Jaguaquara segue decreto e fecha as academias; Jequié permite com 30% da capacidade

/ Jaguaquara

Prefeitura acata decreto estadual. Foto: Blog Marcos Frahm

Um novo decreto, que foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (6), prorroga a proibição do funcionamento de academias e estabelecimentos voltados à prática de atividades físicas até 13 de março. A medida vale para toda a Bahia, em decorrência da pandemia.

Em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, a Prefeitura vem acatando todas as decisões do Estado, inclusive o fechamento de academias. Mas, os proprietários desses estabelecimentos, reagiram com críticas a Prefeitura nas redes sociais, revelando que foram informados pela gestão municipal sobre a suspensão das atividades na cidade tardiamente, ou seja, que o Município estaria seguindo o decreto estadual através de publicação no final da noite de domingo (7).

Já no Município vizinho, Jequié, a Prefeitura seguiu o decreto municipal, que permite o funcionamento com 30% da capacidade, exigindo uso de máscara, álcool e outras regras impostas pelos protocolos de segurança contra o Coronavírus. Jequié é considerado inclusive um dos epicentros do vírus, com grandes números de casos e óbitos e as decisões distintas entre as duas cidades causam divergências de opiniões entre as pessoas que frequentam as academias.

Em Jaguaquara, a gestão pública já enfrenta desgaste com a classe desde governo anterior. Em 2019,  academias da cidade foram fechadas após operação de fiscalização feita em conjunto entre o CREF13/BA, a Vigilância Sanitária Municipal e o Núcleo Regional de Saúde, no período de 23 a 27 de setembro à época. A  fiscalização ainda flagrou quatro pessoas em exercício ilegal da profissão. Na ocasião, os donos dos estabelecimentos teriam alegado que a operação teria ocorrido sem aviso prévio para regularização, causando constrangimento [relembre].

Desta feita, além de não aceitarem a determinação do Estado cumprida pela Prefeitura, eles alegam falta de comunicação explícita.

Os comentários estão fechados.