Comandante da PM da Bahia diz que quem estocar álcool em gel pode ser preso

/ Polícia

Declaração é do coronel Anselmo. Foto: Camila Souza

O comandante-geral da Polícia Militar baiana, coronel Anselmo Brandão, disse que quem estocar álcool em gel pode ser preso.

”É um problema que estamos sentindo [o estoque de [álcool em gel e outros materiais]. Temos dificuldade de adquirir álcool em gel, queremos achar quem está fazendo estoque e prender. É crime econômico”, falou, em entrevista à rádio Metrópole neste sábado (21).

O comandante ainda pontuou que a Polícia Militar possui recursos para adquirir o produto. ”Nós temos dinheiro para comprar. Não temos encontrado o produto, mas temos recursos”, falou.

Homem com maconha diz ter o novo coronavírus para evitar abordagem policial

/ Polícia

Suspeitos de tráfico de drogas utilizaram o novo coronavírus para tentar fugir da polícia em Brasília. Um deles disse que tinha o Covid-19 como desculpa para não ser abordado durante uma operação da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), no início da madrugada desta segunda-feira (16), em Samambaia.

Por volta da meia-noite, policiais militares do Tático Operacional Rodoviário (TOR) abordaram dois homens em ponto de bloqueio montado em Samambaia. Descobriram, então, que eles carregavam 1,4kg de maconha no veículo em que estavam, de acordo com o Metrópoles.

O passageiro dirigiu-se aos policiais e afirmou que tinha coronavírus, por isso, era melhor não ser revistado, para evitar o contágio. Os militares não deram por satisfeitos e fizeram a busca veicular. A droga foi encontrada dentro do carro.

Os dois suspeitos seguiram para a 26ª Delegacia da Polícia (Samambaia), onde foram autuados por tráfico de drogas. Segundo as autoridades, a dupla conta com passagens por furto, receptação e porte ilegal de arma de fogo.

Polícia Federal cumpre mandado em Ipiaú após investigação contra organização criminosa

/ Polícia

Cinco pessoas foram presas e três mandados de busca e apreensão foram cumpridos entre Lauro de Freitas e Ipiaú, durante a operação ”Olossá” da Polícia Federal, que tem como objetivo desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Fábio Marques, dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão foram cumpridos neste sábado (14).

Os nomes das pessoas presas e investigadas não foram divulgadas pela Polícia Federal. ”A gente cumpriu dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão. E foram cumpridos na praia de Buraquinho, em um condomínio, e em uma barraca de praia em Lauro de Freitas, onde um dos alvos residia”, disse. ”A investigação começou em maio de 2019 e, de lá até cá, já foram realizadas mais de 10 flagrantes de ‘mulas’ tentando sair do país para Europa transportando cocaína escondida nas suas bagagens”, comentou o delegado.

Ao menos 6 pessoas que encontraram Jair Bolsonaro estão com o novo coronavírus

/ Polícia

Teste em Bolsonaro deu negativo. Fabio Rodrigues Pozzebom

Ao menos seis pessoas que estiveram próximas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante viagem aos Estados Unidos, na semana passada, estão infectadas com o novo coronavírus.

O caso mais recente é o de um empresário que estava no grupo que acompanhou a visita do presidente aos EUA. Ele preferiu não se identificar.

Três outros casos são de integrantes da comitiva oficial de Bolsonaro na viagem à Flórida. Anunciaram que contraíram a doença o chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social), Fabio Wajngarten, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) e o diplomata Nestor Forster, indicado para o cargo de embaixador do Brasil em Washington.

A divulgação de que outros participantes da missão foram infectados ocorreu depois que o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) disse à reportagem que os resultados de todos os testes da comitiva -exceto Wajngarten- tinham dado negativo.

A lista com os integrantes da comitiva oficial foi divulgada pelo Palácio do Planalto. Nem todos os listados viajaram com Bolsonaro no avião presidencial e ela não inclui os nomes de auxiliares técnicos e da equipe de apoio.

Ao menos uma pessoa que acompanhou Bolsonaro na Flórida, mas que não consta na lista oficial divulgada pelo Planalto, afirmou também ter sido diagnosticada como portadora do coronavírus: a advogada Karina Kufa, tesoureira do Aliança pelo Brasil, disse que seu exame deu positivo.

Ela está em isolamento e, pelas redes sociais, tem atualizado seu estado de saúde. ”Hoje acordei bem melhor, os sintomas praticamente sumiriam. Até agora não tive febre e falta de ar, que são os fatores de alerta”, escreveu a advogada neste sábado (14).

Entre os anfitriões, o prefeito de Miami, Francis Suarez, anunciou, na sexta (13), ter recebido o diagnóstico positivo para o novo coronavírus. Ele participou de evento com Bolsonaro e sua comitiva na segunda-feira (9), na Flórida.

Jiquiriçá: Dois suspeitos morrem durante ação policial da Cipe Central ao resistirem abordagem

/ Polícia

Uma informação divulgada na tarde deste sábado pela Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central revela a morte de dois suspeitos durante operação realizada ontem pela instituição militar, na cidade de Jiquiriçá. Segundo a Cipe Central, que contou com apoio da Cipe Litoral Norte as guarnições realizavam rondas e foram informadas de que homens armados e de fora da área estariam tocando terror e impondo medo a comunidade local.

Leia abaixo a nota da Cipe

As equipes progrediram ao local informado com apoio de policiais civis da  DELEGACIA TERRITORIAL DE JIQUIRIÇÁ e avistaram os indivíduos, e esses ao perceberem a presença dos policiais, empreenderam fuga sentido uma residência. Foi imposto um cerco perimetral e durante a aproximação, as patrulhas foram surpreendidas por disparos sequenciados de arma de fogo numa tentativa de evasão agressiva.

Diante o quadro, não houve outra alternativa a não ser a imediata resposta para cessar a ação delituosa. Após o cessar dos disparos, foi feita uma varredura perimetral e identificado dois homens caídos ao solo e próximo a eles armas de fogo.

Os indivíduos foram socorridos prontamente ao Hospital Municipal de JIQUIRIÇÁ, onde tiveram o quadro evoluído para o óbito”, informou.

Os suspeitos foram identificados como: Adriano Moreira Soares e Valdeir Gonçalves Romão. A polícia disse ter apreendido (um) Revólver Cal. 32 marca Taurus, numeração 0066227 obscura contendo 03 munições deflagradas e 02 picotadas e 01 intacta.

01 (um) Revólver Cal. 32 marca Taurus, numeração 518760 obscura contendo 02 munições deflagradas e 03 picotadas e 01 intacta.

Homem é preso pela Cipe Nordeste com cocaína, pistola, munições e dinheiro dentro de ônibus

/ Polícia

Homem foi preso em Feira de Santana. Foto: Divulgação/SSP-BA

Um homem foi preso com cocaína, pistola, munições e dinheiro dentro de ônibus em Feira de Santana, na madrugada deste sábado (14).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste participavam da Operação Dominó, que tinha como objetivo ampliar o combate ao tráfico.

Perto da rodoviária da cidade, os policiais pararam o coletivo. Na bagagem do suspeito, natural do município baiano de Araci, foram encontrados 1 kg de pasta base de cocaína, uma pistola calibre 380, dois carregadores, munições e R$ 1,9 mil em dinheiro. O criminoso e os materiais foram apresentados na Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Guarda municipal mata esposa professora a tiros e depois comete suicídio na cidade de Poções

/ Polícia

Caso ocorreu nesta quinta-feira. Foto: Blog do Jeferson Almeida

Um homem matou a própria companheira e depois tirou a própria vida no interior de uma casa na cidade de Poções, Sudoeste do Estado.

Segundo o Blog do Jeferson Almeida, o caso, que envolveu uma professora e um guarda municipal ocorreu na tarde desta quinta-feira (12), quando vizinhos do casal acionaram a Polícia Militar depois de terem ouvido estampidos de disparos de arma de fogo no bairro Nova Sião.

A professora do município, Rosemary Mendes, e o guarda Mário morreram no local. As informações são de que Mário fez uso da arma de fogo para matar a mulher e cometer suicídio.

Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista. A Polícia Civil investiga os motivos do caso, que chocou a população de Poções.

Uma tonelada de carne bovina transportada irregularmente é apreendida na BR-116

/ Polícia

Carne foi apreendida no trecho de Feira de Santana. Foto: PRF

Uma tonelada de carne bovina transportada irregularmente foi apreendida na manhã desta quarta-feira (11), no Km-429 da BR-116, em trecho da cidade de Feira de Santana.

O material estava dentro de um carro, embalado em pacotes plásticos, sem refrigeração adequada e sem documento da inspeção sanitária e da origem do animal. A carne foi localizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável por fazer a apreensão da carga.

O motorista e o passageiro do veículo informaram que estavam fazendo o transporte a pedido do dono da carga, porque o caminhão frigorífico que deveria levar a mercadoria da cidade de Poções, no sudoeste do estado, para Salvador, quebrou em Jequié, ainda na região de Poções.

O caso foi registrado pela PRF e a ocorrência foi encaminhada para a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), que deve adotar as medidas cabíveis. Além disso, o veículo foi recolhido por estar com licenciamento atrasado

Diário Oficial: Rui Costa exonera dois Investigadores da Polícia Civil lotados na 9ª Coorpin-Jequié

/ Polícia

Decretos simples assinados pelo governador Rui Costa e publicados  nas edições do Diário Oficial do Estado (DOE), de terça-feira (10) e quarta-feira (11) demitem, a bem do serviço público, à vista da orientação da Procuradoria Geral do Estado e demais elementos constantes do Processo no 0511150001379 e apensos, Airton Silva Eloy e Fabiano Maia Souza, dos cargos de Investigador de Polícia Civil da Bahia da estrutura da Secretaria da Segurança Pública.

Os dois ex-policiais, até serem afastados das suas funções para fundamentação das apurações eram lotados na 9ª Coordenadoria Regional de Polícia-COORPIN, com sede em Jequié. *Matéria publicada no site Jequié Repórter

Documentos revelam que ex-PM herói de Bolsonaro tinha contas pagas por milícia

/ Polícia

Intitulado como herói pelo presidente Jair Bolsonaro, o ex-policial militar Adriano da Nóbrega, morto em confronto com a polícia no interior da Bahia, tinha suas contas pessoais – e de seus familiares – pagas por membros de uma milícia.

É isso o que apontam documentos apreendidos pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. O material foi recolhido em janeiro de 2019, durante a Operação Os Intocáveis, quando foi revistado o escritório de um homem apontado como responsável pelas finanças da quadrilha de Rio de Pedras, na zona oeste do Rio.

Além de ser defendido pelo presidente no passado, Adriano Nóbrega foi homenageado pelo senador Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Até o ano de 2018, duas parentes do ex-PM integravam o quadro de funcionários do antigo gabinete de Flávio.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, ele controlava contas usadas para abastecer Fabrício Queiroz, amigo do presidente Bolsonaro e ex-assessor de Flávio suspeito de ser o operador da “rachadinha” investigada pelo Ministério Público do Rio.

Nesse tipo de esquema, funcionários são coagidos a devolver parte de seus salários aos deputados. As defesas de Adriano e de Flávio afirmam não haver provas de que o ex-PM integrava a milícia de Rio das Pedras, motivo pelo qual era procurado havia mais de um ano.

Adriano também é suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Silva, em 2018.

Suspeitos de crimes morrem durante ação da Cipe Central em Brejões e Lafaiete Coutinho

/ Polícia

A Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central registrou, nesta semana, dois autos de resistência – AR, no Vale do Jiquiriçá. Nesta terça-feira (10), na cidade de Brejões, tombou em ação da Cipe um suspeito pela prática de crimes, como envolvimento com o tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, homicídio e tentativa de homicídio, conforme nota divulgada pela instituição militar.

O suspeito, Y.P.D, foi morto ao reagir contra a polícia após a guarnição tomar conhecimento de que na localidade de Pau Ferro a presença de homicidas e traficantes estaria colocando em risco a vida de moradores. Ao chegarem ao local, os militares avistaram dois indivíduos, que evadiram em desabalada carreira quando perceberam a presença policial, adentrando abruptamente a uma residência.

Ainda segundo informações, as patrulhas impuseram um cerco ao imóvel e simultaneamente ao adentramento, os militares foram surpreendidos por disparos sequenciados de arma de fogo, havendo revide, com um dos suspeitos alvejado.

A Cipe informou que foi prestado o devido socorro ao Hospital Municipal de Brejões, tendo o resistente evoluído ao óbito.  O outro indivíduo fugiu pelos fundos, não sendo alcançado. Um revólver, cal. 32, marca não identificada, numeração 572732 , contendo 06 munições de mesmo calibre, sendo 04 deflagradas e 01 intacta foi apreendido.

Lafaiete Coutinho

Na zona rural do município de Lafaiete Coutinho, um indivíduo identificado por Mafran Souza Moura, reagiu à voz de prisão e fez disparos de arma de fogo, contra integrantes da Cipe e morreu no sábado (7). Durante a troca de tiros, Mafran foi alvejado, socorrido e levado ao Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, onde morreu por volta das 23h30 de sábado.

A unidade militar foi acionada para verificar a existência de quatro elementos que estavam portando armas de fogo a bordo de uma caminhonete. Um dos indivíduos reagiu à presença dos policiais enquanto os demais fugiram.  Com Mafran foram encontrados um revólver Taurus, Cal. 38, 5 cartuchos deflagrados e 1 intacto.

Mais da metade dos casos de feminicídio na Bahia seguem com suspeitos foragidos

/ Polícia

Ludmila Aragão e Adriele Souza foram assassinadas. Foto: G1

Primeiro dia de 2020, 7h30 da quarta-feira (1°) e o corpo da jovem Adriele Souza Ribeiro, de 21 anos, foi encontrado na Rua Castelo Branco, no Parque Verde 1, em Camaçari, região metropolitana de Salvador. Conforme a polícia, o suspeito de cometer o crime é o companheiro dela, Marcos Vinicius Morais Oliveira, que fugiu do local e permanece foragido mais de três meses depois do crime.

Quatro dias depois do corpo de Adriele ser achado, Tatiane da Silva Jesus, de 27 anos, foi morta a facadas, no município de São Gonçalo dos Campos, a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O suspeito de cometer o crime também é o ex-companheiro da vítima e ele segue foragido. Os casos de Adriele Ribeiro e Tatiane Jesus foram os primeiros registrados no estado pelo site G1 neste ano. Eles se assemelham a muitos outros noticiados quase todos os dias.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), sete casos de feminicídio foram registrados em janeiro deste ano. Dois deles aconteceram na região metropolitana de Salvador e os outros cinco em cidades do interior. Desses, ao menos quatro suspeitos seguem foragidos da Justiça.  A SSP ainda não divulgou os números do mês de fevereiro.

Sem respostas

Entre os casos de cidades do interior em janeiro estão os de Silvia Nunes Santos e Ludmila Aragão Campos. As duas foram mortas pelos companheiros, que estão foragidos. Silvia Santos, de 31 anos, morreu após ser esfaqueada dentro de casa em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O crime aconteceu no dia 26 de janeiro após uma discussão entre a vítima e o autor do crime, o companheiro dela, que fugiu do local.

No dia 30 de janeiro, Ludmila Aragão, de 41 anos, teve o corpo encontrado carbonizado dentro de um carro em São Sebastião do Passé, cidade da região metropolitana de Salvador. O suspeito de matar a empreendedora é o namorado dela, Charles Adamo Jesus de Araújo. Ele já teve prisão preventiva decretada pela Justiça e é considerado foragido. Helena Aragão, tia de Ludmila, conta que os dias após a morte da sobrinha têm sido difíceis. A família da vítima pede justiça. Ela foi sepultada na zona rural de Itaquara, no Vale do Jiquiriçá.

Na Bahia, 4 pessoas são presas em operação de combate ao tráfico internacional de armas

/ Polícia

PF cumpre mandados em Salvador. Foto: Júlio César Almeida/TV Bahia

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quinta-feira (5), 15 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva em quatro cidades da Bahia, durante a operação Gun Express, de combate ao tráfico internacional de armas de fogo.

De acordo com a polícia, foram expedidos 72 mandados em nove estados – 10 de prisão preventiva e 62 de busca e apreensão. A estimativa é de que o grupo remeteu e transportou, desde 2016, mais de 300 armas de fogo, investindo cerca de R$ 2 milhões na compra do armamento.

Na Bahia, foram cumpridos os mandados nas cidades de Salvador, Jacobina, no norte do estado, Camaçari e Lauro de Freitas, esses dois últimos municípios da região metropolitana de Salvador.

Além da Bahia, a operação ocorre nos estados do Paraná, Rio Grande do Norte, São Paulo, Paraíba, Sergipe, Santa Catarina, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

A Polícia Federal informou que a investigação que resultou na Operação Gun Express teve início em 2018, quando a Polícia Federal identificou que armas de fogo eram remetidas pelos Correios, escondidas dentro de equipamentos de treino para artes marciais, como aparadores de chute, luvas e caneleiras. As informações são do G1

Conhecida por Dona Maria, mulher apontada como maior traficante da Bahia é solta em Juazeiro

/ Polícia

Dona Maria, foi liberada do presídio. Foto: Reprodução/A Tarde

A mulher apontada pela polícia como sendo a maior traficante da Bahia foi solta por habeas corpus expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). As informações foram publicadas no site G1 nesta quarta-feira (4), e confirmadas pela defesa dela.

A decisão foi expedida pela Justiça no dia 11 de fevereiro e ela foi liberada do presídio de Juazeiro, norte no dia 12. Com a revogação da prisão preventiva, Jasiane Teixeira, mais conhecida como ”Dona Maria”, foi liberada do presídio sem usar tornozeleira eletrônica e sem a necessidade de prisão domiciliar.

Segundo a defesa, na decisão, o desembargador Lourival Almeida Trindade revogou a prisão preventiva de Jasiane, porque a prisão foi reconhecida como ilegal. Ainda na decisão, o desembargador escreveu “Mantença da custódia não justificada, com escoras, na concretude dos fatos. Desnecessidade da prisão cautelar. Ordem concedida”, o que significa dizer que não há provas concretas para manter Jasiane presa.

Jasiane é acusada pela polícia de envolvimento em mais de 100 mortes na região sudoeste do estado. Contra a suspeita, há também investigações por envolvimento com corrupção de menores, roubos, falsificações e tráfico de armas. Ela também foi condenada por envolvimento em morte de agente penitenciário.