Vereador não percebe carro desengrenado e morre após ser arrastado na cidade de Caetité

/ Bahia

Um vereador de Caetité, no Sertão Produtivo, sudoeste baiano, morreu em um acidente de carro neste domingo (14). Segundo o site Achei Sudoeste, Cláudio Borges (PSB), de 66 anos, estava fazendo uma manutenção no carro.

A suspeita é que ele não observou que o veículo estava desengrenado. Assim, o carro desceu, o edil não conseguiu segurar o automóvel, e foi arrastado por uma das rodas até o veículo parar.

O legislador sofreu fratura expostas em uma das pernas. Ainda segundo o site, uma ambulância do Samu foi acionada. No entanto, ao chegar na unidade de saúde Fundação Hospitalar Senhora Santana, a equipe médica constatou o óbito. O fato ocorreu no distrito de Brejinho das Ametistas, na tarde deste domingo.

Borges havia sido eleito na última eleição com 1201 votos. Tanto a Câmara como a prefeitura de Caetité decretaram luto oficial de três dias.

Detran retoma parcialmente serviços por agendamento no SAC Digital no interior

/ Bahia

Trinta e duas unidades descentralizadas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA), localizadas no interior, retomaram o atendimento na nesta segunda-feira (15), somente por agendamento no portal e aplicativo SAC Digital.

Serão oferecidos serviços de habilitação e veículos, com restrições para a realização de alguns procedimentos, que estarão disponíveis no portal www.sacdigital.ba.gov.br.

As unidades foram preparadas para receber os usuários seguindo medidas de prevenção ao novo coronavírus, com o uso de equipamentos de proteção, distanciamento, higienização e limite de 50 pessoas por dia.

Bebê morre após escorregar e ficar preso em cinto de segurança de carrinho infantil na BA

/ Bahia

Um bebê morreu após escorregar e ficar preso no cinto de segurança de um carrinho infantil, no bairro Mimoso, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, sudoeste da Bahia, neste domingo (14).

De acordo com a Polícia Civil, a criança dormia no momento do acidente. Ela chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas já chegou no local sem vida. A causa da morte, idade e gênero da criança ainda não foram divulgadas.

Ainda segundo a polícia, uma perícia será feita para determinar o que aconteceu, mas o caso é tratado como morte acidental. O caso é acompanhado pela Delegacia de Luís Eduardo Magalhães. Com informações do G1

Prefeitura da cidade de Monte Santo decreta confinamento total a partir desta sexta-feira

/ Bahia

Monte Santo já registrou duas mortes por Covid-19. Foto: Reprodução

A prefeitura de Monte Santo, cidade baiana, decretou o confinamento total (lockdown) no município entre sexta-feira (12) e terça-feira (16). A circulação de pessoas será proibida entre 20h e 5h.

A medida, que pode ser prorrogada, tem como objetivo barrar a disseminação do coronavírus, já que o número de casos confirmados da doença tem crescido na cidade. Outro problema alegado pela administração municipal é a elevação da taxa de ocupação dos leitos de UTI nas unidades que atendem pacientes da região.

Segundo a prefeitura, há 15 casos confirmados de Covid-19, duas mortes, 26 pessoas com suspeita da doença e um paciente curado. ”A Prefeitura de Monte Santo tem adotado inúmeras medidas para conter a transmissão do vírus em nossa cidade, mas o isolamento social é, sem dúvida, a arma mais poderosa nesta batalha. Fique em casa. Faça sua parte. Cumprir as determinações oficiais é dever de todos!”, pediu a gestão municipal.

Durante o período de confinamento, ficará suspenso o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais, de serviços, assim como a feira livre. Os postos de combustíveis não fecharão, no entanto, devem manter a higienização e desinfecção de todo o ambiente, de forma contínua.

As farmácias e as distribuidoras de água e gás somente atenderão com o serviço de entrega em domicílio (delivery) e o contato deverá ser feito através do telefone. Já as agências bancárias fecharão completamente, inclusive os serviços de autoatendimento.

Boletim epidemiológico: Estado da Bahia tem 35.788 casos confirmados de Covid-19

/ Bahia

Bahia registra 35.788 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,14% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 15.279 pessoas recuperadas, 1.069 óbitos e 19.440 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 352 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,6%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram tajuípe (9.467,57), Ipiaú (8.806,92), São José da Vitória (8.485,06), Uruçuca (7.797,65) e Salvador (6.853,98).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 50.969 casos descartados e 100.211 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste sábado (13).

Na Bahia, 5.093 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2060 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1236 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 866 leitos exclusivos para o coronavírus, 635 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 73%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.069 mortes pelo novo coronavírus.

1040º óbito – mulher, 72 anos, residente em Feira de Santana, sem informação sobre comorbidades. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 05/06, em unidade pública de saúde, em Feira de Santana;

1041º óbito – mulher, 77 anos, residente em Santa Luz, portadora de Alzheimer. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Santa Luz;

1042º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de obesidade. Internado dia 25/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1043º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus, hipertensão arterial e obesidade. Internada em 05/06, veio a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1044º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 29/05, veio a óbito dia 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1045º óbito – mulher, 77 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de diabetes mellitus e doença respiratória crônica. Internada dia 22/05, veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública de saúde, em Lauro de Freitas;

1046º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 08/06, veio a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1047º óbito – mulher, 48 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internada dia 25/05, veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública de saúde, em Lauro de Freitas;

1048º óbito – mulher, 47 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Internada dia 22/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1049º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1050º óbito – homem, 71 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 01/06 e veio a na mesma data (01/06), em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

1051º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, doença do sistema nervoso e doença renal crônica, foi internado doa 05/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1052º óbito – homem, 41 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de obesidade, foi internado dia 05/06 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

1053º óbito – homem, 92 anos, residente em Serrinha, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Serrinha;

1054º óbito – homem, 56 anos, residente em Madre de Deus, sem comorbidades, foi internado dia 19/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1055º óbito – mulher, 79 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Santo Antônio de Jesus;

1056º óbito – mulher, 29 anos, residente em Gandu, sem comorbidades, foi internada dia 02/06 e veio a óbito na mesma data (02/06), em unidade da rede pública, em Gandu;

1057º óbito – homem, 56 anos, residente em Ubatã, sem comorbidades, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1058º óbito – homem, 25 anos, residente em Candeias, tabagista, foi internado dia 02/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1059º óbito – homem, 74 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Candeias;

1060º óbito – homem, 84 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 31/05 e veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1061º óbito – mulher, 72 anos, residente em Gandu, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Gandu;

1062º óbito – homem, 85 anos, residente em Serrinha, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Serrinha;

1063º óbito – homem, 41 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1064º óbito – homem, 68 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internado dia 05/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1065º óbito – homem, 82 anos, residente em Poções, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Poções;

1066º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1067º óbito – mulher, 62 anos, residente em Candeias, portadora de obesidade e doença renal crônica, foi internada dia 02/06 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1068º óbito – homem, 78 anos, residente em Itabuna, sem informação de comorbidades, veio a óbito dia 04/06, em domicílio, em Itabuna;

1069º óbito – homem, 85 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana.

Hospital de Campanha em Teixeira de Freitas reforça atendimento à Covid-19 no extremo sul

/ Bahia

Fábio Vilas-Boas e o prefeito de Teixeira. Foto: Mateus Pereira

A partir de segunda-feira (15), o Hospital de Campanha de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia, poderá receber os primeiros pacientes para tratamento da Covid-19. A unidade foi construída em parceria entre o Governo do Estado, as empresas Suzano, Veracel Celulose e a prefeitura municipal de Teixeira de Freitas. Serão disponibilizados 20 leitos de terapia intensiva (UTI) na nova estrutura.

Na manhã deste sábado (13), o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas vistoriou o hospital e destacou a importância do reforço na saúde da região. ”O extremo sul da Bahia é a região que possui, hoje, a maior taxa média de crescimento dos casos de infecção pelo Coronavírus. Portanto, a oferta desses leitos será fundamental para fazer frente à necessidade de internação. Esse leitos se juntam aos que estamos abrindo também em Porto Seguro e Eunápolis, para que a gente possa rapidamente ampliar a oferta de leitos de terapia intensiva”, completou o secretário.

O Hospital de Campanha foi construído ao lado do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, o que facilita também a integração física e de equipamentos necessários ao funcionamento da nova estrutura, gerida pelo poder municipal.

Os 20 respiradores que equipam os novos leitos de UTI foram doados pelas empresas Suzano e Veracel Celulose. ”É muito importante que nesse momento de pandemia as entidades privadas possam ajudar de alguma forma. Identificamos essa oportunidade de contribuir com a doação de equipamentos e esperamos que ajude a população diminuindo os impactos da Covid-19”, explicou André Brito, gerente de relações corporativas da Suzano.

Boletim epidemiológico: Estado da Bahia registra 34.665 casos confirmados de Covid-19

/ Bahia

Bahia registra 34.665 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,19% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 14.976 pessoas recuperadas, 1.039 óbitos e 18.650 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 347 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,37%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.272,36), Ipiaú (8.785,12), Uruçuca (7.797,65), São José da Vitória (7.601,20) e Salvador (6.624,20).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 50.011casos descartados e 95. 960 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (12).

Na Bahia, 4.961 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.036 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.214 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 59,6%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 850 leitos exclusivos para o coronavírus, 634 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 74%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

1014º óbito – homem, 67 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede filantrópica, em Valença;

1015º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 03/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1016º óbito – mulher, 36 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de obesidade, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1017º óbito – homem, 44 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de obesidade, veio a óbito dia 31/05, em trânsito, em Lauro de Freitas;

1018º óbito – mulher, 63 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de internação não informada, veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1019º óbito – homem, 45 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1020º óbito – homem, 64 anos, residente em Tucano, portador de hipertensão arterial, diabetes, neoplasias e imunodeficiência, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1021º óbito – homem, 77 anos, residente em Brumado, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1022º óbito – homem, 50 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 04/06 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador.

1023º óbito – homem, 86 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades. Sem informação da data de internação, veio a óbito dia 11/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1024º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 01/06, veio a óbito dia 05/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1025º óbito – mulher, 36 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades. Sem informação da data de internação, veio a óbito dia 08/06, em hospital da rede pública, em Itabuna;

1026º óbito – homem, 79 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1027º óbito – homem, 79 anos, residente em Paulo Afonso, portador de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1028º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e outras comorbidades não descritas. Internada dia 24/05, veio a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1029º óbito – homem, 91 anos, residente em Camamu, sem informação sobre comorbidades. Veio a óbito dia 28/05, em domicílio;

1030º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 04/06, veio a óbito dia 09/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1031º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1032º óbito – homem, 54 anos, residente em Santa Inês, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1033º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, tabagista, foi internado dia 28/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1034º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 05/06 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1035º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 31/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1036º óbito – mulher, 95 anos, residente em Cansanção, sem informações de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em  Cansanção;

1037º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e neoplasias, foi internada dia 27/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1038º óbito – mulher, 95 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1039º óbito – homem, 35 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, foi internado dia 08/06 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador.

Deputado estadual Euclides Fernandes luta em defesa das entidades do terceiro setor

/ Bahia

Sob a luz de todo fenômeno decorrente da Covid-19, entende-se necessária uma medida estatal que busque amenizar os danos enfrentados pelas entidades sociais do terceiro setor”. Esse entendimento é do deputado Euclides Fernandes (PDT), que apresentou indicação ao governador Rui Costa sugerindo a antecipação de ”auxílios e subvenções às entidades preestabelecidas na Lei no 2.488 de 1967, por conta das consequências oriundas da pandemia gerada pelo novo coronavírus”.

Euclides cita Maria Tereza Fonseca Dias, que, na avaliação dele, ”preleciona com muita propriedade: ‘Tem-se como terceiro setor o conjunto de pessoas jurídicas de direito privado, institucionalizadas e constituídas conforme a lei civil, sem fins lucrativos, que perseguem finalidades de interesse público”. Por conta disso e, ”diante das ilimitadas necessidades da sociedade hodierna, o Estado, exclusivamente, não consegue satisfazer a totalidade das respectivas demandas, logo, as entidades do terceiro setor figuram lugar de extrema importância na busca de minimizar tais carências e proporcionar o mínimo de dignidade e cidadania aos baianos”.

O parlamentar alerta o governador para os prejuízos provocados pela pandemia aos beneficiários das instituições filantrópicas. ”Diante do quanto exposto, apelo, em nome dos beneficiários(as) que estão temporariamente sem os serviços, que Vossa Excelência viabilize uma medida capaz de minimizar os prejuízos aqui mencionados”.

ACM Neto prorroga restrições e diz que capital chegou à fase mais crítica; ”Os números não são confortáveis”

/ Bahia

Prefeito ACM Neto. Foto: Valter Pontes/Prefeitura de Salvador

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), anunciou na manhã desta sexta-feira (12) que prorrogará por mais sete dias as medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus no bairro de São Marcos.

Segundo o prefeito, a decisão ocorre porque o número de casos positivos de Covid-19 no bairro é superior a 30%. Já em Pernambués, as ações chegam ao fim após uma semana de intervenções, o que incluiu a proibição de atividades não essenciais e a aplicação de testes rápidos.

Ao mencionar a possibilidade de um iminente colapso no sistema de saúde, ACM Neto informou que, de um modo geral, a capital vive o seu momento mais crítico da pandemia, apesar da ampliação do número de vagas em hospitais.

Atualmente, as taxas de ocupação de leitos de UTI chegam a 85% nas unidades particulares e 80% no SUS (Sistema Único de Saúde).

”Os números não são confortáveis. Não nos permitem relaxar. Pelo contrário, estamos vivendo a fase mais crítica”, disse o gestor, conforme informações do site bahia.ba, em uma coletiva de imprensa na Ilha de Maré, onde inaugurou um gripário e anunciou ações de enfrentamento à crise sanitária na região.

Bahia ultrapassa marca de mil óbitos por Covid-19, com 33.891 casos confirmados

/ Bahia

A Bahia registra 33.891 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,08% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 14.610 pessoas recuperadas, 1.013 óbitos e 18.268 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 347 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,85%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.077,16), Ipiaú (8.785,12), Uruçuca (7.797,65), São José da Vitória (7.247,66) e Salvador (6.512,44).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 49.615 casos descartados e 94.080 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (11).

Na Bahia, 4.845 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.998 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.188 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 59%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 847 leitos exclusivos para o coronavírus, 623 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 74%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

976º óbito – homem, 23 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

977º óbito – mulher, 58 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

978º óbito – mulher, 46 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença renal crônica, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

979º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 31/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

980º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 16/04 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

981º óbito – homem, 89 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

982º óbito – mulher, 59 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 28/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

983º óbito – mulher, 34 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória crônica e obesidade, foi internada dia 16/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

984º óbito – mulher, 30 anos, residente em Morpará, portadora de neoplasias, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede filantrópica;

985º óbito – mulher, 49 anos, residente em Juazeiro, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Petrolina;

986º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 26/05 e veio a óbito na mesma data (26/05), em unidade da rede pública, em Salvador;

987º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 31/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

988º homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, sem data de admissão, veio a óbito dia 26/05, em domicílio;

989º óbito – mulher, 48 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

990º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internado dia 01/06 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

991º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 07/05 e veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

992º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 29/05 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

993º óbito – mulher, 34 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica e doenças genéticas, foi internada dia 24/05 e veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

994º – mulher, 56 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 28/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

995º óbito – homem, 43 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 02/06 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

996º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

997º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

998º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

999º óbito – mulher, 64 anos, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença respiratória crônica, foi internada dia 18/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1000º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 01/06 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1001º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1002º óbito – homem, 72 anos, residente em Itabuna, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1003º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 03/06 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1004º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, tabagista, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1005º óbito – mulher, 26 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, obesidade e doença renal crônica, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1006º óbito – homem, 37 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, foi internado dia 06/06 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1007º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica, doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 07/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1008ª óbito – homem, 67 anos, residente em Dario Meira, portador de doença hepática, foi internado dia 27/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1009º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 18/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1010º – óbito – mulher, 68 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade, foi internada dia 07/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1011º óbito – homem, 78 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

1012º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi intertnado dia 30/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1013º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 17/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador.

Prefeito de Itabuna prorroga toque de recolher até 21 de junho; cidade tem 1.287 casos

/ Bahia

A prefeitura de Itabuna prorrogou, pela segunda vez, o decreto que estabelece um toque de recolher no município, em vigor desde o dia 12 de maio. A medida, que terminaria nesta quinta-feira (11), foi estendida até o dia 21 de junho. O objetivo é conter a circulação de pessoas nas vias públicas em horários pré-determinados e, com isso, reduzir a taxa de contaminação da Covid-19. As informações são do site Bahia Notícias

O horário permanece das 18h às 05 da manhã do dia seguinte. Neste período, fica proibida a circulação e a permanência de pessoas nas vias públicas de Itabuna, bem como em estabelecimentos comerciais, praças, entre outros. A ordem é permanecer em casa, correndo o risco de ser conduzido para delegacia caso haja descumprimento da medida.

De acordo com o decreto, somente poderão funcionar neste horário: farmácias, delivery de alimentação e medicamentos; e estabelecimentos de enfrentamento à Covid-19, tais como, hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBS), a Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA), forças policiais e serviços de segurança pública e patrimonial.

Secretaria afirma que declarações de empresário são mentirosas e diz que não negocia compras

/ Bahia

Secretaria gerida por Leão emite nota. Foto: Divulgação/SDE

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) refutou as acusações do empresário Paulo de Tarso, que foi preso na Operação Ragnarok e está sendo investigado pela fraude na compra de respiradores. ”As declarações dele não são verdadeiras. Acuado, ele mente”, diz a nota.

”A pasta esclarece que não participa do processo de compras de equipamentos hospitalares no Estado, mas que atua na atração de investimentos, incentivando com benefícios fiscais as empresas que, obedecendo os critérios técnicos e de legalidade, se implantam na Bahia gerando emprego e renda para os baianos”, comentou em nota publicada no site Bahia Notícias.

A pasta esclareceu que não participa do processo de compras de equipamentos hospitalares no Estado, mas que atua na atração de investimentos, incentivando com benefícios fiscais as empresas que, obedecendo os critérios técnicos e de legalidade, se implantam na Bahia gerando emprego e renda para os baianos.

Por orientação do vice-governador e secretário titular da SDE, João Leão, nenhum superintendente da pasta recebe empresários para reuniões sem a presença de testemunhas. Procedimento que se aplica ao caso mencionado na reportagem ”Ragnarok: Superintendente da SDE teria proposto superfaturamento em EPIs”, veiculada na noite desta quarta-feira (10) pelo site Bahia Notícias. Na ocasião, o superintendente Deraldo Carlos Alves se reuniu com o empresário Paulo de Tarso na presença da comitiva do empresário e da equipe técnica da SDE, ligada à área de incentivos fiscais – que institucionalmente é acionada em casos de interesse de investidores em se instalar na Bahia.

A SDE informa ainda que o secretário João Leão recebeu a comitiva da Biogeoenergy, que procurou a pasta interessada em implantar uma fábrica de respiradores e que o encontro ocorreu em uma sala com seis pessoas presentes – todas obedecendo o distanciamento de segurança contra o Covid-19. A empresa foi informada, naquela reunião, que a assinatura do protocolo de intenções ocorreria mediante verificação técnica do equipamento a ser produzido e aprovação da Anvisa. Na ocasião, o Cimatec foi convidado a fazer a análise técnica e identificou 10 problemas no equipamento. Fato este que inviabilizou a continuidade do processo interno para assinatura do protocolo.

Operação Ragnarok: Superintendente da Secretaria de Leão teria proposto superfaturamento em EPIs

/ Bahia

Deraldo Alves é citado em depoimento. Foto: Divulgação/SDE

Preso na Operação Ragnarok, o empresário Paulo de Tarso Carlos, dono da Biogeoenergy, uma das empresas envolvidas na compra fraudada de respiradores pelo Consórcio Nordeste, revelou em depoimento à Polícia Civil que teria recebido uma proposta de superfaturamento de insumos de combate ao coronavírus do superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). A pasta é administrada pelo vice-governador da Bahia, João Leão (PP).

No depoimento obtido pelo site Bahia Notícias com exclusividade, Paulo de Tarso narra que após ter se reunido com Leão, o superintendente Deraldo Alves lhe chamou para uma outra sala e, numa conversa particular, lhe ofereceu um negócio relativo a ”superfaturamento de equipamentos de proteção individual” usados no combate ao coronavírus.

De acordo com o empresário, Deraldo propôs que a Biogeoenergy elevasse o preço dos insumos em 50% na venda para o estado. ”Esclarece, a título de exemplo, que comercializa o kit teste por R$ 100 (cem reais) e que a proposta de Deraldo seria de que a Biogeoenergy elevasse o preço R$ 150 (cento e ciquenta reais)”, consta no depoimento.

Ainda de acordo com o relato de Paulo, ele não aceitou a proposta em questão. ”Soube, posteriormente, que o Governo chegou a adquirir kits por R$ 180 (cento e oitenta reais) através de outras empresas”.

Deraldo foi nomeado para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) em julho de 2019, após a chegada do vice-governador João Leão na pasta. Ele era assessor do deputado estadual Zé Cocá (PP), pré-candidato a prefeito de Jequié.

ENTENDA O CASO
A compra dos ventiladores que agora é algo de investigação por deputados, Polícia Civil e o Ministério Público Federal foi concretizada pelo governo da Bahia, que pagou adiantado pelos produtos que nunca foram entregues.

Foi a gestão do governador baiano que, inicialmente, denunciou e deflagrou a Operação Ragnarok para apurar irregularidades na empresa que recebeu pelos equipamentos, a Hempcare Pharma.

No entanto, a investigação tomou outros rumos. Dias após a deflagração da Ragnarock pela Polícia Civil da Bahia, a dona da empresa Hempcare, Cristiana Prestes, um dos alvos da operação, citou o ex-chefe da Casa Civil do estado, Bruno Dauster, como o principal responsável pelas negociações envolvendo os respiradores. Segundo ela, que chegou a ser presa temporariamente, Dauster foi quem a procurou e ele conduziu ”99,9%” das tratativas. O chefe da Casa Civil da Bahia foi exonerado após a declaração.

Após ter seu nome associado à compra mal sucedida de respiradores, o ex-secretário afirmou que sempre agiu ”com absoluta transparência e rigor ético” e que deixou a pasta para evitar a politização do tema.

Mãe e filha morrem por Covid-19 em intervalo de uma semana em Itapetinga, no sudoeste da Bahia

/ Bahia

Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19. Foto: TV Sudoeste

Uma mulher de 38 anos morreu por Covid-19, na cidade de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, no fim da tarde de terça-feira (9). A vítima já tinha perdido a mãe na semana passada, também pela doença.

Lidiane Moreira estava internada no Hospital das Clínicas na cidade, quando não resistiu às complicações da doença. A vítima era casada e deixou dois filhos. A mãe de Lidiane, Maria da Glória, faleceu na última quinta-feira (4). Ela trabalhava como merendeira do Colégio Augusto Carvalho. As duas fizeram teste para a doença, que deram resultados positivos.

Conforme o ultimo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do município, já são 32 casos confirmados da doença em Itapetinga, com quatro mortes registradas. Além disso, 205 pessoas estão sendo monitoradas e 13 se curaram da doença. Com informações do G1