Euclides brada sobre projetos da Embasa para Maracás e região; ”ficam só nessa conversa”

/ Política

Euclides cobra ação do Governo do Estado. Foto: Blog Marcos Frahm

O deputado estadual Euclides Fernandes arrancou aplausos de prefeitos, vereadores e outras lideranças políticas de municípios do Médio Rio de Contas e do Vale do Jiquiriçá ao cobrar posicionamento do Governo do Estado em relação aos problemas enfrentados pelos municípios de Maracás, Planaltino, Lagedo do Tabocal e Irajuba com o abastecimento de água. Ao discursar, no evento promovido em Jequié pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa, na sexta-feira (09/08), quando gestores municipais assinaram protocolo de intenção visando o contrato de programa que assegura a prestação dos serviços da estatal em 32 municípios da região Fernandes aproveitou a presença do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, para pedir atenção as cidades que enfrentam escassez de chuvas.

O parlamentar se solidarizou com os prefeitos ao afirmar que os mandatários sofrem com a incapacidade dos municípios de resolver os problemas relacionados ao abastecimento. ”Os prefeitos vieram atender ao chamamento para participar de um momento importante de manutenção da parceria entre a Embasa e os municípios. Foi colocado aqui sobre a importância do contrato, mas o município não tem capacidade, para por si só, de cuidar da distribuição de água e é necessário esse contrato de parceria. Mas a Embasa precisa preparar o seu plano de ação, de investimentos nos municípios e a base disso é o convênio celebrado”, reconhece.

Contudo, Euclides  disse que ”é preciso que dessa discussão seja colocada de maneira clara a solução para os problemas que afligem o abastecimento de água em Maracás, Planaltino, Lagedo do Tabocal, Itiruçu e Irajuba, municípios que, quando enfrentam estiagem, fica muito mais complicada a situação”.

Ao citar nominalmente o presidente da Embasa e o governador Rui Costa, Euclides disse que já esteve com o representante da estatal e com o chefe do Executivo baiano em Salvador para tratar de projetos que solucionem o problema, mas segundo o parlamentar a proposta se arrasta. ”Eu já estive com o senhor, presidente, e com o governador Rui Costa, por várias vezes, tratando desse assunto e ficam só nessa conversa de que tem dois projetos. Vamos definir qual é o projeto e vamos buscar os recursos para que essas comunidades possam ter tranquilidade”, desabafou Euclides, que foi aplaudido pelos gestores.

  O deputado ao falar da lamentação de prefeitos citou Mariane Fagundes, de Lagedo do Tabocal. ”Tem uma prefeita aqui, que ela chora com o custo dos caminhões que levam água de Jequié para Lagedo. Pelo menos, senhor Rogério Cedraz, oriente o pólo da Embasa de Jequié a fazer um preço mais companheiro”, bradou. São duas alternativas, segundo Cedraz, para resolver a questão na região: captar água da Barragem da Pedra, em Jequié, para Maracas, ou do Rio Paraguaçu, cujo projeto estaria em torno de R$ 100 mil.

Os comentários estão fechados.