sessão ontem, a distribuição de alimentos e os governistas,  vereadores aliados do prefeito, rebateram afirmando que a gestão já faz atendimento aos mais vulneráveis com a distribuição de cestas básicas

Os comentários estão fechados.