Secretária estadual de Trabalho é vítima de discriminação e pede punição para agressora

/ Bahia

Secretária de Trabalho, Olíva Santana. Foto: Mateus Pereira

A secretária estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olíva Santana (PCdoB), relatou, neste sábado (3), que foi vítima de discriminação no Hotel Catussaba, em Salvador. ”Essa senhora que aparece na foto dirigiu -se a mim como se fosse me cumprimentar. Ela apertou fortemente a minha mão ignorando meus apelos para que soltasse. Disse em tom de acusação que sou uma ‘comunista’ e por isso não deveria estar no Hotel Catussaba. Gritava que eu tinha que voltar para a favela”, contou Olívia Santana, em uma de suas redes sociais. Ainda na postagem, a secretária cobrou punição para agressora. ”A discriminação vem de onde menos esperamos. O que não podemos admitir é que ela fique impune. Denunciar é preciso”, ressaltou, conforme publicação do site Bahia.ba

”Passei agora por uma situação absurda. Convidada pela vice-presidenta da Federação Nacional de Automobilismo, Selma Moraes, fui até o Hotel Catussaba participar do Folia do Batom, uma confraternização das mulheres que fazem o Rallye do Batom, evento que sempre contou com o apoio da Setre-Sudesb. Essa senhora que aparece na foto dirigiu -se a mim como se fosse me cumprimentar. Ela apertou fortemente a minha mão ignorando meus apelos para que soltasse. Disse em tom de acusação que sou uma comunista e por isso não deveria estar no Hotel Catussaba. Gritava que eu tinha que voltar para a favela. A discriminação vem de onde menos esperamos. O que não podemos admitir é que ela fique impune. Denunciar é preciso!”, escreveu a secretária.

Fachin abre investigação para apurar suposta ameaça de Lúcio Vieira Lima a ex-ministro da Cultura

/ Justiça

Lúcio Vieira Lima. Foto: Lúcio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu nesta sexta-feira (2) uma investigação para apurar supostas ameaças do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) ao ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. O parlamentar teria ameaçado Calero no final de 2016, quando o ex-ministro divulgou supostas pressões que sofria por parte do também ex-ministro Geddel Vieira Lima, irmão de Lúcio, para liberação da obra de um prédio de luxo em Salvador em área de patrimônio histórico. O caso levou Geddel a pedir demissão da Secretaria de Governo. Segundo as investigações, apartamento de Geddel no edifício teria sido usado ainda para lavar dinheiro e, por isso, teve a propriedade bloqueada por Fachin em outro inquérito. A investigação sobre a ameaça foi pedida em dezembro pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e ficou também com Fachin pela suspeita de que a ameaça foi feita para ocultar ou para se conseguir a impunidade na suposta lavagem de dinheiro. Em novembro do ano passado, um ano após ter revelado as pressões de Geddel, Calero enviou carta à PGR contando sobre as supostas ameaças de Lúcio. O ex-ministro disse que, ainda em novembro de 2016, o presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira, teria recebido ligação de Lúcio na qual o deputado falou, a respeito de Calero: ”Esse moleque vai se arrepender de ter nascido”. Comunicado sobre o telefonema, Calero procurou a Polícia Federal e um procurador do Ministério Público. Na carta a Dodge, o ex-ministro da Cultura disse temer pela sua segurança pessoal. ”Decidi enviar a presente carta a V. Exa. ao tomar conhecimento de suas enfáticas manifestações a respeito da ameaça que a organização criminosa que denunciei representaria a seus denunciantes. Ao reviver episódios lamentáveis capazes de perturbar a paz e tranquilidade de meu cotidiano, peço que esta d. Procuradoria-Geral da República avalie apurar as informações que precedem, e, eventualmente, considere medidas para que sejam minimizados riscos à minha integridade física”, escreveu Calero.

Sargento da Polícia Militar e suspeito morrem após troca de tiros no no extremo sul da Bahia

/ Polícia

Amigos do sargento deixam mensagens de luto. Foto:Facebook

Na madrugada deste sábado (03), um sargento da Polícia Militar e um suspeito morreram durante uma operação policial no município de Eunápolis, no extremo sul da Bahia. Françual Manoel Santos, de 48 anos, realizava rondas na Rua Lua Nova, no bairro Moisés Reis, quando foi alvejado em uma abordagem policial a um carro onde estavam quatro suspeitos. Esta é a primeira morte de um policial militar no estado registrada este ano. De acordo com a Polícia Militar, houve revide e na troca de tiros o sargento e um dos suspeitos, que ainda não foi identificado, foram atingidos. Os outros três criminosos fugiram. Após o ocorrido, o sargento chegou a ser socorrido e foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito baleado morreu no local do confronto.  Segundo o coordenador de área da Polícia Militar em Eunápolis, que também estava presente no mento da situação, Tenente Costa Neto, dois indivíduos foram identificados como Shrek e Buchecha e são conhecidos por envolvimento em crimes de roubo, homicídio e tráfico de drogas na região. ”Já temos alguns suspeitos, mas precisamos que a população ajude a Polícia Militar com o Disque Denúncia, que também recebe mensagens por Whatsapp no número (71) 9 8120-9999. Não é preciso se identificar”. O sargento, que estava na corporação há 25 anos era lotado na 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). Ainda de acordo com o coordenador de área da PM em Eunápolis, Françual era um policial exemplar. ”Trabalhava há um ano e quatro meses com ele. Não tenho palavras para descrever. Um cara excelente, um profissional exemplar”, define Neto. Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do sargento. O enterro do sargento está previsto para tarde de amanhã (04), no Cemitério Municipal de Itagimirim, a cerca de 38 km de Eunápolis, onde Françual morava. O PM era casado e deixa dois filhos. As informações são do Correio

Mega-Sena acumula pela 6ª vez e pagará prêmio de R$ 56 milhões no próximo sorteio

/ Esporte

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2010 da Mega-Sena, sorteado na noite desse sábado na cidade de Macapá, no Amapá. O prêmio, que era de R$ 48 milhões, acumulou e agora pode pagar R$ 56 milhões no próximo sorteio.

As dezenas sorteadas foram: 08     –     10     –     18     –     34     –     39     –     56

Segundo a Caixa Econômica Federal, 106 apostas acertaram a quina e levarão R$ 33.705,40 cada uma. Já a quadra teve 7.436 apostas ganhadoras que receberão R$ 686,38 cada um. A arrecadação total é de mais de R$ 61 milhões. Quem pretende levar os R$ 56 milhões no próximo concurso pode fazer as apostas até as 19h (de Brasília) do dia do próximo sorteio em qualquer lotérica do País. A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do Brasil.

Chuva ganha intensidade em Jequié e provoca alagamentos em diversos pontos

/ Jequié

Área da feirinha do Joaquim Romão alagada. Foto: WhatsApp

A chuva iniciada na tarde deste sábado (3) e que ganhou maior intensidade nesta noite avolumou antigos e recorrentes problemas da cidade de Jequié. Galerias de esgotos entupidas e extravasando, ruas alagadas e obstruídas, trânsito complicado em vários locais e diversos bairros com trastornos pelas enxurradas. No bairro Joaquim Romão, por exemplo, a área da Feirinha do Joaquim ficou completamente alagada e deve comprometer a comercialização de produtos na feira livre deste domingo (4).

Chuva forte em Itaquara volta a alagar ruas da cidade e deixa moradores em alerta

/ Região

Ruas do Centro da cidade ficam alagadas. Fotos: Blog Marcos Frahm

A chuva voltou a alagar ruas da cidade de Itaquara, no Vale do Jiquiriçá, na tarde deste sábado (3). O temporal atingiu toda a cidade, mas a área central foi à parte que registrou o maior volume de água, após o Rio Casca transbordar e a enxurrada invadir as vias públicas. Segundo relatos de moradores ao Blog Marcos Frahm, foram mais de 40 minutos de chuva intensa, acompanhada de rajadas de vento. Ainda não há informações sobre desabamento ou alagamento de imóveis.

Água e lama invadiram a BR-420, no perímetro urbano de Itaquara

A chuva forte fez a população ficar temerosa ao relembrar o temporal registrado há pouco mais de um mês, no dia (9) de dezembro de 2017, quando casas caíram, famílias ficaram desalojadas e até órgãos públicos, a exemplo da secretaria de Educação ficaram ilhadas. Na ocasião, parte do muro do Estádio Municipal Teixeirão desabou e, hoje, a praça de esportes voltou a ficar alagada. A Prefeitura de Itaquara chegou a decretar situação de emergência em dezembro. A previsão é de que novas pancadas de chuva ocorram.

Após uma semana de dias ensolarados e muito calor, chuva forte e rápida alaga ruas em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Jaguaquara registrou chuva forte e rápida. Foto: Blog Marcos Frahm

Após uma semana de dias ensolarados e temperaturas altas, um temporal rápido e forte causou alagamento em vias do Centro de Jaguaquara na tarde deste sábado (3). Em pouco mais de 20 minutos de chuva forte, as ruas registraram grande volume de água. A chuva voltou a cair sete dias depois de um forte temporal, registrado no último domingo (28), quando duas casas desabaram no município.

Jaguaquara: Bairro Lagoa tem tiros e 1 baleado em tentativa de homicídio após morte de três jovens

/ Jaguaquara

Lagoa tem fim de semana sangrento. Foto: Blog Marcos Frahm

Menos de 24 horas após a morte de três jovens suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Lagoa, em Jaguaquara, moradores relataram terem escutado estampidos de disparos de arma de fogo ao meio dia deste sábado (3). Segundo informações que foram repassadas pelo Comandante da Polícia Militar / 3ª Cia, Capitão Isaías de Jesus, os tiros foram deflagrados em uma tentativa de homicídio praticada por elementos a bordo de uma motocicleta, que teriam tentado contra Gerlan Souza, 18 anos, que foi alvejado e socorrido ao Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ) com sinais vitais. O Comandante informou ainda que, o tráfico vai exigir dos envolvidos o pagamento de armas e drogas apreendidas nesta sexta pela PM, e que a reação teve o primeiro sinal com a tentativa de homicídio registrada.

Jaguaquara: Semana termina com quatro mortos em confronto de polícia e suspeitos

/ Jaguaquara

Raecão remove corpos de jovens. Fotos: Blog Marcos Frahm

Os corpos dos três jovens mortos em operação da Polícia Militar em Jaguaquara já foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), de Jequié. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ), onde os corpos estavam, no necrotério da unidade hospitalar. De acordo com o IML, os corpos apresentavam várias perfurações à bala. Adeilson dos Anjos Almeida, apelidado de Galego, André de Jesus Santos, 26 anos, e Willian Cezar Soares dos Santos, de 19 anos foram mortos por policiais militares da 3ª Cia de Jaguaquara e da Companhia Independente de Policiamento Especializado por volta das 22h30 de ontem, em um imóvel do bairro Lagoa. Em nota, a PM e a Cipe Central informaram que os suspeitos teriam entrado em confronto com policiais, que teriam envolvimento com o tráfico de drogas e que três guarnições chegaram ao local através de denúncia anônima de que indivíduos estavam armados, embalando entorpecentes no interior de uma residência, onde houve o confronto informado pelas instituições militares. Além dos três alvejados, cinco suspeitos conseguiram fugir, conforme a nota.

Corpos de jovens estavam no necrotério do hospital de Jaguaquara

Três revólveres, um simulacro, maconha e cocaína foram aprendidos e apresentados na Delegacia Territorial local. Nesta semana, foram quatro registros de auto de resistência na cidade. Na última quarta-feira (31), um suspeito teria invadido um estabelecimento comercial na Rua Andrade Nery, no bairro Malvina II. A Polícia Militar foi chamada e, na ação, o suspeito, Lucas Bispo dos Santos, de 26 anos, foi alvejado e morreu. A PM informou que o mesmo estava de posse de um revólver calibre 32 e que teria disparado contra os militares. De acordo com levantamento feito pelo Blog Marcos nos registros da Delegacia, Jaguaquara fechou 2017 com 10 pessoas mortas em operação policial (auto de resistência), todos do sexo masculino e, segundo a polícia, envolvidos com o tráfico de entorpecente.

 

Preço da gasolina nas bombas sobe pela 14ª semana seguida, segundo a Agência Nacional do Petróleo

/ Economia

O preço médio da gasolina subiu de novo. Foto: Blog Marcos Frahm

O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu pela 14ª semana seguida, segundo dados divulgados na sexta-feira (2) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O valor médio por litro passou de R$ 4,198 para R$ 4,221, uma elevação de 0,54%. Na mesma semana, a Petrobras baixou o preço do combustível nas refinarias em 3,68% seguindo sua política de preços de reajustes quase diários com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

Ministério Público do Estado da Bahia publica edital de concurso com salário de R$ 23 mil

/ Emprego

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) publicou nesta sexta-feira (2) o edital do concurso para promotor de Justiça Substituto, com remuneração de R$ 23.284,14. Ao todo serão oferecidas 20 vagas. A inscrição custa R$ 230 e deve ser feita exclusivamente via internet pelo site do MP-BA, a partir da próxima segunda-feira. Os interessados em concorrer às vagas têm até o dia 5 de março. Para o cargo, o candidato deve ter concluído o curso de Bacharelado em Direito e ter exercido três anos de atividade jurídica após a conclusão da graduação. O concurso terá validade de dois anos, contados da sua homologação, e poderá ser prorrogado por igual período. O concurso é constituído de quatro fases. Três provas, além da análise e valoração de títulos.

Jaguaquara: Polícia se pronuncia e diz que jovens morreram em confronto no bairro Lagoa

/ Jaguaquara

Polícia apresenta material na Delegacia Territorial. Foto: Divulgação

A Polícia Militar e a Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central se pronunciaram, através de nota, na manhã deste sábado (3) sobre as mortes registradas em Jaguaquara, na noite de ontem, no bairro Lagoa. A polícia informou que, após denúncia anônima de que indivíduos estavam armados, embalando entorpecentes no interior de uma residência, as guarnições Jaguar 53, Jaguar 29 e uma guarnição da Cipe foram ao local para averiguar as informações e, ao se aproximarem do local indicado, um indivíduo que se encontrava na porta da casa correu para o interior da residência, ao tempo em que outros pulavam o muro na lateral do imóvel e que em contínuo os policiais iniciaram incursão, em direção ao interior da casa, tendo sido recebidos à bala, conforme divulgou a polícia na nota, havendo revide, sendo três suspeitos alvejados, e outros cinco evadindo. Nenhum policial foi atingido. Ainda de acordo com informações policiais os feridos foram socorridos ao Hospital Municipal de Jaguaquara e não resistiram. Os três mortos foram identificados como: Adeilson dos Anjos Almeida, apelidado de Galego, idade desconhecida, André de Jesus Santos, 26 anos, e Willian Cézar Soares dos Santos, de 19, todos residentes no bairro Lagoa. A polícia revelou também que foram apreendidas armas e drogas: um revólver calibre .38, Rossi, numeração D 932702, com 5 cartuchos deflagrados, revolver, calibre .32, numeração 33163, com 1 cartucho intacto e 3 deflagrados, revólver calibre .22, Rossi, numeração 48608, com 3 cartuchos intactos e 1 deflagrado, um simulacro de pistola, 27 (vinte e sete) petecas contendo substância análoga à cocaína, pesando aproximadamente 114 gramas, (seis) pedaços grandes de substância vegetal prensada, aparentando ser maconha, pesando 1.36 kg, embalagens plásticas para acondicionamento de entorpecente, 04 (quatro) munições intactas de espingarda calibre 12, 05 (cinco) munições intactas de calibre 9mm.

Três jovens foram mortos a tiros em Jaguaquara, no bairro Lagoa, na noite desta sexta-feira

/ Jaguaquara

Jovens teriam sido alvejados em imóvel. Foto: Blog Marcos Frahm

Três mortes foram registradas na noite desta sexta-feira (2), no bairro Lagoa, em Jaguaquara. As informações preliminares dão conta de que as vítimas estariam dentro de um imóvel quando foram alvejadas por disparos de arma de fogo. Ainda não há detalhes sobre o caso e, a polícia, não se pronunciou. Os corpos estão no necrotério do Hospital Municipal de Jaguaquara e serão encaminhados nesta manhã para o Instituto Médico Legal de Jequié. Aguardem mais informações

Mega-Sena pode pagar um prêmio de até R$ 48 milhões no sorteio deste sábado

/ Esporte

A Mega-Sena pode pagar hoje (3) prêmio de R$ 48 milhões para quem acertar sozinho as seis dezenas, de acordo com estimativa da Caixa Econômica Federal, no concurso 2010. Na quarta-feira (31), não houve ganhador do concurso 2.009, realizado em Macapá, e o valor acumulou. Novas apostas podem ser feitas até as 19 horas deste sábado, horário de Brasília, em qualquer agência lotérica do país. O sorteio ocorrerá a partir das 20 horas.

Prêmio

O valor arrecadado com o concurso da Mega-Sena não é totalmente revertido em prêmio para o ganhador. Parte do montante é repassada ao governo federal para investimentos nas áreas de saúde, educação, segurança, cultura e esporte. Além disso, há despesas de custeio do concurso, Imposto de Renda e outros, que fazem com que o prêmio bruto corresponda a 46% da arrecadação. Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Depois desse prazo, os valores são repassados ao Tesouro Nacional para aplicação no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.