Jaguaquara: Em plena luz do dia, e no Centro da cidade, ladrões assaltam homem e levam R$ 3 mil

/ Jaguaquara

Criminalidade cresce na cidade
Criminalidade cresce na cidade. Foto: Blog Marcos Frahm

A onda de assaltos aliada ao tráfico de entorpecente em Jaguaquara tem deixado os moradores temerosos. Relatos de pessoas dizendo-se vítimas de assaltos a mão armada tem sido frequente, principalmente por parte dos proprietários de veículos (motocicletas) sendo levadas por criminosos. A onda de assaltos praticados em vários pontos da cidade assusta e, ao contrário do que se pode imaginar, os meliantes estão agindo em plena luz do dia. Nesta terça-feira (27), o funcionário de um supermercado, O Pioneiro, se dirigia a uma agência bancária para efetuar depósito quando dois elementos desconhecidos, a bordo de uma motocicleta de cor preta, se aproximaram do rapaz, que caminhava por volta das 12h26 na Praça dos Imigrantes e, de posse de arma de fogo, obrigaram a vítima a entregar-lhes a quantia de R$ 3 mil reais do supermercado. Os criminosos fugiram em disparada após o assalto. Em bairros populares, proprietários de bares e mercearias reclamam constantemente de ações criminosas. Nessas localidades, o tráfico de droga vêm arruinando a vida de jovens e de suas famílias. No sábado (24), um homem de 34 anos, morador na cidade de Jequié, foi executado com vários tiros no bairro Casca. O autor do homicídio, capturado em Santa Inês, tem apenas 27 anos. A suspeita é de crime relacionado ao tráfico.

Você Repórter: Construção de quadra poliesportiva é abandonada no povoado de Itiúba

/ Jaguaquara

Mais um caso de desperdício de dinheiro público
Mais um caso de desperdício de dinheiro público em Jaguaquara

O vereador Rosenildo dos Santos Pirôpo (PT) enviou ao BMF imagem de uma obra paralisada, que poderia está servido aos desportistas do povoado de Itiúba, na zona rural de Jaguaquara, como uma Quadra de Esportes. Mas de acordo com o edil, a obra se encontra completamente abandonada, desde a gestão anterior e, na atual administração, que já completou dois anos, a obra orçada em R$ 504 mil reais segue emperrada. ”É vergonhosa a situação do nosso município. Uma obra que já deveria ter sido entregue a população, fica abandonada. Se for falta de recursos, de gestão, se a empreiteira abandonou a obra, seja lá o que for a prefeitura devia dar uma explicação a população”, diz o parlamentar.

Sob nova presidência, Câmara de Jaguaquara retomará trabalhos no dia 19 de fevereiro

/ Jaguaquara

Nova Mesa da Câmara assume a partir de fevereiro
Nova Mesa da Câmara assume a partir de fevereiro. Foto: BMF

Vereadores de Jaguaquara seguem em recesso parlamentar, desde dezembro último e só retomaram as atividades na Câmara Municipal a partir do dia 19 de fevereiro, quando será realizada a primeira sessão ordinária do ano de 2015, na abertura dos trabalhos para o Biênio 2015/2016. A Câmara de Jaguaquara estará sob nova presidência, cuja Mesa Diretora foi escolhida em eleição ocorrida no 1º de janeiro e tem como membros o vereador Élio Boa Sorte (PP) – presidente, Jacilene Silva (PP) – vice-presidente e Lindoval Muniz (PP) – 1º secretário. Os três parlamentares, componentes da nova Mesa assumirão os seus respectivos cargos de forma oficial em fevereiro. A nova presidência venceu a eleição da Câmara a contragosto do prefeito Giuliano Martinelli (PP), que apesar de ter, até a data da eleição, Élio, Jacilene e Lindoval como aliados preferiu defender a candidatura da chapa derrotada, encabeçada pela vereadora Marleide Pinto (PP). Resta saber agora se os membros da Mesa Diretora acatarão de bom grado a decisão do prefeito em ter apoiado a chapa derrotada e permanecer na base ou se irão posicionar como oposicionistas.

Ceasa de Jaguaquara sofre com trânsito caótico, falta de estacionamento, lixo e estrutura defasada

/ Jaguaquara

Ceasa construída há 28 anos está defasada
Ceasa de Jaguaquara, construída há 28 anos, está defasada

Trânsito caótico, falta de estacionamento, mau cheiro do lixo misturado às frutas e verduras estragadas e sanitários em condições insalubres são sinais dos problemas diários enfrentados por funcionários, produtores e clientes no Mercado Produtor Ceasa, em Jaguaquara, um dos mais importantes mercados atacadistas de hortifrutigranjeiros da Bahia, atendo a várias regiões do país, movimentando cerca de 600 caminhões e carros de carroceria carregados de produtos, e com um fluxo de mais de 300 produtores por semana. A estrutura localizada na margem do Rio Casca, na Rua Barão do Rio Branco, área central da cidade já não dar mais conta da demanda do fluxo de produtos hortifrutigranjeiros, pessoas e veículos, situação que tem prejudicado significativamente a qualidade dos serviços prestados pela Ceasa, construída há 28 anos, e que funciona como entreposto. Toda administração do órgão, desde sua conservação, organização dos comerciantes e manutenção, é de responsabilidade da Empresa Baiana de Alimentos-EBAL, que parece deixado o órgão público cair no esquecimento do Governo, durante os oito anos da gestão Jaques Wagner.

Acumulo de frutas e verduras estragadas incomoda
Acumulo de frutas e verduras estragadas incomoda na Ceasa

Para a grande maioria dos produtores, que comercializam seus produtores no local, a solução de toda a problemática seria a ampliação e reforma da estrutura física, ou construção de uma nova Ceasa, numa área de melhor comodidade para os comerciantes e fluidez no trânsito. Durante visita da equipe de reportagem do Blog Marcos Frahm no Mercado, nesta terça-feira (20), produtores argumentavam: ”isso aqui vai mal, não tem espaço para nada, os banheiros estão abandonados, alguém tem que socorrer a Ceasa”. A reclamação é unânime com relação aos problemas diários enfrentados no local, onde funciona também a Cesta do Povo, que deve ser terceirizada no Governo Rui Costa.

Banheiros em condições insalubres. Fotos: Blog Marcos Frahm
Banheiros em condições insalubres. Fotos: Blog Marcos Frahm

Procurada pela reportagem, a direção do órgão admitiu a existência dos problemas, inclusive sobre o trânsito, informando que a demanda aumentou e o espaço diminuiu na Ceasa. E que o problema de falta de espaço acaba gerando outros, como a falta de estacionamento para caminhões de carga e veículos de passeio. A diretora Mara Freitas disse que tem adotado medidas para amenizar a situação, principalmente no acondicionamento do lixo, mas revela que não se trata de um problema de gestão da Ceasa, e que estará apresentando as demandas a EBAL para uma definição. A falta de recursos também seria uma das alegações para manutenção.

Jaguaquara: Secretária nega paralisação em reformas de postos, diz que obras estão em ”stand-by”

/ Jaguaquara

Imagem de obra parada
Imagem de obra de reforma parada, no bairro São Jorge

Em Jaguaquara, a população tem questionado as inúmeras obras que começam e não terminam, incluindo unidas de saúde que foram fechadas para reforma e cujas obras estão emperradas, a exemplos do Posto Miro Tabarel, no bairro Lagoa, e do Posto de Saúde Jorge Amado, na Rua Albérico Marques, no bairro São Jorge, conforme já destacado por este blog, após moradores implorarem pela retomada das obras. Porém, a secretária municipal de Saúde, Renata Rose, nega que as obras estejam paralisadas. Durante entrevista a Rádio Povo AM, na sexta-feira (16), a secretária foi indagada sobre os serviços e ela, pasmem, afirmou não haver paralisação. ”Ouvi alguém questionando isso na rádio e nossas reformas não estão paralisadas, não. Por sinal, ontem (no caso, quinta-feira, dia 15) estive com a empresa que está fazendo as reformas. O Vanderlan (Posto) no Entroncamento encontra-se em fase de pintura, na unidade da Malvina já foram colocados piso e forro, faltando apenas o acabamento e será entregue ainda este mês”, justificou. Quando perguntada sobre as outras, a secretária disse: ”nas demais unidades as reformas estão em stand-by, porque a mesma empresa licitou as sete reformas, estão entregando duas e vão começar mais duas”. A secretária ao finalizar revelou que uma primeira empresa teria assumido as reformas dos sete postos ”e aconteceu o que todos vocês sabem”, sem ter dado explicações detalhadas.

Vereador de Jaguaquara tem primeira audiência com o vice-governador João Leão

/ Jaguaquara

Francisnei encontrou-se com João Leão e Cacá
Francisnei encontrou-se com João Leão e deputado Cacá

O vereador e ex-presidente da Câmara de Jaguaquara, Francisnei Santos (PP) participou, nesta segunda-feira (19) de uma audiência com vice-governador João Leão (PP) e com o deputado federal eleito, Cacá Leão (PP), em Salvador. Foi à primeira audiência oficial com o vice-governador do Estado e secretário de Planejamento da Bahia após as eleições. Além de parabenizar Leão e Cacá, o vereador conversou com os pepistas sobre o estreitamento da parceria entre estado e município, que tem garantido melhorias para Jaguaquara, segundo comentou Francisnei, em contato telefônico com o Blog Marcos Frahm. Entre os pontos destacados no encontro, obras públicas dominaram a reunião. Francisnei disse que foi pedir atenção especial para resolução dos problemas que Jaguaquara enfrenta com obras paralisadas e recebeu como resposta que a Secretaria de Planejamento, já elabora um plano para o município. Por fim, o edil fez convite as autoridades políticas para participação na inauguração da Praça da Bíblia, que deve ocorre ainda neste mês, cuja obra foi realizada com recursos da Câmara devolvidos ao município, na gestão de Francisnei Santos como presidente do Poder Legislativo jaguaquarense.

Jovem de Jaguaquara morre afogado em Mar Grande

/ Jaguaquara

Luís Felipe morreu afogado em Mar Grande
 Luís Felipe morreu afogado em Mar Grande, neste sábado (17)

Um menino de 13 anos, morador no bairro Palmeira, em Jaguaquara, morreu afogado neste sábado (17) em Mar Grande, onde curtia férias, segundo publicações de familiares na rede social, que lamentam a morte precoce do jovem. As informações preliminares dão conta de que Luís Felipe era estudante do Colégio Luzia Silva e o seu corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus, no Sul do Estado, de onde deve ser transladado para Jaguaquara. Não há detalhes sobre como Felipe se afogou.

Usina da Pedra em Jequié foi acionada para restabelecer energia no apagão que atingiu Jaguaquara

/ Jaguaquara

Jaguaquara sofreu apagão. Foto: Blog Marcos Frahm
Jaguaquara sofreu apagão. Foto: Blog Marcos Frahm

A Usina da Pedra, administrada pela Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco) e instalada na Barragem da Pedra em Jequié, funcionou de maneira isolada na noite de segunda-feira (12), conseguindo restabelecer por volta das 19h20, a energia elétrica de parte da cidade de Jequié. A medida em caráter emergencial foi adotada após o apagão ocorrido a partir das 15h20,  em face a uma queda de rede,  na linha de transmissão de 138.000 volts  pertencente a Coelba, que interliga a Usina de Funil (Chesf) à subestação da empresa que comercializa energia elétrica na Bahia, localizada no bairro de Jequiezinho. A Coelba compra energia da Chesf e comercializa com seus usuários, residenciais, comerciais e industriais. A pane ocorrida na linha de transmissão da Coelba atingiu, além de Jequié, vários outros municípios interligados, a exemplos da Jaguaquara, Maracás, Itiruçu, Itaquara, Santa Inês, Cravolândia, Ipiau, Jitaúna, Aiquara Itagi, Manoel Vitorino dentre outros. A normalização do fornecimento de energia em todas essas localidades somente ocorreu por volta das 22 horas. Em condições normais, a Usina da Pedra em Jequié, funciona no sistema sincronizado com 20 mil Mw, operando uma hora e meia por dia. Pedra representa 1/4 da carga de energia do município de Jequié. Após o recente período de chuva na região, o reservatório de água do Rio das Contas, na Barragem da Pedra, atingiu 43,37% de sua capacidade. A nota foi publicada pelo jornalista Wilson Novaes, diretor de jornalismo da Rádio 93FM, após colher informações detalhadas sobre o assunto.

Associação de Mototaxistas de Jaguaquara escolhe novo presidente em eleição

/ Jaguaquara

Mototaxistas tem novo representante em Jaguaquara
Mototaxistas tem novo representante em Jaguaquara

Com a disputa de três chapas, ocorreu nesta quarta-feira (14) a eleição para a nova diretoria da Associação dos Mototaxistas de Jaguaquara. Com 102 votos dos 163 votantes, foi eleito líder da categoria o servidor público municipal Caliandro Santos. O segundo colocado no processo de votação foi o mototaxista Gerson, que obteve 60 votos e, na terceira colocação, ficou Jari, com apenas 1 voto. Foram contabilizados 4 votos em branco. Nem todos os associados compareceram para votar. O novo presidente atuará na condição de líder durante o Biênio 2015/2016. Para se tornar efetivamente um mototaxista, o profissional deverá está habilitado, possuir alvará e usar coletes com dispositivos refletivos que o indicam como mototaxista.

Você Repórter: Moradores imploram por reforma de Posto de Saúde no bairro São Jorge

/ Jaguaquara

Obras de reforma estão emperradas no bairro São Jorge
Obras de reforma estão emperradas no bairro São Jorge

Moradores da Rua Padre Albérico Marques, no bairro São Jorge, imploram pela retomada das obras de reforma do Posto de Saúde Jorge Amado, paralisadas desde o ano passado quando os serviços foram iniciados pela atual administração pública municipal em parceria com o governo.

Placa indica as obras que estão atrasadas
Placa indica as obras que estão atrasadas no São Jorge

Para quem passa pela via pública e observa as obras emperradas, a sensação é de desleixo por parte do poder público. As obras de reforma do prédio onde funcionava também a Secretaria Municipal de Saúde estão totalmente paralisadas e, segundo moradores do bairro, o local virou abrigo para usuários de entorpecentes.

Apagão: Jaguaquara permaneceu sem energia elétrica por mais de sete horas

/ Jaguaquara

Jaguaquara ficou às escuras. Foto: Blog Marcos Frahm
Jaguaquara ficou às escuras. Foto: Blog Marcos Frahm

A interrupção do fornecimento de energia elétrica, ou seja, o apagão ocorrido por volta das 15h26 desta segunda-feira (12) deixou Jaguaquara e outros municípios da região do Vale do Jiquiriçá às escuras durante mais de sete horas. A cidade ficou em silêncio e o comércio fechou as portas cedo, sendo os funcionários liberados para irem para casa. Só por volta das 22h30 que a situação começou a ser normalizada de forma gradativa em Jaguaquara e nas outras cidades. Ainda não há informação oficial por parte das empresas geradoras e distribuidoras de energia sobre o motivo do apagão.

Você Repórter: Leitor questiona obras em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Reforma de posto de saúde paralisada no bairro Muritiba
Reforma de posto de saúde paralisada no bairro Muritiba

Relatos de morosidade com obras públicas são muito comuns no município de Jaguaquara, que contabiliza mais de 12 obras emperradas. Um leitor do BMF enviou imagens de um posto de saúde e da Biblioteca Municipal, instalados na Rua José Eufrásio de Souza, no bairro Muritiba, que segundo ele passam por reforma, mas as obras foram paralisadas.

Reforma da Biblioteca travada. Fotos; Leitor BMF
Reforma da Biblioteca está travada. Fotos: Leitor BMF

Em placa estendida bem em frente à unidade de saúde, o prazo de entrega da obra, cujo valor é de R$ 115. 712,47 vence em 24/02/15. A reforma do posto paralisada é de responsabilidade da Prefeitura em parceria com os governos estadual e federal. Outras unidades de saúde em reforma ou construção também estão travadas em Jaguaquara. Há poucos metros, na metros, na mesma via pública, o leitor mostra a Biblioteca Municipal fechada, com obra paralisada.

Ernesto não é mais Procurador-geral da Prefeitura

/ Jaguaquara

Advogado Marcos Ernesto Mendes
 Marcos Ernesto Mendes deixa a Prefeitura de Jaguaquara

O advogado Marcos Ernesto Mendes não faz mais parte do quadro de alto escalão da Prefeitura de Jaguaquara. Ele deixou nesta semana o cargo de Procurador-geral do município, que ocupava desde o início do Governo Giuliano Martinelli. Com a administração em crise, a saída do Procurador já era esperada. O Dr. Marcos após deixar a Prefeitura já foi nomeado Procurador Jurídico da Câmara Municipal, pelo novo presidente do Poder Legislativo, o médico e vereador Élio Boa Sorte Fernandes. No Executivo, quem assume o cargo deixado por Ernesto é a advogada Priscila Moura, exonerada da procuradoria da Câmara de Vereadores.

VC Repórter: Moradora faz selfie em cratera e apela para Prefeitura de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Maria das Neves lamenta o desleixo no Distrito Stela Dubois
Maria das Neves lamenta o desleixo no Distrito Stela Dubois

Indignada com uma cratera que se abriu na Rua Estrada da Luz, no Distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara, uma moradora adentrou na cratera e moradores fizeram selfie na tarde desta quinta-feira (8). O registro foi enviado via WhatsApp pela ferramenta colaborativa do BMF, VC Repórter, por um internauta que não quis se identificar. O denunciante revelou que os moradores da localidade não escondem para ninguém que estão vivendo a sensação de abandono, de falta de gestão, sem ter os seus anseios correspondidos.

Situação crítica é apontada pela moradora na via pública
Situação crítica é apontada pela moradora na via pública

A moradora que aparece na fotografia é Maria das Neves, ela diz que a sua residência está na iminência de desabar por conta da imensa cratera. A mulher ao revelar descontentamento com a Prefeitura de Jaguaquara clama por melhorias na via pública. Espera-se que o apelo dos mais necessitados seja atendido, e que a notícia não seja mal interpretada pelos detentores do poder político.