Detido por não pagar pensão alimentícia, ex-jogador Edilson é transferido para presídio

/ Polícia

Edílson Capetinha é transferido para o presídio. Foto: TV Bahia
O ex-jogador de futebol Edílson, com passagens pelo Corinthians, Palmeiras e pela Seleção Brasileira, foi transferido nesta quinta-feira (17) para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. Conhecido como ”Capetinha”, o campeão mundial com a seleção brasileira em 2002 está preso desde a última terça-feira (15) por inadimplência no pagamento de pensão alimentícia a um de seus filhos. Ele estava anteriormente na sede da Polinter (Polícia Interestadual), também na capital baiana.Edilson e outros homens que também haviam sido detidos por problemas relacionados a pensão foram levados ao Centro de Observações Penais. A defesa do ex-jogador já entrou com petição de soltura e diz que falta apenas um comprovante de pagamento dos três últimos meses devidos por ele. ”O advogado, para atrasar e burlar, fez carga do processo só hoje [quinta-feira]. Eu não vou fazer acordo. A estratégia é pagar três meses, o que é praxe”, relatou Eduardo, sobrinho do ex-jogador e responsável pela defesa. O expediente já havia sido usado em 2016, quando Edilson também foi preso por ter deixado de pagar parcelas da pensão alimentícia. Aquela foi a segunda passagem de Edilson pela prisão por atraso no pagamento de pensão alimentícia. O ex-jogador foi preso em 2014 pelo mesmo motivo, e desde então tem questionado o valor estipulado — dez salários mínimos por mês. A dívida total já chegou a R$ 430 mil. Neste ano, em mandado expedido em maio, a 2ª Vara da Família, em Brasília (DF), diz que Edilson deixou de cumprir o acordo que havia feito anteriormente e acumulou novo débito. O valor é pouco superior a R$ 25 mil. Enquanto ainda estava na Polinter, Edilson recebeu também uma notificação do Tribunal Regional do Trabalho. O ex-jogador foi acionado por um músico que trabalhava com a cantora Kátia Guima, cujos shows eram comercializados pela ED10, empresa do Capetinha. Segundo o TRT, a ED10 contabiliza mais de 20 processos movidos por ex-funcionários e subcontratados. As dívidas trabalhistas, de acordo com o órgão, ultrapassam a marca de R$ 8 milhões —valor que o estafe de Edilson contesta. ”Realmente há ações trabalhistas”, admitiu Eduardo. ”Mas a notificação que ele recebeu nesta semana foge dessa demanda. Foi uma audiência de um músico que tenta localizar o Edilson há dois anos, mas o Edilson não era empresário da banda. Ele apenas comercializava os shows”, completou Eduardo.

Jovem é presa com quase 100 quilos de maconha escondidos embaixo de berço em casa

/ Polícia

Vanessa foi presa em Feira de Santana. Foto: Divulgação/SSP

Um jovem escondia maconha embaixo de um berço dentro da casa onde mora, na cidade de Feira de Santana e acabou sendo presa na noite desta quarta-feira (16) depois de flagrada pela polícia tentando entregar uma encomenda. Segundo a polícia, Vanessa Stefani Falcão, de 22 anos, estava sendo monitorada pelas equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE). Ela foi flagrada quando os investigadores perceberam a possibilidade de fuga da jovem, fizeram a abordagem e apreenderam com ela quase 100 quilos de maconha escondidos. Ainda segundo a polícia, uma pequena quantidade de cocaína foi encontrada com Vanessa. Quando os policiais civis foram até a casa da jovem, no bairro Jardim Cruzeiro, encontraram, embaixo de um berço, 33 tabletes de maconha. Em seguida, localizaram outros 50 tabletes dentro de um armário. Cada um pesando um quilo. De acordo com o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Marcelo Sansão, a jovem faz parte de uma quadrilha que é investigada pela polícia em Feira de Santana.

Polícia Civil prende em Jitaúna homem foragido suspeito de integrar o Bonde do Maluco

/ Polícia

Policiais detiveram Ronaldinho em Jitaúna. Foto: 9ª Coorpin

Um foragido da Justiça foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Civil na cidade de Jitaúna, no Médio Rio de Contas e encaminhado a sede da 9ª Coorpin, em Jequié. Reinaldo Souza Oliveira, o Ronaldinho, é acusado de crime de associação ao tráfico de drogas e, segundo a polícia, ele é suspeito de integrar a facção criminosa BDM, que atua na Região Metropolitana de Salvador. Segundo o delegado Ivan Lessa, contra Reinaldo, havia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Camaçari, para onde o preso deve ser encaminhado.

Poções: Presos fazem rebelião por melhor alimentação e condições de higiene na delegacia

/ Polícia

Situação foi contornada pela Cipe. Foto: Blog do Jeferson Almeida

Detentos que estão custodiados na delegacia da cidade de Poções, realizaram uma rebelião na tarde desta quarta-feira (16). Segundo informações da polícia, publicadas no site G1, os presos reivindicavam melhorias na higiene da cela e melhora da comida oferecida no local. A rebelião começou por volta das 14h e terminou por volta das 18h40. Ainda de acordo com a polícia, eles fizeram reféns dois colegas de cela: um que teria estuprado uma garota e outro que segundo eles é ”dedo duro”. Para encerrar a rebelião, a polícia acordou com os detentos que eles serão transferidos para presídios de Jequié e Vitória da Conquista. Com os custodiados, a polícia apreendeu 12 celulares e maconha.

IML demorou cerca de 30 horas para remover corpo de jovem e revoltou família na zona rural

/ Polícia

Corpo de Joabe Lima foi removido às 15h. Foto: Leitor BMF

O Instituto Médico Legal de Valença demorou cerca de 30 horas remover o corpo do jovem assassinado na localidade de Bazuá, na zona rural, entre os municípios de Itaquara e Wenceslau Guimarães. Conforme antecipado pelo Blog Marcos Frahm, o corpo de Joabe Lima Souza, de 24 anos, foi encontrado com perfuração de arma de fogo na manhã de segunda-feira (7/8), e permanecia no local 24 horas depois, contudo, moradores disseram ouviram tiros que alvejaram a vítima as 19h de domingo. Inconformada com a morosidade da polícia em relação ao caso, a família denunciou o caso na imprensa e, após publicação no Blog Marcos Frahm, o Departamento de Polícia Técnica da cidade de Jequié, há 90 KM do local, informou que o crime ocorreu numa área de jurisprudência do DPT de Valença, no Baixo Sul baiano, que atende a região. A mãe do jovem só arredou o pé do local depois da remoção, que só aconteceu por volta das 15h, quando um veículo – rabecão do IML de Valença chegou com uma equipe de peritos para realização do levantamento cadavérico. A família desmente as informações de que Joabe seria um dos suspeitos de crime de latrocínio contra o jovem Fábio Souza, também de 24 anos, que reagiu a assalto e foi morto a tiros na semana passada, na localidade de Rio Vermelho, na mesma região. As informações nas redes sociais, divulgadas não pela polícia, mas sim por populares dizem ser Joabe um dos autores, mas os familiares rechaçam e dizem que o rapaz trabalhava em uma fazenda e que teve passagem pela polícia por agressão a uma mulher, tendo inclusive já respondido pelo cometimento. Porém, os parentes revelam que Joabe Lima Souza vinha sofrendo ameaça de morte. A autoria do assassinato é desconhecida. O sepultamento deve acontecer na tarde desta quarta-feira.

Mulher é presa na BR-116 após ser flagrada com droga escondida em barriga de gravidez falsa

/ Polícia

Falsa grávida foi presa pela PRF. Foto: Divulgação/polícia

Uma mulher de 30 anos, que se fingiu de grávida, foi flagrada e presa, na noite desta segunda-feira (7), com droga escondida em barriga falsa. O caso aconteceu em Vitória da Conquista, sudoeste baiano. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a mulher fingiu estar grávida para transportar cerca de 1,5 kg de cocaína em um ônibus. Ainda de acordo a PRF, ela tinha dois mandados de prisão em aberto por roubo, no Rio Grande do Norte. Conforme a PRF, policiais rodoviários estavam realizando uma operação de rotina quando encontraram a droga com a suspeita em abordaram ao veículo em que ela viajava. Ao ser questionada por agentes, segundo a polícia, a mulher afirmou que estaria levando a droga para cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, e que receberia dinheiro em troca do transporte. A suspeita foi encaminhada para o Presídio de Vitória da Conquista, onde está à disposição da Justiça. A suspeita tem uma filha, que estava com ela no momento em que foi apreendida. A menina foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Família aguarda IML por mais de 24 horas para remover corpo de jovem morto na zona rural

/ Polícia

Mãe chora a perda do filho. Foto: Leitor do Blog Marcos Frahm

Os familiares de Joabe Lima Souza, de 24 anos, encontrado morto com perfuração de arma de fogo na manhã de ontem, na localidade de Bazuá, área rural entre os municípios de Itaquara e Wenceslau Guimarães, não sabem mais o que fazer. Por telefone, familiares entraram em contato com o Blog Marcos Frahm, nesta terça-feira (8/8) e contaram que aguardam desde as primeiras horas da manhã de segunda-feira a remoção do corpo do jovem, que foi alvejado com tiros de espingarda e faleceu no local. Revoltados com a morosidade da polícia em relação ao caso, os parentes fazem apelo para publicação do assunto, informando que a mãe de Joabe, Marisa de Jesus Lima, inconforma, não sai de perto do cadáver e rechaçou as informações que circulam nas redes sociais de que Joabe era suspeito de ter cometido crime de latrocínio na semana passada [relembre aqui] contra um trabalhador rural, Fábio Souza, também de 24 anos, no povoado de Rio Vermelho, na divisa entre Wenceslau e Jaguaquara. Familiares contam que Joabe não teve participação no latrocínio, que estava trabalhando em uma fazenda da área e que á teve passagem pela polícia por agressão a uma mulher e que vinha sofrendo ameaças de morte. Ainda não há informações sobre a autoria da morte do jovem, cujo corpo permanecia no local até as 11h25, momento em que esta nota foi publicada. A redação entrou em contato com o Departamento de Polícia Técnica de Jequié, que fica há 90 km de local, e a informação repassada é de que o crime ocorreu numa área de jurisprudência do DPT de Valença, e que estaria acionando a 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, da região do Baixo Sul, para o deslocamento.  Ainda conforme informações, o cadáver já está exalando mau cheiro.

Jovem que matou avó e se jogou de prédio em Salvador não lembra do crime, diz delegadas

/ Polícia

Delegadas comentam crime na capital baiana. Foto: Diego Vieira

O jovem de 20 anos que matou a avó, feriu o companheiro dela e depois se jogou do 4º andar de um prédio no bairro de Patamares, em Salvador (BA), disse à polícia que não se lembra do que ocorreu no dia do crime. O caso aconteceu na noite de sábado (5). Kayure Delano de Vasconcelos Bezerra Filho afirmou em depoimento que só se deu conta de que algo tinha ocorrido quando se viu caído sobre uma vegetação que fica no entorno do prédio onde morava. Inicialmente, a informação era de que o homem era avô do suspeito. A polícia confirmou nesta segunda-feira (7) que ele não tinha laços sanguíneos com o jovem, mas criava Kayure como neto. ”Ele deduz que pulou, porque estava lá embaixo machucado. Quando se jogou, a queda foi amortecida por uma vegetação. Ele poderia estar morto”, disse a delegada Marta Rodrigues Menezes de Aguiar, coordenadora da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), em entrevista coletiva nesta segunda. Segundo a delegada, Kayure teve a prisão preventiva decretada e foi encaminhado para o Centro de Observação Penal (COP), na Mata Escura, nesta segunda. A polícia trabalha com a suspeita de que o jovem tenha tido um surto psicótico. Segundo a delegada Milena Cálmon, que é titular da 1ª DH/Atlântico, será apurada a origem desse surto. ”Se foi em decorrência de drogas ou problemas mentais”, afirmou. Segundo as delegadas, o jovem usou uma faca e um martelo para matar a avó, identificada como Rosana Maria de Vasconcelos Moreira Lima, enquanto ela dormia. O companheiro dela, Francisco Moreira Lima Filho, de 48 anos, foi agredido quando tentou socorrê-la.  O homem foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) e depois transferido para o Hospital Português. O estado de saúde dele é grave. Kayure foi levado para o Hospital Menandro de Faria após a queda, e em seguida encaminhado para o Núcleo de Prisão em Flagrante da região do Iguatemi.

Mulher que mandou matar amiga em academia de Lauro de Freitas pediu para ouvir os tiros

/ Polícia

Fernanda mandou matar Jumaria. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A dona de casa Fernanda dos Santos Alves, 37 anos, que confessou ter mandado matar a própria amiga, Jumaria dos Santos Barbosa, 41, pediu para ouvir os tiros dados contra a vítima. Segundo a polícia, Fernanda contou que o assassino, antes de executar a mulher dentro de uma academia, em Lauro de Freitas, ligou para a mandante para confirmar se a vítima tinha uma borboleta tatuada no braço. Ela aproveitou e pediu para ele não desligar, para poder ouvir os disparos. Jumaria foi morta com quatro tiros, na nuca, no pescoço e na cabeça, no dia 12 de abril deste ano. Fernanda conheceu a amiga em outubro do ano passado e suspeitava que ela tivesse feito um ‘trabalho espiritual’ para separá-la do marido. Ela pagou R$ 500 pelo assassinato. A dona de casa confessou o crime e foi apresentada nesta segunda-feira (7), na sede da Polícia Civil, no bairro da Piedade, em Salvador.  Segundo o titular da 23ª Delegacia (Lauro de Freitas), Joelson Reis, Fernanda já estava separada do marido, que é empresário e mora em São Paulo. O casal ficou junto por cerca de 15 anos e tem dois filhos, de 13 e 7 anos. No ano passado, o relacionamento terminou, mas eles ainda tinham recaídas. Ela viajava para vê-lo e ele ficava com ela toda vez que vinha para Salvador.  “Em outubro, ela e Jumaria se encontraram no aniversário de uma amiga que tinham em comum. Foi lá que elas se conheceram. Fernanda soube que Jumaria jogava tarô e fazia trabalhos espirituais e pediu que ela fizesse um para reaproximá-la do ex-marido”, contou o delegado. No começo de 2017, a dona de casa disse para a polícia que foi ver o marido, e o encontro foi conturbado. Ele estava frio e os dois tiveram desentendimentos. Quando ela retornou para Salvador soube, através de outra amiga, que Jumaria teria feito um trabalho espiritual contrário, ou seja, para separá-la do marido. Fernanda, então, começou a planejar o crime. Cinco dias antes de Jumaria ser morta, Fernanda e um dos empregados dela, Gilmário Carneiro dos Santos, conhecido como Guerreiro, foram até a casa do meio-irmão dela, em Dias D’Ávila, também na Região Metropolitana de Salvador. Rakmus Varjão Pereira Alves e a esposa dele, Taís Santos Ferreira, receberam os dois e convidaram um amigo, Diego Silva dos Santos, para planejar o assassinato. Um dia antes do crime, Fernanda estava em um bar com alguns amigos, em Salvador, quando recebeu diversos telefonemas. Do outro lado da linha estavam os comparsas. Uma testemunha contou para a polícia que ela levantou da mesa para atender às chamadas, mas que em um dos momentos ativou a função viva-voz do celular, sem querer, e a testemunha conseguiu ouvir parte da conversa. Essa informação ajudou a polícia na investigação. As informações são do Correio

Brejões: Criminosos explodem Banco do Brasil, incendeiam carro e fogem sem levar dinheiro

/ Polícia

Bandidos roubaram carro e incendiaram. Foto: Blog Marcos Frahm

Bandidos explodiram na madrugada deste domingo (6) a agência do Banco do Brasil da cidade de Brejões, no Vale do Jiquiriçá. A cidade foi tomada de assalto por homens armados a bordo de carros de placas não anotadas, por volta das 03h, quando moradores ouviram estampidos de explosões no prédio da instituição financeira, que fica na Praça Manoel Vitorino. Porém, a ação dos criminosos foi frustrada. A Polícia Militar através da 3ª Cida de Jaguaquara, que foi acionada e enviou reforço ao município informou que o bando não conseguiu levar dinheiro das baterias de auto-acendimento da agência. Os criminosos, após ataque ao BB se dirigiram ao Banco Bradesco, localizado na mesma área central da cidade, mas não obtiveram êxito na ação.

Agência do Banco do Brasil foi explodida na área interna do prédio

Um automóvel foi tomado de assalto e incendiado e uma das vias de acesso a Brejões, para facilitar a fuga e dificultar incursões policiais. Policiais do 19º BPM realizam diligências, mas até o fechamento desta matéria, ninguém havia sido identificado ou preso. Ataques a bancos do município viram rotina de violência, terror e prejuízo e os moradores dizem perder as contas de quantas vezes a cidade foi tomada por quadrilhas de assalto a bancos.

Maracás: Polícia Militar prende motociclista suspeito de cultivar maconha no quintal de casa

/ Polícia

Maconha foi apresentada na Delegacia. Foto: Divulgação/PM

Um motociclista foi preso por volta das 20h, em Maracás, sob suspeita de cultivo de maconha no quintal de sua residência. De acordo com a Polícia Militar local, a guarnição, ao se deparar com uma motocicleta com os faróis apagados, trafegando pela Rua Marcionílio Souza, interceptou o veículo e realizou busca pessoal no condutor, tendo encontrado com o mesmo uma quantidade de substância análoga a cocaína. De acordo com informações da PM, os policiais foram a um local indicado pelo suspeito, encontrando pés de maconha, que foram apreendidos e apresentados juntamente com o motociclista, na Delegacia Territorial de Maracás.

Ex-candidato a vereador é preso suspeito de cobrar até R$ 1,5 mil para viabilizar carteiras de habilitação

/ Polícia

Suspeito foi preso em Itamaraju. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um ex-candidato a vereador do município de Itamaraju, no sul da Bahia, foi preso suspeito de aplicar vários golpes em moradores da região. De acordo com a Polícia Civil, mais de 40 pessoas já relataram ter sido vítimas do homem, que nega as acusações. Conforme publicação do G1, Diaime Cerqueira Rocha, de 32 anos, foi preso quando saía da prefeitura da cidade, na quinta-feira (4). De acordo com o delegado Bruno Ferrari, que apura o caso, um dos golpes aplicados pelo suspeito era cobrar dinheiro das pessoas com a promessa de oferecer facilidade para a emissão de carteiras de habilitação junto ao departamento de trânsito do município. ”Ele se aproximava das pessoas e oferecia facilidades junto ao Ciretran para retirada de CNH. Geralmente, se aproveitava de pessoas com menos estudo, que não sabem ao certo como funciona o procedimento”, destacou o delegado. Conforme a polícia, o ex-candidato a vereador chegava a cobrar até R$ 1,5 mil das pessoas pelo serviço. ”Eram valores diversos. Variava de R$ 800 a até R$ 1,5 mil, mas as pessoas nunca conseguiam ter acesso às carteiras de habilitação e, somente depois disso, é que percebiam que tinha caído no golpe”, disse o delegado. A polícia também informou que outros golpes eram praticados pelo suspeito. ”Conforme relato das vítimas, ele também conseguia dinheiro das pessoas com a promessa de venda de consórcio. Além disso, outra vítima relatou que ele teria pegado um carro dela para vender e que, depois disso, não a repassou o dinheiro”. A polícia também informou que outros golpes eram praticados pelo suspeito. ”Conforme relato das vítimas, ele também conseguia dinheiro das pessoas com a promessa de venda de consórcio. Além disso, outra vítima relatou que ele teria pegado um carro dela para vender e que, depois disso, não a repassou o dinheiro”.  Diaime Cerqueira teve a prisão preventiva decretada após as denúncias. Ele já era alvo de um inquérito aberto pela delegacia da cidade de Jucuruçu, também no sul da Bahia. ”Ele disse, ao ser preso saindo da prefeitura de Itamaraju, que tem uma empresa de construção civil e que estava no local tentando participar de uma licitação. Sobre todas essas acusações, ele nega. Diz que não é bem assim e que vai esclarecer tudo. No entanto, optamos por abrir mais um inquérito para investigar sobre os crimes cometidos também em Itamaraju”, disse o delegado.

Polícia Federal determina afastamento de prefeito baiano por desvio de mais de R$ 6 milhões

/ Polícia

Wekisley é prefeito de Encruzilhada. Foto: Blog do Anderson

A Polícia Federal notificou nesta sexta-feira (4) o Presidente da Câmara de Vereadores do município de Encruzilhada, no Centro-Sul do estado, pedindo o afastamento do prefeito da cidade, Wekisley Teixeira Silva (PMDB), conhecido como Dr. Lei, e de um servidor público da área de saúde por tempo indeterminado. Eles devem ser afastados imediatamente sob pena de responsabilização civil e criminal. O prefeito e o servidor foram afastados com base no artigo 17-D da Lei de Lavagem de Dinheiro. No entendimento da PF, a medida era necessária para comprovar que ambos cometeram crimes de responsabilidade, fraude a licitação, lavagem de dinheiro, e por, supostamente, serem integrantes de organização criminosa que está sendo investigada. Dr. Lei é investigado pelo desvio de recursos públicos de uma cooperativa da área de saúde que atuava em diversos municípios da região sudoeste da Bahia. De acordo com os dados levantados pela PF, a organização criminosa teria lavado, pelo menos, R$ 6.232.407,00 entre 2013 e 2014.

Polícia Militar apreende em Maracás, em tempo recorde, caminhão roubado na BR-324

/ Polícia

Veículo Mercedes Benz é recuperado. Foto: Divulgação/93ªCPMI

Um caminhão roubado foi apreendido pela Companhia Independente da Polícia Militar de Maracás, por volta das 05h20 da manhã desta sexta-feira (4), após a 93ª CPMI receber informações de que um veículo Mercedes Benz de cor vermelha, com placa policial OZR-0584, de Jacobina/BA teria sido roubado na Rodovia BR-324 e que pelas informações do rastreador estaria passando por Maracás. Os policiais montaram barreira e conseguiram interceptar o caminhão na Rodovia BA-026, na localidade de Pé de Serra.  O motorista, Claudionato Frances Mendes Meira, foi preso e encaminhado com o veículo para a Delegacia Territorial de Maracás.