Justiça do Rio decreta prisão do ex-vereador Gabriel Monteiro por acusação de estupro

/ Justiça

A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva do ex-vereador Gabriel Monteiro nesta segunda-feira (7). Ele é acusado de um estupro que teria ocorrido em 15 de julho deste ano.

Conforme a reportagem do jornal O Globo, na denúncia consta que a vítima conheceu o suspeito na reinauguração da boate Vitrinni, na Barra. Pouco depois, eles saíram da casa noturna para ir até a casa de um amigo do ex-parlamentar, localizada no bairro do Joá, na Zona Sul do Rio.

Ao chegar na residência, Monteiro teria constrangido a vítima a fazer sexo com ele, mediante violência. Para isso, ele usou uma arma, que passava no rosto da mulher, e a empurrava na cama, segurando os braços e batendo em sua face.

Além da prisão do ex-parlamentar, a Justiça determina que sejam apreendidos os celulares e armas de fogo de propriedade dele. O processo está em segredo de justiça.

Os comentários estão fechados.