HGPV realizou mais de mil atendimentos em seis dias e acidentes com motos continuam liderando

/ Jequié

HGPV realizou 1027 atendimentos em seis dias. Foto: BMFrahm

Do dia 14 ao dia 20 de fevereiro, o Hospital Geral Prado Valadares, localizado em Jequié e que atende munícipes de mais de 30 cidades do Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá realizou cerca de 1027 atendimentos.

O número de atendimentos a vítimas de acidentes com motocicletas chegou a 39, conforme informações que constam no boletim divulgado pela assessoria de comunicação da unidade hospitalar, nesta terça-feira (22).

Pessoas vítimas de acidente de trabalho (05), vítimas de arma de fogo (06), acidentes diversos (23), vítimas de queda (43), queda de altura (04), contato com animais peçonhentos (09), tentativa de suicídio (02), segundo o boletim.

Jequié: Prefeitura notifica empresa por fios e cabeamentos de telefone e Internet soltos

/ Jequié

Emaranhado de fios chama a atenção no Centro. Foto: Souza Andrade

Depois de muitas reclamações e cobranças, a Prefeitura de Jequié notifica a empresa OI em virtude do emaranhado de fios e cabeamentos de telefone e internet soltos em vias públicas da cidade.

São cabeamentos e fios danificados, excedentes, supostamente em situação irregular nas vias públicas, fato que, segundo a notificação coloca riscos à segurança das pessoas.

Em sua justificativa, a Secretaria de Serviços Públicos enfatiza que fiação instalada de forma desordenada e o grande número de cabos baixos e soltos, em aparente estado de abandono em áreas públicas, precisa ser corrigido.

Como cabe ao Município cuidar da cidade, não resta alternativa senão exige dos responsáveis a manutenção e a devida reparação de fios e cabos. *por Souza Andrade

Bahia registra 48 mortes por Covid e 3.791 novos casos da doença em 24h, diz boletim da Sesab

/ Bahia

A Bahia registrou 3.791 novos casos de Covid-19 e 48 mortes pela doença em 24 horas. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) nesta terça-feira (22).

Ainda de acordo com o levantamento da pasta, a Bahia contabilizou 13.683 casos ativos. Desde o início da pandemia, 28.977pessoas morreram no estado em decorrência da Covid e 1.489.594 tiveram a infecção confirmada.

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 55% na Bahia. Já os leitos pediátricos estão com ocupação de 82%.

Vacinação – Até o momento a Bahia tem 11.400.192 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.319.654 com a segunda dose ou dose única e 3.522.089 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 514.911 crianças já foram imunizadas.

Estágio do coma de Paulinha Abelha é o mais grave, e médico diz que desafio é mantê-la viva

/ Saúde

Equipe médica que acompanha Paulinha. Foto: Denise Gomes/ TV Sergipe

Nesta terça-feira (22), a equipe médica que acompanha a cantora Paulinha Abelha, da banda Calcinha Preta concedeu entrevista coletiva sobre o estado de saúde da artista, no Hospital Primavera, em Aracaju.

Segundo os médicos, ela chegou ao Hospital Primavera, no dia 17 de fevereiro, em coma e continua em coma grave, ou seja, em rebaixamento severo sensório. Eles descartaram a possibilidade de uma possível infecção bacteriana no cérebro e evidências de morte encefálica.

”A pergunta que a gente faz agora é quais as etiologias que justifiquem um pessoa estar em um coma, em uma escala de glasgow 3, que é a nota mais baixa que você pode ter numa escala de classificação de coma”, explicou o médico neurologista, Marcos Aurélio Alves.

Sobre o uso de diuréticos, a equipe informou que o uso abusivo pode levar a lesão renal de caráter crônico, mas nenhum exame comprova lesão prévia, como também não há sinal de lesão crônica.

”Não temos nenhuma evidência que ela tinha lesão previa. A gente trabalha com possibilidade de uma lesão renal aguda. O toxicológico é um exame que mensura a urina que faz um painel extenso até de substâncias que a gente não está nem colocando como possibilidade e encontra. O tratamento [fiv] já foi discutido entre nós e do ponto de vista das lesões que tem hoje, a gente não consegue estabelecer nenhuma relação”, disse o diretor técnico do hospital, Ricardo Leite.

Os médicos investigam, no momento, um caso de intoxicação medicamentosa, uma vez que, a combinação com outros medicamentos pode gerar uma lesão celular, que pode lesionar célula hepática, renal e neurológica.

”Hoje nosso interesse é mantê-la viva. E não está sendo uma função fácil”, disse o neurologista Marcos Aurélio, quando questionado sobre a possibilidade de a cantora vir a apresentar sequelas. ”A situação dela é um dia de cada vez. Nosso interesse é mantê-la viva, neste momento o compromisso que a gente tem é que ela recupere a função hepática, renal e neurológica”.

Também foi descartada, pela equipe, a possibilidade de transferência da cantora para outro estado, visto que ela está recebendo todo o suporte necessário no momento. Com informações do G1 / Sergipe

Assembleia Legislativa aprova renovação do estado de calamidade pública em 40 municípios

/ Bahia

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou, em sessão extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (22), a renovação do reconhecimento do estado de calamidade pública para 40 municípios baianos, em razão da pandemia de Covid-19. Os projetos de decreto legislativo (PDLs) foram apresentados por parlamentares e têm validade até 30 de junho deste ano, com efeito retroativo a janeiro.

O deputado Jacó Lula da Silva (PT) foi escolhido relator pelo presidente da Assembleia exercício, Paulo Rangel (PT), e opinou pela aprovação, ressaltando a importância da renovação dos decretos para os municípios baianos. O parecer foi acolhido e aprovado pelos legisladores de forma unânime.

Conforme justificativa da Mesa Diretora, apesar dos esforços feitos pelo governo estadual e pelos gestores municipais no combate ao coronavírus, a pandemia ganhou força com a chegada da variante ômicron no país. ”Assim, a renovação do reconhecimento do estado de calamidade pública dos municípios faz-se necessária notadamente para a dispensa do atingimento das metas fiscais e limitações de empenho estabelecidas na Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Defesa de Flávio Bolsonaro se diz surpresa com investigação da Receita sobre ”rachadinha”

/ Política

Flávio volta a ser destaque pela ”rachadinha”. Foto: Estadão

A defesa do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) divulgou nota nesta terça-feira (22) afirmando ter recebido com surpresa a notícia de que a Receita Federal realizou uma apuração interna em decorrência da acusação do filho do presidente de que teria sido vítima de devassa ilegal de seus dados fiscais.

Nesta terça, a Folha revelou processo que mostra que o Fisco deslocou cinco servidores, por quatro meses, para apurar as suspeitas levantadas pelo senador.

Na nota, as advogadas Luciana Pires e Juliana Bierrenbach afirmam que a Receita tinha informado que não faria a apuração.

”A defesa do senador Flávio Bolsonaro recebeu, com surpresa, a notícia de que essa investigação foi realizada mesmo depois de a Receita Federal ter informado que não a faria. Até o momento, a instituição não apenas negou o pedido dos advogados como omitiu a realização de tal procedimento”, dizem as advogadas.

Elas afirmam ainda que o Ministério Público Federal abriu inquérito civil ”para apurar o motivo da inércia da Receita Federal frente aos indícios apresentados pelos advogados”.

Em agosto do ano passado, a Polícia Federal também instaurou um inquérito para apurar supostos acessos irregulares a dados fiscais de autoridades

A apuração foi aberta a partir de um relatório elaborado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) que apontou que a Receita identificou ao menos oito casos de acessos indevidos a dados fiscais de contribuintes entre 2018 e 2020, sendo seis deles pessoas politicamente expostas. O documento menciona, entre os alvos, o senador Flávio Bolsonaro.

Na nota desta terça, as advogadas dizem ainda ser importante ressaltar que ”não há nada de ilegal ou imoral na solicitação da defesa” à Receita, afirmando que “estranho seria se a instituição ignorasse suspeitas de falhas e irregularidades internas e permitisse que essas irregularidades prosperassem”.

”A defesa lembra ainda que o TCU identificou acesso indevido aos dados do senador Flávio Bolsonaro e de seus familiares, confirmando as suspeitas de que a máquina pública foi usada indevidamente para atacar a reputação do parlamentar.”

Desde o ano passado a defesa do senador argumenta que seus dados fiscais foram acessados ilegalmente para fornecer informações ao Coaf, órgão de inteligência financeira que apontou as movimentações suspeitas de seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

O documento do Coaf é o pivô da apuração do caso das ”rachadinhas”.

Por Ranier Bragon, Folhapress

Operação da PF mira suspeita de superfaturamento na compra de respiradores no governo Doria

/ Política

Contratos firmados por Doria são investigados. Foto: Reprodução

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (22) uma operação que investiga suspeita de superfaturamento de 63,3 milhões de reais na compra de respiradores pulmonares feitas pelo governo de João Doria (foto) em São Paulo, em abril de 2020, no início da pandemia.

As informações são da revista Crusoé. Conforme a publicação, os policiais cumprem sete mandados de busca e apreensão expedidos pela 10ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

Além do superfaturamento, a PF investiga a suspeita de direcionamento, corrupção e lavagem de dinheiro na compra de 1.280 aparelhos feitas pelo governo paulista sem licitação.

Os respiradores foram importados da China por meio de uma empresa americana com sócios brasileiros. O governo Doria pagou antecipadamente 44 milhões de dólares aos intermediários, o equivalente a 242,2 milhões de reais. Crusoé já havia apontado suspeitas sobre a contratação em junho de 2020.

O contrato previa 3 mil aparelhos por 550 milhões de reais, mas após o atraso na entrega do primeiro lote, o governo cancelou o restante da compra e ficou apenas com os equipamentos que já havia pago antecipadamente.

Segundo a PF, peritos criminais identificaram a suspeita de superfaturamento ao analisar o processo de compra e comparar a aquisição feita pelo governo Doria com outras contratações semelhantes realizadas no país. Técnicos do Tribunal de Contas do Estado também apontaram que os preços estavam acima do valor de mercado.

A rede estadual de ensino ampliou, no ano letivo de 2022, o número de unidades em tempo integral

/ Educação

A rede estadual de ensino ampliou, no ano letivo de 2022, o número de unidades em tempo integral. Agora são 266 colégios com este modelo, 58 a mais do que em 2021. No total, 41 mil estudantes contam com este formato. São 23,5% das unidades da Secretaria de Educação com este formato. A meta é chegar a 25% até 2026.

”Tempo integral significa uma escola que funciona pelo menos sete horas por dia, que oferece, além das matérias de aprendizagem, curso profissionalizante, oportunidade para a prática cultural e oportunidade, com equipamentos adequados, para a prática esportiva. Esse padrao de nova escola, além de ter sala com mais de 60 metros quadrados, tem laboratórios para aprendizagem de prática profissional”, explica Rui Costa.

Estas unidades contam também com auditório em formato de teatro, que inclui camarim, e quadras poliesportivas, destinadas a vôlei, handebol, basquete; espaços para aulas de lutas, pista de atletismo e campo de futebol society. O governo estadual aplica mais de R$ 2,5 bilhões na ampliação das escolas de tempo integral.

Jequié: Prefeitura entrega kits de materiais esportivos para escolinhas e associações esportivas

/ Jequié

Kits foram entregues pelo secretário Matheus Macedo. Foto: Divulgação

Com o objetivo de incentivar o esporte de base e auxiliar na estruturação da prática esportiva para centenas de crianças e jovens, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Esporte e Lazer, fez a entrega, na manhã desta segunda-feira (21), da primeira etapa dos kits de material esportivo, para as escolinhas e associações de futebol e futsal, existentes no município. O kit é composto por bola, cones, chapéu chinês, coletes, bomba de encher bola, apito, cronômetro, cartões e escada de agilidade. Estiveram presentes na solenidade, o secretário de Esporte e Lazer, Matheus Macedo, o Budega; equipe técnica da Secretaria de Esporte e lazer; representantes e componentes das escolinhas e associações.

Adquiridos com recursos próprios do município, os kits, nesta primeira fase, foram entregues à 22 entidades esportivas que estavam devidamente cadastradas na Secretaria de Esporte e Lazer, algumas são responsáveis por projetos que envolvem atividades esportivas e sociais e atendem um público formado por crianças e jovens em vulnerabilidade social. De acordo com o secretário de Esporte e Lazer, Matheus Macedo, a Secretaria segue o planejamento de investimento no suporte técnico para o fortalecimento do futebol de base.

AGU pede que Supremo Tribunal Federal retire sigilo de investigações da CPI da Pandemia

/ Justiça

O procurador-geral da República Augusto Aras pediu ontem (21) que o Supremo Tribunal Federal (STF) retire o sigilo de nove investigações preliminares abertas com base no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia. No fim de novembro, a Procuradoria-Geral da República (PGR) havia enviado dez pedidos de investigação.

Com a decisão, apenas um pedido continuará sob segredo de Justiça. Em nota, a PGR informou que o sigilo prejudicava ”o acesso da sociedade, dos investigados e da imprensa às providências investigativas já adotadas, dificultando o acompanhamento de diligências, perícias, informações, documentos, dados e análises que constam da apuração”.

A abertura do sigilo era uma reivindicação da cúpula da CPI da Pandemia. No último dia 9, os senadores Omar Aziz (PSD-AM), Renan Calheiros (MDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) haviam pedido que o STF derrubasse o sigilo.

Até agora, não era possível saber o conteúdo dos pedidos nem a identidade dos investigados. Os pedidos de investigação da PGR foram distribuídos a seis ministros distintos no Supremo.

Estado já entregou mais de 3 mil eletrodomésticos a famílias do extremo-sul e sudoeste

/ Bahia

Famílias recebem equipamentos após enchentes. Foto: SJDHDS

O Governo do Estado já entregou mais de 3,3 mil eletrodomésticos à famílias afetadas pelas chuvas no sudoeste e extremo sul da Bahia. A ação é feita por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Corpo de Bombeiros e Superintendência de Defesa Civil da Bahia (Sudec).

Geladeiras, fogões, botijões de gás, colchões, liquidificadores, ferros de passar e cobertores estão sendo entregues às famílias que perderam os itens durante os temporais que atingiram a Bahia no final de dezembro e início de janeiro.

As entregas já foram concluídas em Itamaraju, Vereda, Santa Cruz da Vitória e Belmonte. Nesse momento, as equipes da Superintendência de Assistência Social da SJDHDS, do Corpo de Bombeiros e da Sudec trabalham nas entregas em Prado, Medeiros Neto, Nova Viçosa e Itambé.

”O processo de validação tem sido fundamental para garantir que as famílias recebam os itens e possam retomar a vida com segurança e dignidade. Estamos trabalhando para que todas as famílias tenham sido contempladas muito em breve”, afirmou o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.

As geladeiras, fogões e botijões de gás foram adquiridas pelo Governo do Estado, por meio do Fundo de Combate à Pobreza, e doados por empresas como Magazine Luiza e Neoenergia Coelba. As doações das geladeiras por parte da Neoenergia Coelba são realizadas através do programa de eficiência energética da distribuidora, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). No total, serão doados dois mil eletrodomésticos.

A expectativa é que as entregas comecem a ser feitas nos municípios da região de Itabuna e Ilhéus. Parte dessas cidades já estão em processo de validação dos cadastros e, posteriormente, ocorrerá o início das entregas de eletrodomésticos e itens.

Para ser beneficiada com a doação, a família precisa estar inscrita no cadastro único de programas do Governo Federal (CadÚnico), ter residência no município em estado de calamidade pública e o imóvel atingido pela chuva com perda de eletrodoméstico.

Vítimas de enchentes em Ubaíra de poderão sacar FGTS a partir desta terça-feira (22)

Os trabalhadores de Ubaíra (BA) poderão sacar, a partir desta terça-feira (22), o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. Os municípios foram afetados por fortes enchentes recentemente.

Cada trabalhador atingido pelas enchentes poderá retirar até R$ 6.220. Somente poderão sacar o FGTS os moradores de endereços informados pela Defesa Civil dos municípios à Caixa Econômica Federal.

A retirada poderá ser pedida por meio do aplicativo FGTS até 14 de abril, no caso de Cláudio, e 28 de março, no caso de Ubaíra. Basta o trabalhador abrir o aplicativo e escolher a opção ”Meus Saques”, sem a necessidade de comparecer a uma agência. Os documentos – foto de documento de identidade e comprovante de residência em nome do trabalhador até 120 dias antes do desastre – poderão ser enviados pelo próprio aplicativo.

Caso o comprovante de residência esteja em nome do cônjuge, será necessário também enviar certidão de casamento ou escritura pública de união estável. O documento também pode ser incluído no aplicativo.

Ao pedir o saque, o trabalhador poderá indicar o crédito em uma conta da Caixa ou de qualquer outro banco para receber os valores, sem nenhum custo. O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.

Mais informações podem ser obtidas no site www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/ ou entrar em contato com a Caixa no telefone 0800-726-0207.

Até o momento, a Caixa autorizou o saque antecipado do FGTS para 52 municípios da Bahia, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro afetados pelas chuvas nos últimos meses.

Na Bahia, a medida vale para os moradores de Canavieiras, Coaraci, Eunápolis, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Ibicuí, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itajuípe, Itamaraju, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itororó, Jaguaquara, Jequié, Jiquiriçá, Medeiros Neto, Mundo Novo, Prado, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Teolândia, Ubaíra, Ubaitaba, Vitória da Conquista e Wenceslau Guimarães.

Maracás publica novo decreto e reduz para 350 o limite de pessoas em eventos no município

Maracás reduz público em eventos no município. Foto: BMFrahm

A Prefeitura de Maracás divulgou um decreto, publicado no Diário Oficial, que prevê a redução do público em eventos para 350 pessoas. O documento determina que, ao frequentar ambientes como bares, restaurantes, lanchonetes e similares, o cliente apresente o comprovante de vacinação contra Covid-19.

No seu artigo 4º, o decreto municipal permite a realização de atos religiosos, desde que, cumulativamente, sejam atendidos requisitos, como ocupação máxima limitada a 80% da capacidade do local.

Para acesso as academias do Município, também é exigido o comprovante da vacina e o decreto ainda reforça o uso de máscara.

Conforme o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos ativos do vírus em Maracás de 34, com de 27 casos de Influenza.

Casos ativos da Covid em Jequié continuam em queda e município registrou 10 infectados em 24h

/ Jequié

O boletim da Covid em Jequié, divulgado na noite desta segunda-feira (21) informa que houve o registro de mais 10 novos casos positivos nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 21.857 pessoas confirmadas com a doença. Até agora 21.293 pacientes encontram-se recuperados e o número de mortes é de 432 desde o início da pandemia.

De acordo com o número de leitos de UTI-Covid do Hospital São Vicente, a taxa de ocupação é de
90%.

Destes, 4 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 5 leitos estão ocupados por pessoas de outro município. Até o presente momento 133.062 pessoas foram vacinadas com primeira dose em Jequié.