Empresários Joesley Batista e Ricardo Saud se entregam à Polícia Federal em São Paulo

/ Polícia

Joesley Batista e Ricardo Saud se entregam à PF. Foto: TV Globo

O empresário Joesley Batista e o ex-executivo da J&F Ricardo Saud se entregam por volta das 14h15 à Polícia Federal (PF), em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria da companhia. A prisão temporária foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O pedido de prisão foi feito depois de Janot concluir que os colaboradores esconderam do Ministério Público fatos criminosos que deveriam ter sido contados nos depoimentos. A conclusão de que os delatores omitiram informações passou a ser investigada pela PGR a partir de gravações entregues pelos próprios delatores como complemento do acordo. A PGR também pediu a prisão do ex-procurador da República Marcelo Miller, mas Fachin disse que não há elemento indiciário com a consistência necessária à decretação da prisão temporária. Fachin havia determinado que o cumprimento dos mandados ocorressem com a ”máxima discrição e com a menor ostensividade”, evitando o uso de algemas, pois não se trata de pessoas perigosas. ”Deverá a autoridade policial responsável pelo cumprimento das medidas tomar as cautelas apropriadas, especialmente para preservar a imagem dos presos, evitando qualquer exposição pública”, diz a decisão. No sábado (9), a defesa do grupo J&F colocou à disposição os passaportes do empresário Joesley Batista e do ex-diretor de Relações Institucionais da holding Ricardo Saud. A defesa do ex-procurador Marcelo Miller também colocou os documentos dele à disposição.

Polícia: Traficante é preso com 1,1 kg de droga em condomínio na cidade de Itabuna

/ Polícia

Droga apreendida no bairro Califórnia. Foto: Divulgação

Duas guarnições da Polícia Militar prenderam traficante com 1,1 quilos de drogas em Itabuna, na noite de sexta (8). Israel Palma dos Santos estava com 749 gramas de cocaína e 356 gramas de maconha. Segundo o site Pimenta, ele tentou correr ao avistar viatura da Rondesp Sul (PM). Israel ainda tentou ”salvar” parte da droga, lançando quantidades ao chão e fugir com a mochila. De acordo com a Polícia Militar, a prisão ocorreu após denúncia anônima de venda de drogas no Condomínio Vida Nova, na Califórnia. Além da maconha e da cocaína, também foram apreendidos com Isael cinco celulares, uma balança de precisão e munições calibres 9 milímetros, 32 e 380. O traficante estava com R$ 1.549,45 em espécie, conforme a polícia.

Maracás: Polícia Militar prende jovem e dois adolescentes suspeitos de tráfico

/ Polícia

Polícia conduziu suspeitos para Delegacia. Foto: 93/CIPM

Em Maracás, o Major Caldas, Comandante da 93 CIPM determinou a intensificação das abordagens na cidade em virtude do feriado de 7 de Setembro e, em ronda pela Rua José Raimundo, policiais do PETO/93 CIPM, avistaram em atitudes suspeitas um indivíduo identificado pelo pré-nome de Maciel, o qual estava acompanhado de dois adolescentes. De acordo com a PM, durante a busca pessoal os militares encontraram uma porção de substância aparentando ser Cannabis Sativa (Maconha).  Ao entrevistar  Maciel, o mesmo confessou ter mais droga em sua residência, levando os milicianos do PETO/93 CIPM até o local, onde foram encontradas 87 buchas de maconha pronta para comercialização. Maciel e os menores foram conduzidos com a droga para a delegacia de Maracás para adoção das  medidas cabíveis.

Proprietário de apartamento confirma que emprestou imóvel ao ex-ministro Geddel Vieira

/ Polícia

Viaturas levaram dinheiro apreendido. Foto: Polícia Federal

O proprietário do apartamento em que a Polícia Federal (PF) encontrou R$ 51 milhões atribuídos ao ex-ministro Geddel Vieira Lima confirmou à Polícia Federal (PF) o empréstimo do imóvel a Geddel. O depoimento foi prestado, após intimação para depor, na sede da PF, na capital baiana. A confirmação foi dada pelo Superintendente da Polícia Federal na Bahia, Daniel Madruga. Segundo o delegado, Silveira teria emprestado o apartamento – localizado no bairro da Graça, em Salvador – a Geddel, para que guardasse os pertences do pai, que morreu no ano passado. Conforme relatou Madruga, Silveira disse não saber da real intenção do ex-ministro quando solicitou o empréstimo do apartamento. O superintendente informou, ainda, que Geddel Vieira Lima deve ser intimado para explicar a origem do dinheiro. O depoimento, no entanto, deve ser dado em Brasília, já que as investigações ocorrem na 10ª Vara da Justiça Federal, na capital federal. A Operação Tesouro Perdido, que dscobriu o dinheiro no apartamento da Graça, foi autorizada pelo juiz Federal Wallisney Oliveira, que viu indícios de fraudes na liberação de créditos na Caixa Econômica Federal (Caixa), entre 2011 e 2013, período em que Geddel era vice-presidente de Pessoa Jurídica. O montante encontrado dentro de malas e caixas no apartamento estava coberto apenas por um lençol, conforme relatou a PF. No dia da operação, na última terça-feira (5/9), a PF levou cerca de 12 horas para contar todas as cédulas, em máquinas de uma empresa de transporte de valores. Os R$ 51 milhões já foram adicionados ao processo, que vai investigar a procedência do dinheiro e se tem mesmo ligação com Geddel Vieira Lima. Até o momento, a defesa do ex-ministro não se manifestou sobre a operação da PF. Geddel Vieira Lima cumpre prisão domiciliar em Salvador, no apartamento onde mora com a família. Com informações da Agência Brasil.

Feira de Santana: Câmera registra momento em que mulher é morta a tiros em via pública

/ Polícia

Mulher foi morta no bairro Caseb. Foto: Site Acorda Cidade

Uma câmera de segurança registrou o momento em que uma mulher foi morta na noite desta quarta-feira (6) na Rua Juiz de Fora, no bairro Caseb, em Feira de Santana. Segundo informações do site Acorda Cidade, a vítima foi identificada como Eliana Santos da Silva, 28 anos. O crime aconteceu por volta das 18h30. Nas imagens, é possível ver a aproximação do assassino. Eliana está parada próximo a um poste de iluminação, quando um homem passa em um motocicleta na direção contrária. Ele retorna, desce da moto, dá alguns passos em sua direção e dispara algumas vezes contra a vítima, fugindo em seguida. Os transeuntes que estavam no local então correm em direção a Eliana, que morreu no local após ser atingida por tiros na cabeça, tórax e braços.

PF agora quer saber se dinheiro era só de Geddel; peemedebista pode ser preso de novo

/ Polícia

PF estourou o bunker atribuído a Geddel. Foto: Reprodução

Depois de ”estourar” o bunker atribuído a Geddel Vieira Lima em que foram encontradas malas e caixas com R$ 51 milhões, a Operação ”Tesouro Perdido”, derivada da ”Cui Bono”, que investiga esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, período em que o peemedebista exercia o cargo de vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição, tenta descobrir se a fortuna era exclusivamente dele ou pertenceria a uma organização criminosa para a qual ele operaria. Não está descartado um novo pedido de detenção do ex-ministro dos governos Lula (PT) e Michel Temer (PMDB) que revogue o habeas corpus pelo qual ele conseguiu permanecer em prisão domiciliar.

Polícia recebeu informação sobre ”bunker” de Geddel um dia após prisão domiciliar

/ Polícia

Geddel Vieira Lima é alvo de operação. Foto: Beto Barata

A Polícia Federal recebeu a denúncia sobre o ”bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima um dia depois de ele ter sido autorizado a cumprir prisão domiciliar. Nesta terça-feira (5) agentes da PF encontraram caixas e malas de dinheiro em um apartamento no Edifício Residencial José da Silva Azi, no bairro da Graça, em Salvador. A decisão do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, foi publicada no dia 13 de julho deste ano. Em decisão que autorizava a operação  o juiz Vallisney de Souza Oliveira, do mesmo tribunal, disse na decisão que autorizava a operação que o Núcleo de Inteligências da Polícia Federal teria recebido a notícia no dia 14 de julho deste ano. ”Asseverando que, no último semestre, um apartamento do 2º andar do Edifício Residencial José da Silva Azi estaria sendo utilizado por Geddel Quadros Vieira Lima para guardar caixas com documentos”, diz a decisão. O imóvel teria sido cedido por Silvio Silveira para que o peemedebista supostamente guardasse pertences de seu pai, morto em janeiro de 2016. O ex-ministro foi preso em 3 de julho deste ano, na capital baiana, por suspeita de obstrução de justiça – Geddel ligou várias vezes para a esposa do doleiro Lúcio Funaro, na tentativa de intimidá-lo a não fechar acordo de delação premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato. O peemedebista também é investigado na Operação Cui Bono, que apura irregularidades na Caixa Econômica Federal – da qual Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica. Informações do Bahia Notícias

Maracás: Após denúncia, Polícia Militar frustra entrega de droga e prende dois jovens

/ Polícia

Polícia apreendeu droga e celulares. Foto: Divulgação/CIPM

A Polícia Militar de Maracás/CIPM, por meio do canal do canal de denúncia via telefone recebeu informações que uma quantidade de droga seria entregue a pessoa de Girlan, 18 anos, por Rogério Perninha, e, imediatamente, por volta das 11h30 desta quarta-feira a guarnição do PETO sob o comando do Ten PM Alan, juntamente com o apoio da guarnição do 1°PEL sob comando do Sd PM Marlon Oliveira, deslocaram até a Rua Açucena objetivando buscar maiores informações sobre a denúncia repassada. Foi constatada a veracidade das informações tendo os policiais encontrando na casa de Girlan uma quantidade de droga, aparentando ser crack. Segundo informações policiais, quando indagando sobre o fornecedor da droga o jovem relatou ter recebido de Rogério Perninha; dando continuidade a diligencia foi encontrado o mesmo nas imediações e Rogério também foi detido. Todo material, 0 pedras de uma substância aparentando ser crack, já embaladas, uma pedra maior da mesma substância, uma faca de açougueiro, quatro celulares e R$ 16 reais e os envolvidos foram apresentados na Delegacia Territorial de Maracás.

Polícia: Vereador de cidade na Bahia é levado à delegacia após ser flagrado com carro roubado

/ Polícia

Vereador é detido com carro roubado (Foto: Divulgação/PRF)

Um vereador de Buerarema, cidade no sul da Bahia, foi levado à delegacia após ser flagrado com um carro roubado no Km-508 da BR-101, em Itabuna, também no sul da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi recuperado na madrugada desta terça-feira (29), durante fiscalização. Segundo a PRF, após análise detalhada do automóvel, foram encontradas duas numerações de chassi diferentes, ambas com sinais de adulteração. Diante das inconsistências nas informações, a PRF descobriu que o carro havia sido roubado na cidade de Serra/ES, em novembro de 2010. Ainda de acordo com a PRF, as placas utilizadas na ocasião da abordagem eram “clonadas” de um outro automóvel de características semelhantes. O vereador alegou que o carro foi emprestado a ele por outra pessoa. A PRF informou que ele e um outro homem que o acompanhava foram levados para a delegacia de polícia judiciária de Itabuna. Eles vão responder por receptação do produto de roubo. O vereador e o outro rapaz foram soltos após pagamento de fiança. O valor não foi divulgado. Por G1 Bahia.

Maracás: Polícia Militar prende jovem suspeito de tráfico com droga, munição e celulares

/ Polícia

Polícia apreendeu droga com suspeito. Foto: Divulgação/93ª CIPM

Um jovem de 20 anos, identificado como Edson Gomes dos Reis Filho, apelidado de Piu foi preso por policiais militares de Maracás, nesta sexta-feira (25). De acordo com a PM, o suspeito foi preso por uma guarnição no bairro Irmã Dulce, tendo encontrado com o mesmo uma quantidade de droga e munição calibre 38. Os policiais foram até a casa de Piu e apreenderam uma balança de precisão, 10 pedras de crack, 07 trouxas de maconha, 02 celulares e sacos plásticos utilizados para embalagem de droga. O suspeito foi encaminhado a Delegacia Territorial local.

Traficante do BDM é preso em Salvador e 100 quilos de maconha são apreendidos

/ Polícia

Emerson Teles de Almeida, tem 18 anos. Foto: Divulgação/SSP

Foi preso nesta sexta-feira (25), Emerson Teles de Almeida, 18 anos, conhecido como Noni, que é apontado integrante da facção Bonde do Maluco, a BDM. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a prisão faz parte de mais um desdobramento da Operação Balão Mágico, deflagrada contra uma quadrilha de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e iniciada no último dia 18. O acusado foi preso na casa de seus pais, no bairro de Fazenda Grande, em Salvador. Conforme a delegada Andrea Ribeiro, Coordenadora de Narcóticos do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), ele armazenava a droga da quadrilha. ”Ele era o responsável pelo armazenamento da droga e braço direito do gerente da quadrilha, Laelson Santana dos Santos, o Galego, que morreu em confronto com a polícia”, explicou. Após a prisão, que contou com a participação de policiais do Draco, Operação Gemeos, 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a polícia apreendeu cerca de 100 quilos de maconha, que estavam enterrados em um terreno baldio na localidade conhecida como Iraque, em Simões Filho. A droga foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser periciada, enquanto que Noni será direcionado ao sistema prisional.

Detido por não pagar pensão alimentícia, ex-jogador Edilson é transferido para presídio

/ Polícia

Edílson Capetinha é transferido para o presídio. Foto: TV Bahia
O ex-jogador de futebol Edílson, com passagens pelo Corinthians, Palmeiras e pela Seleção Brasileira, foi transferido nesta quinta-feira (17) para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. Conhecido como ”Capetinha”, o campeão mundial com a seleção brasileira em 2002 está preso desde a última terça-feira (15) por inadimplência no pagamento de pensão alimentícia a um de seus filhos. Ele estava anteriormente na sede da Polinter (Polícia Interestadual), também na capital baiana.Edilson e outros homens que também haviam sido detidos por problemas relacionados a pensão foram levados ao Centro de Observações Penais. A defesa do ex-jogador já entrou com petição de soltura e diz que falta apenas um comprovante de pagamento dos três últimos meses devidos por ele. ”O advogado, para atrasar e burlar, fez carga do processo só hoje [quinta-feira]. Eu não vou fazer acordo. A estratégia é pagar três meses, o que é praxe”, relatou Eduardo, sobrinho do ex-jogador e responsável pela defesa. O expediente já havia sido usado em 2016, quando Edilson também foi preso por ter deixado de pagar parcelas da pensão alimentícia. Aquela foi a segunda passagem de Edilson pela prisão por atraso no pagamento de pensão alimentícia. O ex-jogador foi preso em 2014 pelo mesmo motivo, e desde então tem questionado o valor estipulado — dez salários mínimos por mês. A dívida total já chegou a R$ 430 mil. Neste ano, em mandado expedido em maio, a 2ª Vara da Família, em Brasília (DF), diz que Edilson deixou de cumprir o acordo que havia feito anteriormente e acumulou novo débito. O valor é pouco superior a R$ 25 mil. Enquanto ainda estava na Polinter, Edilson recebeu também uma notificação do Tribunal Regional do Trabalho. O ex-jogador foi acionado por um músico que trabalhava com a cantora Kátia Guima, cujos shows eram comercializados pela ED10, empresa do Capetinha. Segundo o TRT, a ED10 contabiliza mais de 20 processos movidos por ex-funcionários e subcontratados. As dívidas trabalhistas, de acordo com o órgão, ultrapassam a marca de R$ 8 milhões —valor que o estafe de Edilson contesta. ”Realmente há ações trabalhistas”, admitiu Eduardo. ”Mas a notificação que ele recebeu nesta semana foge dessa demanda. Foi uma audiência de um músico que tenta localizar o Edilson há dois anos, mas o Edilson não era empresário da banda. Ele apenas comercializava os shows”, completou Eduardo.

Jovem é presa com quase 100 quilos de maconha escondidos embaixo de berço em casa

/ Polícia

Vanessa foi presa em Feira de Santana. Foto: Divulgação/SSP

Um jovem escondia maconha embaixo de um berço dentro da casa onde mora, na cidade de Feira de Santana e acabou sendo presa na noite desta quarta-feira (16) depois de flagrada pela polícia tentando entregar uma encomenda. Segundo a polícia, Vanessa Stefani Falcão, de 22 anos, estava sendo monitorada pelas equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE). Ela foi flagrada quando os investigadores perceberam a possibilidade de fuga da jovem, fizeram a abordagem e apreenderam com ela quase 100 quilos de maconha escondidos. Ainda segundo a polícia, uma pequena quantidade de cocaína foi encontrada com Vanessa. Quando os policiais civis foram até a casa da jovem, no bairro Jardim Cruzeiro, encontraram, embaixo de um berço, 33 tabletes de maconha. Em seguida, localizaram outros 50 tabletes dentro de um armário. Cada um pesando um quilo. De acordo com o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Marcelo Sansão, a jovem faz parte de uma quadrilha que é investigada pela polícia em Feira de Santana.

Polícia Civil prende em Jitaúna homem foragido suspeito de integrar o Bonde do Maluco

/ Polícia

Policiais detiveram Ronaldinho em Jitaúna. Foto: 9ª Coorpin

Um foragido da Justiça foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Civil na cidade de Jitaúna, no Médio Rio de Contas e encaminhado a sede da 9ª Coorpin, em Jequié. Reinaldo Souza Oliveira, o Ronaldinho, é acusado de crime de associação ao tráfico de drogas e, segundo a polícia, ele é suspeito de integrar a facção criminosa BDM, que atua na Região Metropolitana de Salvador. Segundo o delegado Ivan Lessa, contra Reinaldo, havia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Camaçari, para onde o preso deve ser encaminhado.