Novos diálogos da Lava Jato mostram que PF registrou depoimento de testemunha que não foi ouvida

/ Polícia

Em diálogo enviado pela defesa do ex-presidente Lula ao STF hoje (22), procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato de Curitiba afirmaram que uma delegada da Polícia Federal lavrou o termo de depoimento de uma testemunha sem que ela tivesse sido ouvida. A informação é da coluna da Mônica Bergamo, no jornal Folha de S. Paulo.

“Como expõe a Erika: ela entendeu que era pedido nosso e lavrou termo de depoimento como se tivesse ouvido o cara, com escrivão e tudo, quando não ouviu nada. DPFs [delegado da polícia federal] são facilmente expostos a problemas administrativos”, afirmou Deltan Dallagnol em uma conversa por mensagens com o procurador Orlando Martello Júnior.

O diálogo faz parte das mensagens interceptadas ilegalmente por um hacker que invadiu os telefones celulares de autoridades. O material foi recolhido pela Operação Spoofing, que investiga a invasão dos aparelhos, e disponibilizado, com autorização do STF, para a defesa do ex-presidente

Vinte e três pessoas foram autuadas por descumprimento ao ”toque de recolher”

/ Polícia

Polícia faz cumprir o toque de recolher. Foto: Alberto Maraux / SSP

Vinte e três pessoas foram autuadas por desrespeito ao toque de recolher, na Bahia, no segundo dia de cumprimento do decreto estadual. Os flagrantes aconteceram em Salvador, na Região Metropolitana e em cidades do interior do estado.

Entre 22h de sábado (20) e 5h de domingo (21), uma pessoa foi conduzida e autuada, em Salvador. Outro infrator foi localizado no bairro de Itinga, na cidade de Lauro de Freitas.

As outras autuações aconteceram nos municípios de Jequié, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Juazeiro, Tanhaçu, Itapé, Camacan, Muniz Ferreira, Presidente Dutra, Itacaré, Barra da Estiva e Brumado.

Doze pessoas são autuadas em Ipiaú e outras no primeiro dia do toque de recolher

/ Polícia

Polícia faz cumprir toque de recolher. Fotos: Divulgação/Polícia Civil

O primeiro dia de toque de recolher na Bahia teve doze pessoas autuadas pela Polícia Civil por desobedecer as ordens do governador da Bahia, Rui Costa (PT).

Os flagrantes de desobediência ao decreto estadual aconteceram entre 22h e 5h, em sete cidades do interior da Bahia.

As conduções dos infratores ocorreram nas cidades de Santo Amaro, Ipiaú, Anagé, Ruy Barbosa, Serrinha, Itabuna e Teixeira de Freitas.

Os 12 foram autuados nos artigos 268 (Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 330 (Desobedecer a ordem legal de funcionário público).

Segundo a gestão estadual, os flagranteados, após depoimentos e assinaturas de termos circunstanciados, estão à disposição da Justiça para aplicações de sanções.

Ipiaú: Corpo de foragido da justiça é encontrado em avançado estado de decomposição na BR-330

/ Polícia

Homem de 50 anos era foragido da Justiça. Foto: Giro em Ipiaú

O corpo de um homem, encontrado na noite da última terça-feira (16) às margens da BR 330, nas proximidades do vilarejo Passa com Jeito, no município de Ipiaú, foi identificado. Segundo a Polícia Civil, trata-se de Olímpio Santos, 50 anos, natural de Gandu. Segundo o Site Giro Ipiaú, a Polícia Civil informou que o corpo, já em avançado estado de decomposição, estava dentro de uma rede instalada embaixo de uma árvore.

”Após ser encaminhado o corpo para o DPT, sendo realizado o exame de necropsia, foi constado que o mesmo apresentava uma perfuração de projétil de arma de fogo na região do crânio”, informou o delegado Rodrigo Fernando. Ainda de acordo com a autoridade policial, foi instaurado um inquérito e as investigações foram iniciadas para identificar o autor e a motivação do crime.

Ainda de acordo com informações do Giro, o delegado disse que o homem era foragido da justiça. ”A equipe da Polícia Civil descobriu que a vítima possuía uma condenação por crime de estupro de vulnerável, com pena de 09 anos e 04 meses, decisão proferida pela Vara Crime de Gandu em 14 de março de 2013, motivo pelo qual, o mesmo se encontrava foragido da Justiça. No local, também foi encontrada uma motocicleta, com placa de São Paulo, a qual vai ser verificada sua procedência”, completou Rodrigo Fernando.

Polícia Militar direciona esforços para cumprimento do decreto que impõe o toque de recolher

/ Polícia

Major da PM/Bahia, Flávia Barreto. Foto: Mateus Pereira

O decreto que estabelece o toque de recolher em 343 cidades baianas por sete dias, das 22h às 5h, começa a valer nesta sexta-feira (19). No período, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) irá direcionar os esforços da tropa para que as medidas previstas no decreto sejam cumpridas pela população. A ação adotada pelo Governo do Estado, em parceria com as prefeituras, pretende conter o avanço do novo coronavírus no território baiano.

Até o próximo dia 25 de fevereiro, a circulação de pessoas nas ruas será restrita, e os estabelecimentos de serviços não essenciais deverão encerrar as suas atividades até as 21h30 para garantir o retorno dos funcionários às suas residências. Locais comerciais como shoppings, bares e restaurantes, além de lojas de conveniência em postos de combustível, deverão estar fechados e vazios às 22h.

Para garantir que o decreto será cumprido, a Polícia Militar colocará o efetivo nas ruas juntamente com outros órgãos das administrações municipais. A porta-voz da PMBA, major Flávia Barreto, ressalta que o esforço conjunto é para preservar vidas.

”A Polícia Militar, em conjunto com os poderes municipais, vai fiscalizar os estabelecimentos comerciais que tenham venda de bebida alcoólica. A partir das 21h30, esses estabelecimentos devem começar a encerrar suas atividades para que, às 22h, as pessoas já não estejam presentes nesses locais, inclusive os trabalhadores. A exemplo de Salvador, esses trabalhadores terão até 22h30 para circular no transporte público. A fiscalização é para que as pessoas se desloquem para suas residências no horário previsto e não aglomerem ou estejam circulando nas ruas após as 22h”, afirma a porta-voz da PMBA.

Ainda de acordo com a major, o principal objetivo da PM não é prender as pessoas. ”Esta é uma ação para preservar a saúde, e estamos orientando desde já para que as pessoas não permaneçam na rua. Caso encontremos pessoas descumprindo o que está estabelecido, aí sim iremos conduzir para a delegacia porque estarão cometendo dois crimes previstos no decreto, que são de desobediência e o crime contra a saúde pública. Essa condução apenas será feita se as pessoas insistirem em permanecer nas ruas aglomerando. Quem estiver se deslocando para suas residências ou à procura de serviços essenciais, como farmácias e hospitais, poderá circular normalmente. Tudo será analisado e, com muito bom senso, iremos permitir ou não a circulação das pessoas” esclarece.

A Polícia Militar também disponibiliza os canais de comunicação oficiais para a denúncia de aglomerações sejam em vias públicas ou privadas. Na capital, a denúncia pode ser feita pelo 190 ou (71) 3235-0000 e, no interior do estado, por meio do 181. A denúncia é realizada de forma anônima, e a viatura mais próxima será deslocada para o local.

”Temos certeza que essa parceria da comunidade com a PM fará a diferença porque nós somos uma só força, não só a força pública do estado, mas a força da união das comunidades conosco a serviço dos cidadãos baianos”, destaca a major Flávia Barreto.

Esposa Gracyanne Barbosa sai em defesa do cantor Belo após prisão: ”Precisamos trabalhar”

/ Polícia

Belo foi preso por fazer show clandestino em escola. Foto: G1/Globo

A esposa do cantor Belo, Gracyanne Barbosa, saiu em defesa do marido após ele ser preso na tarde desta quarta-feira (17) por realizar um show clandestino em uma escola no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, no último final de semana, em meio à pandemia do novo coronavírus.

Em uma série de publicações nas redes sociais, a musa fitness lamentou a prisão do marido que, de acordo com ela, ”tem feito a parte dele”. No entanto, apesar da situação vivida pelo país durante a pandemia as contas não param de chegar.

”Estamos nos virando para nos adequar às novas normas. Não existe vilão, nem mocinho. Seria maravilhoso e ideal se pudéssemos ficar todos trancados em casa. […] Mas como pagamos nossas contas? Precisamos sair para trabalhar. O Brasil já voltou a trabalhar. Na realidade, muitos nem puderam parar”, afirmou.

Ainda de acordo com Gracyanne, Belo já foi infectado pelo novo coronavírus e realiza shows seguindo todas as medidas de prevenção contra a doença. A modelo afirma ainda que por eles dois possuírem parentes que integram o grupo de risco, o cantor tem ”cuidado redobrado para não trazer uma reinfecção ou uma variante” para casa. ”Precisamos trabalhar por nós, nossa família e várias famílias que dependem desse trabalho”, completou.

Apreensões de cocaína aumentam 46% na Bahia em 2020, aponta Polícia Rodoviária Federal

/ Polícia

Em 2020, 13 toneladas de drogas foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia. Os números, apresentados entre janeiro e dezembro do ano passado, registram um aumento de 46% no volume de cocaína apreendido (1,9 toneladas), quando comparado ao mesmo período de 2019 (1,3 toneladas).

Segundo a PRF, a maioria apreendida foi de pasta base ou cloridrato de cocaína, que em razão do grau de pureza tem um valor mais alto no varejo. Esse tipo de droga pode também ser convertida em pó.

Maconha

A maior apreensão de maconha na Bahia foi registrada em 26 de julho, em trecho de Feira de Santana. Na carroceria de um caminhão, escondidos em meio a carga de farinha de trigo, foram encontrados diversos fardos de maconha, que após pesagem totalizou 5.805 Kg (cinco mil, oitocentos e cinco quilos) da droga.

As ações também resultaram na erradicação de um cultivo ilícito de maconha. 1,5 mil pés da erva foram encontrados em uma roça da zona rural de Belmonte, no extremo sul baiano.

A PRF também destaca a apreensão recorde de 19.727 comprimidos de ecstasy. Os números apresentam uma quantidade 19 mil vezes maior quando comparado a 2019. Em uma única ocorrência, na BR 116, em Vitória da Conquista, registrada em 22 de dezembro, uma equipe da PRF localizou dentro de um ônibus de passageiros uma mala com 14 mil comprimidos da droga.

Ainda foram apreendidos 111 quilos de crack; 49 pontos de LSD; 4,1 quilos de haxixe e 35 quilos de skunk, conhecida como a ”supermaconha”.

Em 2020, as principais ocorrências registradas na Bahia aconteceram em trechos da BR 116 (Feira de Santana, Jequié e Vitória da Conquista); BR 324 (Simões Filho); BR 242 (Barreiras e Seabra); BR 407 (Senhor do Bonfim).

Quem é o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL), preso pelo STF após ataques à Corte?

/ Polícia

Daniel Silveira foi preso pela Polícia Federal. Foto: Reprodução
O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), expediu na noite desta terça uma ordem de prisão por flagrante delito contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que mais cedo divulgou um vídeo com ataques a ministros da Corte — em especial, Edson Fachin, Gilmar Mendes e o próprio Moraes.

Preso em flagrante pela Polícia Federal, após publicar vídeo de ameaças ao STF, o deputado se descreve em seu perfil no Twitter como ”policial militar, conservador, bacharelando em Direito, deputado federal, totalmente parcial e ideológico”.

Hoje com 38 anos, Silveira tomou posse na Câmara em 2019, em seu primeiro mandato, dividindo a legislatura com curso de direito na Universidade Estácio de Sá. Além de policial militar, o deputado também é professor de muay thay. Foi eleito nas eleições de 2018 como deputado federal pelo Rio com 31.789 votos.

Durante a campanha, em 2018, ele protagonizou um dos episódios de maior repercussão de sua trajetória, quando, durante um comício ao lado do hoje governador afastado Wilson Witzel (PSC-RJ) e do hoje deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL-RJ), quebrou uma placa com o nome da vereadora Marielle Franco, assassinada meses antes.

‘Vistoria’ no Colégio Pedro II

Também na companhia de Amorim, em outubro de 2019, quando os dois já exerciam seus cargos públicos, Silveira entrou sem avisar no tradicional colégio federal Pedro II para uma ”vistoria” no que chamou de ”Cruzada pela Educação”, alegando que denunciaria materiais com conotação política em ambiente escolar. Na época, a reitoria da unidade chamou a Polícia Federal, pois os deputados não tinham autorização para entrar no local.

Troca de cuspes em universidade

Em dezembro de 2019, Daniel Silveira se envolveu em uma discussão com uma mulher na Universidade Estácio de Sá, em Petrópolis, onde estuda Direito. Na ocasião, foi divulgado vídeo no qual os dois trocam cusparadas. O político pergunta se a mulher pertence ao Psol e se refere à legenda como ”partido de maconheiros, vagabundo e narcoterrorista”.

Ameaça de tiros em manifestantes

Em maio de 2020, Silveira divulgou vídeo com ameaças a manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na ocasião, indo para uma manifestação no Rio de Janeiro com apoiadores do governo federal.

”Vocês vão pegar um ‘polícia’ zangado no meio da multidão, vão tomar um no meio da caixa do peito, e vão chamar a gente de truculento”, disse Silveira na gravação. ”Eu estou torcendo para isso. Quem sabe não seja eu o sortudo.”

Diretor do Conjunto Penal de Jequié, Capitão João Henrique é promovido ao posto de Major PM

/ Polícia

Agora é Major João Henrique

O Diretor do Conjunto Penal de Jequié, oficial da Polícia Militar da Bahia, Capitão João Henrique Rebouças da Cruz foi promovido ao posto de Major da instituição, pelo critério de merecimento.

O decreto que promove João Henrique e outros oficias da PM foi assinado pelo governador Rui Costa e publicado no Diário Oficial do Estado, na edição de hoje, terça-feira (16). O agora Major comanda o Presídio da Cidade Sol desde agosto de 2017.

Jovem de 18 anos é morta e amiga fica ferida após serem baleadas em carro de transporte por app

/ Polícia

Carro foi perseguido e alvejado por criminosos. Foto: Reprodução

Uma jovem de 18 anos morreu e a outra, de 19, ficou ferida após serem atingidas por tiros durante uma tentativa de assalto, na madrugada desta segunda-feira (15), enquanto voltavam para casa em um carro de transporte por aplicativo. Inicialmente, a Polícia Civil informou que as duas vítimas eram irmãs. Depois, corrigiu a informação, afirmando que elas eram amigas e que retornavam de uma festa na companhia de outras duas mulheres.

O caso aconteceu na Av. Juracy Magalhães, altura do vale das Pedrinhas, em Salvador.

Segundo a Polícia Militar (PM), por volta das 3h40 desta segunda, uma equipe da 40ª CIPM foi acionada para verificar uma tentativa de roubo a um veículo de transporte por aplicativo na avenida Juracy Magalhães.

No local, os policiais militares apuraram que o veículo transportava as quatro jovens que deram início a uma corrida no bairro da Vitória, após saírem de uma festa entre amigos.

As garotas teriam como destino o Horto Florestal. Contudo, ao chegar na Av. Juracy Magalhães, nas imediações de uma instituição de serviço social, uma das jovens pediu para parar o automóvel, pois não estava se sentindo bem. Nesse momento, elas foram abordadas por homens armados, que tentaram roubá-las e efetuaram os disparos de arma de fogo.

Carro foi perseguido a atingido à bala; um dos pneus estourou

Os tiros atingiram Fernanda Secundes de Oliveira, de 18 anos, e a amiga, de 19. Fernanda foi encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu. Já a amiga dela foi levada para o Hospital Aliança. Ela foi atingida na região do ombro, passou por exames médicos e não corre risco de morte.

Informações colhidas no local do crime apontam que, após a abordagem dos bandidos, o motorista teria acelerado com o carro. A polícia não informou se os bandidos levaram alguma coisa das passageiras ou do motorista.

O carro tem uma marca de tiro na parte traseira e um dos pneus foi furado na ação. Até a manhã desta segunda-feira, o veículo estava no local do crime, que foi isolado por agentes da Polícia Civil enquanto aguardava a chegada da perícia.

Ainda segundo a PM, guarnições fizeram rondas por toda a região para localizar os criminosos, mas nenhum suspeito foi encontrado. Em nota, a Polícia Civil informou que o crime está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios/Atlântico. Com informações do G1

Cão farejador encontra crack e cocaína em bagagem de passageira de ônibus na BR-116, em Conquista

/ Polícia

Cinco quilos de crack e dois quilos de cocaína foram apreendidos na manhã desta segunda-feira (15) na BR-116, em Vitória da Conquista, durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Durante a operação de rotina, os policiais pararam um ônibus de turismo na altura do KM 830. A equipe subiu no veículo e conversou com ocupantes, decidindo aprofundar as fiscalizações. O cão farejador K9 Kaleo foi levado até lá e sinalizou que dentro de uma mala havia drogas. Na revista, os agentes encontraram os tabletes de crack e cocaína.

A partir daí, os policiais foram identificar o responsável pela mala, que era uma mulher. Ela contou que recebeu a bagagem na rodoviária de São Paulo e levaria até Feira de Santana. Para isso, receberia R$ 1,5 mil.

A passageira recebe voz de prisão em flagrante e foi encaminhada para Delegacia de Polícia Judiciária. Ela vai responder por tráfico de drogas.

Totalmente on-line, PRF realizará mais um leilão com quase 1.500 veículos recolhidos na Bahia

/ Polícia

Com lances mínimos entre 50 e 21.200 reais, a Polícia Rodoviária Federal na Bahia, realizará mais um leilão de veículos, classificados como documentáveis, conservados ou como sucatas, que foram retidos nas unidades da PRF BA localizadas em Simões Filho, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus e Humildes.

As ofertas ocorrerão, somente, na modalidade on-line (internet) a partir das 09h do dia 24 de fevereiro e se encerrará às 15h do dia 26/02/2021, através do site (https://www.batistaregisleiloes.com.br).

Dentre os 1.340 veículos que serão leiloados, muitos têm condições de rodar e poderão ser adquiridos por pessoas físicas ou jurídicas.

Já os classificados como sucatas (reaproveitamento de peças e partes metálicas) só poderão participar pessoas jurídicas que deverão ter registro válido de empresa de desmontagem perante o órgão executivo de trânsito do Estado ou Distrito Federal em que atuar.

O lote mais caro do leilão é uma caminhonete S10, ano 2010, na cor prata, com lance mínimo de 21.200 reais. Já o segundo mais caro trata-se de um Hyunday Veloster, ano 2011, cor preta, que tem lance inicial de R$ 17.890,40.

O edital 2/2021 do tipo maior lance ofertado, visa arrematação de veículos retidos, abandonados, removidos ou recolhidos a qualquer título, que se encontram nos pátios administrados pela Regional do estado da Bahia.

Conforme o artigo 328 do Código de Trânsito, o veículo recolhido que não vier a ser reclamado por seu proprietário dentro de um prazo de dois meses pode ser avaliado e levado a leilão.

Os veículos poderão ser examinados pelos interessados nos dias 22 e 23 de fevereiro, das 08h00 às 12h00 e de 13h00 às 17h00 nos endereços abaixo mencionados:

ATENÇÃO: Devido as restrições impostas pela COVID-19 e as medidas preventivas de combate a disseminação da pandemia, o uso de máscaras de proteção, álcool em gel/líquido e distanciamento social será obrigatório!

Demais informações poderão ser obtidas nos seguintes endereços:

Endereço Sede Administrativa: Rua da Indonésia, nº 1.081 – Granjas Rurais Presidente Vargas – Pirajá – Salvador/Bahia – Cep 41230-020.

Na BR116, em Milagres, PRF recupera veículo roubado que estava circulando clonado

/ Polícia

Veículo foi interceptado no quilômetro 544 da BR 116. Foto: PRF

Um automóvel Honda/WR-V, com ocorrência de roubo e que circulava clonado, foi recuperado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde de segunda-feira (8), na BR-116, em Milagres (BA).

Equipe da PRF realizava fiscalização na altura do quilômetro 544 da BR 116, quando abordou o carro com placas do Rio de Janeiro. O veículo era conduzido por um homem de 32 anos.

Inicialmente, foram solicitados os documentos do veículo, do motorista e do passageiro, foi quando os PRFs perceberam um certo desconforto com a ação policial por parte dos ocupantes, o que levou a equipe a fazer uma vistoria detalhada.

Após analisar os caracteres identificadores do veículo, os policiais notaram adulterações e constataram sinais de fraude veicular.

Confirmaram se tratar na realidade de um veículo com ‘queixa’ de roubo. O carro circulava com placas clonadas e o chassi foi ‘transplantado’ com os caracteres de identificação veicular de outro veículo com características semelhantes.

O condutor do automóvel que reside em São Paulo (SP), relatou que adquiriu o veículo através de uma negociação realizada através de prestação de serviços na área de eventos. Porém, ele não soube explicar o motivo pelo qual não foram adotadas as providências burocráticas de transferência de propriedade.

Em seguida e em razão do fato delituoso pelo crime de receptação, previsto no art. 180 do Código Penal, a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, para formalização dos procedimentos cabíveis.

Sapeaçu: Defesa de vereador e de gerente do INSS diz que não há provas contra clientes após ação da PF

/ Polícia

Operação Grande Palha foi deflagrada. Foto: Divulgação / PF-BA

A  defesa do diretor do INSS, Antônio Carlos Bispo da Silva, e do vereador Luciano Borges (PP), alvos Operação Palha Grande, em Sapeaçu, deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (4), diz que não há provas concretas de que houve concessão de  benefícios, por parte dos investigados.

Em entrevista ao site Bahia Notícias, o advogado Anísio Neiva, responsável pela defesa do vereador e do diretor da agência do INSS, disse que teve acesso aos autos do processo e que nestes, nada consta contra seus clientes.

Nesta sexta-feira (4) deve ocorrer uma audiência de custódia onde será ouvido Antônio Carlos Bispo da Silva, que está preso preventivamente na superintendência da PF em Salvador. ”Verificamos que existem algumas irregularidades inclusive com o Luciano, porque nas supostas citações existe um outro Luciano, mas tomamos pé da situação hoje e acredito que fique comprovada a inocência dos meus clientes por não ter nenhuma comprovação de ilícito cometido”, disse o advogado.

Ainda de acordo com a defesa dos acusados, não há provas de nenhum tipo de facilitação e concessão de benefícios previdenciários na APS de Sapeaçu, em favor de supostos segurados especiais rurais do INSS, como aponta a PF. ”A acusação é que o gerente facilitava e utilizava de documentos que não eram lícitos, mas a gente verificou que não existe nenhuma comprovação nos autos desta prática. O que existe é que Sapeaçu é uma cidade muito pequena, todo mundo se conhece e o gerente é uma pessoa superacessível e conhecido de todos. As  pessoas o procuravam na agência ou via telefone no período da pandemia pra tentar uma solução para seus problemas. Alguns processos eram deferidos e outros não”, argumentou.

O advogado acredita que a prisão do servidor do INSS será revogada o quanto antes já que, segundo ele, a linha de defesa conseguirá comprovar que as ligações interceptadas pela PF apontam apenas terceiros. ”As ligações interceptadas citam os nomes [do vereador Lucas e do gerente do INSS Antônio Carlos] de forma bem abstrata. Aqui existe uma prática, ainda mais na pandemia com a agência fechada e os servidores em casa, sr. Antônio despachava seus processos de dentro de casa. Acho que foi uma interpretação de forma equivocada, mas vamos provar nos autos que os dois representados são inocentes”, reafirmou.

De acordo com a PF,  a estimativa é que o prejuízo causado pelas fraudes no INSS supere R$ 2 milhões obtidos na concessão de 132 benefícios com constatações de fraude.

As evidências levantadas pela investigação apontam que Antônio Carlos Bispo da Silva, à frente da agência do INSS, concedia os benefícios, mesmo em desacordo com a legislação. A PF acredita ainda que o acusado praticava tais condutas em favor de clientes de ao menos dois grupos de intermediários com atuação na região, sendo um deles ligado ao Sindicato de Trabalhadores Rurais de Santo Antônio de Jesus/BA. *Bahia Notícias