Agora na base de Rui Costa, PHS abre portas de saída para quem não migrar: ”Quem não seguir, abraço”

/ Política

PHS deixa ACM Neto e migra para Rui Costa. Foto: A Tarde

Agora na base do governador Rui Costa (PT), o presidente do PHS e deputado estadual recém-eleito, Júnior Muniz, ainda não sabe se conseguirá levar com ele os quatro vereadores da sigla que atualmente estão no grupo do prefeito ACM Neto (DEM) na Câmara de Vereadores de Salvador. Até o momento, apenas Muniz e o deputado federal eleito Abílio Santana confirmaram suas migrações para o ninho do petista. Também eleito pela sigla como deputado federal, o vereador Igor Kannário ainda não sabe se vai pular do barco “netista” com os correligionários – Muniz pretende conversar sobre a possibilidade com o cantor. Entre eles, apenas Santana não tem ou teve vinculações com ACM Neto. Em entrevista ao site Bahia Notícias, Muniz mandou recado para quem não quiser seguir a cartilha da legenda, agora governista. ”Não tem outro caminho. Vou conversar com todos os vereadores. Quem quiser me seguir, siga. Quem não quiser, abraço. O partido acompanha agora o governador Rui Costa e vamos pra luta, vamos para cima”, declarou.  O presidente estadual do PHS também negou que tenha solicitado a Rui espaço no secretariado do próximo governo. ”Só pedi o governo que me tratasse como aliado, que me trate bem. Não quero espaço. Me tratando bem, estou do lado dele”, afirmou. O ingresso do PHS na base de Rui foi selado em reunião ocorrida nesta quinta (11), no Palácio de Ondina. Além de Muniz e Abílio, o governador conseguiu arregimentar também um antigo oposicionista, o deputado estadual Carlos Geilson (PSDB). Segundo a coluna de Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde, o atualmente tucano se viu desamparado pelo grupo após perder a reeleição e resolveu mudar de ninho. Com Muniz, Rui amplia ainda mais sua bancada na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Agora, o número chega a 43 dos 63 da Casa. Uma expressiva maioria.

Os comentários estão fechados.