Falta de crédito e burocracia travam o mercado imobiliário brasileiro, aponta levantamento

/ NOTÍCIAS

Uma conta simples demonstra como o setor imobiliário depende das ações do governo. Toda vez que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) corta um ponto percentual nos juros básicos, a renda mínima exigida para financiar um imóvel cai de 6% a 8%. Os especialistas vão ainda mais fundo nessa conta. A queda de um ponto percentual na Selic faz com que 1 milhão de famílias se tornem aptas a conseguir financiamento imobiliário de até R$ 200 mil. Em 2017, os juros básicos caíram de 13% para 7% ao ano. A redução, portanto, tem potencial para incluir 6 milhões de famílias no mercado imobiliário brasileiro. Diante desses números, não seria exagero afirmar que, para destravar o setor, juros baixos são mais importantes do que aumento de salário. O raciocínio vale especialmente para os compradores de baixa renda, que respondem por 70% dos negócios. Para o fim de 2018, analistas projetam a Selic a 6,75% — mais trabalhadores, portanto, poderão sonhar com a casa própria.

O setor viveu nos últimos anos um período sombrio. Inflação e juros altos associados ao desemprego e ao desmoronamento da renda levaram a um ciclo inédito de prejuízos. Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mostram que o ramo da construção civil fechou no vermelho pelo quarto ano consecutivo. De 2014 para cá, o setor eliminou 1 milhão de postos de trabalho. “Se não tivéssemos andado para trás, o PIB do Brasil em 2017 poderia ter crescido 1,3%”, diz José Carlos Martins, presidente da CBIC. Segundo as mais recentes projeções, o crescimento econômico será de no máximo 1%.

No mercado imobiliário, os indicadores também estão longe do azul. Entre novembro de 2016 e outubro de 2017, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), foram aplicados R$ 45,6 bilhões na compra e construção de imóveis com recursos das cadernetas de poupança, o que representa uma retração de 0,9% ante os 12 meses precedentes. Em novembro, os financiamentos totalizaram R$ 31,5 bilhões, queda de 14,7% ante outubro, e os empréstimos englobaram 13,5 mil unidades, 14,6% menos que no mês anterior. O que explica números assim? Para ajustar as contas públicas, o governo cortou recursos, o que atingiu em cheio os negócios imobiliários. Em 2017, os investimentos federais caíram para o menor nível em uma década. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sofreu perdas de 40,9% entre janeiro e outubro, enquanto o Minha Casa Minha Vida, principal programa dedicado à baixa renda, encolheu 61,4%.

Para tirar o pé de freio, o setor espera uma série de regulamentações e medidas administrativas por parte do governo. O principal ponto é destravar o crédito na Caixa, afetado pelas novas regras de Basileia, um acordo internacional que endurece os requisitos para a liberação de empréstimos. Nessa área, o governo já está se mexendo. No segundo dia do ano, a Caixa informou que vai ampliar de 50% para 70% a cota do financiamento de imóveis usados. É fácil entender a importância do banco: a Caixa detém 70% da carteira de crédito habitacional do país. Segundo José Carlos Martins, da CBIC, outro aspecto que precisa ser melhorado é a falta de agilidade do governo. Ele diz que há demora excessiva na contratação dos empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida. Estima-se que, das 20 mil unidades autorizadas em junho, apenas mil foram contratadas até agora.

Polícia Rodoviária Federal intensifica fiscalização de rodovias baianas no final de ano

/ NOTÍCIAS

PRF intensifica fiscalização nas rodovias. Foto: Blog Marcos Frahm

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia, nesta sexta-feira (22), operação especial de fiscalização nas rodovias baianas, por conta dos festejos de final de ano. A ação está prevista para terminar no dia 18 de fevereiro, e abrangerá o período das férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval, feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros. Segundo a PRF, a operação terá com atividades de fiscalização, com foco nas condutas de ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, consumo de álcool, não uso do cinto e da cadeirinha e o trânsito irregular de motocicletas. Para as ações, a PRF identificou trechos de rodovias que necessitam de maior atenção nesse período, a partir de histórico analisado. Uma dessas rodovias é a BR-324, que concentra o maior fluxo de veículos na Bahia, segundo a PRF. O trecho entre Salvador e Feira de Santana terá maior presença de fiscalização, com destaque para os acessos a São Sebastião do Passé e BR-101, perímetro urbano de Amélia Rodrigues e chegada a Feira de Santana, que também terá presença constante da fiscalização, principalmente no Anel Viário. Na BR-101, que abriga municípios de grande atração de viajantes, o reforço será nas cidades de Humildes, Eunápolis e Itabuna, responsáveis pelo policiamento desde o Recôncavo até o Extremo Sul.

Investigada pela Polícia Federal, prefeita de Porto Seguro tem contas reprovadas pelo Tribunal

/ NOTÍCIAS

Cláudia foi multada em mais de R$ 92 mil. Foto: Blog Marcos Frahm

Investigada na Operação Fraternos, a prefeita afastada de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD), teve as contas do exercício de 2016 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A gestora foi multada em mais de R$ 92 mil por causa de irregularidades identificadas em um relatório técnico e por não reduzir a despesa com pessoal ao limite máximo estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  Ela ainda foi condenada a ressarcir os cofres municipais em R$3.280,02, com recursos pessoais, por causa de despesas indevidas com multas de trânsito. O conselheiro Raimundo Moreira, relator do parecer, determinou ainda a abertura de uma representação no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra a prefeita para que sejam adotadas as medidas judiciais por ilegalidades em licitações e contratação de servidores sem concurso público. As despesas totais com pessoal, ao final do exercício, atingiram o montante de R$202.847.964,20, que corresponde a 61,97% da receita corrente líquida do município, extrapolando o percentual máximo de 54% estabelecido na LRF. Além disso, o relator apontou que houve um aumento de 4,91% no valor de gastos com pessoal nos últimos 180 dias do mandato. Quanto às licitações, a relatoria identificou indícios de direcionamento nas contratações realizadas junto à empresa Stars Multi Eventos e Produções, vencedora de diversos processos licitatórios. Alvo da Fraternos, a empresa recebeu R$1.992.200,00 para serviços de suporte logístico com fornecimento de infraestrutura para o Carnaval e festa de São João. O TCM identificou, ainda, que a prefeita não conseguiu comprovar, durante toda a execução do contrato, as condições de habilitação e qualificação da empresa Coletivos União exigidas no certame. A gestora também descumpriu determinação do TCM ao não pagar 11 multas da sua responsabilidade determinadas em processos anteriores, que já se encontram vencidas, no total de R$124.060,97.

Tio e sobrinho mortos em acidente no Entroncamento de Jaguaquara são sepultados em Sergipe

/ NOTÍCIAS

Tio e sobrinho ocupavam um caminhão. Foto: Acervo familiar

Os corpos das vítimas do trágico acidente entre uma carreta e um caminhão na BR-116, ocorrido na noite de quarta-feira (8), foram sepultados na tarde desta sexta-feira (10), no município de Itabaiana, no Estado de Sergipe, onde ambos residiam. Jorge Lopes de Andrade, de 53 anos, e Alisson Andrade, de 22, ocupavam o caminhão Mercedes Benz de cor vermelha, com placa IAN-3289, que trafegava na rodovia no sentido Feira de Santana quando colidiu com uma carreta de placa HCH-7456, que segundo informações da Polícia Rodoviária Federal – PRF tentava fazer uma conversão para adentrar na área de estacionamento do Posto Grande Vale e provocou o desastre. Jorge e Alisson morreram no local. O caminhão teria acabado de sair do Mercado Produtor Ceasa de Jaguaquara e seguia para Itabaiana, transportando um carregamento de produtos hortifrutigranjeiros. Parte da carga foi saqueada por populares. O motorista da carreta, um idoso, saiu ileso. As vítimas eram bastante conhecidas na Ceasa e semanalmente visitavam Jaguaquara para a comercialização de verduras.

Educação: Governo concede acréscimo de 20% na gratificação dos diretores escolares

/ NOTÍCIAS

Diretores de escolas estaduais terão gratificação. Foto: Sec

O Governo do Estado concedeu, a partir da folha do mês de outubro, um acréscimo de 20% na gratificação por Condição Especial de Trabalho (CET) para os diretores escolares da rede estadual de ensino. O impacto na folha estadual é de R$ 8,8 milhões ao ano. Para o secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, esta é mais uma ação adotada pelo governador Rui Costa para reconhecer e valorizar a carreira do magistério estadual. ”É mais um estímulo para os nossos diretores, pois sairão de um percentual de 50% que eles recebiam e passarão a receber 70% sob o símbolo do cargo temporário. É mais um esforço do Governo do Estado, mesmo em um momento de crise com este na conjuntura nacional, para reconhecer o papel fundamental que os nossos diretores exercem no dia a dia das nossas escolas”, enfatizou Pinheiro. Os diretores das unidades escolares comemoram a conquista e dizem que este é um pleito antigo da categoria. A diretora do Complexo Integrado de Educação de Itabuna, Benedita Queiroz da Silva, é uma das gestoras que comemoram a gratificação. ”Este acréscimo vai além da questão financeira, porque estamos há dez anos lutando por este direito. Esta iniciativa da secretaria é a sinalização da valorização do nosso trabalho, realizado com muita responsabilidade”. Para a professora Firmina Viterbo de Azevedo, que atua na gestão do Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia, localizado no bairro de Cajazeiras IV, em Salvador, o benefício é muito importante. ”Gostei muito de saber deste acréscimo, pois é uma forma de reconhecimento do gestor”.

”Se não sair, é perseguição ao povo da Bahia”, diz Cavalcanti sobre empréstimo de R$ 600 milhões

/ NOTÍCIAS

Secretário Marcus Cavalcanti. Foto: Amanda Oliveira

Secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti voltou a comentar o impasse para a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões à Bahia. Ao site Metro1, na manhã desta segunda-feira (9), ele declarou que o governo do presidente Michel Temer (PMDB) evidencia uma perseguição ao povo baiano com a falta do recurso. ”Fica claro que se não liberar, é uma perseguição, não ao governo do estado, não a Rui Costa, mas ao povo da Bahia que tanto necessita e tem esperança de que obras sejam realizadas”, declarou. ”Nós estamos disputando e estamos cumprindo nossa parte em relação às exigências burocráticas, algumas até exageradas. Mas estamos cumprindo para demonstrar que a Bahia tem feito sua parte”, acrescentou. A declaração foi dada pouco antes da assinatura do contrato de duplicação da BR- 415 entre Ilhéus e Itabuna, no sul do estado.

Mulher é presa ao transportar 35 quilos de maconha em ônibus na Chapada Diamantina

/ NOTÍCIAS

Mulher foi presa com droga na BR-242. Foto: Divulgação/PRF

Uma mulher foi presa na manhã desta segunda-feira (25) quando transportava 45 tabletes de maconha no bagageiro de um ônibus que seguia de Goiânia para Salvador. O flagrante ocorreu quando a Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou o ônibus no KM 385 da BR-242, trecho localizado na Chapada Diamantina.  Segundo a PRF, durante a fiscalização, foi solicitado a uma das passageiras, natural de Maceió/AL, a abertura de sua mala, que estava no compartimento de cargas. No interior da bagagem foram encontrados os tabletes de maconha pesando aproximadamente 35 kg. A mulher foi levada com a droga para a delegacia de polícia judiciária em Seabra onde irá responder por tráfico.

Oportunidade: Mais de 2,7 mil vagas de concursos públicos estão abertas na Bahia

/ NOTÍCIAS

Pelo menos 2.784 vagas de concursos estão abertas na Bahia. Só na prefeitura de Curaçá, a 468 km de Salvador, no norte do estado, são 2.459 oportunidades para todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 973,90 a R$ 8.789,89 para jornadas de até 40 horas semanais. Entre os cargos ofertados estão auxiliar de serviços gerais (fundamental),  gestor de informação do Programa Bolsa Família (médio) e  psicopedagogo educacional (superior). Os interessados podem se inscrever até 15/10 no site do  Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (www.idib.org.br). As taxas de inscrição custam entre R$ 70 e R$ 130. Quem estiver de olho em  vagas no interior pode apostar no certame da prefeitura de Canudos, que encerra hoje (25/9) as inscrições para 130 vagas direcionadas aos níveis superior, médio e fundamental. São oportunidades para coordenador pedagógico, psicopedagogo, professor, agente administrativo e outros cargos. Os salários ficam entre R$ 937 e R$ 2.000, para jornadas de 20, 30 e 40 horas semanais. A inscrição deve ser realizada no site www.planejarconcursos.com.br, e custa entre
R$ 40 e R$ 90. Os concurseiros que quiserem algo mais próximo da capital podem apostar no concurso da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que conta com 54 vagas para professor substituto de disciplinas como Histologia, Contabilidade Pública, Língua Espanhola, Direito Processual Civil, entre outras. É necessário pagar taxa de R$ 130 para efetivar a inscrição que fica aberta até sexta-feira (29/9), e devem ser feitas no site da instituição (csa.uefs.br). Provas estão previstas para 20/10. Confira na íntegra

Operação policial desarticula quadrilha envolvida em mortes de políticos na Bahia e Sergipe

/ NOTÍCIAS

Três suspeitos foram presos na Bahia. Foto: Divulgação/SSP-BA

Um suspeito de integrar quadrilha envolvida em assassinatos e tentativas de homicídio contra políticos da Bahia, Sergipe e Pernambuco foi morto, e outros três foram presos durante operação policial realizada na cidade de Pedro Alexandre. A ação foi realizada na última sexta-feira (22) e contou com a participação de policiais civis e miltares da Bahia e de Sergipe. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o suspeito identificado como Úilson Gonçalves de Souza reagiu à abordagem policial, foi baleado e não resistiu aos ferimentos. Os suspeitos presos foram identificados como Cleciano Vieira Santos, o ‘Gordo’, 34 anos; Adomarcos Silva Souza, mais conhecido como ‘Donga’, 37; e Adagilson Nunes de Jesus, 48 anos. Com o grupo, a polícia apreendeu um fuzil AR15, uma espingarda calibre 12 e duas pistolas. Ainda de acordo com a SSP-BA, na Bahia o grupo é investigado pela morte do ex-prefeito do município de Pedro Alexandre, Petrônio Pereira Gomes, e da tentativa de homicídio contra o vice-prefeito Tonho de Zezinho, que teve o carro alvejado por mais de 60 tiros. Ele reconheceu os autores do crime. Em Sergipe eles são suspeitos da morte do presidente da Câmara do município de Carira, Jailton Martins de Carvalho, conhecido como Jailton do Preá, e do assassinato do ex-vereador Claudeir dos Santos, conhecido como Pinho de Santa Rosa, morto em março deste ano, na cidade de Poço Redondo. Em solo pernambucano eles são suspeitos de praticarem homicídios e tentativas também contra políticos.

Ex-diretor da Defesa Civil de Salvador, Gustavo Ferraz tem pedido de liberdade negado pelo STJ

/ NOTÍCIAS

Gustavo Ferraz segue preso na Papuda. Foto: Reprodução

O ex-superintendente da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz, teve o pedido de liberdade negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A informação foi divulgada na noite da última terça-feira (19). Ferraz foi preso no início do mês, assim como o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), depois da descoberta de R$ 51 milhões em um apartamento na capital baiana. A defesa de Ferraz havia alegado que a prisão era ilegal, já que caberia ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela relação com o deputado federal e irmão de Geddel, Lúcio Vieira Lima (PMDB). A defesa de Ferraz havia alegado que a prisão era ilegal, já que caberia ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela relação com o deputado federal e irmão de Geddel, Lúcio Vieira Lima (PMDB). Na decisão do STJ, ministro Rogerio Schietti Cruz, respondeu: ”Embora o inquérito realmente tenha sido remetido ao STF em razão do envolvimento do deputado federal, enquanto não houver pronunciamento da Suprema Corte, o juízo inicialmente competente pode atuar até o limite de sua jurisdição – como foi o caso do decreto de prisão contra Gustavo Ferra”.

Informativo da Câmara Municipal

/ NOTÍCIAS

INFORMATIVO DA CÂMARA MUNICIPAL DE JAGUAQUARA

Foram apresentadas e aprovadas na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jaguaquara, realizada no dia 20 de setembro de 2017, as seguintes matérias:

v PARECER CONJUNTO Nº. 003/2017 DAS COMISSÕES DE FINANÇAS, ORÇAMENTO E FISCALIZAÇÃO E LEGISLAÇÃO JUSTIÇA E REDAÇÃO FINAL, REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DA PREFEITURA DE JAGUAQUARA DO ANO DE 2015, DE RESPONSABILIDADE DO PREFEITO GIULIANO DE ANDRADE MARTINELLI – EMITINDO PARECER FAVORÁVEL PELA APROVAÇÃO DAS CONTAS PRESTADAS, O QUAL FOI APROVADO POR 12 VOTOS FAVOR E DOIS CONTRA.

NOS TERMOS DO REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA MUNICIPAL, A VEREADORA SARA HELEM, RELATORA DA COMISSÃO DE FINANÇAS, ORÇAMENTO E FICALIZAÇÃO, APRESENTOU O SEU VOTO EM SEPARADO, DECIDINDO ACOMPANHAR O PARECER PRÉVIO DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS – TCM, QUE OPINOU PELA REJEIÇÃO DAS CONTAS, SENDO O MESMO REJEITADO PELO PLENÁRIO DA CÂMARA.

E DESSA FORMA A MESA DIRETORA DA CÂMARA ASSINOU O …

v DECRETO LEGISLATIVO Nº 003/2017 – QUE DISPÓS SOBRE A APROVAÇÃO DAS CONTAS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUAQUARA, RELATIVAS AO EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2015, DE RESPONSABILIDADE DO PREFEITO GIULIANO DE ANDRADE MARTINELLI.

Compareça as Sessões da Câmara de Vereadores de Jaguaquara. Participe! *

Elio Boa Sorte Fernandes (Dr. Elio)

Presidente da Câmara de Vereadores

As Pedras de Minas Gerais

/ NOTÍCIAS

No restaurante do aeroporto Santos Dumont, no Rio, almoçaram, em 1942, cinco amigos, mineiros ilustres: Virgílio de Melo Franco, Luís Camilo de Oliveira Neto, Pedro Aleixo, Afonso Arinos de Melo Franco e José de Magalhães Pinto.

Conversavam sobre o livro do padre José Antonio Marinho, “História do Movimento Político de 1842”, a histórica batalha de Santa Luzia, perto de Belo Horizonte, em que três mil mineiros em armas, completamente equipados, inclusive com artilharia, haviam enfrentado as forças imperiais.

Os cinco mineiros buscavam uma maneira de comemorar o centenário da rebelião mineira. Não conseguiram. Quem comemorou foi a ditadura de Getúlio Vargas, numa cerimônia, no local da batalha perdida, em Santa Luzia, em homenagem a Caxias. P general que esmagou os mineiros rebeldes.

Eles queriam fazer alguma coisa que sinalizasse a reação à ditadura.

Em agosto de 1943, a delegação de Minas ao congresso jurídico nacional, organizado pelo Instituto de Advogados do Brasil, retirou-se, em companhia da delegação do Rio, em protesto porque o governo proibiu o congresso de tomar deliberações sobre pontos da maior importância.

Um almoço de desagravo, no Rio, reuniu 150 pessoas em solidariedade a Pedro Aleixo, presidente da delegação da Ordem dos Advogados Mineiros ao congresso.

Uma tarde, no Banco do Brasil, onde ambos eram advogados, Afonso Arinos e Odilon Braga discutiam a necessidade de ser preparado e divulgado um documento, um manifesto aos mineiros sobre a situação nacional. Odilon Braga escreveu logo um esboço. Virgílio de Melo Franco, sabendo do assunto, preparou também um anteprojeto.

Um terceiro texto foi escrito por Dario de Almeida Magalhães. Fizeram uma reunião na casa de Virgílio e juntaram os três em um só. E em um almoço no restaurante do aeroporto, a que compareceram os três redatores e mais Luís Camilo, Afonso Arinos, Pedro Aleixo e Magalhães Pinto, foi aprovado. E ainda mandaram para Belo Horizonte, para Milton Campos dar seus palites.

Luís Camilo e Virgílio de Melo Franco encarregados de pegaram as assinaturas, no maior sigilo, porque, se a polícia de Vargas tomasse conhecimento, iria abortar. Na última hora, como acontece no Congresso, alguns que já haviam assinado retiraram as assinaturas.

Mas saiu. Assinado por 88 líderes mineiros, impresso às escondidas em uma tipografia de Barbacena, com a data de 24 de outubro de 1943, aniversário da revolução de 30), o “Manifesto dos Mineiros”, sob o título de “Ao Povo Mineiro”, começou a ser mandado aos pacotes e distribuído, também sigilosamente, em todo o país.

Numa manhã, em que ia para o centro do Rio com o cunhado José Tomás Nabuco, Virgílio de Melo Franco cruzou na praia de Botafogo com a chefe de Polícia do Rio, João Alberto, que lhe disse:

– Aquela pedra que vocês lançaram da montanha ninguém mais pode parar.

Getúlio sabia o peso que aquela pedra tinha.

Setenta e cinco anos depois o Brasil esta precisando de quem jogue uma nova pedra. Os partidos não sabem para onde vão. A universidade está sem caminho. A imprensa perdida em interesses miúdos. Chegou a hora de se construir uma bandeira que comande as esperanças nacionais. As eleições de 2018 estão ai, na porta. Os idiotas da direita e da esquerda imaginam uma solução fora da Constituição. Ilusão. Pela primeira vez, 75 anos depois, as Forças Armadas estão ensinando que fora da Constituição não há salvação.

Em período de crise, Temer se hospeda em um dos hotéis mais luxuosos em Lisboa

/ NOTÍCIAS

Temer cumpre agenda em Lisboa. Foto: Marcos Corrêa

O presidente Michel Temer (PMDB) se hospedou na terça-feira (29) em um dos hotéis mais luxuosos de Lisboa em viagem com destino final à China, para participar de encontro dos Brics, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. A comitiva presidencial, formada por ministros, assessores e parlamentares, pernoitou no Ritz Four Seasons, cujas diárias na alta temporada variam de US$ 480 a US$ 15,1 mil, no caso, em suíte presidencial. A equipe do peemedebista ficou cerca de 15 horas em Portugal, de onde seguiu na manhã desta quarta-feira (30) em direção à China. A chegada está prevista para as 21h30, horário de Brasília.

Temer disse que acha o semipresidencialimo um sistema extremamente útil para o Brasil.

/ NOTÍCIAS

Temer fala em semipresidencialismo. Foto: Beto Barata

O presidente Michel Temer disse hoje (21) que acha o semipresidencialimo um sistema ”extremamente útil” para o Brasil. Temer disse que tem discutido o assunto com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, do Senado, Eunício Oliveira, e com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. No semipresidencialismo, apesar de haver um primeiro-ministro, o presidente mantém a força política. ”Acho uma coisa extremamente útil para o Brasil. Minha experiência tem revelado que seria útil. Tenho conversado muito com o ministro Gilmar Mendes, que hoje está no TSE, tenho conversado com o Rodrigo Maia, com o Eunício Oliveira. Temos conversado muito sobre isso. Se vai dar certo ou não, não sabemos, mas temos conversado sobre isso como uma das hipóteses muito úteis para o Brasil. Agora vamos alongar esses estudos para verificar qual o melhor momento da sua aplicação e eficácia”, disse a jornalistas no Itamaraty, onde ofereceu almoço ao presidente do Paraguai, Horacio Cartes. Questionado se a reforma política como está posta é coerente, Temer respondeu que essa é uma matéria de atuação do Congresso Nacional. ”Ela está sendo feita pelo Congresso Nacional. Quando falo dessa matéria, estou dizendo que essa matéria é típica da atuação do Congresso Nacional. [É] o Congresso que vai decidir isso”, respondeu.

PSDB no governo

Quando os jornalistas perguntaram se os ministros do PSDB permanecem nos cargos, Temer respondeu que eles estão “bem nos cargos” e “colaboram muito”. Desde a votação no dia 2 de agosto em que foi arquivada a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer na Câmara dos Deputados, partidos da base aliada têm pressionado o governo para obter ministérios atualmente ocupados por tucanos, pois o PSDB votou dividido na apreciação da denúncia. Dos 47 deputados tucanos, 22 votaram pelo arquivamento da denúncia, 21 pela investigação e quatro se ausentaram. Atualmente, o PSDB tem quatro ministérios. Sobre um possível retorno do senador Aécio Neves à presidência do PSDB, hoje ocupada interinamente por Tasso Jereissati, Temer disse que essa é uma questão interna do partido. ”Eu já declarei especificamente que eu não me meto nas questões internas do partido. Cada partido decide por conta própria”. Aécio Neves se afastou da presidência do partido em maio.