No jogo de volata equipe da Juazeirense perde para o Palmeiras e dá adeus à Copa do Brasil

/ Esporte

Equipe baiana foi eliminada. Foto: Cesar Greco / Palmeiras

A Juazeirense foi eliminada da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (11). No jogo de volta da 3ª fase, o Cancão de Fogo voltou a perdeu por 2 a 1 do Palmeiras, desta vez no Estádio do Café, em Londrina.

Convocado para a Seleção Brasileira, Danilo abriu o placar para o Verdão. Nildo Petrolina empatou para o time baiano, mas Rapahel Veiga, de pênalti, garantiu a vitória e a classificação da equipe paulista.

No jogo de ida, na Arena Barueri, o Alviverde venceu pelo mesmo placar, mas de virada, após a Juá ter aberto o placar.

Bahia lança edital com 52 mil vagas para programa de monitoria estudantil na rede estadual

/ Educação

Um novo edital do programa Mais Estudo, do governo da Bahia, foi lançado nesta terça-feira (10), com a oferta de 52 mil vagas para que os estudantes da rede estadual de ensino possam dar monitoria em Língua Portuguesa, Matemática e Iniciação Científica aos seus colegas. Cada monitor receberá uma bolsa de R$ 100 por mês, durante os seis meses da vigência do programa, para atuação no turno oposto ao qual está matriculado.

As unidades escolares interessadas em participar do programa deverão atualizar os dados de cadastro no Sistema de Gestão do Mais Estudo, através deste link. Caberá às unidades escolares realizar o processo de seleção dos estudantes, no período de 16 a 27 de maio de 2022.

Para estar apto a participar, o estudante deve estar regularmente matriculado no ano de 2022; possuir cadastro de Pessoal Física (CPF) devidamente regularizado; e ter obtido aproveitamento no componente curricular no qual pleiteia a monitoria, com média igual ou superior a 8, no ano anterior. Nas unidades escolares em que não haja alunos com nota média igual ou maior que 8 em número suficiente ao preenchimento das vagas disponibilizadas serão considerados elegíveis aqueles com nota média igual ou maior que 7.

Toda a ação da monitoria será acompanhada por professores supervisores. Caberá a eles, dentre outras iniciativas, validar mensalmente os relatórios enviados pelos monitores no Sistema do Programa Mais Estudo, a partir do acompanhamento mensal.

Jequié: Vereador quer instituir obrigatoriedade do exame de mamografia no prazo de 30 dias

/ Jequié

Junior Braga apresentou proposta na Câmara. Foto: Emanuel Jr.

Com o objetivo de assegurar a obrigatoriedade de realização do exame de mamografia no prazo máximo de 30 dias, a contar da requisição do médico, de modo a garantir um diagnóstico precoce no tratamento do câncer e demais doenças correlatas, o vereador Júnior Braga apresentou, na Câmara Municipal de Jequié, Projeto de Lei, cujo matéria foi lida e encaminhada para análise das Comissões Parlamentares.

O vereador informa que tal pedido coaduna com a legislação federal, de modo que, compartilha do mesmo objetivo, que consiste na celeridade do tratamento contra o câncer de mama, de modo que, na maioria dos casos, quando descoberto em estágio inicial a probabilidade de cura é quase que unânime.

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, e outros, não. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado e tratado no início.

De acordo com Júnior Braga, para que o prazo da lei seja garantido a todo usuário do SUS, é necessária uma parceria direta dos gestores locais, responsáveis pela organização dos fluxos de atenção. Estados e municípios possuem autonomia para organizar a rede de atenção oncológica e o tempo para realizar diagnóstico depende da organização e regulação desses serviços.

”Note -se que a propositura estabelece o prazo máximo de 30 dias para a realização do exame somente para os casos de mamografia diagnostica, ou seja, aquela onde há a suspeita da existência do câncer de mama e com encaminhamento médico”, observa o parlamentar.

Ministério Público da Bahia deve fiscalizar gastos com festejos juninos em todo o Estado

/ Bahia

A procuradora-geral de Justiça Norma Cavalcanti expediu recomendação aos promotores de Justiça que orienta a atuação do Ministério Público estadual no acompanhamento e fiscalização dos gastos públicos com os festejos juninos deste ano. A recomendação foi publicada na terça-feira (10), no Diário de Justiça Eletrônico.

No documento, com ressalvas à independência funcional dos membros, a PGJ recomenda que os promotores de Justiça com atuação na defesa do patrimônio público e da moralidade administrativa instaurem procedimentos administrativos para acompanhar a “legalidade, economicidade e transparência dos gastos públicos relacionados com os festejos juninos de 2022”.

Cavalcanti orienta a adoção de medidas preventivas de danos ao erário, notadamente aquelas que aprimorem o planejamento inicial das contratações, etapa fundamental para uma regular execução das despesas públicas.