Na Lavagem do Bonfim, ex-prefeito de Jaguaquara declara apoio a ACM Neto, Sandro Régis e Leur

/ Jaguaquara

Sandro Régis, Ademir, ACM Neto e Leur Lomanto. Foto: Divulgação

A mais badalada festividade religiosa do calendário de Salvador, a Lavagem do Bonfim, tem a tradição de ser o pontapé inicial do ano político na capital baiana, mas nesta quinta-feira (11), a edição 2018 do evento também refletiu no interior. Em ano eleitoral, as lideranças políticas, governistas e oposicionistas, caminharam em meio a explosão das selfies no cortejo. Em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, repercutem nas redes sociais imagens do ex-prefeito da cidade, Ademir Moreira, ao lado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), virtual candidato ao Governo do Estado, além dos deputados Sandro Régis (DEM) e Leur Lomanto Jr (PMDB). No encontro, durante a tradicional celebração ecumênica na capital, Ademir, Neto, Régis e Leur selaram aliança política com vistas às eleições de outubro. Ademir deverá apoiar ACM, Sandro para estadual e Leur para federal. A informação é do deputado Sandro Régis, que por telefone entrou em contato com o Blog Marcos Frahm e confirmou a aderência de Moreira ao projeto da oposição. ”Ademir apoia o projeto do prefeito ACM Neto e nós iremos marchar juntos em Jaguaquara. Ele votará comigo, para estadual, com Leur para federal e estará fazendo parte do nosso projeto com Neto”, disse Régis. Afilhado político do vice-governador do Estado, João Leão (PP), Ademir, que já dava sinais de que não apoiaria a reeleição de Rui Costa (PT), que em Jaguaquara tem o apoio do atual prefeito e seu ex-aliado político, Giuliano Martinelli (PP), volta à cena política. Afastado do cenário político desde 2012, quando apoiou a candidatura do atual gestor, que lhe sucedeu na Prefeitura, Moreira tentou voltar ao poder em 2016, quando sustentou até os 45 do segundo tempo que seria candidato a prefeito, mas, inelegível, não conseguiu emplacar candidatura e viu Martinelli ser reeleito ao derrotar o ex-prefeito Osvaldo Cruz (PSB), de quem já foi vice, em 2004, e que preferiu perder o último pleito para Giuliano, mas não aceitou o seu apoio na disputa sucessória municipal. Ao parabenizar Jaguaquara, pelos 96 anos de emancipação política, em 18 de maio de 2017, Ademir espalhou outdoor´s com sua sua imagem atrelada à Antônio Henrique, deputado estadual do PP, e propagou que seria o seu candidato nas próximas eleições. Já Sandro Régis, que diz ter ganhado o apoio do ex-mandatário da Toca da Onça, garante que houve ruptura de Ademir com Antônio Henrique e que a aliança com a oposição é confirmada. 

Os comentários estão fechados.