Docentes da UESB anunciam adesão à greve geral e paralisação para os dias 2 e 3 de outubro

/ Educação

Após o fim da última greve, que durou 65 dias, os professores da UESB, através da  Associação dos Docentes da UESB  (ADUSB), anunciaram paralisação para os próximos dias 2 e 3 de outubro. Segundo a nota divulgada, a paralisação terá duração de 48h e tem como foco ”denunciar os ataques de Bolsonaro e Rui Costa”.

Os professores reclamam dos contingenciamentos do orçamento realizados pelo Ministério da Educação (MEC) e de cortes em bolsas de pesquisa pelo país. Além disso, os professores da UESB reclamam de R$ 6 milhões que não teriam sido repassados pelo governo Rui Costa para verbas de custeio na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. A paralisação tem apoio de sindicatos e deve acontecer em universidades espalhadas pelo país.

Os comentários estão fechados.