João Roma dispara contra ACM Neto e diz que ex-aliado vive coagindo pessoas para benefício próprio

/ Política

Roma dispara contra o ex-aliado, ACM Neto. Foto: Reprodução

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), subiu o tom ao falar de seu ex-aliado e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), na manhã desta segunda-feira (14). Para Roma, Neto exerce uma “anti liderança” ao tentar se dissociar da eleição nacional.

”Ele diz que só se preocupa com as eleições da Bahia. Na verdade, não. Ele se preocupa com a posição dele. Cogita até a votar em Lula. O eleitor que vai para as ruas de verde e amarelo não quer votar em quem quer votar no PT. Aprendi isso na política, mais do que ser uma bússola, às vezes é preciso ser uma anti bússola. É preciso saber onde quer ir e também aonde não se quer ir e com quem não quer se ter perto”, disse o ministro em entrevista à Rádio Metropole.

Durante a conversa, Roma também foi questionado sobre o rompimento com ACM Neto e comentou a possibilidade de uma reaproximação entre os dois ao dizer que o ex-aliado político tem posturas que já deveriam ter sido banidas. ”Ele entregou a prefeitura, mas continua lá como uma eminência parda, atrapalhando até a gestão do prefeito eleito. Vive lá coagindo pessoas para benefício próprio. Não gosto desse tipo de postura”, acrescentou. Informações do Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.