PF comunica STF sobre ameaças de empresário que diz ser dono dos R$ 51 mi de Geddel

/ Polícia

A Superintendência da Polícia Federal na Bahia comunicou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, que o empresário Carmerino de Souza tem feito ameaças aos advogados de Geddel Vieira Lima. Carmerino se apresenta como proprietário da empresa Polocal Holding e Participações e alega ser o dono, também, dos R$ 51 milhões encontrados no bunker do ex-ministro. De acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, Carmerino começou a procurar o escritório desde o julgamento que aceitou parte da denúncia contra Geddel por e-mail e telefone, chegando a efetuar mais de 20 chamadas por dia. O empresário ainda foi à sede do escritório e ameaçou as funcionárias. Daniel Madruga, superintendente da PF na Bahia, encaminhou a Fachin o pedido do advogado para que fossem tomadas as providências necessárias, inclusive no que diz respeito à propriedade do dinheiro.

Os comentários estão fechados.