Operação #PC27: mais de 90 suspeitos de crimes graves são presos em várias regiões da Bahia

/ Polícia

Durante a Operação #PC27, realizada nesta quarta-feira (24), por agentes da Polícia Civil da Bahia, foram presas 91 pessoas, suspeitas de crimes graves em diversas regiões do estado. A ação na Bahia fez parte da operação coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), que mobilizou os 26 estados e o Distrito Federal.

A operação, que visou o cumprimento de mandados de prisão em aberto, contou com um total de mil mandados de prisão e de busca e apreensão e mobilizou um contingente de 4.600 policiais em todo o Brasil. Na estado, foram mobilizados pelo menos 1,2 mil policiais em Salvador e nas diversas regiões, de acordo com o delegado-geral, Bernardino Brito Filho.

O delegado destacou que a operação foi concebida para capturar foragidos da Justiça envolvidos em crimes como estupro, homicídios, latrocínios, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio. Durante as ações, os policiais envolvidos encontraram maconha, crack e cocaína, além de quatro armas de fogo. Os presos foram encaminhados ao sistema prisional e o material apreendido seguiu para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT), da capital baiana.

Na Bahia também foram apreendidos oito adolescentes que tinham mandados de apreensão em aberto. Todos foram encaminhados ao Ministério Público para adoção de medidas socioeducativas. De acordo com os organizadores da operação, a ação teve como meta o combate a diversos delitos, de forma a garantir a redução da criminalidade no País.

Grupo passa em carro, atira contra jovem e vítima morre em praça de Buerarema, sul da Bahia

/ Polícia

Juliana Santos Gusmão foi morta a tiros. Foto: Polícia Civil

Uma jovem de 26 anos foi morta a tiros na noite de terça-feira (23), na cidade de Buerarema, no sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar de Itabuna, via G1, Juliana Santos Gusmão, de 26 anos, foi atingida por diversos tiros e morreu na praça principal da cidade.

Informações preliminares obtidas pela polícia apontam que três homens em um carro passaram pelo local e atiraram várias vezes contra Juliana. O trio conseguiu fugir e, até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

A polícia informou que o carro usado na ação foi abandonado pelos homens na saída da cidade. No veículo, a polícia encontrou o celular e relógio da vítima, além de uma arma de fogo. Havia marcas de sangue no carro, informou a polícia. De acordo com a Polícia Civil, a vítima não tinha passagem na unidade. A autoria e motivação do crime são investigadas. O corpo de Juliana foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, mas não há informações sobre liberação e sepultamento.

Barra da Estiva: Suspeito de matar ex que estava grávida e o companheiro da mulher é preso

/ Polícia

Suspeito foi levado para Delegacia de Brumado. Foto: Brumado Agora

Um homem suspeito de matar a ex-companheira, que estava grávida, o namorado dela e atirar na ex-sogra foi preso após cair em um buraco quando tentava fugir da polícia, na madrugada de sábado (20), na cidade de Tanhaçu, no sudoeste da Bahia. Conforme informações da Polícia Civil, Edvan Santos da Silva, de 22 anos, revelou, em depoimento, que planejou matar os três baleados após se sentir traído.

De acordo com a polícia, Itamara Santos Caires, de 18 anos, a mãe da vítima, que não teve a identidade revelada, e Iranildo Ribeiro Santos, de 19 anos, foram atacados na manhã de sexta-feira (18), no Povoado da Cachoeirinha, na zona rural de Barra da Estiva. Segundo a polícia, a vítima tinha terminado o relacionamento com o suspeito cerca de dois meses antes do crime. O suspeito revelou que a sogra virou um alvo, porque escondeu a ”traição” feita pela jovem.

Itamara Caires morreu na hora. O namorado dela chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital, informou a polícia. Após o ataque, a mãe da mulher grávida também foi socorrida para um hospital da região e já foi liberada. Não há informações sobre em qual período de gestação a vítima estava. A polícia informou que Edvan Santos foi levado para a delegacia de Brumado, onde está à disposição da Justiça. O caso está sob investigação da Delegacia de Barra da Estiva. G1

Senhor do Bonfim: Aluno do curso de soldado da PM é atingido por disparo acidental de colega e morre

/ Polícia

Um aluno a soldado da Polícia Militar foi atingido por um tiro, disparado acidentalmente por um colega, e morreu na manhã deste domingo (21), na cidade de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia. As informações são da Polícia Militar. De acordo com a PM, o caso ocorreu por volta das 8h, durante a passagem de serviço, no Núcleo de Formação da Polícia Militar da cidade.

A polícia não detalhou a identificação do rapaz que morreu, nem do que teria atirado acidentalmente. Disse, apenas, que conforme informações iniciais apuradas no local, um aluno de serviço manuseava a arma quando atingiu acidentalmente o outro.O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar os primeiros socorros, mas quando chegou ao local o aluno já estava morto.

A PM informou, ainda que os procedimentos iniciais para apurar o caso estão sendo realizados pelo comando do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e pelo Comando de Policiamento Regional Norte (CPRN). O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para realizar perícia. A equipe do Centro de Valorização do Policial Militar (Cevap), da região norte, está acompanhando os familiares do militar.

Médico jequieense é encontrado após ser sequestrado na cidade de Feira de Santana

/ Polícia

Ramon Barbosa foi sequestrado em Feira. Foto: Rede social

Desaparecido desde a noite da última quarta-feira (17), em Feira de Santana, o médico Ramon Barbosa Santos (42), natural de Jequié, foi encontrado no fim da noite desta sexta (19). De acordo com informações do site Acorda Cidade, o jequieense sofreu um sequestro, após sair de seu consultório, no Shopping Boulevard. Ainda segundo a publicação, a família de Ramon informou que ele foi resgatado pela polícia e já está em casa, bem e tranquilo.

Mulher grávida morre e mãe e irmão ficam feridos após ataque a tiros em Barra da Estiva

/ Polícia

Uma mulher grávida morreu e a mãe e o irmão dela ficaram feridos, após serem atacados a tiros, na manhã desta sexta-feira (18), na cidade de Barra da Estiva, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o ex-companheiro da mulher é suspeito do crime. O homem, que não teve a identidade divulgada, é procurado pela polícia. Não há informações sobre em qual período de gestação a vítima estava e nem se o bebê era do suspeito.

O caso ocorreu no Povoado da Cachoeirinha, na zona rural da cidade. Após o ataque, a mãe e o irmão da mulher grávida foram socorridos para um hospital da região. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles. O caso está sob investigação da Delegacia Territorial (DT) de Barra da Estiva. Conforme a polícia, foram expedidas as guias periciais e testemunhas estão sendo ouvidas.

Estado publica no Diário resultado provisório de exame psicotécnico da Polícia Civil

/ Polícia

Está disponível, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (18), o resultado provisório do exame psicotécnico para concurso público da Polícia Civil da Bahia. Realizada no mês de março, esta é a quinta etapa do certame, que irá contratar novos delegados, investigadores e escrivães de polícia. A publicação também está disponível no site da a Fundação Vunesp, organizadora do concurso, e no Portal do Servidor.

Candidatos interessados em realizar interposição de recurso ao resultado provisório terão dois dias úteis, a partir da data de publicação, para encaminhar requerimento à Fundação Vunesp, de acordo com as instruções dispostas na portaria desta quinta-feira (18). O procedimento, chamado Entrevista Devolutiva, trará as razões para a inaptidão no exame psicotécnico. O desempenho individual dos candidatos que realizaram esta etapa também estará disponível para consulta no site da organizadora. Lançado em 2018, o concurso público é realizado de forma conjunta pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e pela Polícia Civil da Bahia.

Lafaiete Coutinho: Operação da Polícia Federal desbarata esquema em que ex-prefeito é citado

/ Polícia

Operação Three Hills cumpre mandados na cidade. Foto: Divulgação

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (16) sete mandados de busca e apreensão em Lafaiete Coutinho, no sudoeste, e Salvador. A Operação Three Hills visa desbaratar um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas públicas em Lafaiete Coutinho. Segundo a PF, as investigações começaram em 2016. Uma denúncia apontava que uma empresa havia vencido todas as licitações para fornecimento de combustível para o município de Lafaiete Coutinho, no período de 2010 a 2016. Essa empresa seria de propriedade do então prefeito Zé Coca, atual deputado estadual, mas estaria em nome de ”laranjas”.

Ainda segundo a PF, no curso das investigações comprovou-se que o posto de combustíveis na verdade era administrado por um servidor da prefeitura de Lafaiete Coutinho. Este servidor chegou a ser responsável pela conferência do recebimento do material (combustíveis) em relação a dois procedimentos licitatórios, além de presidente da Comissão Permanente de Licitação em um certame e pregoeiro designado pelo então prefeito em outro certame.

Da documentação relativa às licitações citadas, foi atestado que até 2013, os editais dos certames eram publicados apenas no Diário Oficial do Município de Lafaiete Coutinho e, consequentemente, somente comparecia aos Pregões Presenciais a empresa investigada. Ainda segundo a PF, os acusados serão indiciados pela prática dos crimes previstos no art. 1º, inciso I do Decreto-Lei nº 201/67, no art. 288 do Código Penal e nos arts. 90 e 96, inciso I da Lei nº 8.666/93. O nome da Operação remete à tradução para o idioma inglês do antigo nome de Lafaiete Coutinho (Três Morros). Com informações do Bahia Notícias

Ativista LGBT, funcionário de prefeitura da região metropolitana de Salvador é achado morto

/ Polícia

Alessandro Bráulio Matos Fraga é achado morto. Foto: Rede social

O ativista LGBT Alessandro Bráulio Matos Fraga, também conhecido como Alex Fraga, foi encontrado morto no sábado (13), em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. Não há detalhes sobre as causas da morte de Alex, mas a família afirmou que o corpo tinha ferimento de projétil de arma de fogo. Segundo o G1, a Polícia Civil informou que está levantando informações sobre o caso.

Amigos de Alex postaram nas redes sociais que ele havia desaparecido na sexta-feira (12) e, no dia seguinte, o corpo dele foi encontrado. Alex era formado em psicologia e servidor da prefeitura de Lauro de Freitas. Por meio de nota, a prefeitura informou que ele era coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da prefeitura.

Ainda em nota, a prefeitura se solidarizou com a família e amigos do funcionário, e também destacou que Alex foi vítima de morte violenta. A administração municipal disse ainda que está acompanhando as investigações do caso. O corpo de Alex Fraga foi velado e sepultado no Cemitério de Portão, no domingo (14).

Idoso é brutalmente assassinado a golpes de facão em Serra Preta; filho é suspeito do crime

/ Polícia

Um idoso foi assassinado, na noite de sábado (13), com golpes de facão, em Serra Preta. Segundo o Acorda Cidade, o homem recebeu cerca de dez golpes. Ele ainda chegou a ser socorrido para o hospital municipal, mas não resistiu. Ainda segundo a publicação, a polícia afirmou que o filho da vítima é suspeito do crime. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

Delegado Chefe da Polícia Civil retorna a delegada Ana Beatriz para a 9ª Coorpin Jequié

/ Polícia

Ana Beatriz de França Bomfim

Através da Portaria 241, datada de 12/3/2019, publicada no Diário Oficial do Estado-DOE, deste sábado (13), o delegado-geral da Polícia Civil da Bahia, Bernardino Brito Filho, tornou sem efeito a Portaria 621/2014, removendo a delegada da Ana Beatriz de França Bomfim, da Delegacia Territorial de Barra do Rocha, determinando que ela passe a desenvolver as suas atividades profissionais, a partir desta data na Delegacia Territorial de Jequié-DT, âmbito da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior-9ª Coorpin.

Relembre – Em 8 de março de 2013, a delegada Ana Beatriz foi transferida da 9ª Coorpin de Jequié para a 7ª Coorpin de Ilhéus.  De acordo comentários da época, a delegada divergia do então diretor regional da 9ª Coorpin, André Aragão Lima. Com a nomeação de André Aragão, para a coordenadoria em Ilhéus, a delegada foi removida da DT daquela regional, retornando a Jequié.

Na edição do Diário Oficial de (29/10/2914), quando já exercia a titularidade da 9ª Coorpin, o delegado Fabiano Aurich, foi publicada outra Portaria, exonerando a delegada Ana Beatriz, mais uma vez da coordenadoria em Jequié. Ainda de acordo com informações à época, divergências de relacionamento profissional entre os dois delegados teriam resultado na nova mudança. A delegada Ana Beatriz, que dentre outras unidades da PC, já esteve nas DTs de Itiruçu, Iramaia, Ipiaú, Jequié, Ilhéus e, atualmente Barra do Rocha,  revelou na ocasião da sua segunda remoção de Jequié, que estaria buscando a intervenção do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia-Sindipoc, para tentar reverter a mudança.  Agora, a partir da decisão do comando da Polícia Civil da Bahia, a  delegada  está de volta às suas funções em Jequié, na 9ª Coorpin, unidade que permanece comandada pelo delegado Fabiano Aurich. *Por Wilson Novaes

Itaparica: Suspeitos de envolvimento no assassinato de policial civil morrem durante confronto com PMs

/ Polícia

Três homens suspeitos de envolvimento na morte do policial civil, no distrito de Barra Grande, que fica na Ilha de Itaparica, região metropolitana de Salvador, morreram durante um confronto com policiais militares, no final da manhã desta quarta-feira (10), em Vera Cruz. A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). Segundo informações da SSP, equipes da 19ª Delegacia Territorial (DT/Itaparica) receberam uma denúncia anônima sobre a fuga dos suspeitos pela região de Jiribatuba, em Vera Cruz. Os policiais foram até o local e montaram uma blitz para fazer as prisões deles.

De acordo com o órgão, os suspeitos, que não tiveram a identidade revelada e estavam em um carro que faz transporte alternativo, pararam na barreira e desceram atirando após receberem a voz de prisão. Os três homens foram atingidos, socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. A Secretaria de Segurança Pública informou que foram apreendidos duas pistolas, dois carregadores, um deles alongados, celulares, dinheiro, maconha, cocaína, crack e anotações referentes à venda de drogas.

Ainda de acordo com o órgão, os suspeitos são apontados como traficantes e autores de roubos. Testemunhas foram ouvidas e buscas foram realizadas durante toda a madrugada. Além das equipes de delegados e investigadores, guarnições territoriais e especializadas da PM também continuam na região em busca de outros comparsas do trio. Com informações do G1

Itaparica: Policial civil é morto por indivíduos de bicicleta em tentativa de assalto à residência

/ Polícia

Waldeck Monteiro de Jesus foi morto a tiros. Foto: Reprodução

Um policial civil foi morto a tiros na noite desta terça-feira (9) dentro da própria casa em Barra Grande, na Ilha de Itaparica. A vítima foi identificada como Waldeck Monteiro de Jesus. Ele trabalhava na 19ª Delegacia Territorial, em Itaparica. Segundo a 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM /Vera Cruz), dois homens chegaram de bicicleta ao condomínio onde o policial residia e pularam o muro da casa da vítima para roubar a residência.

Ainda segundo relato, o policial foi baleado quando tentava pegar uma arma. Mesmo ferido, Waldeck ainda teria conseguido atirar contra um dos acusados, que também teria sido alvejado. Logo após o crime, policiais civis e militares iniciaram as buscas para identificar e localizar os bandidos. As informações são do Bahia Notícias

Militares que fuzilaram músico com 80 tiros vão a audiência de custódia no Rio de Janeiro

/ Polícia

Automóvel foi alvejado com 80 tiros. Foto: Fabio Teixeira/AP

Será realizada nesta quarta-feira (9), às 14h, a primeira audiência de custódia dos dez militares do Exército presos e investigados pela morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, 46 anos. As informações foram divulgadas pelo Superior Tribunal Militar.

O carro em que ele estava com a família, em Guadalupe, zona norte do Rio, foi alvo de mais 80 tiros, que ainda feriram mais duas pessoas. O crime ocorreu na tarde de domingo, quando o veículo foi supostamente confundido com um automóvel em que estariam criminosos. O caso será investigado pela Justiça Militar.

O músico levava a família para um chá de bebê, quando o carro cruzou com um grupo de militares, que estariam no perímetro de patrulhamento da Vila Militar. Segundo testemunhas, não havia operação policial e não houve ordem para que o motorista parasse. Sem aviso, os militares dispararam uma saraivada de tiros.

De acordo com o Ministério Público Militar, ”a perícia do local foi feita ontem pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Os militares envolvidos foram afastados e encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária Militar para tomada de depoimentos”. Também foi ouvida uma testemunha civil. Com informações do Estado de S. Paulo.