Após acompanhar saía de trios no Campo Grande, Rui vai para Ondina e curte Bell sem cordas

/ Bahia

Governador acompanha Bell sem cordas. Foto: Mateus Pereira

Depois de acompanhar a saída dos trios de Harmonia do Samba e Leo Santana no circuito Osmar, no Campo Grande, em Salvador, o governador seguiu para Ondina, por volta das 19h, onde acompanhou a passagem de Bell Marques ao lado da Primeira-dama Aline Peixoto e do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa. ”Bell é um dos maiores nomes da música baiana e, sem dúvida, uma referência para todos os artistas que fazem o carnaval de Salvador”, afirmou Rui Costa após a passagem do artista. Bell Marques parabenizou e agradeceu o apoio do Governo do Estado no desfile sem cordas que ele comandou no circuito Dodô. ”Faço questão de agradecer pessoalmente ao governador Rui Costa por estar me proporcionando a oportunidade de cantar sem cordas no carnaval. Hoje eu estou aqui por causa do Governo do Estado da Bahia. Eu fico muito feliz com essa parceria que engrandece ainda mais o carnaval da Bahia. Muito obrigado mesmo, estou muito feliz”. Rui destacou ainda a parceria de Bell em projetos das Voluntárias Sociais da Bahia. ”Nao é apenas um grande artista, é um ser humano sensível e consciente, que tem colaborado com projetos importantes para os baianos”, finalizou Rui.

Harmonia e Léo Santana animam multidão no primeiro dia de Carnaval, patrocinados pelo Estado

/ Bahia

Harmonia desfila sem cordas no Campo Grande. Foto: Paula Fróes

Na abertura oficial da folia baiana, nesta quinta-feira (8), o governador Rui Costa curtiu a passagem da banda Harmonia do Samba e de Leo Santana, acompanhado da Primeira-dama do estado, Aline Peixoto no camarote do Governo do Estado, no Campo Grande. ”Eu torço pra que esse ano seja uma festa de paz, tranquilidade, que todos venham brincar com muita alegria, respeitando a mulherada. Temos que valorizar todos os circuitos da festa, e hoje vim ao Campo Grande assistir ao início da festa, onde temos grandes atrações apoiadas pelo Governo do Estado. São mais de R$70 milhões investidos na festa, entre segurança e apoio cultural a diversas entidades”, afirmou o governador. O cantor Xanddy agradeceu ao governador pela democracia do carnaval pipoca. ”É uma alegria muito grande fazer parte dessa festa maravilhosa dando ao povo a oportunidade de curtir o carnaval na pipoca. É muito bonito ver essa galera se divertindo livremente”, afirmou. No Carnaval 2018, o Governo da Bahia homenageia os 220 anos da Revolta dos Búzios. Na capital, a diversão está assegurada com a contratação de 203 atrações, sendo 112 somente para o folião pipoca. Comemorando dez anos, o Carnaval Ouro Negro mantém a tradição dos blocos afro e afoxés, com o apoio a 91 entidades. Além da capital, a festa é patrocinada pelo Governo em 22 cidades do interior baiano.

Carnaval de Salvador: Bell Marques abriu a folia em trio sem cordas no circuito Barra/Ondina

/ Bahia

Bell Marques abriu o Carnaval de Salvador. Foto: Mateus Pereira

Os dias de folia na capital baiana foram oficialmente decretados no final tarde desta quinta-feira (8), no circuito Dodô (Barra/Ondina). Bell foi uma das primeiras atrações a iniciar o desfile nesta quinta-feira e fez a alegria de baianos e turistas. Já no circuito Osmar, no Campo Grande, a animação ficou por conta de Léo Santana, Harmonia do Samba e É o Tchan. No Pelourinho, o folião também terá uma programação animada por micro trios e nano trios. A programação completa promovida pelo Governo do Estado pode ser conferida no site do Carnaval da Bahia. Para os seis dias da festa momesca em Salvador foram contratadas 203 atrações e, deste total, 112 se apresentam gratuitamente para o folião pipoca. Este ano, também são comemorados os dez anos do Carnaval Ouro Negro e a gestão estadual mantém e valoriza a tradição dos blocos afro e afoxés, com apoio a 91 entidades. No interior da Bahia, 22 municípios têm seus festejos carnavalescos patrocinados pelo Estado.

Inscrições para o ProUni encerram nesta sexta; mais de 1 milhão se inscreveram até quinta

/ Educação

Os candidatos a uma bolsa de estudos por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até as 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (9) para fazer sua inscrição pela internet, na página oficial do programa. De acordo com informações do Ministério da Educação, já tinham sido registradas 1.032.680 inscrições até as 18h da quinta-feira (8). Podem concorrer as bolsas integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior cidadãos brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e que não tenham zerado a prova de redação. O interessado atenda pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral; ter alguma deficiência; ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa. A bolsa integral é concedida a pessoas com renda per capita mensal de até 1,5 salário mínimo; a parcial, para candidatos cuja renda familiar mensal seja de até três salários mínimos. O processo seletivo é composto por duas chamadas: o resultado da primeira chamada deve ser divulgado no dia 14 deste mês e a segunda chamada está prevista para 2 de março.