Diretor do Sindpetro acusa oposição de disputa política e cobra permanência da Petrobras na Bahia

/ Bahia

Sindicalistas protestam na capital. Foto: Vagner Souza / BNews

Durante o protesto em defesa da permanência da Petrobras na Bahia, nesta segunda-feira (16), em Salvador, o diretor de comunicação do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro), Radiovaldo Costa, cobrou dos deputados de oposição ao governo baiano, apoio à defesa da estatal no estado. Representantes do sindicato protestaram em frente ao prédio Torre Pituba, onde fica a empresa, e um novo protesto está programado para o dia 23 na Assembleia Legislativa da Bahia.

O diretor, em conversa com o site Bnews, afirmou que vai procurar os parlamentares de oposição para fazer coro aos manifestos. Ele cobrou ainda posicionamento do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto. ”Nós entendemos que nesse momento não é tornar um debate ideológico. O prefeito está acima das disputas políticas, mas nesse momento temos que deixar todas as diferenças de lado e focar naquilo que interessa ao estado. Defender os empregos, a permanecia dessa empresa que nasceu na Bahia e continue na Bahia”, afirmou.

Para Radiovaldo, Neto, ”enquanto autoridade e líder maior da cidade”, deve defender a pauta e se posicionar.  Recentemente Neto afirmou que avalia o caso com preocupação e criticou a condução do PT no governo federal.

Os comentários estão fechados.