Triplo homicídio choca a população da localidade de Terra Braz, no município de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Corpos são removidos por peritos. Fotos: Blog Marcos Frahm

Os dias na localidade de Terra Braz, na região do Entroncamento de Jaguaquara, às margens da BR-116 são de tranquilidade e às vezes a rotina é quebrada pelo barulho dos veículos que transitam pela rodovia. Mas nesta sexta-feira (3), um crime bárbaro gerou sensação de medo entre os moradores, que ficaram chocados com uma notícia de um triplo homicídio. Um homem, uma mulher grávida de 7 meses e uma adolescente foram brutalmente assassinados dentro de uma humilde casa, na Rua Florentina Vieira, na Terra Braz.

Segundo informações da Polícia Militar, que teria sido acionada por volta das 11h os corpos de Elias Custódio Santana, de 60 anos, proprietário do imóvel, Joelma Souza Almeida, 30, e Vanessa Souza Santos, de 16 anos foram encontrados por um agente de saúde, que foi a casa para levar o ancião à sede do município de Jaguaquara para tentar viabilizar a sua aposentadoria, conforme apurou a reportagem do Blog Marcos Frahm.

Polícia não descarta relação do crime com o tráfico de drogas

O agente teria sido surpreendido com a cena e procurou um sobrinho de Elias, este acionou os militares, que foram ao local e constataram a veracidade da informação, juntamente com a Polícia Civil. Ainda segundo a polícia, o crime pode ter sido praticado na madrugada e as vítimas foram mortas a pauladas. Os corpos da menor e do idoso estavam num quarto do imóvel e a gestante ao lado de um fogão de lenha, na cozinha da casa.

Peritos do Departamento de Polícia Técnica de Jequié removeram os corpos às 14h30, falando em crime de ódio, em face a ação violenta do autor, que ainda não foi identificado. As autoridades policiais não descartam que o crime possua relação com o tráfico de drogas, uma vez que a adolescente já foi apreendida com entorpecente.

Menina de 2 anos é deixada em rua por assaltantes que roubaram carro da mãe em Salvador

/ Bahia

Uma menina de dois anos foi abandonada por assaltantes em uma rua do bairro de São Gonçalo do Retiro, em Salvador, na noite de quinta-feira (2), após ser levada no carro da mãe que havia sido roubado minutos antes pelos criminosos.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a menina foi encontrada por agentes da Operação Gemeos da Polícia Militar. A mãe dela tinha sido abordada pelos assaltantes no bairro do Doron.

A polícia informou que a guarnição iniciou buscas para tentar prender os criminosos após receber informações do Centro Integrado de Comunicações (Cicom). Nenhum suspeito, no entanto, foi localizado. Depois do resgate da criança, a polícia informou que fez o procedimento padrão de registro de ocorrência e a devolução da menina para a mãe.

Além do registro realizado na Delegacia de Repressão a Furto e Roubos de Veículos (DRFRV), o rapto e abandono de incapaz serão investigados pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca). Titular da DRFRV, o delegado José Nelis informou que as equipes estão em diligências à procura dos suspeitos. G1

Prefeitura de Jequié concede licença ambiental para mineradora iniciar trabalhos no município

/ Jequié

Prefeito e deputado recebem executivo da Granet. Foto: Divulgação

Na tarde desta sexta-feira (3), aconteceu, no salão nobre da Prefeitura de Jequié, a assinatura da concessão da Licença Ambiental Unificada para que a mineradora Granet Prospecção inicie os trabalhos de britamento de pedras, na região da Fazenda Ouro Preto, localizada a 20 quilômetros do Centro da cidade.

Na ocasião, estiveram presentes o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira; o secretário de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, Juvenal Neto, o Neto da Água Já; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Galvão; a diretora de Meio Ambiente, Maria Cruz; o deputado estadual, Euclides Fernandes; os vereadores, José Simões de Carvalho; Marcio de Oliveira Melo, o Marcinho; Adriano Alves dos Santos, o Adriano Guião; os executivos da Granet Prospecção, Herder Mendonça e Ismael Simei, além do engenheiro ambiental da empresa, Bruno Duque, e a imprensa local.

Neste primeiro momento, o trabalho de britamento de pedras é parte fundamental para a implementação da estrutura de mineração do quartizito, rocha ornamental descoberta na localidade, que será executada numa segunda fase e o empreendimento tem potencial para produzir três bilhões de toneladas de quartizito, o que pode gerar mais de mil empregos.

Herder Mendonça, executivo da Granet Prospecção, prevê que, dentro de 60 dias, a empresa dará início à extração das britas, gerando os primeiros postos de trabalho, numa estimativa que deverá aumentar à medida que a produção também se intensifique.

”O projeto de britamento de pedras é competência municipal. Como eles precisam, neste início, criar canteiros de obras, organizar as estradas e, também, criar condições para que eles possam edificar o porto seco, eles terão que fazer esta primeira etapa que recebeu hoje a Licença Ambiental Unificada. São 99 mil metros cúbitos de brita, anual, enquanto aguardam a Licença Ambiental do Instituo do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) para rochas ornamentais”, disse a diretora de Meio Ambiente, Maria Cruz.

Entregue pelo Governo obra de pavimentação de 20,5 quilômetros da Rodovia BR-420, em São Félix

/ Bahia

Governador entrega obra em São Félix. Foto: Camila Souza

Nesta sexta-feira (3), o governador Rui Costa visitou a cidade de São Félix, no Recôncavo, onde inaugurou a obra de pavimentação da BR-420, no trecho entre o município e interseção com acesso a Maragogipe. Com um investimento de R$ 14,7 milhões, foram recuperados 20,5 quilômetros da rodovia, beneficiando também moradores de Cachoeira, Conceição da Feira e Governador Mangabeira.

”Me sinto orgulhoso ao fazer esse tipo de entrega, porque mostra como o Governo do Estado tem se empenhado para cuidar da malha rodoviária da Bahia. São investimentos grandes em infraestrutura, com o objetivo de  melhorar a trafegabilidade, a segurança, o conforto e o desenvolvimento das cidades”, afirmou o governador.

 

Outras ações

Durante a agenda desta sexta, Rui também autorizou o lançamento do Edital de Licitação para realização das obras de alargamento da ponte de acesso a Maragojipe; além da celebração de um convênio do Bahia Produtiva, que beneficia projetos socioambientais quilombolas. Ainda na oportunidade, o governador entregou 543 certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR); e visitou o Colégio Estadual Rômulo Galvão, onde foi homenageado pelos estudantes.

 

 

Após STF proibir ”cura gay”, Isidório propõe nova lei sobre tratamento para LGBTQs

/ Política

Isidório quer Lei para tratar LGBTQs. Foto: Reprodução

O deputado federal Sargento Isidório (Avante) apresentou um novo projeto de lei que dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de Psicólogo para permitir o atendimento a casos de problemas de ajustamento e transtornos psicológicos – inclusive os relacionados a identidade de gênero e à orientação sexual.

O texto é uma resposta contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que derrubou a norma que permitia terapias de reversão sexual – popularmente apelidados de ”cura gay”. Na proposta do baiano, seria permitido aos psicólogos a utilização de métodos e técnicas psicológicas para ”solução de problemas de ajustamento e transtornos psicológicos, inclusive os relacionados à identidade de gênero e à orientação sexual”.

”Vedar o acesso de pessoas com tamanho sofrimento ao atendimento por profissionais da Psicologia, tão importantes para a nossa sociedade, remete-nos aos editos e decretos nazistas”, escreve Isidório na justificativa para o projeto.

”O intuito dessa proposta não é reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais, nem favorecer a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, tampouco prever a adoção de ações coercitivas para a orientação sexual através de tratamentos não solicitados”, afirma. O texto deverá passar por comissões antes de chegar ao Plenário da Câmara Federal. Não há previsão de data para a votação da matéria.

Queda de 6,1% na indústria ante março de 2018 é a maior desde maio daquele ano

/ Economia

A queda de 6,1% na produção industrial em março ante março de 2018, informada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 3, foi a maior nessa base de comparação desde maio do ano passado, quando houve tombo de 6 3% ante igual mês de 2017.

Naquela ocasião, a greve dos caminhoneiros se abateu sobre a indústria. Segundo o gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, embora a intensidade da queda possa ser explicada pelo menor número de dias úteis em março de 2019, por causa do carnaval, a retirada desse efeito não melhora o quadro negativo do setor.

Se feito o ajuste sazonal, para expurgar o efeito da variação de dias úteis, a queda na produção em março ante março de 2018 seria de 3,1%, reduzindo o tombo à metade. Só que o mesmo deveria ser feito com fevereiro, já que fevereiro de 2019 teve dois dias úteis a mais do que igual mês de 2018. Feito o mesmo cálculo para fevereiro, o resultado da produção ante fevereiro de 2018 passaria de uma alta de 2,1% para uma queda de 1,5%.

Maiara e Maraisa trocam abraços com Simone e Simaria e selam a paz com a dupla após briga

/ Entretenimento

Se encontraram em festa do Dia do Trabalhador. Foto: Instagram

Ao que parece, as duplas Simone e Simaria e Maiara e Maraisa enfim selaram a paz após as trocas de farpas virtuais. As cantoras se apresentaram em um show em comemoração ao Dia do Trabalhador na cidade de Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo, e se abraçaram nos bastidores do evento.

O momento foi registrado pelos fãs das artistas e compartilhado nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver Simone e Maraisa se abraçando. Em outro vídeo, Simaria e Maiara aparecem trocando afagos nos bastidores da apresentação.

”Não vou deixar o governo, tenho muita coisa para fazer ainda”, diz Damares ao negar demissão

/ Brasília

Damares nega que pediu demissão. Foto: Alessandro Dantas

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou que tenha pedido demissão do cargo ao presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, nesta sexta-feira (3), ela afirmou que toda a situação não passou de um mal entendido. Em conversa com jornalistas, a ministra teria afirmado que ”ficaria no governo até onde a minha saúde aguentar”.

A imprensa, segundo ela, teria compreendido que o comunicado se trataria de um pedido de demissão. ”Não vou deixar o governo, tenho muita coisa para fazer ainda”. Damares explicou que, quando foi convidada para ser ministra pelo presidente Jair Bolsonaro, já estava pedindo aposentadoria. ”Eu estava pautada por um processo de exaustão”.

Ministério Público investiga critérios de corte de verbas das universidades públicas federais

/ Educação

Nesta terça-feira, 30 de abril, o Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão na Bahia, instaurou inquérito civil público para apurar os critérios que embasaram o corte de verbas das universidades públicas federais pelo Ministério da Educação, bem como possível afronta à liberdade de expressão e à autonomia universitária.

O inquérito tem como ponto de partida o bloqueio de 30% do orçamento da Universidade Federal da Bahia (Ufba) pelo Ministério da Educação, associado às declarações do ministro da Educação à imprensa de que as instituições alvo do corte de recurso estariam promovendo manifestações partidárias que qualificou como ”balbúrdia”.

De acordo com a portaria de instauração do inquérito, de autoria do procurador dos Direitos do Cidadão na Bahia, Gabriel Pimenta Alves, “é necessário apurar se se trata de retaliação pela realização de eventos e manifestações naquelas instituições, em possível violação ao direito fundamental à liberdade de expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, previsto no art. 5º, IX, da Constituição, e à autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial das universidades, prevista no art. 207”. Para o procurador, a liberdade de expressão e a autonomia universitária pressupõem que o Estado não imponha meios que, mesmo indiretamente, inibam o exercício desses direitos.

O primeiro passo na investigação foi oficiar o reitor da Ufba. Neste momento, o MPF quer ouvir a universidade sobre os critérios de corte de recursos e sobre a suposta piora no desempenho acadêmico da instituição, em comparação com outras universidades federais que tiveram reduções orçamentárias inferiores. O Ministério da Educação também deve ser oficiado pelo MPF para prestar informações. Caso o MPF conclua que a restrição orçamentária teve como base critérios que violem a liberdade de expressão e a autonomia universitária, a medida pode ser alvo de ação judicial.

19º Batalhão de Polícia Militar divulga redução de 66% no número de homicídios em Jequié

/ Jequié

Seguindo e avançando nas melhorias de segurança para Jequié e toda área do 19º Batalhão, o Ten Cel PM Gondim, anuncia mais uma redução mensal nos índices de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no município de Jequié. Em abril do ano 2018 foram registrados 03 homicídios, sendo que em abril de 2019 foi registrado apenas 01, tendo uma redução aproximada de 66%.

Para o Ten Cel PM Gondim, ”este avanço continua sendo fruto do trabalho integrado e coeso entre as forças de segurança pública de nossa Jequié. A Polícia Militar e a Policia Civil são partes presentes e atuantes para esse resultado positivo, além do trabalho incansável de nossa tropa.”

O trabalho continua para a manutenção da paz e da ordem pública em toda a área do 19º BPM. Com policiamento de aproximação, a comunidade e PMBA, todos juntos na corrente do bem.

De virada, Bahia perde fora de casa para o Botafogo pelo segunda rodada do Brasileirão

/ Esporte

Tricolor abriu o placar logo no início da partida. Foto: Felipe Oliveira

O Bahia sofreu na noite desta quinta-feira (2) a sua primeira derrota no Brasileirão 2019. No Engenhão, em partida válida pela 2ª rodada da competição, o Esquadrão saiu na frente, mas tomou 3 a 1 do Botafogo. O resultado faz com que a equipe caia para a nona posição na tabela, com três pontos conquistados.

História do jogo O Tricolor inaugurou o placar logo no início da partida, aos cinco minutos. Com a marcação adiantada, o time conseguiu roubar a bola no campo de ataque e construir a jogada de ataque. O ex-Botafogo Moisés cruzou rasteiro, e Arthur Caíke completou para as redes.

Depois de minutos em baixa após ter sofrido o gol, o Botafogo conseguiu se reequilibrar na partida e chegar ao empate aos 29 minutos. Em lance de cobrança de escanteio, a bola sobrou para Eric, que, com um belo voleio, fez o gol do empate botafoguense. Seis minutos depois, o time alvinegro virou a partida: em outro apagão da defesa do Bahia, João Paulo chegou livre na área tricolor e balançou as redes.

Nos acréscimos, em lance que nasceu de uma falha individual de Moisés, Cícero avançou, ganhou na corrida para a defesa tricolor, e ampliou para o Botafogo. O ritmo da partida diminuiu na segunda etapa. Só voltaria a acelerar nos minutos finais após Ernando aproveitar sobra do goleiro de Gatito em chute de Shaylon, e diminuir para o Bahia.  A tentativa tricolor de pressão nos minutos finais, no entanto, não surtiu resultado.

Estudantes de escola municipal de Jequié usam fios desencapados para ligar ventilador em sala

/ Jequié

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra estudantes de uma escola municipal da cidade de Jequié, unindo fios desencapados para ligar o ventilador de uma sala de aula. A filmagem foi feita por alunos da instituição.

Nas imagens, duas meninas seguram as partes da fiação que estão isoladas por proteção e discutem sobre quais pedaços devem ser unidos para fazer o aparelho ligar. Ainda na filmagem, é possível ver que as pontas de dois fios se unem e sai uma faísca, o que assusta uma das garotas.

”Para ligar um ventilador, olha para isso que sacrifício”, disse uma das estudantes que acompanhavam a cena. Ainda nas imagens, é possível ver que os estudantes comemoram quando o ventilador começa a funcionar.

A situação aconteceu na última semana, na Escola Municipal Florípes Sodré. O site G1 informou que entrou em contato com a prefeitura nesta quinta-feira (2), que informou que uma equipe técnica da Secretaria de Infraestrutura esteve no local e resolveu o problema. Ainda de acordo com a prefeitura, a escola já havia passado por recuperação do sistema elétrico, antes da situação acontecer.

Divergências entre planilhas paralisaram obras de reforma do hospital de Jaguaquara, diz Governo

/ Jaguaquara

Obra já teve 32,08% de execução. Foto: Blog Marcos Frahm

Iniciada em Julho de 2018, as obras de reforma, ampliação e adequação do Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ) já estão paralisadas e tem sido alvo de críticas da população e de setores da imprensa regional, sobretudo pela falta de informações na cidade sobre o que levou a paralisação dos serviços.

Procurada, a assessoria de comunicação do Governo do Estado se manifestou, através de nota pública endereçada ao Blog Marcos Frahm, informando que o convênio firmando no ano passado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia com o município de Jaguaquara tem um investimento total de R$2,4 milhões, sendo R$2,16 milhões de recursos estaduais e o restante equivale a contrapartida municipal.

Ainda segundo o Governo, o município solicitou alteração em itens da planilha orçamentária do convênio após vistoria realizada pela SESAB, que teria constatado divergências entre a planilha pactuada e a planilha executada.

”Em uma vistoria realizada no dia 01 de abril de 2019, foi atestada 32,08% de execução. O percentual está equivalente ao valor já desembolsado, porém foi verificado divergências entre a planilha pactuada e a planilha executada.

Com isso, foi pleiteada pelo município uma alteração em itens da planilha orçamentária do convênio. Devido a solicitação do município e processo ainda em análise na área técnica, ainda não houve o desembolso da terceira parcela do convênio”, diz um trecho da nota enviada ao BMFrahm.

Mega-Sena volta a acumular e deve pagar R$ 140 milhões no sorteio do próximo sábado

/ Esporte

Ninguém acertou os seis números do concurso 2147 da Mega-Sena, sorteados na noite desta quinta-feira (2) e o prêmio voltou a acumular. A estimativa do valor a ser pago no próximo concurso é de R$ 140 milhões.

As dezenas sorteados foram 17- 19 – 37 – 41 – 42 – 49.

Na quina, foram 366 apostas ganhadoras, cada uma no valor de R$ 28.739,81. A quadra saiu para 28.045 apostadores, que receberão R$ 535,81, cada um. O sorteio do concurso 2148 será no próximo sábado (4).