Marcelo Nilo quer o quinto mandato de presidente na ALBA; aliados já defendem a candidatura

/ Bahia

Nilo quer o Penta na presidência da ALBA
Nilo quer o Penta na presidência da ALBA. Foto: Divulgação

Mesmo negando, a perspectiva de candidatura de Marcelo Nilo (PDT) ao quinto mandato consecutivo na presidência da Assembleia Legislativa começa a tomar forma antes mesmo do final das eleições 2014. Nesta segunda-feira (20), o deputado Targino Machado (DEM) endossou uma renovação de mandato do pedetista, fato inédito na história recente dos legislativos. “Se Marcelo for candidato, ele não vai precisar de 31 votos, vai precisar de 30, porque o meu ele já tem”, garantiu o democrata. Targino, todavia, lembrou que o voto dos 63 deputados é secreto. “Quem inventou votação secreta foi o diabo. É um momento propício para traições”, ponderou o democrata, que eleito deputado em 2010 pelo PSC, onde ficou até 2013, quando o partido pendeu para a bancada governista. “Tenho alergia ao adesismo. Eu não tenho compromisso com partido, não nasci para ser liderado. Infelizmente, os líderes não são líderes democráticos”, afirmou Targino. Nos corredores, a presidência da Assembleia é como a barganha para que Nilo não figurasse na chapa majoritária do PT, liderada por Rui Costa e que teve o PP na vice, com João Leão. Procurado, o presidente não foi localizado para comentar as declarações do companheiro de legislativo. Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.