Atriz Luana Piovani critica ACM Neto pelo projeto do BRT; ”tenha respeito a sua cidade, a mãe natureza”

/ Bahia

Luana Piovani critica o BRT de ACM Neto. Foto: Reprodução

A atriz Luana Piovani fez um post no Instagram criticando o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), pelo projeto do BRT. A atriz pediu que o prefeito repense o local do BRT poupando assim o desmatamento de arvores nas regiões. Em seu instagram ela escreveu: ”São tantos acontecimentos, alheio as nossas vidas, que nos causam transtornos e que nos fazem agir, que as vezes canso. E essa agora né? ALOU @acmnetooficial tenha respeito a sua cidade, a MAE NATUREZA. Mude o BRT de lugar! Avanço sim, transporte público de qualidade, mas com respeito às leis da vida. ARVORES CENTENARIAS SAO INSUBSTITUIVEIS!!”

Vereador nega envolvimento na morte de Marielle Franco e diz que notícia é factóide

/ Política

Marcello é suspeito de mandar matar Marielle. Foto: Divulgação

O vereador Marcello Sicilliano (PHS) negou na manhã desta quarta-feira (9) que tenha sido o mandante do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), ocorrido em 14 de março. Segundo denúncia publicada na noite de terça (8) pelo jornal O Globo, uma testemunha teria relatado à polícia do Rio que Sicilliano e o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo teriam planejado o crime. Araújo está preso desde outubro por chefiar uma milícia em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade. A testemunha teria trabalhado para o grupo e buscou proteção policial após ter sido ameaçado. Em troca, teria contado o que sabia em três depoimentos. Ele teria contado ter presenciado quatro reuniões entre o político e o ex-PM, em que o vereador teria se queixado que Marielle Franco estaria atrapalhando a atuação do grupo que teria interesse em expandir seus territórios para a Cidade de Deus, área que não é dominada ainda pelas milícias. O vereador convocou uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (9) para rechaçar as acusações. Sicilliano afirmou que a informação do jornal O Globo é um ”factoide” e negou conhecer o ex-PM. Ainda segundo o vereador, a Cidade de Deus não é um de seus redutos eleitorais. Sicilliano disse ainda que tinha boa relação com Marielle Franco e alegou que os dois chegaram a apresentar projetos de lei juntos. ”Gostaria de esclarecer, antes de mais nada, a minha surpresa com relação ao que aconteceu ontem. A minha relação com a Marielle era muito boa, não estou entendendo porque esse factoide foi criado contra a minha pessoa. Estou sendo massacrado nas redes sociais por algo que foi dito por uma pessoa que a gente não sabe nem a credibilidade que a pessoa tem”, disse ele. Sicilliano disse que nunca participou de reunião com o ex-PM. ”Se em algum momento eu interagi com uma pessoa chamada Orlando eu não posso garantir. Mas uma reunião marcada eu tenho certeza que não aconteceu”, afirmou. O vereador disse que “mais dos que nunca” quer que o crime seja elucidado e que ele estaria sendo utilizado como ”bucha”, termo que significa na gíria carioca bode expiatório.  Sicilliano já havia prestado depoimento à polícia sobre o crime. Um colaborador de seu gabinete foi morto no mês passado, em crime suspeito de ser queima de arquivo. O vereador alegou nunca ter tido relação com grupos milicianos que atuam na zona oeste do Rio. “”Nunca encontrei milícia nas vargens [Grande e Pequena, bairro da zona oeste], mas eu sou totalmente contra poder paralelo”.

Mulher morre após ex bater carro na moto dela e depois a espancar no Recôncavo baiano

/ Bahia

Marina, de 41 anos, morreu após ser espancada. Foto: Facebook

Uma mulher de 41 anos morreu após ter sido atingida por um veículo e depois brutalmente espancada no município de Governador Mangabeira, no Recôncavo Baiano. O principal suspeito do crime, que está foragido, é o companheiro da vítima. Marina Cerqueira Conceição morreu na terça-feira (8), após passar 13 dias internada em estado gravíssimo no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, no recôncavo da Bahia. Ela foi alvo das agressões no dia 25 de abril, no povoado de Quixabeira. De acordo com a delegacia local, as investigações iniciais apontam que a vítima voltava de motocicleta do trabalho para casa, por volta das 21h, quando teve o veículo atingido no fundo por um carro conduzido pelo companheiro, que estava de tocaia na estrada. Caída no chão, a vítima teria sido agredida com chutes, pontapés e com golpes que a polícia suspeita que tenham sido pauladas. Marina Cerqueira foi socorrida por moradores desmaiada e com diversos ferimentos, e levada para a unidade médica do povoado. Em seguida, ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus.

Contendas do Sicorá: Prefeito e ex-prefeito são punidos por não cobrar dívida de aliados

/ Bahia

O atual prefeito e o ex-gestor de Contendas do Sicorá, no Sertão Produtivo, sudoeste baiano, foram punidos nesta terça-feira (8) pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA). Segundo a Corte de Contas, tanto o atual mandatário, Ueliton Souza, o ”Didi”, como o ex-prefeito Joad Teixeira, foram omissos na cobrança de multas e ressarcimentos a agentes políticos entre os anos de 2013 e 2017. O fato é caracterizado como renúncia de receita para o município. Conforme o relator do processo no TCM, Antônio Carlos da Silva, Uelinton Souza terá de devolver aos cofres municipais R$54.737,88, com recursos pessoais. Já Joad Teixeira deverá restituir a quantia de R$10.947,58 aos cofres municipais, com recursos pessoais, pela prescrição de penalidades ocorridas no exercício de 2012. Para o TCM, a omissão dos gestores nas cobranças de multas acarreta em prejuízo ao erário. Desse modo, os dois são responsabilizados pessoalmente, na proporção da duração dos mandatos, em valor do débito devidamente atualizado. No município de Contendas do Sincorá as multas prescritas alcançaram a quantia de R$64.134,36, no período entre 2012 e 2017. Ainda cabe recurso da decisão.

Rui autoriza adutora de água, entrega trecho de estrada e anuncia mercado em Mairi

/ Bahia

Governador entrega trecho da BA 130. Foto: Mateus Pereira

O centro-norte da Bahia é o foco da agenda do governador Rui Costa, durante toda esta quarta-feira (9). O gestor iniciou as atividades pelo município de Mairi, no período da manhã, beneficiando os segmentos de saúde, infraestrutura, abastecimento de água e agricultura familiar. Pela tarde, Rui seguirá para Capim Grosso, onde autoriza a realização de novos serviços, entre outras ações, no município, que comemora 33 anos de emancipação política. No primeiro momento da agenda, o governador autorizou o início das obras para a construção do sistema adutor de interligação das águas da barragem de Ponto Novo à barragem de Pedras Altas. A adutora de água bruta irá contar com 43,5 quilômetros de extensão, alcançando aproximadamente 200 mil pessoas de 24 municípios da região, sendo Mairi um deles. A obra contará com um investimento de R$ 25,9 milhões. ”Essa região em que Mairi está localizada é uma das mais frágeis do ponto de vista de abastecimento de água, pois não tem um manancial perene. Mas nossa prioridade é buscar alternativas, por isso esse investimento nessa obra inovadora, que é a ligação entre duas barragens, a de Ponto Novo e de Pedras Altas. Quando estiver sobrando água em uma das duas, será bombeada para outra, impedindo que falte água para o povo”, explicou Rui. O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Cássio Peixoto, destacou que a cada autorização e entrega de obras, a Bahia avança no acesso à água e, consequentemente, à saúde. ”Esta é uma obra que garante, acima de tudo, para a região, a segurança hídrica tão desejada. Mais água e mais saúde, dando continuidade a uma das plataformas mais importantes do governo”, afirmou Cássio.

Santo Amaro: Procura-se ex-prefeito Ricardo Machado, após Justiça decretar prisão

/ Justiça

Ex-gestor Ricardo Machado teve prisão decretada. Foto: Reprodução

O paradeiro do ex-prefeito de Santo Amaro, no Recôncavo, Ricardo Machado, é algo que ninguém consegue localizar. Desde que teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Machado segue fora do mapa. A última sentença do TJ-BA, da quinta-feira (3), restabeleceu a prisão do político através da Primeira Turma da Segunda Câmara Criminal, que deferiu a medida por unanimidade. Antes, no começo de abril, Ricardo Machado já tinha desobedecido à Justiça que tinha decretado a prisão dele. Conforme o Ministério Público do Estado (MP-BA), o ex-prefeito é acusado de integrar um esquema que teria desviado em torno de R$ 24 milhões entre 2013 e 2015. O caso veio à tona com a Operação Adsumus, do mesmo MP-BA. As informações são do Bahia Notícias

Motorista do Tribunal de Justiça da Bahia se aposenta com gigante salário de R$ 24,7 mil

/ Justiça

Um motorista do Tribunal de Justiça da Bahia foi aposentado com um salário de R$ 24,7 mil. O valor é composto do vencimento básico, de R$ 5,6 mil, de abono permanente de R$ 98,91; de Vantagem Pessoal de Eficiência (VPE), de R$ 1 mil; Vantagem Pessoal, de R$ 5,4 mil; Reposição de R$ 4,4 mil; Adicional Noturno de R$ 5,8 mil e Adicional de Tempo de Serviço (ATS), de R$ 2 mil. O motorista estava lotado no Plantão do Judiciário de 2º Grau. A concessão da aposentadoria foi publicada no Diário Oficial da Justiça do último dia 3 de maio. As informações são do site Política Livre

Luiz Coutinho é eleito representante do Nordeste no Fundo Nacional de Amparo da Advocacia

/ Justiça

Luiz Coutinho, atual presidente CAA-Bahia. Foto: Divulgação

O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA), Luiz Coutinho, foi eleito representante do Nordeste no Fundo Nacional de Amparo da Advocacia. O fundo está atrelado ao programa Auxílio Brasil, criado pela Coordenação Nacional das Caixas de Assistência (Concad), que tem como objetivo principal prestar auxílio a advogados e advogadas que se encontrem em estado de vulnerabilidade financeira.Idealizador do projeto, Luiz Coutinho explica que a criação do Auxílio Brasil se fez necessária por observar o crescimento expressivo de casos de profissionais em situação financeira precária, como também o aumento de registros de advogados e advogadas com enfermidades incapacitantes, total ou parcial, o que reflete negativamente no exercício de suas atividades. ”Precisamos dar apoio a essas pessoas e também buscar caminhos que a levem a sair dessa situação degradante”, disse o presidente.Ainda de acordo com a resolução que cria o Auxílio Brasil, fica determinado que as Caixas de Assistência de cada seccional da OAB ficarão encarregadas de promover, através de ferramentas adequadas, o levantamento e o estudo social de advogados em estado de vulnerabilidade financeira, mantendo registros e diagnóstico periódico do quadro de constatação.Luiz Coutinho disse ainda que o programa é muito importante para o sistema. ”Fico muito feliz em participar dessa gestão, que deixa como legado esse avanço que vai atender à advocacia brasileira. Talvez seja o ato mais importante de nossa gestão enquanto ente assistencial e que entra para história das Caixas de Assistência do Brasil”.

”Minha candidatura é a de presidente”, diz Meirelles, após deixar o Ministério da Fazenda

/ Brasília

Meirelles que disputar à presidência. Fotos: Gustavo Raniere

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles reforçou que mantém sua intenção em ser candidato a presidente da República pelo MDB e não considera a hipótese de ser vice em uma chapa encabeçada por outro presidenciável. Afirmando que um candidato de centro estará no segundo turno, Meirelles avalia que outros nomes do mesmo campo não tem um potencial de crescimento de votos maior do que ele. ”A minha candidatura é a de presidente. Não estou considerando a hipótese de ser vice-presidente porque não estou convencido de que outros candidatos do que eu chamo do centro democrático têm um potencial de votos realmente maior do que o nosso”, declarou o ex-ministro, durante debate promovido pela Insper Jr. Consulting, consultoria gerida por alunos de graduação do Insper. Figurando com 1% nas intenções de voto em pesquisas eleitorais, Meirelles repetiu que a crença em seu potencial de crescimento está ancorada em quatro características demandadas por eleitoras que ele julga ter: competência, experiência, seriedade e honestidade. Para o ex-ministro, a ”sensação de bem-estar” com o crescimento da economia vai beneficiar candidatos reformistas e evitar que candidatos ”populistas” vençam o pleito. Ele comentou que a saída do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (PSB) do cenário muda o quadro eleitoral. Para o ex-ministro, haverá uma dispersão até o período das convenções partidárias, entre final de julho e agosto, e uma dispersão menor até setembro, antes do primeiro turno. Meirelles disse ainda esperar que o ”fracasso” do governo de Dilma Rousseff (PT) tenha sido tão ”profundo” que sirva de lição para o eleitor escolher seu candidato. Enquanto o presidente Michel Temer estabelece conversas com o PSDB, que lançou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin como pré-candidato, Meirelles disse que não acredita em ”acordo de bastidor” e que o critério para definir candidatos em aliança deve ser o potencial eleitoral. ”Outros poderão tomar a mesma decisão de desistir, acredito que essa consolidação será natural porque eu não acredito muito em acordo de bastidor”, declarou. ”Só o potencial eleitoral, de fato, é que vai definir isso.”