Caroll Souá conquista mais de 1 milhão de plays no seu disco; jovem cantora é natural de Ipiaú

/ Entretenimento

Cantora Caroll Souá, 18 anos, natural de Ipiaú. Foto: Divulgação

A cantora Caroll Souá, 18 anos,  natural de Ipiaú, residente na zona rural da cidade de Jitaúna, interior da Bahia, ultrapassou a marca de 1 milhão de plays no seu disco Caroll Souá  #AVozQueConquistouOBrasil. As plataformas digitais agregam grandes nomes da música, e têm provado cada vez mais que o sucesso não tem cor, raça, tampouco preconceito.

Muitas pessoas do Sul do país têm um ponto de vista errôneo sobre o Nordeste, pois na visão ainda mais polarizada, demonstrada nas discussões políticas, que é uma região de pessoas não alfabetizadas e sem chances de evolução educacional e perspectiva de vida.

Essa visão míope vem sendo apagada, sobretudo no cenário musical, o qual cada vez mais, devido à dedicação e muito esforço de jovens talentos, como por exemplo, Caroll Souá, a qual vem crescendo rapidamente no mercado fonográfico brasileiro, mostrando a sua musicalidade presente nos palcos, na internet e em várias emissoras de rádio que executam diariamente as músicas autorais da banda.

Caroll, dona da marca de 1 milhão de plays totalizados em seu CD, nos aplicativos de músicas e sites de divulgação de artistas da área musical, tais como o Sua MúsicaAcervo NewsPortal do ArrochaEstação do Arrocha e Central da Sofrência são os que mais contabilizaram, um total de 890.695 plays até o fechamento dessa matéria, às 9h40min da manhã desta terça-feira(14), contudo juntando as dezenas de outros sites que nossa reportagem encontrou divulgando o CD de Caroll Souá, passa de 1 milhão de plays.

Caroll promete lançar um EP até o final de janeiro e um CD ao vivo junto com o DVD, incluindo covers de grandes sucessos e músicas autorais.

A cantora já está com a agenda aberta para shows bastando ligar para a sua produção, nos contatos (77 9.9987-5838, 73 9.9956-7356 e 73 9.9150-4900).

Com geração de 900 empregos, mineradora Atlantic Nickel retoma atividades no município de Itagibá

Solenidade contou com a presença de João Leão. Fotos: Atlantic Nickel

A empresa Atlantic Nickel, do grupo Appian Brazil, celebrou a retomada das operações da mina Santa Rita, no município de Itagibá, no Médio Rio de Contas, com uma marca: 900 empregos, diretos e indiretos, gerados na região.

A solenidade, que contou com a presença do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, ocorreu nesta terça-feira (14). Nos próximos dias, a empresa realizará o primeiro embarque de 10 mil toneladas de concentrado de níquel, via Porto de Ilhéus, para a empresa Trafigura, uma das maiores tradings de metais do mundo.

”A Atlantic Nickel, antiga Mirabela, tem a oportunidade de transformar a região de Itagibá, com todo seu potencial de extração e exportação de minérios. E o Governo da Bahia é um parceiro do desenvolvimento, fortalecendo os investimentos em infraestrutura viária, para impulsionar o escoamento da produção mineral em todo estado”, destacou Leão.

Cerca de 900 empregos, diretos e indiretos, são gerados na região

Já o presidente da Atlantic Nickel espera avançar ainda mais na produtividade da mineradora. ”Nossa meta ficará ainda mais desafiadora. Este ano, vamos produzir 15 mil toneladas de produto. Vamos fazer, no mínimo, 11 embarques. Tudo com as melhores práticas operacionais, de segurança e socioambientais”, afirmou o CEO da Appian Brazil e presidente da Atlantic Nickel, Paulo Castellari.

Appian Capital Advisory é um fundo de capital privado, com sede em Londres, criado para atuar exclusivamente nos setores de metais e mineração. Tem experiência na implantação de mais de 60 minas na América do Sul, América do Norte, Austrália e África e suas transações totalizam mais de US$ 200 bilhões.

Presidente Bolsonaro anuncia aumento de R$ 6 no salário mínimo; novo valor vai ser de R$ 1.045

/ Economia

Bolsonaro se reuniu com Paulo Guedes. Foto: Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaram na tarde de hoje (14), em Brasília, que o salário mínimo de 2020 será elevado de R$ 1.039 para R$ 1.045. Uma medida provisória (MP) editada pelo presidente para oficializar o aumento.

”Nós tivemos uma inflação atípica em dezembro, a gente não esperava que fosse tão alta assim, mas foi em virtude, basicamente, da carne, e tínhamos que fazer com que o valor do salário mínimo fosse mantido, então ele passa, via medida provisória, de R$ 1.039 para R$ 1.045, a partir de 1º de fevereiro”, afirmou Bolsonaro no Ministério da Economia, ao lado de Guedes. Presidente e ministro se reuniram duas vezes ao longo do dia para debaterem o assunto.

No final do ano passado, o governo editou uma MP com um reajuste de 4,1% no mínimo, que passou de R$ 998 para R$ 1.039. O valor correspondia à estimativa do mercado financeiro para a inflação de 2019, segundo o Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Porém, o valor do INPC acabou fechando o ano com uma alta superior, de 4,48%, anunciada na semana passada e, com isso, deixou o novo valor do mínimo abaixo da inflação. Por lei, esse é o índice usado para o reajuste do salário mínimo, embora a inflação oficial seja a medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou o ano de 2019 em 4,31%.

”Nós vamos ter que achar os recursos para fazer isso, mas o mais importante é o espírito que o presidente defendeu, da carta constitucional, que é a preservação do poder de compra do salário mínimo”, afirmou Paulo Guedes. Segundo o ministro, com o novo aumento, o impacto nas contas públicas será de cerca de R$ 2,3 bilhões, que poderão ser compensados com uma arrecadação extra prevista pelo governo de R$ 8 bilhões.

”Nós já temos, eu prefiro não falar da natureza do ganho, que vai ser anunciado possivelmente em mais uma semana, nós já vamos arrecadar mais R$ 8 bilhões. Não é aumento de imposto, não é nada disso. São fontes que estamos procurando, nós vamos anunciar R$ 8 bilhões que vão aparecer, de forma que esse aumento de R$ 2,3 bilhões vai caber no orçamento”, informou o ministro. Ainda segundo ele, caso não seja possível cobrir o aumento de gasto no orçamento para custear o valor do mínimo, o governo não descarta algum contingenciamento.

Até o ano passado, a política de reajuste do salário mínimo, aprovada em lei, previa uma correção pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país). Esse modelo vigorou entre 2011 e 2019. Porém, nem sempre houve aumento real nesse período porque o PIB do país, em 2015 e 2016, registrou retração, com queda de 7% nos acumulado desses dois anos.

O governo estima que, para cada aumento de R$ 1 no salário mínimo, as despesas elevam-se em R$ 355,5 milhões, principalmente por causa do pagamento de benefícios da Previdência Social, do abono salarial e do seguro-desemprego, todos atrelados ao mínimo. Da Agência Brasil

Funcionários dos Correios cogitam paralisação no dia 30 de janeiro, contra valores do plano de saúde

/ Brasil

Os funcionários dos Correios estão preparando uma paralisação para o próximo dia 30, conforme informado por sindicatos ligados a estatal. O motivo são os novos valores do plano de saúde, que a partir de fevereiro, já passam a ficar mais caros para os trabalhadores.

Segundo Marcos Alves, vice-presidente da Associação dos Profissionais dos Correios, ADCAP, a ideia é que os sindicatos e organizações se reúnam ainda nas próximas semanas para decidir. ”Há ações na justiça, inclusive no próprio STF, que pedem pela revisão dessa liminar aprovada pelo presidente do Supremo”.

Ele também acrescenta que ”até o momento, ainda não há um retorno se as ações irão ser avaliadas em curto prazo ou não. Se isso não acontecer, é natural que os trabalhadores partam para a greve”.

Alves também conta que, nesse meio tempo, os funcionários da empresa têm sido ”assediados diariamente com notas e boletins, que dão um prazo limite para que eles aceitem as novas condições”. Segundo ele, a ação visa fazer com que os empregados da estatal ”abram mão do benefício”, uma vez que ”existem opções particulares no mercado, muito mais baratas do que o preço que está sendo cobrado pela empresa”.

A liminar em questão foi aprovada por Dias Toffoli em novembro de 2019, e derrubou um acordo feito na Seção de Dissídios do Tribunal Superior do Trabalho, TST naquele ano. Na ocasião, ficou definido que a estatal arcaria com 70% das despesas com plano de saúde, enquanto que o funcionário precisaria pagar um restante de 30%.

O acordo do TST, que na época foi feito para dar fim a uma greve iniciada em setembro, tinha como intuito derrubar uma outra decisão dos Correios de 2018, na qual os funcionários começariam a arcar com metade dos custos do plano de saúde, deixando na proporção de 50% para o usuário do benefício e 50% para a empresa.

Com a decisão, as internações em caso de doença também deixariam de ser pagas pela estatal. No entanto, com a liminar aprovada por Toffoli, a antiga cobrança de 50% volta a valer agora em 2020, para todos os funcionários da empresa que forem beneficiados pelo plano de saúde.

Em nota divulgada no site, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Fentect, disse que que irá fazer reuniões com os sindicatos já na próxima quarta-feira, 15, e também na quinta, 16, para decidir como irão seguir com a questão.

No mesmo comunicado, a Fentec ainda aconselha os funcionários das agências dos Correios ”a não assinarem nada e muito menos a sair do plano de saúde”. O sindicato também disse que se as decisões do STF forem mantidas, a categoria ”aponta uma paralisação para o dia 30/01/2020, caso a direção da empresa insista em manter este ataque”.

”O plano de saúde é um aspecto vital para os funcionários dos Correios, pois muitos dos trabalhadores não conseguem arcar com esse gasto de forma particular”, disse Alves. Nesse caso, como a cobrança passaria a se iniciar já entre o final deste mês e o começo de fevereiro, ”há um grande desespero dos servidores”, para que isso se resolva antes, acrescentou o porta-voz.

O anúncio de uma possível greve vem em um momento de grande indefinição para a empresa, que tem visto nos últimos meses um grande aceno da equipe do governo em prol da privatização. Na terça-feira passada, o presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer que se pudesse, ”privatizaria os Correios hoje”, mas que não o faria, pois não podia ”prejudicar os servidores”.

No entanto, segundo Alves, não há uma ligação direta entre a situação dos planos de saúde com uma possível privatização dos Correios. Para o porta-voz, a decisão faz parte de um ”crescente movimento em prol de melhorias nos resultados anuais da empresa”, e acompanha o atual cenário de corte nos planos de saúde de boa parte das estatais. Com informações do Estadão Conteúdo

Jaguaquara: Maracujá apresenta alta de preço nas primeiras semanas de 2020 na Ceasa

/ Agricultura

Preço do maracujá alegra produtores. Foto: Blog Marcos Frahm

O Brasil ocupa a posição de maior produtor de maracujá do mundo, com uma produção anual de 492.000 toneladas, segundo o IBGE.

Em nível de macrorregião, o Nordeste é o maior produtor, respondendo por cerca de 45% da produção nacional, sendo a Bahia e Sergipe os Estados que registram produções mais expressivas.

O município de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, é responsável por mais de 40% da produção estadual.

Um dos fatores dessa excelente posição é a qualidade do fruto produzido em Jaguaquara. Mas, a variação de preço do produto no Mercado Produtor Ceasa local é o que mais chama a atenção.

Semanas atrás, em dezembro de 2019, era fácil encontrar produtores reclamando de queda nas vendas em decorrência do pequeno preço do maracujá, mas nessas primeiras semanas de 2020, o quadro se inverteu na Ceasa e os produtores e comerciantes comemoram.

O maracujá está se destacando como uma das frutas que mais registraram alta em janeiro. O saco com 13 kg, que antes era vendido a R$ 20,00, passou a custar até R$ 65,00, conforme levantamento feito pelo Blog Marcos Frahm junto a direção do órgão. O maracujá de primeira chega a R$ 70,00 e a procura pelo produto aumenta.

Jequié: Peças decorativas utilizadas na ornamentação natalina são esquecidas em praça pública

/ Jequié

O Natal passou, e a ornamentação ficou. Foto: Blog Marcos Frahm

A imagem acima, feita pela reportagem do Blog Marcos Frahm, mostra peças decorativas que compuseram a ornamentação natalina na Praça Rui Barbosa, em Jequié, e que foram esquecidas no local pela Prefeitura.

O Natal passou faz tempo, e as peças utilizadas para montagem do Presépio Natalino continuam na praça pública, gerando uma sensação de desorganização da gestão municipal.

Motorista de carreta-tanque morre após acidente no Entroncamento da BR-415, em Itabuna

/ Trânsito

Carreta transportava leite e virou em curva. Foto: Pimenta Blog

O motorista de uma carreta que transportava leite faleceu em acidente na Curva da Pedreira União, trecho Itabuna-Entroncamento de Barro Preto da BR-415. O acidente ocorreu nas primeiras horas da manhã desta terça (14).

A vítima do acidente ainda não havia sido identificada até há pouco. O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna. A pista chegou a ficar interditada para retirada do corpo da vítima. Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, conforme informaçõe do Pimenta Blog.

Jequié: Estudantes se manifestam contra fechamento de escola estadual e audiência pública é realizada

/ Jequié

Estudantes protestam contra fechamento. Fotos: Blog Marcos Frahm

Temerosos com o aviso de fechamento do Colégio Estadual Maria José de Lima Silveira, em Jequié, estudantes e alunos decidiram acampar na unidade no último final de semana para chamar atenção da população e do Poder Público. Desde a última sexta-feira (10), eles se revezam para dar continuidade ao protesto, que não tem fim previsto. O plano do governo Rui Costa (PT) é municipalizar o prédio, o transferindo para a gestão municipal.

Um dos professores que participa da manifestação é Keldo Andrade, representante dos docentes. Conforme publicação do site Bahia Notícias, ele destaca as perdas que a comunidade estudantil pode ter, caso a desativação se efetive. “Esse colégio atende cerca de 640 alunos que fazem parte do Ensino Médio, que é diferenciado por ser integral. O aluno chega às 7h e só sai às 16h40, com direito a três refeições, duas merendas e um almoço”, defende o professor, acrescentando que a escola é premiada, com vários alunos em destaque na Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba) e outros concursos.

De acordo com Andrade, a proposta da Secretaria Estadual da Educação (SEC) é transferir esses alunos para o Colégio Militar e para o Colégio Polivalente, mas ambos possuem modalidades “completamente diferentes”, sem ensino integral.

Outro problema destacado por ele é o curso da noite para turma do EJA, programa de Educação para Jovens e Adultos voltado para pessoas que não tiveram condição de estudar em idade apropriada. O professor ressalta que o Colégio Maria José de Lima Silveira é o único da região com essa modalidade. ”Se ele perde o colégio, se o colégio é fechado, ele não vai poder mais estudar porque os colégios mais próximos aqui não oferecem essa modalidade”, conclui.

Além dessas reivindicações, docentes e estudantes reclamam da falta de diálogo com a SEC, que afirmam ter apenas informado sobre o fechamento da unidade, sem qualquer possibilidade de discussão com a comunidade estudantil.

Diante deste cenário, o Bahia Notícias procurou a pasta, que nega a falta de diálogo. A secretaria afirma que se mantém em contato com a comunidade escolar para discutir a viabilidade da transferência dos estudantes para os Colégios Modelo, Estadual de Jequié (antigo Polivalente) e o Colégio da Polícia Militar. Segundo a secretaria, todos eles dispõem de infraestrutura adequada para atender os alunos.

Em nota enviada, eles informam ainda que ”garantem o atendimento a todos os estudantes do Ensino Médio nas escolas estaduais da Bahia e, conforme determina o artigo n° 10 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) n° 9.394/1996, asseguram o Ensino Fundamental a partir da colaboração com os municípios”. Dessa forma, o governo ressalta que “realiza estudos constantes para reorganização da rede escolar, o que leva em conta a frequência dos discentes nos últimos cinco anos, a capacidade de infraestrutura para atendimento, existência e escolas próximas com a mesma oferta e capacidade física para recepcionar os estudantes.

Audiência na Câmara

Na tarde de segunda-feira (13), uma audiência pública para discutir o assunto foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Jequié, com a presença de Rita Rodrigues [irmã do secretário da Educação Jerônimo Rodrigues] e representante do Colegiado do Território Médio Rio de Conta, vereadores Emanuel Campos – Tinho e Soldado Gilvan, Keldo Andrade e Reginaldo Barros, representando o Colégio Maria José, Marlon, assessor do deputado estadual Zé Cocá, Dilma Viana, da APLB Sindicato, Elaine Teixeira, do Conselho Municipal de Educação, Rainner Guimarães, representante da SEC, além de representantes dos estudantes e de outras entidades.

Audiência com representante da SEC ocorreu na Câmara

Durante a discussão sobre o possível fechamento da unidade escolar, que foi acompanhada pelo Blog Marcos Frahm, foram feitos questionamentos aos componentes da mesa, tendo Rainner Guimarães garantido que todas os questionamentos e sugestões serão encaminhados ao secretário Jerônimo Rodrigues.

Ele falou em diálogo aberto com a comunidade escolar e que as mudanças da SEC estão sendo realizadas a partir de estudo técnico e que não prejudicará os estudantes, que serão acolhidos em outras unidades da cidade. O presidente da Câmara, Emanuel Campos, ressaltou a importância do Maria José e disse que toda decisão pode ser revista, apelando ao Estado para analisar com atenção o caso.

BR-330 é liberada após tombamento de caminhão; Embasa nega vazamento no Rio Criciúma

/ Trânsito

Trecho da BR-330 é liberado após acidente.  Foto: Divulgação

O trânsito na Rodovia BR-330, no trecho entre Jequié e Jitaúna, no Médio Rio de Contas, voltou a fluir normalmente no início da manhã desta terça-feira (14), após a estrada ter sido interditada na noite de ontem em decorrência do tombamento de um caminhão-tanque que transportava produto químico [gasolina]que derramou na pista, gerando risco de explosão no local.

A Polícia Rodoviária Federal chegou a emitir um comunicado para pedir cautela aos motoristas e informar sobre a interdição. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para isolar a área.

O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves. Na manhã desta terça, quando o tráfego foi liberado, informações surgiram em rede social dando conta de que a Barragem do Rio Preto do Criciúma teria sido contaminada.

Contudo, a Embasa/escritório de Jequié esclareceu que não houve contaminação do manancial, no ponto de captação de água utilizado para o abastecimento de Jequié.

A empresa informa ainda, que permanece monitorando, a cada duas horas de operação, a qualidade da água utilizada para abastecimento público, conforme procedimento estabelecido no CONAMA 357 e a portaria de consolidação nº 05/2017, do Ministério da Saúde.

Matrícula na rede estadual de ensino começa dia 20 de janeiro; processo é feito 100% on-line pela internet

/ Educação

Começa no dia 20 de janeiro a matrícula na rede estadual para o ano letivo de 2020, que traz como novidade a realização do processo 100% on-line pela internet e dispositivos móveis, através do SAC Digital. O processo terá início nessa data com a transferência dos estudantes que tiveram frequência regular em 2019 e que estejam em uma destas situações: a escola não oferece a série/ano subsequente; não fizeram a renovação da matrícula; ou em mudança de domicílio.

Com a matrícula digital, todo o processo poderá ser realizado através de tablets e celulares, entre outros dispositivos conectados à internet. Para isso, basta que os estudantes, pais ou responsáveis baixem o aplicativo do SAC Digital nas lojas APP Store ou Google Play ou façam o cadastro através do endereço www.sacdigital.ba.gov.br. No caso dos menores de 16 anos, o cadastro deverá ser realizado em nome do responsável legal e o aluno deverá ser adicionado como dependente.

O calendário da matrícula segue nos dias 21 e 22 de janeiro para os concluintes do 5º ano ou 9º ano da rede, cujas escolas não ofereçam a série subsequente. Já no dia 23, a matrícula será destinada para o ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual de ensino em qualquer ano/série do Ensino Fundamental. Entre 24 e 27 também deste mês, poderão efetuar a sua matrícula o estudante que deseja ingressar em uma unidade escolar da rede de ensino em qualquer ano/série do Ensino Médio. A confirmação da matrícula dos alunos inscritos na pré-matrícula da Educação Especial, por sua vez, acontece nos dias 30 e 31 de janeiro.

Os alunos novos, oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas deverão apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula on-line, conforme prazo estabelecido no comprovante de matrícula, como os demais estudantes. Após efetuar a matrícula on-line, o estudante deverá levar os documentos na escola para o qual foi matriculado no prazo determinado no comprovante que recebe após finalizar o processo digital.

Incêndio de grande proporção destrói loja de sucata e peças de veículos em Feira de Santana

/ Bahia

Incêndio destruiu loja de sucata e peças de veículos. Foto: TV Bahia

Um incêndio destruiu uma loja de sucata e peças de veículos, na noite de segunda-feira (13), na cidade de Feira de Santana. As chamas tomaram uma área de vegetação, por volta das 19h, no Anel de Contorno, via da BR-116, na altura do bairro Gabriela. O fogo se alastrou para a loja de sucatas e peças de veículos.

Moradores vizinhos ao estabelecimento que pegou fogo retiraram objetos dos imóveis e deixaram o local, preocupados que o fogo se alastrasse. Ainda não há detalhes do que causou o incêndio. Uma casa, localizada ao lado do ferro-velho foi atingida parcialmente pelo fogo. Ninguém ficou ferido, mas alguns moradores passaram mal por causa da fumaça.

Uma moradora que viu o incêndio contou que o fogo começou na vegetação e rapidamente se alastrou. ”A gente ficou com muito medo. Eu nunca tinha visto uma coisa dessa. Só em televisão”, contou.

Para apagar as chamas, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) bloquearam parte da via onde ocorreu o incêndio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e debelou as chamas. As informações são do G1

Violência desenfreada: Em 24h, sete homens são mortos em Salvador e Região Metropolitana

/ Polícia

Entre às 03h da manhã da última segunda-feira (13) e 05h da manhã desta terça-feira (14), sete homens foram assassinados em Salvador e Região Metropolitana.

A maioria, seis homicídios aconteceram só na capital baiana nos bairros da Calçada, Águas Claras, Tororó e Pernambués, Rio Vermelho e Cajazeiras IV. Apenas um homicídio foi registrado em Camaçari.

Uma outra vítima do sexo masculino sofreu tentativa contra a vida no bairro de Sussuarana Velha. Não se sabe informações do estado de saúde dele. As informações são do BNews

Por quebra de contrato, bloco da funkeira Ludmilla no Carnaval de Salvador é cancelado

/ Entretenimento

Ludmilla não vai comandar um trio elétrico. Foto: Divulgação

Parece que ainda não será dessa vez que Ludmilla vai comandar um trio elétrico no Carnaval de Salvador. O primeiro desfile da cantora na folia da capital baiana estava marcado para o dia 23 de fevereiro, no domingo da folia, no circuito Dodô (Barra-Ondina), juntamente com o rapper americano Gshytt, comandando o Bloco Pipocão.

No entanto, a apresentação da funkeira foi cancelada. Segundo os representantes da artista, houve quebra de contrato por parte do contratante, o que acarretou no cancelamento. ”O contratante não realizou o cumprimento das obrigações mínimas estabelecidas no contrato já firmado entre as partes”, conforme informações do BNews.

Nota oficial na íntegra
A artista Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público informar que a apresentação artística contratada para o dia 23 de fevereiro de 2020, no Bloco Pipocão, em Salvador/BA, foi CANCELADA, pela equipe da Cantora, através de notificação enviada no dia 07 de janeiro de 2020, por culpa única e exclusiva do CONTRATANTE, em razão do inadimplemento contratual no tocante ao pagamento do cachê nas datas pactuadas.

A equipe da cantora tentou solucionar a questão da melhor forma para que se realizasse o show, contudo o contratante não realizou o cumprimento das obrigações mínimas estabelecidas no contrato já firmado entre as partes .

Nessa oportunidade, a artista e sua equipe lamentam o ocorrido e se solidarizam com o sentimento de frustração de seus fãs.

Governo do Estado envia projeto para Assembleia Legislativa que vai beneficiar 12,1 mil professores

/ Educação

Projeto de Rui readequa valores do piso nacional. Foto: Manu Dias

O Governo da Bahia encaminhou, nesta segunda-feira (13), para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que altera a Lei 10.963/2008, readequando os valores do piso nacional do magistério público da educação básica, instituído pela Lei 11.378/2008. Com a medida, 12,1 mil educadores, entre professores e coordenadores pedagógicos, pertencentes às escolas do estado, além dos já aposentados, receberão reajuste salarial e terão vencimentos acima do piso nacional (R$ 2.886,15).

Caso aprovado, o Projeto de Lei vai conceder reajustes para os educadores de até 11%, a depender do grau e do padrão que ocupam na carreira. A medida vai gerar um impacto para os cofres do Estado de R$ 53,7 milhões, este ano.

De acordo com o PL, os professores do grau III do padrão P, por exemplo, passaram a ter um vencimento de R$ 2.900,00. Já um professor do grau III-A, padrão E, receberá um vencimento de R$ 3.390.

Serão beneficiados os professores e coordenadores pedagógicos dos graus III e III-A do padrão P, com regimes de 20 horas e 40h semanais. Também terão vencimentos alterados os educadores do grau IV- padrão P, além dos docentes dos graus III e III-A, padrão E, nos regimes de 20h e 40h de trabalho semanais.

O Projeto de Lei beneficia os professores da ativa, mas também os inativos e pensionistas, que, da mesma forma, terão alteração nos seus benefícios previdenciários. O Governo do Estado solicitou regime de urgência na tramitação do PL na Assembleia Legislativa, conforme autoriza o Artigo 79 da Constituição do Estado.

”Estamos dando continuidade no desenvolvimento de uma política pública na educação que tem como princípio a melhoria do ensino e da aprendizagem dos estudantes baianos. Entre as ações do Governo do Estado está a valorização do professor que é um agente importante nesta transformação. Por isso, a proposta de readequar os valores ao piso do magistério público se torna uma importante realização neste processo. Para se ter uma ideia, o Estado da Bahia cumpre o Piso Salarial Nacional do Magistério, desde 2009, quando passou a vigorar, o que mostra o nosso comprometimento com a educação,” destacou o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues.