Presidente do Fortaleza confirma interesse em Rogério Ceni para ano do centenário do clube

/ Esporte

Rogério está nos planos do Fortaleza. Foto: Nelson Almeida

O novo presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, que assumiu o cargo na terça-feira (7), depois da renúncia de Luís Eduardo Girão por questões pessoais, confirmou ao Estado que o clube conversa com Rogério Ceni sobre a possibilidade de o ex-goleiro assumir o comando técnico da equipe cearense no próximo ano. Desempregado desde que saiu do São Paulo, em julho, Rogério Ceni já conheceu as instalações do time cearense e sua eventual contratação é vista com otimismo nos bastidores da equipe, que busca um nome ”de peso” para o ano de seu centenário. Ainda não há um acordo com Rogério Ceni. O Fortaleza negocia com pelo menos outros dois técnicos. ”Esperamos para sentarmos e oficializarmos uma oferta. Temos um teto salarial, mas cada um tem o seu valor e preferimos não abrir os números”, disse o dirigente. A busca por um treinador para o time que garantiu o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro, depois de oito anos, é vista como prioridade. De acordo com a presidência, a intenção é anunciar um comandante neste mês. ”Ceni é um grande nome, muito interessante pela história e pelo currículo. O que a gente precisa agora é verificar as necessidades dele e nossa possibilidade”, disse Marcelo Paz ao Estado. ‘Precisamos de alguém que tenha um trabalho de campo qualificado, boa imagem e que saiba conduzir o time no dia a dia”. O nome de Rogério Ceni foi acionado no Fortaleza assim que Antônio Carlos Zago deixou o comando da equipe, em outubro. Amigo de Ceni, o preparador de goleiros do time cearense, Bosco, ex-reserva dele no São Paulo entre 2005 e 2011, foi quem forneceu o contato. A contratação de um nome ”de peso” para o comando do time na próxima temporada é parte da estratégia do Fortaleza para o ano de seu centenário.

Os comentários estão fechados.